Bispo e exorcista Andrea Gemma a respeito de Medjugorje: “Absolutamente diabólico”.

Medjugorje: a acusação do bispo-exorcista Mons. Gemma: “As aparições de Nossa Senhora? Completamente falsas: os videntes estão sob inspiração de Satã para lucrar economicamente”. Entrevista de maio de 2008 concedida ao site italiano Petrus.

Por Gianluca Barile | Tradução: Fratres in Unum.com

CIDADE DO VATICANO – Um misto de interesses econômicos e diabólicos, com os supostos videntes e seus colaboradores diretamente envolvidos com lucros relacionados à grande afluência de peregrinações e visitas no local, enquanto o Demônio está feliz em semear discórdia entre os fiéis mais convencidos da validade das aparições de Medjugorje e a Igreja, cética como nunca, frente ao que ela declarou mais de uma vez, através das palavras de dois bispos de Mostar consecutivos, “uma grande fraude”. Monsenhor Andréa Gemma, ex Bispo de Isernia-Venafro [entre 1990 e 2006], um dos maiores exorcistas vivos, não poupa suas palavras: ao invés da Virgem, por enquanto somente rios de dinheiro apareceram em Medjugorje, uma acusação grave que demonstra não somente coragem, mas também a capacidade moral e espiritual do prelado que concordou em responder algumas perguntas da “Petrus” sobre um assunto tão espinhoso.

Então, Excelência, como o senhor define Medjugorje?

É um evento absolutamente diabólico, ao redor do qual inúmeros interesses das profundezas revolvem. A Santa Igreja, a única que pode fazer um pronunciamento, através das palavras do Bispo de Mostar, já afirmou publicamente e oficialmente que Nossa Senhora nunca apareceu em Medjugorje e que toda esta produção é um trabalho do Demônio.

O senhor fala em “interesses das profundezas”. De que tipo?

Refiro-me ao ‘estrume do Demônio’, ao dinheiro, a que mais? Em Medjugorje, tudo acontece por causa do dinheiro: peregrinações, pernoites, a venda de lembrancinhas. Dessa forma, ao abusar da boa fé dos pobres que vão lá com a idéia de encontrar Nossa Senhora, os falsos videntes se estabeleceram financeiramente, casaram e vivem uma vida opulenta, para dizer o mínimo. Veja só: um deles, diretamente da América, com um lucro econômico direto, organiza dezenas de peregrinações todo ano. Estas pessoas não me parecem pessoas desinteressadas. Ao contrário, com todas as pessoas vulneráveis a este barulhento engodo, eles evidentemente têm um enorme interesse material em fazer com que acreditem que eles vêem e falam com a Virgem Maria.

Monsenhor Gemma, não há apelo a este seu veredito?

E poderia ser de outra forma? Estas pessoas afirmam estar em contato com Nossa Senhora, mas em realidade são inspiradas única e exclusivamente por Satã, estão criando caos e confusão entre os fiéis em prol de interesses e vantagens absolutamente deploráveis. Veja a desobediência que eles nutriram no seio da Igreja: o diretor espiritual deles, um frei franciscano expulso da Ordem e suspenso a divinis, continua a administrar os Sacramentos invalidamente. [Nota: esta entrevista aconteceu em 2008, antes da laicização de Tomislav Vlasic.] E inúmeros padres, de todo o mundo, apesar da expressa proibição da Santa Sé, continuam a organizar e a participar de peregrinações a Medjugorje. É uma vergonha! É por isso que eu falo de um misto de interesses pessoais e diabólicos: os falsos videntes e seus ajudantes estão embolsando dinheiro e o Demônio cria discórdia entre os fiéis e a Igreja; os fiéis mais fanáticos, de fato, não estão escutando a Igreja que, repito, tem, desde o início, alertado a respeito da desonestidade das aparições de Medjugorje.

E se os supostos videntes estivessem realmente vendo Nossa Senhora?

Na realidade eles estariam vendo Satã disfarçado. Pois Satã tem um enorme interesse em dividir a Igreja, lançando os ‘pró’ e os ‘contra’ Medjugorje uns contra os outros. Mais ainda, não seria a primeira vez: o próprio São Paulo nos afirma que o Demônio pode aparecer como um Anjo de Luz e pode, por assim dizer, se camuflar. Ele fez isso, por exemplo, com Santa Gemma Galgani. Mas além de seus disfarces, o Demônio já interveio e posso lhe assegurar que ele está inspirando os falsos videntes desde o início com a promessa de dinheiro fácil.

