Reforma da Reforma na Canção Nova.

Cachoeira Paulista, sábado, 24 de novembro de 2012 – “Procissão de entrada” dos sacerdotes concelebrantes em Missa do Padre Fábio de Melo no VI Acampamento Canção Nova Sertaneja. A esta aberração, restam apenas as duras palavras do livro do Profeta Malaquias (2, 3):

“A vós, ó sacerdotes, dou esta ordem: Se não me ouvirdes, se não tomardes a peito a glória de meu nome – diz o Senhor dos exércitos -, lançarei contra vós a maldição, trocarei em maldições as vossas bênçãos; aliás, já o fiz, porque não tomastes a peito (as minhas ordens). Eis que vou abater vosso braço, espalhar-vos esterco no rosto – o esterco de vossas festas – e sereis lançados fora com ele” .

71 Comentários to “Reforma da Reforma na Canção Nova.”

  1. Eu tenho é dó das vacaquinhas! Poderiam tê-las poupado dessa desonra ao Senhor dos Exércitos!

  2. Extremamente apropriada a citação bíblica. Prova, também, de que a Palavra de Deus é atemporal: “Minhas palavras não passarão”. Aliás, se Deus é Eterno – imutável, portanto – e se Ele mesmo declara que Sua Palavra não passa – imutável, portanto – porque tanta celeuma, tanto trauma, tanto ódio, até, para com aquela celebração que perpassou séculos e séculos?

  3. Ok e essa foto podemos mandar para quem em Roma?

  4. E a missa de sempre as escondidas celebrada por lá, foi pra enganar quem?

  5. Misericórdia. Isso não pode ser católico. Simplesmente não pode.

  6. A iniciativa da Canção Nova de falar uma linguagem “sertaneja” com pessoas que vivem essa cultura e esse estilo de vida, considero interessante sim.

    Infelizmente, dentro dessa “inculturação”, pegam elementos da Fé que não devem mudar.Ora, pregar para um público particular não quer dizer entrar de boi no altar.Lembrando que ali não é uma Igreja, é um rincão.

  7. Ah sim, Heitor, então se a Missa for fora da Igreja, então, pode tudo, “né”?

  8. Ai Senhor! Pior que acaba sendo mau exemplo pras paróquias no Brasil inteiro! Isso é a dor de cabeça maior. Olha só o comportamento do povo com as máquinas.. parece que estão em um espetáculo! Reverência 0! Sacralidade 0! Piedade 0!

  9. Isso aí é para os que estavam morrendo de amores, só porque a CN rezou uma missa com paramentos mais dignos. Mas vejam bem, isso aí é como eles são!

  10. O que importa é que a Canção Nova é uma Associação Internacional de Fiéis de Direito Privado. Ah, eles aceitam o Concílio Vaticano II e a Missa Nova, por isso ele podem tudo, até missa com Padre de “chapelão” de “cowboy” e procissão com vaca.

  11. “Os sacerdotes, ministros de meu Filho, os sacerdotes, por sua má vida, por suas irreverências e sua impiedade em celebrar os santos mistérios, por amor do dinheiro, das honras e dos prazeres, os sacerdotes tornaram-se cloacas de impureza.” (Nossa Senhora de La Salette)

  12. Missa com vaca pode,
    Missa na maçonaria pode,
    Missa gaúcha pode,
    Missa inculturada pode,
    Missa teatro com pode,
    Missa em campo de futebol pode,
    Missa com encenação pode,

    Mas Missa Tridentina NÃO PODE.

    Leonardo boff pode, mas a Tradição da Igreja NÃO PODE.

    Passar por cima da autoridade do Papa pode, mas ser obediente aos documentos NÃO PODE.

    Agora tem até Bispo expulsando Padre da diocese porque Celebra a Missa de Pio V.

    Perdoa-nos Senhor pela cnbb.

  13. Esses teatrinhos bobos se fazem hoje em todas as igrejas. Tudo é um show, um espetáculo.

    Aliás o Padre Fabio de Melo que defendeu na Folha de São Paulo o casamento homossexual ainda não se reconciliou com Deus, não retirou o que disse e há um monte de católico idiota que ainda continua dando donativo para a Canção Nova.

    Aliás a Canção Nova também não pediu perdão aos seus fieis no caso Edinho Silva e Chalita. E como diz o ditado que bobo é cavalo do diabo, os fiéis católicos são os mais tolos que existem por aplaudirem estes espetáculos quando na verdade Missa de verdade é a “renovação incruenta do sacrifício da cruz”.
    Cristo está sendo flagelado, coroado de espinhos e crucificado e os católicos aplaudem junto com os fariseus.

  14. Carro de boi na procissão de entrada é piada de mal gosto……Com padre em cima ? Pior ainda.

    Cade a “fidelidade” ao Papa que vocês se gabam ? Essa inculturação é demoníaca. Como que um padre se presta a um desserviço desses ? Isso parece loucura.

    Quanto ao F de Melo. É o cara que ajuda a equilibrar as conta$ da campanha Men$al, que hoje tem mais de 50 % em vendas de produtos. Ou seja, estão focando na grana e virando uma empresa, que tem que dar lucro em nome da nova evangelização. Enquanto ele estiver vendendo discos e livros de auto-ajuda, estará por lá, para deixar as pessoas em cima do muro, como sempre faz, sem uniforme e falando em suas pregações de alimentação saudável e exercícios físicos. Conversão, pecado, confissão, mudança de vida, inferno, novíssimos ? Pra que ?

    Bussines is Bussines !

