Medjugorje, a história definitiva (V): Os videntes – Vicka.

Vicka (Vida) Ivankovic, nascida no dia 3 de setembro de 1964, é a mais velha dos videntes. Ela tem recebido aparições diárias desde o dia 24 de junho de 1981. No entanto, em alguns dias, não houve nenhuma aparição, ao passo que, em outros dias, Vicka recebeu cinco ou mais aparições. Ela recebeu nove dos dez segredos e ainda recebe aparições diárias. Vicka está sempre disposta a falar para qualquer grupo grande de peregrinos que queiram lhe encontrar e colocar suas perguntas para que Nossa Senhora lhe transmita as respostas.

Ela afirma que, por dois anos, do dia 7 de janeiro de 1983 até 10 de abril de 1985, Nossa Senhora recontou sua vida em grande detalhe e que esta autobiografia será publicada no tempo oportuno. Ela também afirmou numa entrevista a uma emissora australiana, que eu possuo gravada em vídeo, que Nossa Senhora a levou num tour guiado pelo Céu, Inferno e Purgatório. Jakov Colo, o vidente mais novo, também foi convidado a participar do tour. Nossa Senhora tomou Vicka pela mão direita e Jakov pela esquerda e eles saíram flutuando. Vicka se perguntou quanto tempo duraria a jornada e ficou espantada em descobrir que durou somente um segundo. O tour teria durado 20 minutos. Vicka não explicou como ela conseguiu ter tamanha precisão com relação ao tempo de duração do tour. O Céu é uma sala bem grande onde pessoas usando túnicas cinza, amarelo e rosa se encontram andando, rezando e cantando enquanto pequenos anjos flutuam sobre elas. O Purgatório é um grande espaço onde ninguém pode ser visto, mas é possível sentir que as almas que ali se encontram estão se batendo e se socando[1]. Há um grande fogo no Inferno onde entram as almas e dali emergem como feras.

Outra de suas estórias é a do motorista de táxi a quem foi dado um lencinho ensangüentado que ele estava prestes a jogar num rio. Uma mulher misteriosa vestida de preto que, evidentemente, mostrou ser Nossa Senhora, o impediu bem a tempo, pois se ele tivesse feito isso [jogado o lencinho no rio] o mundo seria destruído[2]. Nenhuma pessoa esclarecida que leia o relato feito por Monsenhor Zanic [antigo bispo de Medjurgorje] a respeito de Vicka, ou que saiba de sua tentativa de tirar dinheiro de benfeitores holandeses ao dizer para eles que Nossa Senhora desejava que financiassem a construção de um hotel pelo pai de um de seus amigos, pode deixar de concluir que ela é uma mentirosa habitual [3].

Em janeiro de 2002, Vicka casou-se com Mário Mijatovic da paróquia de Grandino. Eles vivem na paróquia de Medjugorje.


[1] Nota da trad. Os verbos utilizados pelo autor são, respectivamente, “beating” e “thumping”. Outra possível tradução seria “surrando e batendo”. No entanto, o sentido permanece o mesmo.

[2] De acordo com o capítulo “Maio de 1990”, parte 6, desde mesmo livro.

[3] Medjugorje Incredibilities, Novembro de 1997.

Medjugorje depois de 21 anos – 1981-2002 – A História Definitiva, Michael Davies. Tradução de Patrícia Medina.

* * *

Leia mais:

24 Comentários to “Medjugorje, a história definitiva (V): Os videntes – Vicka.”

  1. N apanho nem em vida, lá vou apanhar no purgatório? É ruim, hein! Tb n gostei das cores das tûnicas, aceitam cartão de crédito? E sapato? Espero que tenham número 40/41.

  2. Eita! estória de trancoso.

  3. Meu Deus, como diz o personagem Quico, “Que coisa não?”

  4. Eu li os 5 artigos fiz uma pesquisa e não encontrei o relato sobre o purgatório que afirma estarem as almas agredindo-se umas as outras. Há uma fonte afirmando que há documentos falsos criados pela inteligência estatal que é contrária aos cristãos. Abaixo coloco uma seleção de mensagens de Nossa Senhora de Medjugorje em assuntos afetos (encontrei erros de português mas não os corrigi):
    “A ORAÇÃO MAIS BELA É O CREDO. Mas todas as orações são boas e agradam a Deus se elas vêm do coração.” (18 de fevereiro de 1983)

    “Acompanhai atentamente a Santa Missa. Sede disciplinados e não converseis durante a Santa Missa.” (19 de fevereiro de 1982)