O senhor não tem exatamente uma afeição a estes videntes…..

Por favor! Basta ver como eles agem: eles são desobedientes à Igreja, deveriam ter se retirado a uma vida privada e, no entanto, ficam fazendo propaganda de suas mentiras pelo dinheiro e, assim, jogam o jogo do Demônio! Penso imediatamente em Santa Bernadete, a vidente de Lourdes: aquela doce criatura que desejava oferecer sua vida e que tomou o hábito religioso para servir ao Senhor. Ao invés disso, os impostores de Medjugorje continuam a viver confortavelmente no mundo sem demonstrar nenhum tipo de amor a Deus ou à Igreja.

Os seguidores de Medjugorje enfatizam que a Santa Sé nunca expressou qualquer posição a respeito desta questão.

Esta é outra mentira! Como falei anteriormente, o Vaticano proibiu peregrinações por padres ao local e falou através das palavras de dois bispos consecutivos de Mostar, Monsenhores Zanic e Peric, com quem falei pessoalmente e que sempre manifestaram suas dúvidas a mim. Veja, mesmo para Fátima e Lourdes, a Santa Sé não expressou qualquer posição diretamente a respeito destas aparições Marianas. Então por que deveriam abrir uma exceção nesse caso? A verdade é que quando o Bispo de Mostar fala, a Igreja de Cristo fala, e é a ele, que fala com a autoridade conferida pelo Vaticano, que precisamos escutar. Assim sendo, a Santa Sé já se expressou com as palavras do Bispo de Mostar, tornando evidente que Medjugorje é um truque diabólico. Mas vou dividir um segredo com você. Você verá que logo o Vaticano vai intervir com algo explosivo, para desmascarar de uma vez por todas quem está por trás deste engodo.

Os mesmos seguidores notam que todo ano em Medjugorje se registra um número recorde de conversões e milagres…

É artificial. E quem está contando todas estas conversões? Veja, se alguém se converte é porque ele tem uma certa predisposição, porque ele pensa em olhar para dentro de si mesmo, porque ele recebe um dom do Espírito. O local onde a conversão acontece é completamente relativo. Pensemos em São Paulo: ele se converteu na estrada e agora, o que devemos fazer, irmos todos para a estrada e esperarmos para sermos convertidos? Com relação aos milagres, lhe direi uma história pessoal. Eu devo uma cura milagrosa de um familiar meu à intercessão de Nossa Senhora de Pompéia, mas isso não quer dizer que Nossa Senhora apareceu para mim em Pompéia. Assim, somente pela crença ou por ter sido curado interiormente ou exteriormente, não significa necessariamente que Maria esteja deixando que a vejam.

Até onde o senhor saiba, qual opinião o Santo Padre o Papa Bento XVI tem de Medjugorje?

Limito-me a sublinhar o que ele fez enquanto Cardeal Prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, ao enviar notas oficiais contrárias a Medjugorje, como as que proibiram padres e religiosos de ir em peregrinações naquele país. Você…

No entanto, dizem que João Paulo II estava convencido da bondade das aparições.

Uma lenda nunca provada, considerando que as opiniões dele eram pessoais e que não representavam, de modo algum, um ato do Magistério.

Tags:

31 Comentários to “Bispo e exorcista Andrea Gemma a respeito de Medjugorje: “Absolutamente diabólico”.”

  1. Fico imensamente feliz em saber que um bispo exorcista se pronunciou a respeito destas “pseudo-aparições”. Já não era sem tempo! Muitos sacerdotes desobedientes promovem excursões para Medjugorje e fazem propagandas (até mesmo em homilias) dessas “aparições” que só trazem confusão às almas e distanciamento da doutrina Católica. Espero mesmo, conforme as palavras do Bispo e exorcista Andrea Gemma, que o Vaticano intervenha “com algo explosivo, para desmascarar de uma vez por todas quem está por trás deste engodo”. Muitas pessoas, ao irem na onda dessas falsas visões, passam a viver em função dessas mensagens estéreis de “paz e amor”, e deixam a doutrina Católica de lado, não admitindo sequer que o teor dessas mensagens são contrárias aos ensinamentos da Igreja – e olha que é muito fácil encontrar as contradições, é só acessar o site das mensagens em português, lá é possível achar os mais grotescos erros de doutrina. O pior de tudo é que os “seguidores de Medjugorje” se iludem com essas mensagens insossas que, na realidade, nunca dizem nada, pois são prolixas e vagas, sempre iguais. Que a Virgem Santíssima ajude todos aqueles que estão sendo enganados pela farsa de Medjugorje a compreenderem e a enxergarem que essas aparições não vêm de Deus!