    Eu já perdi o encanto com a CN, apesar de ser grato ao Padre Jonas por muita coisa. Pena que ele não está mais a frente da obra.
    Hoje é o casal politicamente correto que manda por l É uma luta de poder e de espíritos.
    Mas como em toda obra existem bons e maus, rezemos para que Deus suscite alguém para reformar a obra.

    Com uma liturgia dessas não está havendo fidelidade ao Santo Padre !

    Ser canção nova não é bom demais.

    Ser Católico é bom demais.

  15. Deforma da Deforma, deveria ser o título desta postagem…

    Kyrie Eleison!!

  16. Luca Missa, não é nem nuca foi “renovaçã”, menos ainda “renovação incruenta”. Missa é CIC:
    1367. O sacrifício de Cristo e o sacrifício da Eucaristia são um único sacrifício: “É uma só e mesma vítima, é o mesmo que oferece agora pelo ministério dos sacerdotes, que se ofereceu a si mesmo então na cruz. Apenas a maneira de oferecer difere”. “E porque neste divino sacrifício que se realiza na missa, este mesmo Cristo, que se ofereceu a si mesmo uma vez de maneira cruenta no altar da cruz, está contido e é imolado de maneira incruenta, este sacrifício é verdadeiramente propiciatório”.”
    Logo missa é a atualização, ou seja, trazer para o tempo presente, transcender o tempo, pois é único, e não carece de renovação, pois é perfeito por todo o tempo.

    veja:
    1365 Por ser memorial da páscoa de Cristo, a Eucaristia é também um sacrifício. O caráter sacrifical da Eucaristia é manifestado nas próprias palavras da instituição: “Isto é o meu Corpo que será entregue por vós”, e “Este cálice é a nova aliança em meu Sangue, que vai ser derramado por vós” (Lc 22,19-20). Na Eucaristia, Cristo dá este mesmo corpo que, entregou por nós na cruz, o próprio sangue que “derramou por muitos para remissão dos pecados” (Mt 26,28).

    1366 A Eucaristia é, portanto, um sacrifício porque representa (toma presente) o Sacrifício da Cruz, porque dele é memorial e porque aplica seus frutos:”

  17. kkkkkkkkkkkkkk Bem feito para quem defende esse celeireio de heresias!

  18. A SOLENE CELEBRAÇÃO DA SANTA MISSA DE SÃO PIO E MAUS EXEMPLOS DE OUTROS LOCAIS
    O mundanismo e a ditadura do relativismo infiltraram-se na Igreja sob vários disfarces, provenientes de interpretações proposital-fraudulentas do Vaticano II: sincretismos, “auês” religiosos, celebrações ruidosas, conotações protestantes, inclusive de músicas, tentativas nivelar ou até superiorizar o povo a Deus e muitas adaptações e interpretações pessoais e (ou) comunitárias secular-sectarizantes.
    É bom frisar que a Igreja possui sérias infiltrações da Internacional Socialista há décadas e outras sociedades secretas ensejando implodi-la; um dos subfrutos oriundos atuantes e nocivos dessas distorções é a Teologia(Heresia) da Libertação/Marxismo Cultural – TL/MC – que de teologia nada possui por imanentizar, socializar todo seu conteúdo transcendente e usá-lo de trampolim para atingir o socialismo-comunismo, sucedendo-o por meio de alguns membros ordenados apostasiados, os ex-freis Boff, Betto, etc., banalizando a doutrina e a liturgia, ainda implantando o materialismo-ateísmo na sociedade; mais uma da TL/MC é a dessacralização do Mistério Eucarístico na Santa Missa, transformando-o apenas em ceia fraterna comum, deixando de lado o respeito, devoção e recolhimentos, tão necessários à sacralidade, sacrificialidade do Memorial da Paixão e Morte incruento de Jesus na cruz.
    Ao acaso a SS Virgem Maria junto à cruz batia palmas, alegrava-se àquele momento, em tão dolorosíssima situação?
    Há, por sinal, muitos católicos de comportamentos superficiais, desvirtuados e alienados à fé, adeptos das seguintes idéias: gosto de ir a uma Missa animada…Cheia de situações atraentes… Um cantor e orquestra lindos… Que “Missa boa” do padre fulano, choro de emoção, isso é que é Missa! A do outro padre, nem me falem, monótona demais, cansativa…Parece que a fé(?) de alguns para existir e funcionar, tem de haver estímulos exteriores…
    Vejam abaixo o atual e oportuníssimo comentário do S. Padre Bento XVI da Carta Apostólica do S. Padre e Beato João Paulo II – Domenica Coena – datado de 24/02/1980.
    “A liturgia não é um show, um espetáculo que necessite de diretores geniais e de atores de talento. A liturgia não vive de surpresas simpáticas, de invenções cativantes, mas de repetições solenes. Não deve exprimir a atualidade e o seu efêmero, mas o mistério do Sagrado. Muitos pensaram e disseram que a liturgia deve ser feita por toda comunidade para ser realmente sua. É um modo de ver que levou a avaliar o seu sucesso em termos de eficácia espetacular, de entretenimento. Desse modo, porém , terminou por dispersar o propium litúrgico que não deriva daquilo que nós fazemos, mas, do fato que acontece. Algo que nós todos juntos não podemos, de modo algum, fazer. Na liturgia age uma força, um poder que nem mesmo a Igreja inteira pode atribuir-se: o que nela se manifesta é o absolutamente Outro que, através da comunidade chega até nós. Isto é, surgiu a impressão de que só haveria uma participação ativa onde houvesse uma atividade externa verificável: discursos, palavras, cantos, homilias, leituras, apertos de mão… Mas ficou no esquecimento que o Concílio inclui na actuosa participatio também o silêncio, que permite uma participação realmente profunda, pessoal, possibilitando a escuta interior da Palavra do Senhor. Ora desse silêncio, em certos ritos, não sobrou nenhum vestígio.
    Os cultos espalhafatosos estilo “auês” religiosos até com ” anjos eentidades do bem” se manifestando são características de seitas pentecostais protestantes e de grupos RCCs dissensos à Igreja são-no nos mesmos moldes, passando-se por católicos.
    Quanto ao pe Fabio de Melo: campeão nacional do relativismo religioso e disfarçado membro da Teologia da Libertação. Confira a sua resposta na net à: “resposta á carta aberta ao Pe Fabio de Melo”; não só essa dentre mais dão-lhe o título a que me referi. Sem concorrente igual, só alguns próximos.

