Complô contra o Papa? O documento na íntegra e alguns comentários.

Apresentamos a tradução do documento escrito originalmente em alemão e encaminhado ao Papa pelo Cardeal Dario Castrillon Hoyos:

Viagem a Pequim:

Em novembro de 2011, o Cardeal Romeo [arcebispo de Palarmo] chegou, com um visto de turista, a Pequim, onde, de fato, não se encontrou com nenhuma personalidade da Igreja Católica na China, mas com executivos italianos, que vivem ou, antes, trabalham, em Pequim, e alguns interlocutores chineses. Em Pequim, o Cardeal Romeo declarou ter sido enviado pessoalmente pelo Papa Bento XVI para realizar, ou melhor, para verificar, as conversações lançadas pelo Cardeal Dario Castrillon Hoyos na China, em março de 2010. Ele também afirmou ser o interlocutor designado pelo Papa para se encarregar, doravante, dos assuntos entre China e o Vaticano.

Em uma conversa confidencial, o Cardeal Romeo informou a seus interlocutores na China de ter tomado conta, durante sua atuação no serviço diplomático da Santa Sé na representação pontifícia nas Filipinas, de contatos com a RKK [Igreja Católica Romana, uma abreviação do original alemão] clandestina, e de ser, devido a esta sua experiência, o interlocutor apropriado para tomar conta das questões entre a China e o Vaticano. Ele também declarou ter sido, entre 1990 e 1999, Núncio Apostólico na Colômbia e ter colaborado, precisamente naquele período, com o Cardeal Castrillon. O Cardeal Romeo surpreendeu seus interlocutores em Pequim ao informá-los que ele – Romeo – formava, junto com Santo Padre – Papa Bento XVI – e o Cardeal Scola, uma troika [ndr: os três grandes líderes da Igreja]. Para os assuntos mais importantes, portanto, o Santo Padre consultaria Romeo e Scola.

O Cardeal Romeo foi informado pelo lado chinês do seguinte: muitos Cardeais visitaram a China, mas a visita mais relevante nas relações entre China e Vaticano foi a do Cardeal Dario Castrillon Hoyos, em março de 2010.

STRETTAMENTE CONFIDENZIALE 30.12.2011

Secretário de Estado Cardeal Tarcisio Bertone:

O Cardeal Romeo criticou duramente o Papa Bento XVI por se preocupar principalmente com a liturgia, negligenciando “assuntos atuais”, confiados pelo Papa Bento XVI ao Cardeal Tarcisio Bertone, Secretário de Estado da Igreja Católica Romana. O relacionamento entre o Papa Bento XVI e seu Secretário de Estado, Cardeal Tarcisio Bertone, seria muito hostil. Em uma atmosfera de confidencialidade, o Cardeal Romeo mencionou que o Papa Bento XVI literalmente odiava Tarcisio Bertone e o substituiria de bom grado por outro Cardeal. Romeo acrescentou, no entanto, que não havia outro candidato apropriado para ocupar esta posição e que, por isso, o Secretário de Estado, Cardeal Tarcisio Bertone, continuaria a ocupar esta função.

Também o relacionamento entre o Secretário de Estado e o Cardeal Scola era desfavorável e turbulento.

Sucessão do Papa Bento XVI:

O Santo Padre estava cuidando secretamente de sua sucessão e havia já escolhido o Cardeal Scola como um candidato adequado, por ser mais próximo de sua personalidade. Lenta mas seguramente, ele estava, assim, preparando-o e moldando-o para ocupar a posição de Papa.

Por iniciativa do Santo Padre – assim disse Romeo –, o Cardeal Scola foi transferido de Veneza para Milão, a fim de preparar de lá, mais tranquilamente, o seu Papado. O Cardeal Romeo continuou a surpreender os seus interlocutores na China ao alimentá-los com rumores.

Confidencialmente, como se soubesse em detalhes, o Cardeal Romeo anunciou que o Santo Padre teria apenas 12 meses de vida. Durante suas conversas na China, ele profetizou a morte do Papa Bento XVI dentro dos próximos 12 meses. As declarações do Cardeal vazaram de uma pessoa provavelmente informada de um sério plano criminoso, com tal certeza e firmeza, que seus interlocutores na China pensaram, espantados, que havia planos de um ataque contra o Santo Padre. O Cardeal Romeo pareceu seguro de si e não podia imaginar que as declarações feitas nesta rodada de conversas secretas poderiam ser repassadas por terceiros ao Vaticano.