  2. Respeito a opinião do sacerdote, mas quem vai saber a verdade? Esperemos a decisão final da Igreja, não? Outro exorcista famoso, Gabriele Amorth, diz acreditar nas aparições de Medjugorje.. inclusive durante um exorcismo, diz que colocou sobre o possuído (sem falar nada verbalmente) uma pedra trazida do monte das aparições de lá.. relata o padre que o possuído gritou e até uivou com raiva, dizendo: “Eu a odeio, tire isso de cima de mim” (referindo-se a Nossa Senhora).

    Bom, eu prefiro esperar.. nem acredito, nem desacredito.

  3. Também concordo com o Ricardo. Devemos esperar a posição oficial da Igreja. Somente o Magistério da Igreja pode dar um veredito e, aí sim,.vamos respeitar e obedecer. Enquanto a Igreja não der sua posição oficial podemos acompanhar o desenrolar das aparições, conforme Decreto de 14.10.1966, aprovado pelo Papa Paulo VI, concedendo aos fiéis o direito em crer nas aparições, profecias e milagres.

  4. Ótimo Ricardo, agora temos dois exorcistas: um a favor e outro contra Medjugorje. Dom Gabriele Amorth, com certeza, fez isso só para ter certeza e também para discernir Medjugorje. Assim como há exorcistas que usam jogar primeiro água não benta para ver a reação do possesso, e depois jogando água benta, fazem isso para discernir a reação do possesso, também Dom Gabriele fez isso para, utilizando a pedra como reliquia e sacramental, para conhecer que reação causa nos possessos o fenômeno Medjugorje. Por enquanto prefiro ficar com Dom Gabriele Amorth, que é um Sacerdote de indubitável santidade.

  5. Tem cardeal que acredita no fake demoníaco e o beato que beijou alcorão pelo que dizem tb. Vão aprovar essa besteira para por fim de vez em Fátima. Até a tal Elba Ramalho que se ligou aos pró vidas faz apologia, ‘o seja cumpaneros perigocimus’ o sacrossanto CVII precisa de uma aparição e o fake demoníaco já citou o mesmo.

  6. Caro Ricardo recomendo que você leia “Os erros de Mediugórie” no site da Montfort, lá você verá uma comparação das mensagens da suposta aparição com a Doutrina Católica de sempre, podendo assim tirar alguma dúvida restante…

  7. Não sou “fã” de Medjugorje, mas o que realmente esse bispo disse?
    Que as aparições são demoníacas porque são falsas (diálogo circular), porque envolvem dinheiro de peregrinos (se fosse assim, Lourdes e Fátima também seriam falsas) e – algo muito significativo, sobretudo para o público deste site – que semeiam a discórdia porque desobedecem a Igreja na pessoa do bispo local (“Pois Satã tem um enorme interesse em dividir a Igreja, lançando os ‘pró’ e os ‘contra’ Medjugorje uns contra os outros.”). Nem preciso comentar as consequências da aplicação desse raciocínio aos tradicionalistas, preciso? Quer dizer que as aparições são falsas porque o bispo local foi contrário a eles? É só esse o argumento contrário? Se for, preciso começar a estudar mais as aparições, pois é provável que sejam verdadeiras.

  8. Complementando o que escrevi antes, a única coisa que foi dita nessa entrevista (mas que não foi desenvolvida, apenas citada) que faz bastante sentido é sobre a importância do testemunho de vida dos videntes.