  19. Salvem a liturgia.

  20. parabéns Canção nova!
    destruindo a missa desde mil novecentos e carne-assada….
    fazer o que? a FSSPX não é aceita ,mas os ”Carismáticos” podem fazer tudo o que quiserem,até criar uma nova liturgia….
    o papa tem que decidir o que é prioridade!

  21. Tirando as transmissões que a canção nova faz das Missas com o Papa em Roma, das aulas sobre o CIC que o professor Felipe Aquino dá, ela não serve para nada mais…
    Essa palhaçada aí não está longe das falações em línguas que sempre acontecem nas Missas lá celebradas…
    Essa tolice com essas idiotinhas tirando fotinhas é digna de um circo…
    Claro que essas tontas estão tirando fotos do pe. Fábio meloso que quando aparece elas vão ao delírio…
    Recato, pudor, decência, são qualidades que estão cada vez mais escassas em nossas Igrejas.
    Deus de minha alma…Certos padres perderam não só a noção de seriedade mas também do ridículo, pra serem vedetes eles fazem tudo…
    Também, quando se perde a essência do sacerdócio, vale tudo, vale viver em academias, frequentar barzinhos para se “inculturar”, usar bermudinhas e camisetas tbm pra se inculturar, tomar um chopinho pra não ser diferente; só não deve rezar o Breviário, rezar a Missa diária, atender confissões, usar, pelo menos, o clarygman, isso é coisa de antes do Concílio…
    Eta palavra miserável esta tal inculturação mal compreendida e mal aplicada…
    É a comemoração do jubileu do Concílio…
    É o implemento da nova “Evangelização”…
    É a Igreja em permanente estado de Missão…
    É a Reforma da reforma que tanto o Papa tem pedido…

    O Secretário Geral da CNBB recebe solenemente, com um sorriso patético e tonto, uma delegação de alto nível da Administração do Estado para Assuntos Religiosos, do Governo da República Democrática da China, enquanto muitos fiéis chineses, Bispos, padres e leigos, são duramente perseguidos e mal tratados por serem fiéis ao Papa. Só um Bispo, só ummmmmm, ummmmmmm, de 400 e tantos, D. Antônio Carlos Rossi Keller, escreveu uma nota de repúdio a tal atitude no seu blog pessoal…

    D. Dadeus foi à Maçonaria para pedir ao grande arquiteto to universo que arquitete sua sucessão que está difícil…Afinal, uma bomba relógio como a Arquidiocese de Porto Alegre ninguém quer pegar…

    “Os sacerdotes, ministros de meu Filho, os sacerdotes, por sua má vida, por suas irreverências e sua impiedade em celebrar os santos mistérios, por amor do dinheiro, das honras e dos prazeres, os sacerdotes tornaram-se cloacas de impureza.” (Nossa Senhora de La Salette).

    Alguém duvida dessa advertência de Nossa Senhora?

  22. Uma vez falando a um ultra-neoconservador que era contra a FSSPX por considerá-la em desobediência, eu lhe perguntei: “Você não assistiria Missa na Fraternidade, mas assistiria e assiste Missa dos carismáticos! Você não acha que eles são muito menos católicos que qualquer pessoa da Fraternidade?”.

    Eis a prova! Cadê a catolicidade e a pureza da fé nesse pandemônio que a CN fez? Por que fazer parte da CN é motivo de orgulho e ser simpático (sic) à FSSPX é motivo de vergonha?!
    ==========

    Também fico pensando: a CN é uma balbúrdia de pensamentos! Não foi ela que já transmitiu uma Missa tridentina?

  23. Confesso que fico profundamente ferido ao ver estas aberrações! O que estão fazendo com meu Senhor?

  24. Isso não é católico, nem jamais será!!!

    Uma vez eu li em algum lugar, não me lembro mais onde, que o movimento que surgiu espontaneamente em torno de São Francisco de Assis esteve num linha bem tênue de outros movimentos heréticos do tempo dele. No entanto, o que fez com que o franciscanismo não ultrapassasse esse linha foi a estrita obediência de São Francisco ao Papa.

    Agora a Canção Nova se obstina em transgredir as normas litúrgicas. Será que isso não é um sinal suficiente de que ela não é inspirada por Deus. Como Deus ou o Espírito Santo poderiam mover contra as leis da Igreja tal instituição?! É claro que isso não é possível!

    Pode ser que os estatutos da Canção Nova não contemplem tais abuso, por isso foram aprovados pela Santa Sé. No entanto, na prática a Canção Nova é promotora de abusos litúrgicos. Isso não mostra que ela está em flagrante desobediência ao Papa?