Também seguro de si, Romeo profetizou que agora já seria certo, embora ainda secreto, que o sucessor do Papa Bento XVI seria, em todo caso, um candidato de origem italiana. Como descrito anteriormente, o Cardeal Romeo enfatizou que após a morte de Bento XVI, o Cardeal Scola seria eleito Papa. Também Scola teria inimigos importantes no Vaticano.

Fonte: Rorate-Caeli | Original: Il Fatto Quotidiano

* * *

Segundo Andrea Tornielli, o documento, tal como apresentado acima, é autêntico e foi recebido pela Secretaria de Estado, onde, após uma primeira leitura e algumas risadas, não recebeu nenhuma consideração, embora tenha sido repassado ao Santo Padre. Ainda, o Papa recebeu o Cardeal Dario Castrillón Hoyos em audiência privada no último dia 13 de janeiro, na qual seguramente o assunto foi abordado.

O Cardeal Romeo realmente não tem apreço nenhum pelo trabalho de Bento XVI relacionado à liturgia. Basta recordar que Sua Eminência chamou a polícia para retirar as faixas dos jovens tradicionalistas que queriam agradecer o Papa pelo motu proprio Summorum Pontificum, quando de sua visita a Palermo.

Como afirma Francesco Colafemmina, o documento traduzido por Il Fatto Quotidiano afirma que Romeo “anunciou que o Santo Padre teria apenas 12 meses de vida”.  A história de um “complô” para assinar o Papa é uma inferência do redator do documento: ao dizer que o Papa tem apenas 12 meses de vida, ou Romeo é um profeta, ou sabe que o Papa está doente, ou…

Fontes confiáveis nos informam que há, recentemente, uma maior preocupação com a segurança do Papa: domingo passado, na Praça São Pedro, foram colocadas entradas de segurança para o Angelus, coisa nunca acontecida.

No entanto, a própria saúde do Santo Padre não é das melhores, algo absolutamente razoável a um homem que completará 85 anos e carrega sobre suas costas os maiores pesos da humanidade.  Há informações de que, privadamente, o Papa anda com o auxílio de uma bengala, devido a seus problemas de artrose e a constantes desequilíbrios que teriam causado  a queda, entre outras, na qual fraturou o pulso direito.

Enfim, o documento causou frenesi desde a noite passada e apareceu hoje nos maiores jornais da Itália. Padre Lombardi o qualificou de “loucura”. Saber se realmente há um complô contra o Papa, ou se o Cardeal Romeo apenas supôs sua morte devido a seu estado de saúde, é, para nós, pobres mortais, algo impossível.

25 Responses to “Complô contra o Papa? O documento na íntegra e alguns comentários.”

  1. A hierarquia da Igreja como um todo age como se não houvesse mais Deus, é impressionante a certeza de que eles possuem mais poder que Deus.

  2. Deus nos livre do Papa Bento XVI morrer por agora, pois a Igreja precisa muitíssimo dele e os progressistas como o cardeal Romeo estão furiosos de raiva com seu Pontificado. Se Deus quiser, eu quero assistir o Santo Sacrifício da Missa oferecido pelo Sumo Pontífice na JMJRio 2013.

  3. Me parece mais que Dom Romeo conhece o estado de saúde do Papa.

    De qualquer forma, se houvessem planos para matá-lo, isso seria um bom sinal. Significaria que o Papa pretende dar mais passos de volta à Santa Tradição, pois senão não há motivos para tal.

  4. A morte do Papa João Paulo I ainda hoje é lembrada como resultado de complô. O atentado a João Paulo II da mesma forma. Agora é a vez de Sua Santidade Bento XVI ser ameaçado de verdade ou não. Não tenho a menor ideia do que tais fatos embaralhados com boatos possam significar. Apenas rezo por nosso Papa. Que nossa Mãe Maria Santíssima nos guie e o proteja.

  5. Oremus pro Pontifice nostro Benedicto.
    Dominus conservet eum, et vivificet eum, et beatum faciat eum in terra, et non tradat eum in animam inimicorum eius.

  6. Insensatez da Secretaria de Estado em achar que mesmo após o atentado a JPII qualquer coisa nesse sentido é simplesmente tolice…

  7. Faço uma pergunta para os Fratres bem mais entendidos nesses assuntos que eu :

    – Dá pra levar á sério essa matéria? Devemos ficar preocupados mesmo?

    No mais, rezemos pelo Santo Padre.