  9. Ricardo, respeito o Padre Gabriele Amorth, mas, ele fala com muita normalidade de exorcismos feitos por “pastores” protestantes. Não duvido nada da ação demoníaca, ou pelo menos farsante, dessas “aparições” muito bajuladas pela RC”C” inclusive, por conta da mensagem romântica e “açucarada a la Padre Fábio de Melo”.
    “É tão lindo!!!!!!!!!!!!!!!!!”
    Quando, na verdade, as mensagens de Nossa Senhora são sempre marcadas pela gravidade e advertência e às vezes com afirmações pesadas. Lembra-se de Nossa Senhora de La Sallete?
    Credibilidade tem a mensagem de La Salette na qual, Nossa Senhora afirma que “Os sacerdotes, ministros de meu Filho, pela sua má vida, sua irreverência e impiedade na celebração dos santos mistérios, pelo amor do dinheiro, das honrarias e dos prazeres, tornaram-se cloacas de impureza.” (Imagine o que ela diria de Padres como o galã Fábio Ju…, quero dizer Padre Fábio de Melo?)

    Compare o termo “cloacas de impurezas” atribuidas aos sacerdotes da época, com o romantismo açucarado de Medjugorje. As mensagens são excludentes, acreditar em Medjugorje é o mesmo que descreditar as mensagens de La Salette e Fátima.

    Medjugorje é tão liiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiindo!!!!!!!!!!!

  10. Outra coisa: as trapaças de Medjugorje não passam de uma tentativa muito mal disfarçada de firmar o Concílio Vaticano II e as trapalhadas modernistas. Com certeza, é uma tentativa de colocar no esquecimento a Mensagem de Nossa Senhora de La Salette e de Fátima (esta última principalmente).
    Afinal, o que seria melhor para fundar uma nova igreja que vise destruir a Igreja de Cristo do que um Concílio que destrua todo Passado, uma nova missa que agrade até os hereges blasfemadores protestantes e, por que não, também uma Nova Mensagem de Nossa Senhora?
    O plano de subversão já está melado, arrumem outro porque esse de querer substituir os principais elementos da Igreja de Cristo (concílio, Missa, Mensagem de Nossa Senhora) por outros mais modernos só engana a ingênuos.
    A todo momento aparece um doido dizendo-se portador de mensagens de Nossa Senhora; Medjugorje só ganhou tanta notoriedade porque as mesangens tem o mesmo veneno do Concílio Vaticano II: a língua bífida da cobra, ilustrada por textos ambíguos denorex (parece mais não é): parecem orotodoxos, mas escondem a malícia de doutrinas anticatólicas. Aí você junta com a má-vontade modernista de sacerdotes e leigos, não podia ser diferente: peregrinações de pessoas que acabam tendo a sua Fé corrompida pelo veneno modernista disfarçado pelos Imaculados Manto e Véu de Nossa Senhora.
    Esses desgraçados vão pagar caro por tamanho atrevimento.

    “É impossível que não haja escândalos, mas ai daquele por quem eles vêm! Melhor lhe seria que se lhe atasse em volta do pescoço uma pedra de moinho e que fosse lançado ao mar, do que levar para o mal a um só destes pequeninos.” (São Lucas XVII, 1-2. Bem contrastante essa mensagem com as de Medjugorje, não?).

  11. …essas ultimas linhas dessa reportagem, diz exatamente oque devemos interpretar quanto a validade dessas afirmações do bispo.
    Se uma vontade expressa do nosso tão saudoso João Paulo II,a falecido e considerado SAnto, com milagres comprovados, e de uma vida tão sofrida, perseverante na FÉ, conciso de suas responsabilidades como sucessor de Pedro, forem consideradas “pessoais”, oque se poderia dizer de pseudos Servos vivos hoje, que se intitulam “igreja” que somos todos nós, incluindo esses tais cristãos “humildes” ?
    Esperemos mais um pouco e veremos ja e ja o retorno do SENHOR JESUS CRISTO, REI E SOBERANO SENHOR, JUSTO JUIZ.

  12. De acordo com as mensagens de Medjugorje, com os próprios acontecimentos que envolvem as
    supostas aparições, com a posição de vários clérigos sérios, é muitíssimo provável que sejam falsas. Basta comprar Medjugorje com Lourdes, Fátima, La Salette, entre outras, tudo lá ocorre de uma maneira bastante distinta do que a Igreja já presenciou.

  13. Ricardo, quase ia me esquecendo, também não podemos descartar a possibilidade de encenação do próprio demônio nesse suposto exorcismo, porque se for obra do engano dele, ele vai querer que todos acreditem, para causar divisão no seio da Igreja.