    Penso que seja importante rezarmos para Deus, pela intercessão de Nossa Senhora, vencedora de todas as heresias, mostrar quem são os lobos e quem são os verdadeiros pastores.

    Deus tenha misericórdia de nós!

  25. Amigos(as),

    Eu acredito na defesa da Tradição por parte da FSSPX.Mas não acho que devemos ver tristes exemplos como esse e daí, colocar de um lado e de outro, a Fraternidade e a RCC e outras maluquices pós concíliares. Não são “duas faces da mesma moeda”, nem forças antagônicas brigando. Os dois são Católicos sim, acontece que um ainda está perdido em sua visões ( a RCC) e outro não está “legalizado” pela Igreja ( A FSSPX). Mas são duas realidades bem diferentes.

    Ora, a visão do próprio Papa Bento XVI acerca da Liturgia já mostra o quanto em matéria liturgica, a Canção Nova está péssima! O Pe. Jonas adoeceu e ali não faz mais nada.A comunidade é guiada pelo dinheiro pra manter a “status quo” há muito tempo e só denúnciando e rezando e o professor Felipe, a quem admiro muito, continua com sua visão sonhadora e romântica.

    Na Canção Nova eu só assisto toda segunda-feira, às 21h, as pregações do Pe. Léo. Esse faz muita falta!O resto pode desligar.

  26. `Por um momento achei que a Canção Nova tinha adotado algum paramento tradicional… Que pena…

  27. Sim, meus caros… A canção nova é reconhecida pelo Santa Sé, fiel ao Santo Padre e a Igreja.

    Vocês atentam contra a unidade católica ao criticarem essa santa obra fundada por monsenhor Jonas Abib.

    E o Pe. Fábio de Melo, com suas canções e seu jeito de vestir moderno – mais adequado aos nossos tempos do que essas batinas ultrapassadas – atrai mais jovens à Igreja do que essa liturgia engessada que vocês frequentam.

    Afinal, vocês aceitam a sacrosanctum concilium, que diz que a santa igreja não deseja impôr, nem mesmo na liturgia, “uma forma única e rígida, MAS RESPEITAR E PROCURAR DESENVOLVER AS QUALIDADES E DOTES DE ESPÍRITO DAS VÁRIAS RAÇAS E POVOS.”

    Ora, o Santo Padre numa demonstração de enorme benevolência, liberou essa missa ultrapassada que vocês frequentam, somente no desejo de que a ruptura provocada por vocês fossem curada. Não fosse isso, ela jamais seria liberada, pois não se adequa ao espírito dos nossos tempos e nem ao que o CV II desejava.

    Mas vocês devem admitir a validade e santidade da missa nova, especialmente aquelas celebradas segundo AS QUALIDADES E DOTES DE ESPÍRITO DAS VÁRIAS RAÇAS E POVOS.

    Isso para se manterem fieis a igreja. Caso contrário, serão considerados como traidores e rebeldes, por recusarem a aderir ao magistério recente da Igreja, que na verdade é o que conta, e não aqueles documentos antigos da Igreja, que ninguém mais leva em consideração.

    Por tanto, senhoras e senhores anárquicos e rebeldes que vivem a margem da Igreja, aceitem o que a igreja ensina hoje e venham fazer parte dessa grande família, participando da ceia do senhor, nessa grande assembléia sagrada, sob a presidência do sacerdote.

    A Canção Nova foi e é fiel a Igreja, pois é desejo do CV II que “dê-se possibilidade às legítimas diversidades e adaptações aos vários grupos étnicos, regiões e povos”, desde que mantenha-se “substancialmente a unidade do rito romano”

    Foi isso que a CN fez. E que eu saiba não foi proibido pelo Santo Padre.

  28. absurdo isso sem palavras a que ponto chegaram com a loucura da modernidade

  29. Sinceramente, não vejo na foto algo reprovável, nem por qual motivo a condução dos sacerdotes ao altar por animais seria motivo de desonra a Deus. Obviamente, a procissão de entrada não foi realizada dentro de um templo, mas num espaço aberto e não me parece, per si, que tal condução descaracterizaria a natureza sacrifical da Missa…

  30. Pedro Henrique, com suas palavras copiadas abaixo, não se precisa dizer mais nada,

    …venham fazer parte dessa grande família, participando da ceia do senhor, nessa grande assembléia sagrada, sob a presidência do sacerdote.

  31. O negócio é aparecer, nem que seja em cima de carro de boi. E cada desfile é flash!!!!

  32. Muito obrigado, Osires.

    Pois é isso que a missa representa. Uma grande ceia para uma grande família, onde nos reunimos como numa assembleia sagrada para celebrar a memória do Senhor, sob a presidência do ministro sagrado.

    Por isso é tão ultrapassado que o ministro celebrante dê as costas para o povo e comece a falar numa lingua morta que ninguém mais entende.

    Que bom que o CV II abriu espaço para os idiomas nativos, além de uma maior criatividade e diversidade, sempre segundo os costumes e culturas de cada povo.

  33. Acho que o Pedro Henrique está sendo irônico.

    Fiquem com Deus.

    Flavio.

  34. Na Canção Velha nem só os animais são irracionais.

  35. Querem voltar a sentenciar a Cristo. Durante o julgamento de Jesus,eu perguntaria aos fariseus. Porque tanto ódio ao Meu Senhor? Hoje faço a mesma pergunta aos autores de tamanha aberração. -Porque,? qual o mal que Meu Senhor os fez?
    Será que não tem ninguém para explicar, aos autores dessa farra que festa é festa, folia é folia, música sertaneja é música sertaneja, carne é carne e Sagrado é Sagrado, Respeito é Respeito, Amor a Jesus é Amor a Jesus, muito longe de toda essa triste afronta ao que é Sagrado.
    Só espero que Jesus diga ao Pai. -Perdoai-os Senhor por que eles não sabem o que fazem.