    “A uma vidente que lhe pergunta como cada religião tem o próprio Deus, a Virgem respondeu: Há um só Deus e em Deus não há divisão. Sois vós que haveis criado a divisão religiosa no mundo. E entre Deus e os homens há um único mediador da salvação: Jesus Cristo. Tende fé nele!” (23 de fevereiro de 1982)

    “A uma vidente que lhe pergunta se todas as religiões são boas, Nossa Senhora responde: Em todas as religiões há o bom, mas não é a mesma coisa professar uma religião ou outra. O Espírito Santo não age com igual poder em todas as comunidades religiosas.” (25 de fevereiro de 1982)

    “Na terra vós estais divididos, mas sois todos meus filhos. Muçulmanos, ortodoxos, católicos, todos são iguais diante do meu Filho e de mim. Sois todos meus filhos! Isto não significa que todas as religiões são iguais diante de Deus, mas os homens sim. Não basta, porém, pertencer à Igreja Católica para estar salvos: é necessário respeitar a vontade de Deus. Também os não católicos são criaturas feitas à imagem de Deus e destinadas alcançar um dia a salvação se vivem seguindo retamente a voz da própria consciência. A salvação é oferecida a todos, sem exceção. Perdem-se somente aqueles que negam deliberadamente a Deus. A quem pouco foi dado, pouco lhe será pedido. A quem foi dado muito, muito lhe será pedido. Somente Deus, na sua infinita justiça, estabelece o grau de responsabilidade de cada homem e pronuncia a sentença final.” (20 de maio de 1982)

    “Vós não sois verdadeiros cristãos, se não respeitarem os vossos irmãos que afastaram-se para outras religiões.” (21 de fevereiro de 1983)

    A uma vidente que lhe pede conselhos pra uma amiga sua católica que queria casar-se com um ortodoxo, a Virgem responde: “Todos sois meus filhos, ms é melhor que ela não se case com aquele homem, uma vez que em seguida poderá haver muito sofrimento juntamente com os seus filhos. Dificilmente na realidade poderá viver e seguir o seu caminho de fé.” (24 de fevereiro de 1983)

    Fonte: http://www.medjugorjebrasil.com/?cat=mensagens&id=74
    Para Mirjana em 1982:
    Sobre o purgatório disse Nossa Senhora:
    No Purgatório existem diferentes níveis; o mais baixo está próximo do Inferno e o mais alto está próximo do Céu . Não é no dia de finados, mas no Natal, que o maior número de almas deixa o Purgatório. Há, no Purgatório, almas que ardentemente rezam a Deus, para as quais nenhum parente ou amigo reza na Terra. Deus faz com que elas se beneficiem das orações de outras pessoas. Acontece que Deus permite-lhe manifestar-se de diferentes maneiras, aos seus parentes na Terra, a fim de recordar da existência do Purgatório e solicitar suas orações para se aproximarem de Deus que é justo, mas bom. A maioria das pessoas vai para o Purgatório. Muitos vão para o Inferno. Um pequeno número vai diretamente para o Céu.
    Sobre o Purgatório:
    Como um espaço sombrio, pleno de trevas, entre o Paraíso e o Inferno, onde mal se vislumbrava os semblantes pálidos daqueles que ali se encontravam. Estava cheio de algo parecido com cinza. Era assustador. Nossa Senhora disse-lhes: ali é o lugar onde as almas se purificam; é preciso rezar por elas. Somente as nossas orações, sacrifícios e a Graça de Deus podem libertá-las de lá. Tudo aquilo era terrível.
    Nossa Senhora explicou: Mostro-lhes o Céu e o Inferno para que vejam a recompensa preparada por Deus para os que O amam e a punição reservada aos que O ofendem.
    (Retirado do livro “Convertam-se sem Demora – Associação Servos da Rainha – 1991)
    Fonte: http://www.medjugorjebrasil.com/?cat=artigos&id=35

    Neste site, afirma-se que o Bispo Zanic pode ter sido influenciado por informações contidas em documentos falsos, bem como, da maneira como o Frei Vego desistiu do sacerdócio:
    http://www.medjugorjetoday.tv/4148/bishop-defends-forerunner-on-medjugorje/

  5. É preciso chamar a atenção para as seguintes frases problemáticas:
    1. “Também os não católicos são criaturas feitas à imagem de Deus e destinadas alcançar um dia a salvação se vivem seguindo retamente a voz da própria consciência. A salvação é oferecida a todos, sem exceção. Perdem-se somente aqueles que negam deliberadamente a Deus.”
    Na frase acima não há espaço para o dogma “Fora da Igreja não há salvação”. Sabe-se que quem está visivelmente fora da Igreja só se salva se estiver em ignorância invencível e cumprir a lei natural. Mas, a mensagem acima não fala nisso. Ela não diz que é necessário os não-católicos ingressarem na Igreja Católica, mas apenas que sigam suas consciências.