  14. Também acho precipitada a opinião do Bispo. Nunca houve pronunciamentos oficiais da Igreja a respeito de Medjugorje. Inclusive, a equipe designada pelo Papa Bento XVI para estudar o caso das aparições ainda nem emitiu parecer: http://www.comshalom.org/blog/carmadelio/8139-papa-constitui-comissao-para-medjugorje
    Portanto, prefiro ficar com a voz da Igreja, seja ela qual for…

  15. 1 – O seguinte parágrafo: ” Refiro-me ao ‘estrume do Demônio’, [...] um enorme interesse material em fazer com que acreditem que eles vêem e falam com a Virgem Maria” pode-se aplicar letra por letra, virgula por virgula ao que se passa no Santuário de Fátima… um verdadeiro ‘comercio da Fé. A única diferença é que os videntes de Fátima, por motivos óbvios, nunca organizaram peregrinações, etc. Em Fátima a Diocese de Leiria e muitas outras ao redor do Mundo ganham $$$$ beneficidas pel venda de produto muito semelhente. Que mal tem ganhar $$$$ com turismo religioso?? – O museu do vaticano não cobra $$$$$$$ ???
    2 –é bom recordar que na origem de tudo estavam crianças de 9-13 anos, num pais comunista e ateu, uma idade e local no mínimo ‘suis-generis’ para começar um negocio religioso… logo tal fenômeno deve ter tido uma origem sobrenatural. O fato de que anos mais tarde os envolvidos se corrompam moralmente apenas significa que não são santos, não que mentiram, ou que o fenômeno na origem não possa ser genuíno. O Rei Salomão também se corrompeu no final da sua vida.
    3 – Desde quando o fato de Nossa Senhora aparecer a uma pessoa determina imediatamente a sua vocação ao Estado Religioso??? – Tal suposição é de um lamentável clericalismo rançoso de sacristia.
    4 – A questão se a origem sobrenatural deste fenômeno vir de Deus ou do Demonio, ou se foi contaminada por este ultimo, é de fato delicada. Mas já o Senhor dizia “omne regnum divisum contra se non stabit”… poderá Satanás estar dividido contra Satanás. Pois desde quando se viu Satanás pedir para rezar o terço, respeitar a família, fazer jejum e orar pela conversão dos pecadores??? – A questão do $$$ é meio secundaria, pois muitos católicos piedosos ganham $$$$$ com agencias de turismo religioso. Ganhar $$$$ não é pecado, dependendo da forma como se faz.

    .

  16. Sr Bispo, com todo respeito ao Sr, já diz a Palavra de Deus que uma árvore se reconhece pelos frutos. Meu marido esteve em Medjugorge e o q mais o impressionou foi a fé vista naquele lugar! Como pode uma obra demoníaca fazer com q as pessoas frequentem a Santa Missa, busquem a confissão frequente, rezem tantos terços e busquem uma maior intimidade com a Palavra de Deus. O sr deveria visitar Medjugorge!! O Papa João paulo II recebeu os videntes e disse publicamente para não se rejeitar nada que viesse de Medjugorge!

  17. Padre Gabriele Amorth também, no livro “Um exorcista conta-nos” faz apologia à RCC…

  18. Valéria, a Fé do povo humilde que vai em busca de alento espiritual não é nem uma novidade. O ser humano foi criado para servir a Deus.
    O problema é o abuso que se faz inclusive usando a Fé desses humildes.

  19. Fico estupefato como as pessoas fecham os olhos para o que não querem ver. Impressiona que em um site de público conservador haja tantos leitores agradados com a farsa de Mediugorie. Uma mera leitura das matérias sobre estas aparições no próprio Fratres já é suficiente para afastar qualquer pretensão de legitimidade. Mensagens insossas, sem conteúdo, que qualquer criança de dez anos de idades com noções mínimas de catecismo teriam capacidade de redigir. Mas o que é mais importante: contradizem claramente todo do ciclo de grandes aparições aprovadas pela Igreja: Rue de Bac, Lourdes, La Salette, Fátima. Acredito que não adianta tentar convencer quem ‘sente’ a ‘pureza’ destas aparições, caso único cujos videntes se enriqueceram às custas de Nossa Senhora.