  36. Eu assisti essa “missa sertaneja” aqui em casa, eles não botaram esse video no site, nem as fotos mais polêmicas, só um trecho da missa do padre Fabio de Melo bem meloso e açucarado de 6 minutos, mas durante a homilia que eles não postaram até agora no site depois que foi para o ar, o padre fabio de melo disse mais ou menos que ” depois que Constantino legitimou a Igreja Catolica no ano 300, não temos mais mártires que morrem por Cristo entre nós, não temos mais uma flecha cravada no pescoço”, ora nunca exixtiram tantos mártires no mundo como existiram e existem no século XXI em que vivemos, no final ele chama um padre e pede para os fieis fazerem um tipo de ato de contrição com o padre tocando um berrante diante do altar, tudo com música sertaneja.
    Veja um video: http://youtu.be/hw3581HKigU

  37. Pessoal,
    é claro que o Pedro Henrique está gozando com a cara dos fratres……
    Se ele conhece um pouco do que o Santo Padre tem falado, não gastaria as teclas de seu computador….

    Luiz Fernando,
    Não generalize. Nem tudo o que você acha que é RCC é RCC.

    Heitor, concordo com você.

    Agora quanto a Missa ao ar livre ou fora da Igreja(templo), vi um vídeo da FSSPX que nos mostra como dever ser uma celebração ao ar livre – maravilhoso.
    Quem souber ou tiver, peço posta-lo.

  38. Pedro Henrique,

    Interessante que a missa no vernáculo o povo ficou mais burro e alienado e tem sacerdote que nem sabe celebrar direito. Como explicar isso? Aguardo sua resposta.

  39. Osires, não sei. Vai ver era essa a intenção original dos modernistas.

    Luiz Fernando, eu ri muito com sua postagem.

    Muuuh!

    Vai ver é somente essa linguagem que os progressistas compreendem.

    Por décadas todo tipo de bizarrice era praticada e inclusive promovida pelas autoridades liberais elevadas aos mais altos cargos da hierárquia, enquanto apenas a Missa Tradicional era proibida e perseguida.

    Ainda hoje é assim. Enquanto a Canção Nova possui uma máquina poderosíssima em suas mãos para descristianizar o povo e profanar a Santa Missa, como fica demonstrado na foto, alguns poucos religiosos são expulsos do local em que se estableceram e ali construiram uma vida para glória de Deus e santificação das almas, apenas por desejarem ser fieis a Tradição da Igreja.

    Bois e vacas recebem um melhor tratamento na igreja conciliar que católicos tradicionais.

  40. Marcelo, eu tou gozando é dos neo-conservadores… nem dos progressistas eu estou debochando. Mas daqueles que defendem que a crise atual só tem relação com interpretação do concílio que visa a ruptura com a Tradição da Igreja.

  41. Muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu, Pedro Henrique.

  42. Gente, quem é esse Pedro Henrique? que coisas absurdas foram escritas, tenho 28 anos, amo participar da missa do rito antigo, em latim, com véu, e minha filha se Deus quiser vai poder desfrutar desse santo sacrifício, mas em uma coisa ele tem razão: ( Bois e vacas recebem um melhor tratamento na igreja conciliar que católicos tradicionais.) Pois temos um Frei Carmelita que esta sendo expulso da diocese justamente por isso, condena essa missas ” circo”, padres ” Show Man”, Festas de Santos Padroeiros onde são os ultimos a serem lembrados, onde bebida alcoolica é liberada e o dinheiro é quem manda.
    Pois é irmao é nesse mundo que queremos pertencer? vendo nossa fé catolica, sendo motivo de chacota e desrespeito? onde não se reconhece mais o SANTO SACRIFÍCIO?????? Sós nos resta lamentar e pedir a misericórdia de Deus….

  43. Voces tem que ver esse video, alguem dis que isso é uma Missa? http://youtu.be/9LV8oqW_H7U

  44. Queria acrescentar uma observação ao meu comentário anterior a fim de evitar tomar o nome de Deus em vão.

    Talvez a Canção Nova tenha surgido por inspiração divina. No entanto, os abusos litúrgicos que ela comete são flagrante desobediência ao Papa. Isso mostra que ela (a Canção Nova) está no caminho errado. Nesse sentido é correto dizer que Deus não inspira a Canção Nova (ao menos quando ela comete tais abusos litúrgicos), pois as leis positivas da Igreja são um sinal da vontade de Deus. Seria um absurdo, portanto, Deus inspirar alguém contra a sua própria vontade manifestada através das leis da Igreja.

    Fica então a pergunta: até quando ela continuará sendo católica cometendo tais abusos litúrgicos?

    Santa Faustina que foi uma religiosa extremamente humilde e obediente aos legítimos superiores dizia que o demônio pode esconder-se sob o manto da humildade, mas nunca sob o manto da obediência. A citação não é literal, mas o sentido era esse mesmo. Ou seja, pode-se fingir humildade, mas nunca obediência.

  45. É impossível n dizer um:
    Muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu, Pedro Henrique.( 2 )

  46. Muuuuh…

    Muuuuh…

    há de se mugir é para os progressistas.

