Dom Müller teria intervindo em favor da antiga PUC-Peru.

IHU – O prefeito para a Congregação da Doutrina da Fé, Gerhard Müller, teria enviado uma carta ao cardeal Juan Luis Cipriani, na qual pede informações sobre sua decisão de não renovar o mandato para que os professores do Departamento de Teologia da Pontifícia Universidade Católica do Peru (PUCP) deem aula.

Dom Müller e o guru-mor da Teologia da Libertação, Gustavo Gutierrez: não, eles não estavam negociando quanto à Fé.

Dom Müller e o guru-mor da Teologia da Libertação, Gustavo Gutierrez.

A reportagem está publicada no sítio espanhol Religión Digital, 01-02-2013. A tradução é do Cepat.

De acordo com a revista peruana Caretas, o encarregado da Doutrina da Fé do Vaticano solicitou ao cardeal Cipriani que lhe enviasse uma cópia do documento no qual decide não renovar o mandato canônico vigente.

Müller lhe teria indicado que enquanto não se resolve o tema no Vaticano, a universidade poderá continuar a oferecer os cursos de Teologia previstos.

A Caretas indica, além disso, que pessoas vinculadas ao cardeal asseguram que este assunto emerge porque os professores da PUCP, aos quais foi cortado o direito de ensinar, enviaram primeiro uma carta a Müller queixando-se de terem sido proibidos por motivos doutrinários.

Todavia, Cipriani disse que não recebeu nenhuma carta até o momento, e afirmou que não renovou a licença porque a PUCP não cumpriu com a ordem de adaptar seus estatutos, conforme exigência do Vaticano.

Além disso, justifica sua decisão e assevera que tomou a decisão com base em suas faculdades como Arcebispo Ordinário de Lima.

Extraoficialmente, soube-se que a carta de Müller já chegou, e foi enviada através da Nunciatura Apostólica ao cardeal. Uma cópia teria sido enviada à Conferência Episcopal, presidida por dom Salvador Piñeiro.

A decisão de Cipriani de proibir os cursos de Teologia na PUCP afeta muitos estudantes desta universidade, pois para terminar os Estudos Gerais Letras é indispensável fazer ao menos uma disciplina de Teologia, assim como egressar da Faculdade de Teologia; ao passo que em Educação, devem fazer duas disciplinas.

* * *

Como noticiamos em julho do ano passado: ‹‹ Em 2008, Dom Gehard Müller, novo Prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, recebeu o título de doutor honoris causa outorgado pela mesmíssima universidade. Todos os anos desde 1998, Müller viaja ao Peru para fazer um curso com Gutiérrez na ex-PUC e passa algum tempo vivendo com os agricultores em uma paróquia rural, perto da fronteira com a Bolívia. Quando recebeu o título, Müller declarou sobre Gutierrez: “A teologia de Gustavo Gutiérrez, independentemente de como você olha para ela, é ortodoxa porque é ortoprática”, disse ele. “Ela nos ensina a forma correta de agir de uma forma cristã, já que provém da verdadeira fé” ›› .

10 Comentários to “Dom Müller teria intervindo em favor da antiga PUC-Peru.”

  1. É uma vergonha termos um homem como esse como inquisidor-mor… Alguém se lembra de Alfredo Ottaviani? Rafael Merry del Val? Pois é…

  2. Gustavo Gutierrez afirma em “Por una teologia y liturgia de la liberación”: “É no próprio seio da luta de classes na qual um cristão deve necessariamente comprometer-se, na práxis histórica da libertação subversiva, que existe um lugar de reencontro com o Senhor, e este é um lugar teológico”.
    Então é essa a teologia que independentemente de como você olha para ela, é ortodoxa porque é ortoprática”? É essa a teologia que “nos ensina a forma correta de agir de uma forma cristã, já que provém da verdadeira fé”?
    Creio que se o próprio demônio estivesse ocupando o cargo de Prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, ele conseguiria ser mais ortodoxo. E depois ha quem se pergunte porque o diálogo da FSSPX com um tipo como esse sempre volta à estaca zero.
    Dom Fellay em recente conferencia em Toronto revelou que depois de varios encontros e discussões com Muller ele disse:
    _ Ah sim, existe só um ponto em que estamos de acordo: é que não estamos de acordo com nada.

  3. Acho que já podemos visualizar o que nos esperas pelos próximos anos e não sei mais quantos. Que Deus nos liberte dessa escolha do Santo Padre ou que o converta.

  4. Cuidado, Dom Fellay!! Cuidado!!!

  5. Agora teologia é “ortoprática”, ainda que seja heterodoxa… Parece coisa de sapatinho de criança: “Ortopé, Ortopé, tão bonitinho!”. Teologia “ortoprática”, tão bonitinha…

  6. …”enviaram primeiro uma carta a Müller queixando-se de terem sido proibidos por motivos doutrinários”!!??Meus Deus, descobriram a América! Mas pensam que estão onde? na casa da mãe joana? Agora, com essa ajuda púrpura, vas ser difícil. O boff vai ser o primeiro a ensinar sua teologia aí.

  7. É curiosamente gritante que estes cardeais e bispos, em sua maioria, quando aparecem com a cruz, a mesma está sempre enfiada no bolso.

  8. É quase impossível acreditar que um homem como esse D. Muller possa ser prefeito da Congregação para Doutrina da fé, um sucessor de um caradeal OTTAVIANI…?????
    Como dizia um velho cônego, “se não é o fim…é o começo do fim”…

    Não foi sem razão que D. Pestana perguntou no seu prefácio do livro do Pe. Gabriele Amorth: “quem vai expulsar os demônios dos Palácios Pontifícios, das Congregações e Secretarias, das Nunciaturas, das Conferências Episcopais e Cúrias, dos Santuários e Basílicas, das ONU e dos Parlamentos, sem falar desse mundo “posto maligno”, que viceja “sob o sol de Satã”?…

    Imaculado coração de Maria, sede nossa salvação!!!

  9. Caro Ferreti,

    Realmente ouve uma intervenção de Don Müller, veja:

    Perú: Müller interviene en conflicto por la “universidad rebelde”
    http://vaticaninsider.lastampa.it/es/en-el-mundo/dettagliospain/articolo/peru-peru-peru-21966/

    Fique com Deus.