  20. O Papa João paulo II recebeu os videntes e disse publicamente para não se rejeitar nada que viesse de Medjugorge!
    Ele recebeu sinal de shiva e bebeu líquido oferecido ao DEMÔNIO.
    Ele beijou o LIXO do alcorão.
    Ele pediu a São João Batista que abençoasse o islã.
    Ele elogiou Cuba e os assassinos de los hermanos cascos.
    Ele fez vistas grossas as denúncias del padrecito PEDÓFILO, estuprador tb dos próprios filhos.

    N rejeitem nada de JPII, sejam a geração da primavera cinquentona da missa ordinária e aceitem de bom grado serem chamados de ordinários, acabou esse papo de plenas, o lançe é ser ordinário!

  21. Com relação ao decreto mencionado pelo senhor Luis Antônio, devo esclarecer que ele não trata da permissão de divulgação de supostas aparições. Este decreto é amplamente divulgado em sites carismáticos mas, na verdade, diz respeito ao abolido Index e não ao “direito” de desobedecer o ordinário local.

    Traduzo (rapidamente), abaixo, alguns esclarecimentos que, enfim, expressam que a divulgação de revelações e aparições privadas deve estar sob a obediência ao ordinário local. Quem faz diferente, desobedece e espalha o erro.

    http://campus.udayton.edu/mary/questions/yq/yq59.html

    Com relação à divulgação de textos de supostas revelações pessoais, a Congregação esclarece que:

    1. A interpretação de algumas pessoas de uma decisão aprovada pelo papa Paulo VI em 14 de outubro de 1966, e promulgada em 15 de novembro do mesmo ano, por meio de qual as mensagens e escritos vindos de supostas revelações podem ser livremente espalhadas na Igreja Católica, é absolutamente inválida. Esta decisão se refere, na verdade, a “Abolição dos Index dos Livros Proibidos” e afirma que, uma vez levantadas as relativas censuras – a obrigação moral de não divulgar ou ler tais escritos que colocavam a fé em risco ainda permaneciam.

    2. Vale lembrar, portanto, que para a difusão de textos presumivelmente de revelações privadas, a norma do Código que vale, Cânone 823, par. 1, dando aos pastores o direito “de exigir que os escritos dos fiéis que tocam a fé ou a moral sejam submetidas ao seu próprio julgamento antes da publicação” permanece válido.

    3. Supostas revelações sobrenaturais e escritos são, numa primeira instância, sujeitos ao julgamento do bispo diocesano e, em casos particulares, à Conferência Episcopal e a CDF.”
    “With regard to the spreading of texts of presumed personal revelations, the Congregation makes it clear that:
    1. The interpretation by some people of a decision approved by Paul VI on October 14, 1966, and promulgated on November 15 of the same year, by virtue of which writings and messages coming from presumed revelations might be freely spread within the Church, is absolutely not valid. This decision actually referred to the “Abolition of the Index of Banned Books,” and said that–once relative censures were lifted–the moral obligation in any case not to spread or read those writings which endangered faith and morals still remained.
    2. A reminder, therefore, that for the diffusion of texts of presumed private revelations, the norm of the Code in force, Canon 823, para 1, which gives pastors the right “to demand that the writings of the faithful which touch faith or morals be submitted to their own judgment before publication,” remains valid.
    3. Presumed supernatural revelations and writings which regard them are in the first instance subject to the judgment of the diocesan bishop and, in particular cases, to that of the Episcopal conference and the Congregation of the Doctrine of the Faith.”

    Finalmente, fico espantada como católicos acreditam nessa “aparição”. “Nossa Sra.” diz coisas contrárias à doutrina. Bastaria isso para acabar com essa ilusão. A desobediência de padres que vão em peregrinações à Medjugorje é escandalosa. ESCANDALOSA.

    Em Cristo,
    Patrícia Medina

  22. Acho que muitos já viram algo similar: Nunca antes, na história da Igreja, N. Sra. apareceu tanto. Logo, logo entrará no livros dos recordes. É cada coisa que a gente lê aqui.

  23. Muitos pontos de tensão podem ser levantados (o teor das mensagens, a quantidade de aparições), mas o bispo entrevistado não levantou nenhum deles. O que ele usou para atacar Medjugorje foram argumentos fracos que podem ser rebatidos com facilidade. Esse é o ponto em relação à entrevista.

  24. André, então, por obséquio (eu suplico): rebata-os e esclareça as trevas da minha ignorância, porque necessito de um pouco de luz já que vivo na idade das trevas do inverno (primavera?) conciliar.