  47. Pedro Henrique
    Já que o latim é algo ultrapassado,eu só tenho uma coisa a dizer para vossa alteza que tudo sabe:
    Muuuuuuuuuuuuuuuuuuu!!!
    Entendeu? ou em latim é mais engraçado??
    Acho que vós micê está naigreja errada,procure um templo do Edir Macêdo ou coisa parecida,mas saia da igreja!

  48. FRATRES;
    Chamar isso aí de ridículo é algo muito além!
    Seria um quase elogio.
    Vivo no interior, divisa dos Estados de Minas e S. Paulo, minha casa é na zona rural, porém, não somos esses “chico-bento” que essa gente aí apresentou.
    Caricaturam a nós, que vivemos no interior como se fôssemos uma “peãozada”, uma mistura do “chico bento”, da “Turma da Mônica”, com aqueles cowboys texanos.
    Quanto à tal “celebração”, é tão ridícula quanto esses aí, simplesmente exala o fétido e pútrido odor conciliar…
    Desculpem-me, mas quando faço “aquela perguntinha incômoda” tem gente que fica me xingando… Mas, mesmo assim vai:
    ESSA IGREJA CONCILIAR É SÉRIA?
    Será que essa gente não conhece a Sagrada Escritura?
    Eles cultuam, com a tal missa, a cerimônia bastarda, inventada pelo maçom Bugnini, ao próprio Baal.
    Nada mais antropocêntrico e sentimentalóide que essas tais celebrações da RC”C” na ‘Canção Nova”.
    É, FRATRES, tal qual nos tempos do Profeta Santo Elias, somos o “resto”, aqueles que têm que ir para o estrangeiro, ou seja, sair da terra, deixar a casa da mãe (a Igreja), pois o alto sacerdócio se “vendeu” a Baal…(creio que no caso dessa igreja conciliar, ao menos aqui nesse Brasil, o clero se “doou”)
    Depois de ver tudo isso, muitos FRATRES aqui esperam alguma reação vinda de Roma.
    Desculpem-me, uma vez mais, porém, nada virá.
    A não ser beicinhos, discursinhos, choramingos, resmungos, “fumacinhas de capetinhas”…
    Nada mais…
    Essa tal igreja conciliar está nas mãos de covardes, de irresponsáveis, que são incapazes de demonstrar amor a Deus, e pior, não são capazes nem de temê-lo, demonstrando uma falta de hombridade, de caráter, de pulso…Nem mesmo quando Nosso Senhor é rebaixado dessa forma.
    Como o antigo sacerdócio hebreu, esses aí têm seus compromissos com a mesa farta, com as regalias, com os poderosos…
    Ah, quase me esqueci do principal: é a nova evangelização!
    FRATRES, já imaginaram como serão as “catedrais” dessa tal nova evangelização? Se ainda houver seguidores, deverão construir suas “catedrais” na forma de circo, a fim de colocar no palco seu espetáculo espúrio e repulsivo, semelhante ao que fizeram com a Igreja depois desse desgraçado concílio.
    Mas, afinal, estão “atraindo” multidões para Jesus! Dizem…
    Ah, não poderia me esquecer:
    Dá-me alma$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$
    Ainda prefiro aquela “velha evangelização”, aquela que converte, que mostra o pecado e exige mudança de vida, que exige desprezo ao mundo, que nos impede de viver o mundanismo, tão amado por essa gente apóstata…
    Diante de tanta execração da Fé, somente pedindo ao Bom Deus que faça abreviar esse tempo de provação da Igreja e, tal qual no Antigo Testamento, nos dê forças para continuarmos a Obra do novo Santo Elias.
    Que nos inspire a seguir com Fé àquele que enfrentou o culto a Baal e, por conseguinte, foi “exilado”, execrado, justamente por ser Fiel ao Deus Altíssimo: Monsenhor Marcel Lefebvre!
    Que Nosso Senhor dê forças à FSSPX para resistir às seduções do maligno e discernimento e coragem para que se desvencilhem de todos aqueles que querem se aproximar desses malditos hereges e apóstatas.
    Ah, não poderia faltar “aquela outra perguntinha básica”:
    É COM ESSA GENTE AÍ QUE O MONS. FELLAY QUER ESTAR EM PLENA COMUNHÃO?
    Libera nos Domini!
    Nossa Senhora de la Salette, rogai por nós!
    Santo Profeta Elias, rogai por nós!
    Santo Atanásio, rogai por nós!
    São Pio X, rogai por nós!

  49. Se estes sacerdotes soubessem as penas que hão de passar se não se emendarem por praticar estes sacrilégios no Sacrifício, teriam muito que temer.

    Sinto muito pela alma destes pequenos que seguem estes profanos; que diria o cura de Ars?

    Este é meu último comentário que posto neste blog. Adeus.

  50. Me entristece os “ataques” e “exageros” descritos nos comentários acima por parte dos sujeitos “renovados” e “tradicionais”, assim como o ocorrido conforme artigo publicado.
    Se pertencemos à uma única igreja “Católica Apostólica Romana”, por que tantos ataques?
    Seja em qual rito frequentado os fiéis estão desaparecendo de nossas igrejas, e os seres que não conheceram a Cristo ainda, é com isso que devemos nos preocupar…

    Paz e bem!

  51. Cássia, no Rito Católico (dito extraordinário) o número de fiéis tem aumentado e não diminuído como nessa tentativa moderna de missa.

  52. É verdade: há uma hirarquia na criação, enquanto o latim eleva o homem e como a graça melhora a natureza (vide são Luis maria Grignon de Montfort), creio que os homens medievais eram como anjos, com o novo linguajar da CN, o Muuuu da vaca ao contrário do latim está fazendo com que os fieis se rebaixem ao nível dos animais.