    2. “A salvação é oferecida a todos, sem exceção” – O que, aliás, é correto. Mas, dita essa frase depois de ter falado dos não-católicos, dá mais uma vez a entender que Deus não exigiria deles que voltem para a Igreja Católica. Que a salvação é oferecida a eles na qualidade de não-católicos e que eles se salvarão fora da Igreja católica.

    2. ““A uma vidente que lhe pergunta se todas as religiões são boas, Nossa Senhora responde: Em todas as religiões há o bom, mas não é a mesma coisa professar uma religião ou outra. O Espírito Santo não age com igual poder em todas as comunidades religiosas.” (25 de fevereiro de 1982)”
    A última frase, então, afirma que o Espírito Santo, age nas outras comunidades religiosas: no protestantismo, no paganismo.???

    3. “Na terra vós estais divididos, mas sois todos meus filhos. Muçulmanos, ortodoxos, católicos, todos são iguais diante do meu Filho e de mim.”
    Então, batizados e não-batizados são iguais diante de Deus? Os que tiveram o pecado original apagado no Santo Batismo e conservam a graça batismal são santos diante de Deus. E os pagãos, ainda manchados pelo pecado original, e ainda necessitados de professar o nome sagrado de Cristo, são também santos diante de Deus?
    Trata-se, inegavelmente, de um “aggiornamento”… pós-conciliar.

    Comparem-se essas frase e outras das supostas aparições de Medjugorje com o que disse Nossa Senhora em Fátima. Nossa Senhora não fala em outras religiões, não fala em Espírito Santo agindo em outras “comunidades religiosas”.

  6. A presente publicação me fez lembrar de uma história que está acontecendo aqui mesmo no Brasil, no estado catarinense. Trata-se de uma associação “carismática” dirigida por um homem que diz receber aparições de Nossa Senhora, de anjos e do próprio Cristo, que lhe transmitiriam mensagens do céu (uma doutrinha própria, evidentemente — diferente da imutável doutrina católica) sobre temas como o purgatório, céu e inferno e, mais recentemente, sobre o fim dos tempos. Até estão a tentar vender “lencinhos” (“a preço de custo!”), sem os quais não haverá salvação no juízo final (em 2012) que se aproxima, ou coisa que o valha — curiosa a semelhança com a estória do lencinho de Medjugorje, não?
    O tal vidente já foi admoestado publicamente por seu então Arcebispo, SER Murilo Sebastião Ramos Krueguer, a parar de divulgar tais pretensas aparições e de vender livros com tais conteúdos, mas ele não obedece e anda por muitas partes do país fazendo prosélitos para suas neodoutrinas e até previsões de futuro (Eu soube que uma dessas previsões era sobre o fim do mundo e evidentemente que falhou ruidosamente; mas nem assim o povo miúdo aprende a não dar ouvidos a falsos profetas).

  7. “Muçulmanos, ortodoxos, católicos, todos são iguais diante do meu Filho e de mim.”
    Essa frase leva a pensar que não é necessária a conversão dos mulçumanos e dos ortodoxos ao catolicismo. Se o texto dissesse que “todos os homens são iguais perante Deus”, ainda assim teria que se ver em que aspecto são iguais. Se enquanto criaturas racionais, por exemplo, isso estaria certo. Mas, o texto não diz assim. A suposta mensagem usa o adjetivo religioso: “Muçulmanos, ortodoxos, católicos…”. Logo, eles seriam iguais diante de Deus enquanto praticantes de suas respectivas religiões.
    Daí advêm sérias conseqüências. Se o muçulmano, ao adorar Alá e ao rejeitar Cristo, é para Deus igual a um bom católico que está em estado de graça, que adora Cristo e assiste à Missa, então, para que buscar a conversão dos muçulmanos à Igreja Católica Romana?
    Se os ortodoxos, ao rejeitarem o Primado do Papa, são para Deus iguais aos bons católicos, que estão unidos ao Sumo Pontífice, então, para que buscar a conversão dos ortodoxos?
    Logo, não há mais lugar para a missão, mas apenas para o diálogo inter-religioso (como vem ocorrendo nos últimos 50 anos).
    Um dominó derrubado diante de uma fileira, faz cairem os outros.
    Resultado: Medjugorje leva a aceitar o “aggiornamento pós-conciliar”.
    Em Fátima, ao contrário, Nossa Senhora prevê a conversão da Rússia ao catolicismo. E é lícito pensar que essa conversão não é apenas o abandono da ideologia atéia do comunismo, mas também a volta dos ortodoxos, ao seio do catolicismo sob a guia do Papa. É isso que o Céu deseja.
    “O Santo Padre consagrar-me-á a Rússia, que se converterá, e será dado ao mundo algum tempo de paz.”
    Fátima desmente Medjugorje.