  25. Rogério, já escrevi o que penso a respeito. É o sétimo comentário.

  26. Realmente, o Bispo foi infeliz quando disse: “Em Medjugorje, tudo acontece por causa do dinheiro: peregrinações, pernoites, a venda de lembrancinhas.” Ora, em outros locais de aparicoes marianas tambem ha’ o mesmo tipo de interesse por parte dos comerciantes.
    Mas, o principal esta’ noutra frase. Referindo-se aos videntes, ele diz: “ficam fazendo propaganda de suas mentiras pelo dinheiro e, assim, jogam o jogo do Demônio”. Portanto, a acusacao e’ que os videntes de Medjugorje estao enriquecendo ‘as custas das supostas aparicoes. E isso, que ja’ e’ muito grave, bastaria para, no minimo, causar estranheza e levar os fieis a questionar: o que esta’ a acontecer ali?
    Mas, ha outras coisas. Recordemo-las:
    A decisao da Igreja local, atraves do Bispo da diocese de Mostar, e’ que Nossa Senhora la’ nao aparece. Os videntes enfrentam o Bispo e o desobedecem, o que e’ uma coisa inaudita. Jamais qualquer vidente das aparicoes marianas anteriores fez tal coisa.
    A doutrina dita pela suposta aparicao discorda em diversos pontos com a doutrina tradicional da Igreja, e ate’ com o que Nossa Senhora disse em aparicoes anteriores, ja aprovadas. Isso e’ amplamente demonstrado.
    E e’ muito suspeito que Nossa Senhora continue a dar mensagens ha’ trinta e um anos. Parece que nao vai acabar nunca. Por que todas as outras aparicoes duraram pouco tempo, e esta ja’ dura trinta e um anos?
    Fenomenos extraordinarios ocorrendo em ambientes onde a doutrina vacila sao muito suspeitos: como o do sol girando (uma imitacao do que ocorreu em Fatima), relatado por muitas pessoas e ate’ filmado, alem de outras coisas. Se realmente ocorrem, e a doutrina ensinada nao e’ a correta, ainda que em um so’ ponto, tais fenomenos so’ podem vir da parte contraria, isto e’, do inimigo de Deus. A conclusao so’ pode ser essa.
    Os ditos fenomenos, por si mesmos, nao provam que a aparicao venha do Ceu. Moises, pelo poder de Deus, chegou diante do Farao’ e transformou uma vara numa serpente. O Farao’ nao se intimidou. Tranquilamente chamou seus feiticeiros, e estes, pelo poder do maligno, fizeram o mesmo: transformaram seus cajados em serpentes.
    Portanto, o demonio sabe fazer imitacoes das obras divinas.
    Ha’ diversos anos um rapaz no Ceara’ dizia ver Nossa Senhora em determinado municipio do interior, cujo nome agora me escapa. Atraia muitas pessoas, que de boa vontade para la’ iam, rezavam o terco e demonstravam grande piedade. Comecaram a organizar peregrinacoes. As autoridades eclesiasticas, na epoca, foram contra.
    Pois bem: cheguei a ouvir pessoalmente o relato de uma pessoa que foi uma vez a uma dessas supostas aparicoes. Ela falou que quando o rapaz dizia “Nossa Senhora esta’ aqui”, tudo em volta mudava. Em plena tarde, quando o sol era abrasador, tudo ficava frio, soprava uma brisa… Uma atmosfera diferente pairava no ar. Todos ficavam admirados e “sentiam” que Nossa Senhora estava ali.
    Algum tempo depois, ficou provado que o rapaz era um farsante. Que, inclusive, simulava as chagas de Cristo em suas maos, usando fluido de bateria de automovel. Foi o fim das ditas “aparicoes”.
    Parece que quando esses farsantes entram em cena, o demonio da’ alegremente sua contribuicao, inclusive mudando o ambiente ao redor – o que e’ espantoso.
    Fenomenos extraordinarios em lugares de supostas aparicoes, por si mesmos, nao querem dizer nada. Por mais grandiosos que sejam. A doutrina esta’ em primeiro lugar. Se a doutrina dita por Nossa Senhora em Fatima nao estivesse de acordo com tudo o que a Igreja sempre ensinou, de nada valeria o sinal do sol. A Igreja o teria rejeitado.
    Ha’ quem opine que em Medjugorje o objetivo das ditas aparicoes e’ selar o “aggiornamento” pos-conciliar com um suposto sinal divino, fazendo cair no esquecimento as graves advertencias que Nossa Senhora deu em La Salette, Lourdes e Fatima, as quais continuam em pleno vigor. Faz sentido. Pois nas mensagens de Medjugorje nao vemos (pelo menos eu nunca vi) referencia ao dogma “fora da Igreja nao ha salvacao”. Em Fatima Nossa Senhora falou que a Russia (Ortodoxa) se converteria (ao catolicismo, claro!) Mas, em mensagens de Medjugorje esse ensinamento parece ser negado. Tambem nunca ouvi falar que a suposta Nossa Senhora de Medjugorje mandasse os fieis assistirem ‘a Missa Romana Tradicional. E, evidentemente, ela nao deve ter predito que a antiga Missa voltaria. Em todo caso, la’ e’ valorizado o “novo”. A “senhora” de Medjugorje aceita as mudancas pos-conciliares e aprova a RCC, com suas missas cheias de aplausos, de oracoes em linguas e de dancas. Seria, entao, “La Madonna Aggiornatta”.
    Ha, e’ claro, diversos relatos de pessoas que acabaram se “convertendo” porque experimentaram “algo diferente” naquele lugar e, depois disso – segundo elas dizem – passaram a rezar mais, a participar mais das Missas, abandonaram o pecado, e assim por diante. Ha’, inclusive, relatos de padres que nao acreditavam naquelas mensagens; depois, tocados por algum “sinal”, passaram a crer e a defender Medjugorje.
    Logo nos dizem: “olhem! ai estao os bons frutos!”
    Porem, quando as aparicoes nao sao autenticas (e as de Medjugorje tem, no minimo, elementos bem estranhos que depoem contra ela), as ditas “conversoes” tambem nao serao verdadeiras, e isso acaba ficando provado mais cedo ou mais tarde. Elas servirao a outro proposito, mesmo admitindo-se a sinceridade e a boa vontade dos que se dizem mudados. Mudarao suas vidas sim, em varios pontos, mas acabarao caindo em erros doutrinais, ‘as vezes muito sutis e ‘as vezes graves, e estes dirigirao as vidas dos fieis para uma coisa so’ aparentemente boa (e por isso atraente a muitos outros, seja pela novidade, seja pela facilidade de se conseguir certas gracas ou dons sobrenaturais). Mas tal caminho sera’ na realidade enganador e prejudicial ‘as suas almas.