    Dá-lhe sexo e comida, o resto não importa.

  53. Alex, vai com Deus! Nossa Senhora te guarde, nas férias vc pode postar comentários sim e a gente brigar um pouco kkkkk Passando por São José dos Campos, se sua batina rasgar, me liga, costuro para vc :)

  54. HAVIA LÁ PERTO DE CASA UM GRUPO CARISMÁTICO “AUÊ”…
    As reuniões de certos grupos aparentemente carismáticos católicos conhecidos como “auês”, hilariantes, espalhafatosos, em cultos em que há até manifestações de “entidades” e expulsão de supostos maus espíritos como existem, gente rolando ao chão, etc., não passam de grupos protestantes pentecostais disfarçados de católicos, garantidamente.
    Há muitos relatos de pessoas que se iniciaram nos RCCs desse estilo e acabaram por se filiarem a seitas pentecostais protestantes.
    As normas de procedimento da Igreja em relação a esses grupos são rígidas nesse sentido, inaceitando as aberrações acima.
    De fato, filiar-se a seitas protestantes a a um desses dissensos carismáticos tanto faz a um ou ao outro. À escolha do cliente!

  55. Pe. Paulo Ricardo e Pe. Demétrio, aguardamos o répudio público de vossas reverendíssimas, uma vez que são baluartes na defesa do rigor litúrgico.

  56. Caríssimos!
    O próprio Santo Padre menciona sobre tais “demonstrações” de criatividade na liturgia e pede de forma gentil que se sigam as normas tanto do Missal de 1962, como no Rito Ordinário:…[ ]” se celebrava não se atendo de maneira fiel às prescrições do novo Missal, antes consideravam-se como que autorizados ou até obrigados à criatividade, o que levou freqüentemente a deformações da Liturgia no limite do suportável. Falo por experiência, porque também eu vivi aquele período com todas as suas expectativas e confusões. E vi como foram profundamente feridas, pelas deformações arbitrárias da Liturgia, pessoas que estavam totalmente radicadas na fé da Igreja.”
    Noutro ponto, Bento XVI, pondera que , “Por estes pressupostos concretos, já se vê claramente que o novo Missal permanecerá, certamente, a Forma ordinária do Rito Romano, não só porque o diz a normativa jurídica, mas também por causa da situação real em que se encontram as comunidades de fiéis.”
    Ou seja, o Santo Padre, pede uma coerência em se utilizar o Rito Moderno e o Rito Extraordinário e termina dizendo: “Obviamente, para viver a plena comunhão, também os sacerdotes das Comunidades aderentes ao uso antigo não podem, em linha de princípio, excluir a celebração segundo os novos livros. De fato, não seria coerente com o reconhecimento do valor e da santidade do novo rito a exclusão total do mesmo.”
    Carta aos Bispos sobre o Motu Proprio, redigida por sua Santidade o Papa Bento XVI.
    Depois dessas palavras, me atenho a não tecer comentários.
    Deo gràtias!!!

  57. Lucas César Ferraz

    e aos demais que não compreenderam,

    a minha primeira postagem foi uma ironia.

    Se tivessem se dado ao trabalho de lerem as postagens restantes veriam não só o meu pensamento original repudiando e condenado tal ato, como a afirmação de que se tratara de uma ironia para com os neo-conservadores.

    Mas é legal… eu ri um bocado.

    Alguns perceberam a ironia. Outros não… Mas a intenção só foi fazer uma brincadeira, sem ofender ninguém. As palavras ofensivas na postagem não representam o que penso, assim como todo o texto.

    Continuarei a fazer, sempre que puder… Tentarei ser ainda mais caricato.

    Mas sempre haverá algum desavisado.

    Tudo para mostrar que a hermenêutica de descontinuidade que o Papa reinvindicou como causa dos graves problemas da Igreja vem sendo defendida desde o inicio do pós-concilio.

    E que os escândalos podem sim ser defendidos pela letra do CV II.

    É o que defendi na primeira postagem.

    Agora, por favor, companheiros da espécie humana, podem abandonar os mungidos.

  58. Um grande Circo!!!

    Não sei como uma instituição dessa pode ser reconhecida pela Santa Sé!!!

    Uma grande afronta e deboche contra todos aqueles que deram sua vida e seu sangue para mostrar a seriedade do Catolicismo!!!

    Acho que o pior ser humano é aquele que não respeita a Deus.

    É muito evidente que uma instituição que joga no lixo as tradições do Catolicismo não pode ser católica.

  59. Uma comunidade que se diz servidora da Igreja de Cristo, transmite uma aberração como esta, apenas serve de vergonha para a Igreja Católica. Lamentavél!!!

  60. Meus irmãos, a Igreja é Una na sua essência, mas está tão dividida ao mesmo tempo… “Não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais.” (Efésios 6,12). Tudo isso que aconteceu e tem acontecido, é uma batalha espiritual para destruir a Igreja de Cristo e dividir os cristãos dentro da Igreja Una. A palavra diabo quer dizer divisão. Ninguém mais ouve a Igreja (voz que clama no deserto). Precisamos ver uma alternativa para enfrentar com força invenções piores no futuro…

  61. Well, para mim, contanto que os bois não celebrem a missa ou consagrem a hóstia, os padres podem chegar à igreja de limousines, táxi, trem, ônibus, calhambeque, carro de bois, ou montados em um humilde burrinho como fez nosso Senhor Cristo Rei ao entrar em Jerusalém e depois ser difamado e massacrado pelo bando de fariseus e doutores da lei, apegados à lei, à doutrina e as tradições…

  62. “….. bando de fariseus e doutores da lei, apegados à lei, à doutrina e as tradições…”

    “Como estão distantes de tudo isto (da liturgia) quantos, em nome da inculturação, decaem no sincretismo introduzindo ritos tomados de outras religiões ou PARTICULARISMOS CULTURAIS na celebração da Santa Missa”

    O Papa Bento XVI quem disse isso Sra Ricardina, ele também é fariseu e apegado a doutrina e as tradições não é ?

