O Papa renuncia. A Canção Nova reage.

8466130179_f127af6bf5_z

27 Comentários to “O Papa renuncia. A Canção Nova reage.”

  1. É a festa da renúncia do Papa Bento XVI… Comemoração dos modernistas e da RCC… Sangue de Jesus tem poder e um novo Papa com a força do Espirito Santo e do atual Papa Bento XVI vai surgir com muita mais força…

  2. uêpaaa, vamos cair na gandaia, tira o pé do chaaaaaãaoooo………………….

  3. È uma pena,por que eles poderiam ser um forte instrumento de ajuda mas até eles ficaram perdidos, coitados.Em algum momento eles sairam do caminho certo e nem perceberam que desviaram e não conseguem mais voltar.Rezemos pela CN também por que foi uma obra feita com boa intenção mas que caiu nos últimos anos.

  4. Santo Afonso Maria de Ligório escreve: “Não é sem razão mística que a Igreja propõe hoje à nossa meditação, Jesus Cristo predizendo a sua dolorosa Paixão. Deseja a nossa boa Mãe que nós, seus filhos, nos unamos a ela na compaixão de seu divino Esposo, e o consolemos com os nossos obséquios; porquanto, os pecadores, nestes dias mais do que em outros tempos, lhe renovam os ultrajes descritos no Evangelho. Nestes tristes dias os cristãos, e quiçá entre eles alguns dos mais favorecidos, trairão, como Judas, o seu divino Mestre e o entregarão nas mãos do demônio. Eles o trairão, já não às ocultas, senão nas praças e vias públicas, fazendo ostentação de sua traição! Eles o trairão, não por trinta dinheiros, mas por coisas mais vis ainda: pela satisfação de uma paixão, por um torpe prazer e por um divertimento momentâneo. Uma das baixezas mais infames que Jesus Cristo sofreu em sua Paixão, foi que os soldados lhe vendaram os olhos e, como se ele nada visse, o cobriram de escarros, e lhe deram bofetadas, dizendo: Profetiza agora, Cristo, quem te bateu? Ah, meu Senhor! Quantas vezes esses mesmos ignominiosos tormentos não Vos são de novo infligidos nestes dias de extravagância diabólica? Pessoas que se cobrem o rosto com uma máscara, como se Deus assim não pudesse reconhecê-las, não têm vergonha de vomitar em qualquer parte palavras obscenas, cantigas licenciosas, até blasfêmias execráveis contra o Santo Nome de Deus. Sim, pois se, segundo a palavra do Apóstolo, cada pecado é uma renovação da crucifixão do Filho de Deus. Nestes dias Jesus será crucificado centenas e milhares de vezes” (Meditações).

    e também isso
    1. Mortificar a língua, isto é, conversar moderadamente.
    2. Jejuar. Evitar comer carne, frutas, doces e refrigerantes.
    3. Usar o cilício uma hora por dia.
    4. Não olhar programas televisivos.
    5. Meditar a Sagrada Paixão de Nosso Senhor em São Mateus, São Marcos, São Lucas e São João.
    6. Participar da Santa Missa todos os dias e oferecer a Comunhão reparadora.
    7. Visitar a Jesus Sacramentado aos menos 5 vezes ao dia.
    8. Rezar o Santo Terço diante do crucifixo.
    9. Confessar-se.
    10. Não participar da maldita “Cristoteca” nem do “Carnaval de Jesus”. Quem promove essas COISAS, usa do MANTO e do NOME SANTÍSSIMO de JESUS para esconder as suas paixões vergonhosas.

    e pelo que eu julgo ele pecam contra o segundo mandamento da lei de Deus “NÃO PRONUNCIARÁS O NOME DO SENHOR, TEU DEUS, EM VÃO”
    (Ex 20,7)

  5. Cadê as mulatas, os carros alegóricos, os trios-elétricos???
    Pelo jeito a reza não é o carro chefe lá. Eu até que desconfiava, o porque de tanta euforia por um retiro, mas acabo de confimar isso.
    Na Quarta-Feira de Cinzas, é bem capaz dessa aberração da CN, oferecer uma churrascada pwara os seus membros.
    No dia do juízo, muitos vão se lembrar que não deveriam ter levado em vão o Nome de Nosso Senhor.
    Espero que o próximo Papa não dê aval a essa heresia!