  8. Que clima de século XIII !!!!!!!
    Viva o Papa!!!

  9. Eu, particularmente, não duvido. E também por isso creio que Sua Santidade está fazendo o Retorno a passos “lentos”, compassados, já que se ele o fizer de súbito, pode (“deve”), provavelmente, haver um enorme cisma – além da enorme confusão que vai causar no povo (tenta dar uma injeção em quem tem aversão a remédio, por exemplo: assim está o mundo hoje, envenenado, e, convencido de que é são) -, não obstante o fato de um possível “complô” chegar às vias de fato.
    E, ele, prudentemente, sabe que, morrendo, não haverá um que será o outro a sucedê-lo que terá a mesma “ousadia” dele de por à prova quase 50 anos de post-Concílio… Acredito eu que o que ele tem feito, é pelo bem da Santa Madre Igreja.
    Desde o início do pontificado, passando pela ameaça disfarçada que a maçonaria fez e tem feito, passando por inúmeras outras ocasiões, chegando aí. Sem falar no Irã: eu, particularmente, não tenho um pingo de confiança quanto àquele assunto… Me lembra Hitler querendo que o Papa e os Cardeais da Cúria Romana fossem “deportados” à Alemanha, segundo contou o General Wolff.

    (Gostaria de um Consistório com S. E. R. D. Fellay no meio ^^)

  10. São os maçons liderados pelo Cardeal Bertone que querem de todo jeito ver o Papa morrer. Mais que os amigos, os inimigos servem para indicar a personalidade e as opções de um homem. Principalmente de um religioso. Os maçons já fizeram muito mal à Igreja e não há motivos para acreditar em mudança de rumo na Maçonaria. Eles são o que são e pronto. O Papa, logo no início, quando recusou vender seu cardinalato e principalmente seu pontifiacado, Deus seja Louvado por isto, ganhou a ira da Maçonaria de presente. Sabe-se que muitos cardeais comem nas mãos da antiga serpente, aquele mesmo pão que Cristo recusou no deserto. Tudo se desenrola para registro nos anais da história apontando que este não será um Papado como qualquer outro. Os maçons estão trabalhando mais que nunca afim de fazer ruir a Igreja por dentro e por fora.

  11. A principio não posso levar isso muito a sério, pois não vejo qual a razão de matar Bento XVI para colocar Scola no lugar. É trocar 6 por meia-duzia pelo menos no campo teologico. Scola foi editor da revista neomodernista Communio (mesma revista de Razinger) e adepto a Heni de Lubac e Urs Von Balthasar (novamente assim como Ratzinger). Ao meu ver, não faz sentido!

    De repente, Cardeal Romeo porderia ter sido mal-interpretado. É verdade que somente 4 pontífices, desde o século XIII, viveram após completar 85 anos. E este ano Ratinger completa exatamente essa idade.

  12. A grandiosidade da fé do Papa Ratzinger foi ter visto os perigos do modernismo e as suas falácias e, prontamente, ter lutado contra eles, para que brilhasse a fé da Igreja.

  13. O plano da maçonaria existe há mais de 300 anos, a maçonaria n começou ontem o processo de dentro pra fora na intenção de destruir os alicerces da Igreja. O Padre Paul Kremer denuncia ratzinger como colaborador desse plano.

  14. VIDA LONGA AO PAPA!!!
    É o que peço todos os dias ao Senhor!

  15. “Contudo, há mister confessar que nestes últimos tempos cresceu sobremaneira o número dos inimigos da Cruz de Cristo, os quais, com artifícios de todo ardilosos, se esforçam por baldar a virtude vivificante da Igreja e solapar pelos alicerces, se dado lhes fosse, o mesmo reino de Jesus Cristo. Por isto já não Nos é lícito calar para não parecer faltarmos ao Nosso santíssimo dever, e para que se Nos não acuse de descuido de nossa obrigação, a benignidade de que, na esperança de melhores disposições, até agora usamos.

    E o que exige que sem demora falemos, é antes de tudo que os fautores do erro já não devem ser procurados entre inimigos declarados; mas, o que é muito para sentir e recear, se ocultam no próprio seio da Igreja, tornando-se destarte tanto mais nocivos quanto menos percebidos.”

    (PASCENDI DOMINICI GREGIS, SÃO PIO X, 08/09/1907).

  16. Oremos pelo nosso Papa Bento.
    O Senhor o conserve e lhe dê vida e saúde,
    O faça feliz na terra
    E o guarde de todos os males. Ámen.

  17. Salve Maria!

    Eita “aparelho do Vaticano” que estarão armando desta vez???