  27. Assino em baixo do que disse a Ana Nunes, mas ao final depois de tantos debatas o que dizem as aparições de Medjgore. Porque em La Salete e Fatima estão claras as mensagens. É engraçado que a velhacaria que sobrou na igreja até conhece Medjgore aí eu pergunto, mas afinal o que dizem as suas mensagens e aparições? Silencio.

  28. Correcao: Uma atmosfera diferente pairava no lugar. (e nao “no ar”)
    E esse lugar se chama Baturite’, no interior do Ceara’. So’ para especificar a noticia a que me referi acima (mas havia esquecido do nome do local)
    No video abaixo ha uma materia da televisao feita na epoca (por volta de 1994 ou 1995).

    E aqui, uma materia do jornal “Diario do Nordeste” no ano 2000, que fala do suposto vidente.

    http://diariodonordeste.globo.com/2000/10/17/010065.htm

    Hoje temos noticias de outras “aparicoes marianas” no Brasil. Pelo visto, depois de Medjugorje, “Nossa Senhora” resolveu aparecer em tudo que e’ lugar. Tais aparicoes acabaram virando moda.

  29. J. Marques e Ela mesma disse que viria um dia modas indecentes.

  30. Não sei se o Fratres já republicou esse artigo sobre Medjugorje. O autor não descarta uma possível influência maléfica sobre os videntes, mas a enxerga numa perspectiva um pouco diferente. Como é historiador, ele levanta uma tese muito interessante e esclarecedora a fim de entender o fenômeno, baseado no passado trágico daquela região conturbada por guerras e crimes genocidas. O que não deixa de ser um bom exemplo da incessante ação demoníaca na História humana. Eis o link abaixo: http://www.christeeleyson.com/search?updated-max=2010-10-05T19:52:00-03:00&max-results=35&reverse-paginate=true.

  31. Isso mesmo, Ana Maria. Muito bem lembrado.