  6. Lamentável! Por mais que ja estivesse programado não era o momento para isto, mas para orarem e unirem-se á Igreja e ao Santo Padre, neste momento tão dificil. Perdem as chances de ficarem quietos.

  7. O bloco da CN vai se encontrar com o trio elétrico do “Diante do Trono” na frente dalguma “catedral da fé” do Edir Macedo?

  8. O problema é que ainda tem fiel católico que acredita numa conversão da Canção Nova, RCC e Teologia da Libertação. Oração, Jejum e penitencia é a ultima coisa que os católicos não fazem já bem antes do CVII.

    Eu particularmente não vejo diferença entre a CN e o Femem que comemorou na catedral de Paris a renuncia de Bento XVI.

    Bem que o Beato Papa Pio IX disse que a maçonaria era a sinagoga de Satanas e São Pio de Pietrelcina escreveu ao seu diretor espiritual a mando de Nosso Senhor que se lamentava dos sacerdotes que andavam de mãos dadas com a infame seita da maçonaria.

  9. Só uma clarificação quanto ao ponto 3 do post do Eduardo Lima: O cílicio e outros tipos de mortificação corporal semelhantes só podem ser usados mediante permissão do diretor espiritual(ele pode inclusive proibir terminantemente tal tipo de comportamento ao filho espiritual). Tomemos cuidado porque se usarmos essas disciplinas indiscriminadamente, poderemos cair em um vão e pecaminoso orgulho.

    Uma Santa Quaresma a todos!

  10. Completando o que Higo disse,embora não sei dizer se é necessário permissão ou não para sacrifícios pessoais mas creio que é algo que tem que ter um respaldo do próprio ES por que senão a pessoa pode acabar se desequilibrando emocionalmente.Fazer tudo o que está naquela lista ao mesmo tempo simplesmente por decisão própria e sem acompanhamento pode vir a dar problemas emocionais e de saúde.Pessoas escolhidas podem suportar por que para pessoas inspiradas o sacrifício é algo normal,natural mas pessoas comuns a situação é diferente.Uma oração feita com caridade,um terço rezado com boa meditação e um sacrifício leve já são de grande ajuda para a humanidade.Uma pessoa que trabalha não tem como ir na igreja visitar o Santíssimo 5 vezes por dia,já os consagrados tem mais condições de fazer isso.

  11. Para este post e para o evento por ele indicado:

    1 – Não considero o título condizente;
    2 – muitos comentários estão fora de contexto; a foto é de um show num encontro que teve missa, adoração e muitas outras orações, inclusive de reparação pelos excessos cometidos no carnaval “do mundo”;
    3 – foi uma iniciativa louvável e muita gente valorizou essa alternativa em relação ao que se tem “lá fora”;

    Falo isso porque há o risco de demonizarmos tudo o que for diferente do que queremos e gostamos, como se os defeitos fossem maiores que as virtudes ou se por aqueles, estas fossem invalidadas ou merecessem ser condenadas.

    Em nossa cidade também foi organizado, pela RCC, um encontro parecido, do sábado à terça, hoje; na segunda soubemos da renúncia do Papa. O que deveria ser feito? Cancelar o encontro? Dispensar o povo? Acabar com a única alternativa ao carnaval de nossa cidade? Não. Rezar mais. Interceder. Reparar. Quantos rosários foram rezados? Quantas horas de adoração? Quantas comunhões reparadoras?

    Lemos o texto da renúnica do Papa, explicamos o contexto e destacamos a sua humildade que nos assusta. Depois rezamos mais ainda e nos devidos momentos, cantamos e batemos palmas como estava programado.

    Parabéns a quem ficou em casa rezando em reparação pelo devaneio do mundo; parabéns se alguem organizou algum outro tipo de atividade espiritual comunitária e se manteve a porta do local aberta acolhendo os que, sem ter encontrado verdadeira alegria na rua, acabaram entrando ali e encontrando uma alegria diferente. Parabéns a quem fez algo de concreto: por Deus, pela Igreja, pelos jovens!

  12. Esse show na Canção Nova já estava na programação. Não foi uma comemoração da renúncia do Papa Bento XVI. Ali na Canção Nova há obediência à Igreja e nenhum padre ou bispo ligado a ela ousou ordenar novos bispos sem o consentimento e hierarquia da Igreja como certas instituições revolucinárias.