    Cardeal Bertone inimigo de Bento XVI?! Cheguei a dar risadas.

    Meu Deus, quanta ingenuidade!!!

    Ave Cor Mariae.

  18. Agora eu estou com o Padre Lombardi: a coisa toda é mesmo tão ridícula que não há nome mais apropriado que “loucura”.

  19. Caríssimos e “Perigosíssimos” FRATRES;
    Lastimável!
    Como bem disse o Pedro, “Que clima de século XIII !!!!!!!”
    Realmente, lamentável.
    Porém, do séc. XIII até a metade do séc. XX, tínhamos a Igreja Católica como uma Fortaleza diante de um mundo e seus “homens notáveis”, todos apodrecidos…
    Quantos exemplos, quantos Santos, tais como São Francisco e Santo Antônio de Pádua/Lisboa, Santo Domingo de Gusmão, Santa Catarina de Sena… Exemplos de vida, virtude e santidade!
    De integridade espiritual e doutrinária!
    Exemplos de humildade e confiança absoluta em Deus, nosso Senhor!
    E atualmente?
    Nossa Santa Igreja se apresenta como que em escombros, quase arruinada!
    Ou alguém vai dizer que a Igreja tem a mesma “Força” dos séculos passados?
    Será que a Igreja tem o mesmo vigor que teve outrora?
    Tem a mesma força de convencimento e de moral que teve?
    Ah! Toda essa situação eclesial problemática que vemos na atualidade tem uma explicação:

    “Olha o mega evento conciliar aí gente!” ( parodiando o Neguinho da Beija-Flor de Nilópolis)

    Quem são os novos “testemunhos de vida” que a igreja conciliar se nos apresenta e ao mundo?
    Os bispos das mitras penosas? Ou os bispos envolvidos nas invasões de terras (claro que dos outros, nunca as de seus “amiguinhos” ou, de suas comunidades diocesanas)?
    Ah, temos vários exemplos conciliaristas: Padre Fashion de Melo, Padres Joãozinho, Zezinho, Huguinho, Luizinho… Isso sem falar nas Arapiracas da vida…
    Agora vem essa história, de páginas policiais, próprias de um tablóide inglês, um “complô para matar o Papa”…
    Quem estará envolvido?
    Por que querem eliminá-lo?
    Para falar a verdade, creio que analisando friamente, niguém do mundo eclesiástico (ou melhor, do que restou desse mundinho) teria necessidade de “substiuição Papal”. Por quê?
    Veja bem:
    * O Papa retirou as “excomunhões” dos quatro Bispos Católicos; depois, “liberou” a Santa Missa, ainda que em “forma extraordinária”; Ofereceu um “debate teológico” (ainda sem resultados visíveis);
    * nomeou bispos nada católicos, levando maçons para “trabalhar” na Santa Sé;
    * Aprovou as “celebrações” do Caminho Neoprotestantional, digo Neocatecumenal;
    * Beatificou o Papa João Paulo II, e, indiretamente, o ensinamento conciliar;
    Como se percebe, o Papa é muito diplomático, agrada a todos tanto à Tradição, quanto os “moderados”, quanto os “Neocon”, quanto os Modernistas…
    Com todos está tudo bem!
    Agora, partindo das “loggia”, com tantos “fratelli” dentro de casa… Hummm… Isso sim pode ter um cheirinho de verdade…
    Mas não há que se preocupar, diante de toda essa mundanidade, essa materialidade excessiva, toda essa sede de poder pela qual a Igreja é assolada, que triste!
    Diante de toda essa treva, há a Luz do Coração de Jesus!
    Temos a Luz da Pureza Virginal de Maria Santíssima!
    Temos a intercessão dos Anjos e dos Santos!
    A igreja conciliar está a “saborear” o fruto adocicado que foi oferecido ao ser humano, desde o Jardim do Éden: “sereis como deuses” e, este fruto adocicado, porém apodrecido, vem se tornando “alimento” desde o “aggiornamento”, (tal qual a falsa imagem de Deus, oferecida aos nossos jovens pelas JMJ, CN e “Carnaval de Jesus” por aí)
    Quem oferece é o inimigo das almas, o pai da mentira, o pai do ecumenismo, o inspirador dessa desgraça conciliar: Satanás!
    Quem dera se os homens da Igreja seguissem essa recomendação do Grande Seguidor do Cristo, São Francisco de Assis: Humildade, Pobreza e Sacrifíco!
    Infelizmente, ao contrário, vemos tantos desmandos, complôs, e todo tipo de difamação…
    Tudo por causa de um poder que deveria ser compreendido como serviço, como entrega, como missão!
    Porém, é um poder que escancaradamente é fonte de opressão, mentiras, heresias e apostasias, desde os tempos do Jardim do Éden…
    Como dizia o Apóstolo São Paulo: “o salário do pecado é a morte!”
    Sobre tudo isso, já avisou-nos a Mãe de Deus, em La Salette:

    “(…) E Roma perderá a Fé e tornar-se-á a sede do anticristo!”