    Santo Atanásio,ora pro nobis !

  63. “bando de fariseus e doutores da lei, apegados à lei, à doutrina e as tradições…”

    Eis aí um exemplo da religião da Canção Nova:

    eles não têm lei, nem doutrina, nem tradições!!! A não ser que se achem fariseus!

    Francamente, achar que os padres fazem como Jesus Cristo simplesmente por chegarem à igreja montados em um burrinho!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Sabem, para mim a Canção Nova não é uma “igreja” e classificá-la de Circo ainda é ser bem tolerante, na verdade ela é bem pior, porque deturpa a noção de Catolicismo aos pobres miseráveis que vão lá aplaudir essa bagunça.

    Somente um louco (doente ou perverso) é que vai preferir uma bagunça ao invés da ordem e disciplina.

  64. Traduzindo para a língua dos bois, aqui na minha terra se diz:

    Mooooooooooooooooooooonnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    É um pouco diferente!!!!!!!!!!!!!

  65. Para quem não gosta também na língua dos bois, tem também essa opção:

    Uuuuu!!!!! Dalaiêiê!!!!! Uuuuu!!!!!! Dalaiêêêê!!!!!! Dalaiêiêiêiêiê!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Daláááááááááááááááááááááááááááiêêêêêêêêêêêê!!!!

    Que o pessoal da Canção Nova não seja rigoroso porque pode haver também a variação regional!

  66. Vocês ficam indignados por acreditarem que são católicos. Eu nem fiquei indignado com isso.

    Eles não são católicos e o deus deles é dinheiro. E isso tudo faz parte deu um show que vende.

    E antes que joguem pedra, fui carismático e ia lá.

  67. Tomando o exemplo da Dª Ricardina, a maioria dos carismáticos acham que os seus dons carismáticos (não vou questionar se vêm de Deus ou não) estão acima das leis da Igreja. Ou seja, eles acham que por “falarem em línguas”, por terem revelações e outros fenômenos místicos, estão dispensados de obedecer as leis da Igreja e chamam de fariseus a quem observa essas leis. O próprio Jesus observou as leis judaicas de seu templo. Ele mesmo disse: é necessário cumprir uma coisa e outra:

    “São estas coisas que era preciso praticar, sem omitir as outras.” Mateus 23,23-26

    http://alexbenedictus-et-patensis.blogspot.com.br/2011/08/evangelho-segundo-sao-mateus-2323-26.html

    E explica em seguida o que é hipocrisia. Hipocrisia religiosa é cumprir um mandamento só para ser admirado pelos homens ou por algum motivo secreto que não seja por amor a Deus, sem excluir o amor ao próximo. Isso é hipocrisia religiosa. Agora fazer da missa um espetáculo circense é uma profanação da missa. Chega de tanta profanação da missa!

  68. O fato de alguém estar simplesmente cumprindo as leis da Igreja não significa farisaísmo ou hipocrisia. Deve-se fazer um distinção entre legalismo e hipocrisia. Embora algumas pessoas sejam legalista, elas não são hipócritas.

    Jesus explica bem no Evangelho o que é hipocrisia:

    Dizia-lhes mais: Vós bem fazeis por destruir o mandamento de Deus, para manter a vossa tradição. Porque Moisés disse: “Honra teu pai e tua mãe. E todo o que amaldiçoar seu pai ou sua mãe, seja punido de morte”.

    Porém vós dizeis: Se alguém disser a seu pai ou a sua mãe: É oferta a Deus qualquer coisa minha que te possa ser útil; e não lhe deixais fazer nada em favor de seu pai ou de sua mãe, violando a palavra de Deus por uma tradição, que tendes transmitido duns aos outros; e fazeis muitas coisas semelhantes a esta.” Evangelho segundo São Marcos 7,1-13

    http://alexbenedictus-et-patensis.blogspot.com.br/2012/02/evangelho-segundo-sao-marcos-71-13.html

  69. Alex Benedictus
    28 novembro, 2012 a 1:05 pm

    Tomando o exemplo da Dª Ricardina, a maioria dos carismáticos acham que os seus dons carismáticos (não vou questionar se vêm de Deus ou não) estão acima das leis da Igreja. Ou seja, eles acham que por “falarem em línguas”, por terem revelações e outros fenômenos místicos, estão dispensados de obedecer as leis da Igreja e chamam de fariseus a quem observa essas leis. O próprio Jesus observou as leis judaicas de seu templo. Ele mesmo disse: é necessário cumprir uma coisa e outra:

    “São estas coisas que era preciso praticar, sem omitir as outras.” Mateus 23,23-26

    Alex Benedictus,

    Fui carismático por alguns anos (vários) e posso dizer com toda a convicção e sem cometer aqui nenhuma injustiça, que não, os carismáticos não falam em línguas não tem revelações e nem qualquer fenômeno místico; o que os carismáticos possuem em abundância são os seguintes dons: da enganação, da desobediência, da arrogância, da bagunça e da vaidade.

    Em Cristo,
    Márcio L.