  13. Ainda sobre o post do Eduardo Lima, todas as recomendações de Santo Afonso estão ao alcance dos católicos de hoje, exceto os itens 6 e 9, sendo o item 6 um problema ainda mais complicado que o 9. Não são todos os católicos que têm uma Missa de qualidade católica ao seu alcance. O sacramento da confissão, ainda que deformado exteriormente, não foi totalmente jogado às traças. Rezemos por um Papa mais indulgente com a Missa de Sempre do que o grande Bento XVI.

  14. Mas meu povo, nem num momento decisivo da Igreja, voce tradicionalistas não deixam de acusar e atacar. Pelo amor de Deus, um pouco mais de caridade.
    Porque nao optar pela oracao e a penitencia. Mas sempre as criticas.
    Somos catolicos ou protestantes. Onde vamos parar com tantas criticas.
    A minha bençao a todos. Pe. Leonardo

  15. E quem cuidará dos pequeninos de Deus, engolfados nesse mundo alheio a tudo o que é de Deus e violentamente tentador quanto aos prazeres da carne e da vaidade?
    A Canção é instrumento de Deus para atrair esses irmãos para Deus, onde encontrarão todo bem e toda graça.
    Somente dizendo que o mundo é errado e ruim a Igreja afastará de si , cada vez mais, as novas gera,ões.
    Bento XVI disse que nesse tempo , é preciso pregar o Evangelho na linguagem do mundo, senão ninguém vai entender.
    O Carnaval da Canção é somente a isca da pescaria, logo, com tempo, os novos peixes, saciados do amor de Deus não sentirão mais necessidade desta folia.
    Mas é preciso respeitar o tempo e o grau conhecimento de fé e doutrina de cada um.

    Pais, não Pais, não exaspereis vossos filhos. Pelo contrário, criai-os na educação e doutrina do Senhor.( Efésios 6, 2)

  16. Caros amigos, paz e bem!

    Cabem algumas considerações que reputo imprescindíveis, tais como:
    Primeira, o Centro de Evangelização da Canção Nova-CN tinha cerca de 40.000 pessoas, vindo de longe, não para um Carnaval, mas para um Retiro espiritual profundo cujo tema foi “sede sal da terra e luz do mundo”.
    Segunda, o próprio Prof. Felipe Aquino, na palestra de segunda à tarde explicou com riqueza de detalhes a renúncia do Papa.
    Terceira, com certeza, todos da CN ficaram chocados e surpresos com o fato.
    Quarta, a CN possui profetas autênticos, tais como: Pe. Paulo Ricardo, Prof. Aquino, Pe. Jonas, dentre outros.
    Quinta, considerando – todavia – que a prudência é uma virtude cristã, neste momento histórico por que passa a Igreja, principalmente o papa, seria interessante que os movimentos sociais da Igreja (CN, RCC…) aproveitassem os Sinais dos Tempos para refletir e rezar pelo futuro papa, bem como pelo mundo. O momento atual é de SILÊNCIO, ORAÇÃO, DESERTO, CONVERSÃO PESSOAL, JEJUM E ESMOLA (Quaresma).
    Sexta, é bem provável que teremos DIAS DIFÍCEIS pela frente! Tudo sinaliza para isso (situação bélica mundial, clima, violência, cisma…).
    Sétima, estamos vivendo o final da batalha cultural entre a vida X Morte. A guerra é espiritual (Ef 6, 12). Aliás, no discurso de posse do nosso querido Papa Bento XVI, ele pronunciou uma frase que se tornava profética, embora vinda de um pedido de súplica a Deus. Ele pedia para Deus lhe dar forças para não ter medo dos lobos. Ora qualquer católico com um mínimo de percepção entendeu perfeitamente a “quem” ele se referia. Aos lobos que invadiram a Santa Cidade, querem derrubar o Pastor e tomar posse do povo que ele guia, instalando em seu lugar a abominação. Maçonaria eclesiástica (denunciada pelo padre Gobbi, do Movimento Sacerdotal Mariano-MSM), máfia, comunismo ateu, sinagoga de satã (filhos da tribo de Dã), eis o conluio das trevas que conseguiu vencer esta batalha espiritual, mas Deus vencerá a guerra. O joio será separado do trigo.
    Oitava, penso que Bento XVI não resistiu a pressões da Cúria Romana (leia-se MAÇONARIA ECLESIÁSTICA). A gota d’água foi o triste episódio do mordomo (conhecido como Vatileaks) que furtou e divulgou documentos pessoais do papa. Devido à quebra de confiança, não existia mais clima para governar a Igreja.
    Nona, Bento XVI, em sua viagem à Fátima (21/mai/2010), revelou o que poderia ser descoberto de novo ainda hoje na Mensagem de Fátima é nela se ver a “paixão” que acomete a Igreja, que “se reflete na pessoa do Papa”. “Não vêm apenas de fora os ataques contra o Papa e a Igreja, mas os sofrimentos da Igreja têm origem do interior da própria Igreja, do pecado que existe no seio da Igreja”.
    Décima, é curioso o silêncio da presidente Dilma, tendo em vista que o Brasil é o maior país católico do mundo. Talvez ela esteja muito ocupada no litoral baiano: pegando onda, um solzinho… Tal omissão imperdoável confirma a seguinte frase: “O Brasil é uma nação indiana, governada por uma elite Sueca”. Explico: a Índia é o maior país religioso do mundo e a Suécia é o maior país ateu do mundo.
    Feliz a nação cujo Deus é o Senhor dos Exércitos.
    Vem, Senhor Jesus (Ap 22, 20).
    Saudações cristãs,