  8. Deixe-me fazer um comentario… vamos analisar uma coisa! Quero me colocar numa posiçao neutra nesse assunto, até porque prefiro esperar uma posiçao oficial da Igreja.

    Mas vamos la..

    Imaginaram se esta fonte citada no texto for mentira? Nao quero fazer comparaçao, mas vamos colocar situaçoes a serem analisadas. Na época de Pe. Pio de Pietrelcina, quando a Igreja ainda nao havia se posicionado oficialmente, correu boatos infames do nosso querido santo, inventados por pessoas da Igreja. Se hoje ele fosse do nosso tempo, e o site colocasse a noticia: “Padre Pio de Pietrelcina, o famoso dos “estigmas” é acusado de ser mulherengo”.

    Nossa! Certamente iria chover de pessoas aqui caluniando ele… estou mentindo, pessoal? Ai voce pode dizer: mas o Pe. Pio é santo, tinha fama de santidade, fazia milagres.. ta bom, ta bom! Isso fica facil dizer HOJE que sabemos que ele foi injustamente caluniado, que ele era de fato um homem piedoso e santo.

    Nao estou indo a favor ou contra Medjugorje, mas pera la… especula-se muito de Medjugorje, quando na verdade nao se sabe mais o que é oficial e o que nao é. Entao vamos tentar no minimo agir com prudencia nos comentarios, pq todo mundo adora se “tornar um orgao oficial do Vaticano”, dizendo que é de Deus ou do demonio, simplesmente por ter ouvido alguns comentarios ou ter lido supostas frases de Nossa Senhora, que ngm sabe se sao de fato as reais mensagens de la ou nao.

    Serà que é tao dificil esperar a decisao de Roma? O jeito é aguardar e rezar.

  9. Nossa parece a terra do nunca, mas só que uma versão terror escrita por um espirita dai as tunicas coloridas. Acho que a “vidente” tá assistindo muita novela brasileira.

  10. Se a coisa é mesmo como diz Michael Davies (“Nenhuma pessoa esclarecida…pode deixar de concluir que ela [Vicka] é uma mentirosa habitual”), então a moça é preparadíssima para ser uma boa candidata a senadora – ou mesmo ‘presidenta’ – pelo PT ! O que “O” partido está esperando para ir buscá-la ? Com certeza não lhe faltaria total apoio da corja comunista (TL) que, como um câncer, se infiltrou na Igreja.

  11. Pelo jeito, essa senhora que aparece em Medjugorje trabalhou como perita do CVII.

  12. Curioso, quem está no céu está de vestes brancas aos pés do trono do cordeiro… que papo é esse de vestes de várias cores? Essa aparição contradiz o Apocalipse (olha a maldição!).

    Dia 24/07 é dia de S. João Batista mas é também dia de comemoração dos maçons…

    Nunca ouvi falar de uma aparição tão prolixa, dando recadinhos meigos e doces, bem infantis, durante décadas! E bem heréticas também! Essa “senhora” parece que não tem o que fazer…

  13. Ainda que fossem desconsideradas as notícias de mau comportamento de um ou outro padre que acompanha os supostos videntes, ainda que tais noticias fossem somente fantasias ou calúnias de inimigos das ditas apariçoes, mesmo assim as mensagens, que sao amplamente divulgadas em publicaçoes e sites favoráveis a Medjugorie, continuam a apresentar graves problemas doutrinários, o que depoe fortemente contra a autenticidade dessas mensagens.
    A primeira coisa a se examinar numa suposta apariçao do céu é a doutrina que ela traz. Tem que concordar em tudo com a doutrina imutável da Santa Igreja. Ora, Medjugorie nao passou no teste doutrinal.
    E quando nao se passa no teste doutrinal, torna-se desnecessário examinar os outros aspectos da suposta apariçao: saber se há milagres verdadeiros, testando-os exaustivamente, para ver se nao podem ter explicaçao científica; saber se há realmente frutos de santidade, tanto para os videntes como para o povo que adere a tais fenômenos: uma prática católica correta, na Fé, na moral, na vida de oraçao… etc… e, sobretudo, ausência de desvios doutrinais.
    E a apariçao só é considerada autêntica depois que passa em todos esses testes. Se falhar em um, fica claro que sua origem nao é divina, mas humana ou diabólica.
    Salvo engano, Fátima foi aprovada pela Igreja em 1930, após 13 anos de exaustivos estudos por parte das autoridades eclesiásticas.
    Mas, em tempos de modernismo dominante, a Igreja, em tempos de apostasia geral, uma apostasia que chegou ao topo da Igreja, esta fica como que sufocada pela fumaça de satanás e impedida de dar uma palavra clara e firme sobre os acontecimentos em Medjugorie, como acontecia antigamente.
    Os modernistas nao querem que isso aconteça. O Cardeal Schornborn, de Viena, que o diga.
    Enquanto isso, a confusao aumenta…
    Talvez só quando passar a crise modernista…
    Há que se esperar muito.