    Santo Padre, “limpe a Igreja”, faça como Nosso Senhor, expulse esses “vendilhões” do Templo de Deus!
    Exorcise esses apóstatas e traidores, tais quais o predecessor desses infelizes traidores: JUDAS ISCARIOTES!
    Expulse essa gente da Sé de Pedro!
    Arranque do Jardim de Deus essas “ervas daninhas!”
    Confiemos em Maria!
    Rezemos pelo Papa!
    Viva Cristo Rei!

  20. Parece até uma daquelas previsões para o fim do mundo nesse ano. Não acredito em uma única vírgula dessa matéria sobre o Papa.

  21. Farei igual ao Romeo. Irei à China ou a Conchichina, ao Nepal ou Butão, e direi a todos que faço parte de uma troika: eu, o Papa e o Valdemiro Santiago.

    E direi a todos que todos os assuntos podem ser tratados comigo, mesmo. Com o João, o Sabidão.

    Comigo, isso tudo será muito bem recepcionado, não pelos religiosos locais, mas por executivos e alguns “interlocutores” daquelas lonjuras.

    E todos darão o fato como certo, e irão acreditar piamente na minha história, por sinal muito em articulada, muito bem cosida.

    Por outro lado, o pobre Romeo ficou a pé. Se sua Santidade morrer nos próximos 12 meses por causas absolutamente naturais – o que nem é de se espantar pela idade dele, que foi um fato muito comentado ao ser eleito – estará em maus lençóis.

    Se for morto, aí a coisa desanda de vez.

    Um drama digno de Shakespeare. Com o Romeo, mas sem – ao que se saiba – a Julieta.

  22. Ontem fiquei bastante preocupado quanto li as notícias sobre esta matéria. Vi num jornal que o vaticano não confirmou o que foi dito, mas também não negou com firmeza. Quando li fiquei preocupado por dois motivos. Me preocupo por pensar que a notícia pode ser real e que realmente o Papa corre perigo, o que seria grave, já que sabemos que dentre os cardeais há também lobos que poderiam influenciar um novo conclave. Me preocupo também por saber que a mídia é sensacionalista e que provavelmente logo logo outros canais de notícias podem criar atritos internos na santa sé (que já está abalada) e prejudicar possíveis mudanças que Bento XVI esteja pensando em fazer nos próximos tempos. Devemos todos nos preparar, pois mesmo que esta notícia não seja real, sabemos que o Papa é o homem mais odiado dentre todos os homens, pois além de ser odiado pelos hereges, infelizemente é odiado por uma parcela grande dentro da própria igreja, mas como foi dito acima, caso a notícia seja real é um sinal de que Bento XVI prepara mudanças (e boas mudanças) no rumo desta barca, que tem sido tão abalada com as ondas do modernismo, das heresias e principalmente abalada pelos maus exemplos que estão sendo dados pelos próprios católicos (sobretudo os maus exemplos do clero)… Lembremos sempre, irmãos, Cristo está conosco e rezemos sempre àquele que expulsou o demônio do céu, rezemos àquele que á chamado “Quem Como Deus?” para que o grande São Miguel Arcanjo proteja nosso pontífice.

    P.S. Peço desculpas por possíveis erros de português, pois estou com pouquíssimo acesso a internet e em um computador muito ruim.

  23. Viva o Papa!Viva tanto ou mais que Pedro!

    O nosso “Doce Cristo na Terra”!!!

  24. Que o papa tem muitos inimigos dentro da igreja isso é fato. Por isso acho que éssa história tem algum fundo de verdade. Mas não creio em um complo pra matar o papa, mas talvez o eminente cardeal só tenha estimado o tempo de vida que ele acredita/ espera que o santo padre ainda tem. A parte relativa ao cardeal Scola é a que mais me preocupa, pois uma das formas mais eficientes de eliminar um provável candidato ao papado é o anunciando como tal.

Trackbacks