  14. Corrigindo:
    Mas, em tempos de modernismo dominante e de apostasia geral, uma apostasia que chegou ao topo da Igreja, esta fica como que sufocada pela fumaça de satanás e impedida de dar uma palavra clara e firme sobre os acontecimentos em Medjugorie, como acontecia antigamente.

  15. O que mais me chama a atenção nessa farsa de Medjugorje, é o comportamente de João Paulo II e Bento XVI em relação a isso.

    Reparem que tanto João Paulo II como Bento XVI não deram nenhum parecer sobre as falsas aparições, mas ambos se comportam como a farsa manda se comportar: Ecumenismo, diálogos, encontros com líderes de falsas religiões, celebrações realizadas com os mesmos líderes de falsas religiões,…

  16. Ferretti, quanto tempo faz isso?

  17. Se Vocês não acreditam nas aparições de Medjugorje, pelo menos não falem contra. Pois qual documento da Igreja ou pronunciamento do Papa Ex catedra que condena as Aparições? Que eu saiba nenhum.

  18. Pronunciamento ex-cathedra condenando as aparicoes de Medjugorje ate’ agora nao ha’. O que ha’ e’ o seguinte: a doutrina ex-cathedra “Fora da Igreja nao ha’ salvacao” e’ negada em mensagens de Medjugorie. E ha’ afirmacoes da suposta aparicao que levam realmente ao indiferentismo religioso, isto e’, levam ‘a heresia. Para citar apenas um ponto. Um so’. Se isso nao for, no minimo, muito estranho, o que mais pode ser? E esse fato tem que ser denunciado, sim.
    Parece tambem que alguma medida, ambora timida, ja foi tomada por Roma contra as referidas aparicoes, como a proibicao de romarias religiosas a Medjugorie. (Por favor, Sr. Ferretti, seria possivel, dar mais detalhes sobre essas medidas? Pois me parece que o fratresinunum ja publicou alguma coisa ha algum tempo, mas nao localizei. Obrigado).

  19. André Luis
    Pois qual documento da Igreja ou pronunciamento do Papa Ex catedra que condena as Aparições?
    E QUAL aprova????????????????????????

  20. Olá, J. Marques!

    Estou traduzindo o que pediu. Mas há alguma informação aqui, por exemplo:

    http://www.catholicculture.org/culture/library/view.cfm?recnum=237

    Um trecho relevante:
    After having cited the declaration of the Episcopal Conference of the ex-Yugoslavia, the Congregation for the Doctrine of the Faith added: “From what has been said, it follows that official pilgrimages to Medjugorje, representing it as a place of authentic Marian apparitions must not be organized either on a parish or diocesan level, because this would be a contradiction of what has been affirmed by the bishops of the ex-Yugoslavia in their previously cited declaration.”

    Resumindo: “(…) a CDF afirmou : ‘Do que foi dito, segue que peregrinações oficiais a Medjugorje, que a apresentem como um lugar de aparições Marianas autênticas, não devem ser organizadas nem a nível paroquial ou diocesano, pois isso seria uma contradição do que foi afirmado pelos bispos da ex-Yugoslávia em sua declaração anterior”

    Estou trabalhando numa tradução maior.

    abs,
    em Cristo,
    Patricia

  21. Muito obrigado, Sr. Ferretti. Muito obrigado, Patricia Medina. Esse texto da Congregacao para a Doutrina da Fe’ e’ importante e tem que ser conhecido por mais e mais catolicos. Infelizmente, pelo que sabemos, tal ordem de nao organizar peregrinacoes a Medjugorje ainda e’ desobedecida abertamente (talvez por ignorancia).