    Renato.

  17. Rev. Padre Leonardo e todos que pensam como o senhor, “vocês” é muita gente, cuidado com as palavras, elas traem o homem imprudente. Justamente por isso, os tradicionalistas de fato, que não o são apenas de internet, neste momento estão em silêncio, rezando pelo bem da Igreja.

    Assim, rezemos todos.

  18. A Canção Nova é a suma da nova religião que se quer impor dentro da Igreja: uma religião alvissareira onde retiro espiritual é confundido com badalação , showzinhos de quinta categoria regados a uma multidão de excessos onde se louva a Jesus cantando ritmos profanos como forró , baião , funk , pagode, samba, rock , etc.Onde a juventude dança agarradinha , onde muitos ficam e beijam na boca em meio aos musicais canção-novistas onde em suma se alegra ao Diabo sob pretexto de adoração a Deus.Esse é o espírito.Eu já fiz retiros por lá durante anos e sempre era o mesmo espetáculo de horror.Nos banheiros masculinos então é que o espírito do carnaval aparecia : comentários sobre mulheres , palavrões , brincadeiras de mau gosto , nada de privacidade , rapazes circulando nus na frente dos outros , quem passasse em frente poderia ver o cenário bizarro tranquilamente…nos banheiros femininos o cenário não era menos ruim : filas e filas de meninas de shortinho , vaidade a flor da pele, etc.Durante as pregações no Rinção do meu Senhor um monte de jovens deitados em esteiras e colchões na arquibancada , amontoados um em cima do outro , numa verdadeira babel.Na hora da missas essa mesma gente continua lá de chinelo , de short de camisa regata asssitindo ao santo sacrifício deitado ou seimi recostado e depois ainda vai comungar.Depois de cinco anos frequentando a Canção Nova cansei-me disso.Só uma vez vi o Pe José Augusto chamando a atenção para esses comportamentos.E nunca mais.Em 2004 na inauguração do novo Rinção até relações sexuais entre namorados aconteceram nos acampamentos.Amigos são testemunhas oculares de tais fatos.

    Não senhores : o que a Canção Nova proporciana nestes 4 dias de carnaval é uma versão fake de retiro espiritual ! Retiro espiritual com tanto barulho , sem possibilidade de cultivar a meditação , a oração silenciosa , a memória do pecado , sem autêntica possibilidade de contemplação ???

    A Canção nova embora nunca tenha sido um exemplo de ortodoxia era melhor; mas a cada dia fica pior e caminha para a sua ruína.

  19. O ‘carnaval’ na Canção Nova começou na sexta – feira. O Papa renunciou na segunda – feira. A CN não ‘reagiu’ com ‘festa’ a renúncia. Isso é idiotice e perseguição, mais uma vez… Era nítida a tristeza de todos quando tal fato aconteceu. Eu estive na Canção Nova neste carnaval. Pe. Roger leu a carta de renúncia chorando e muito triste e, após lida, houve momentos de oração para o Papa e para a Igreja. Vários outros momentos de oração para a Igreja e para o Papa foram feitos, mas o retiro não parou porque era preciso evangelizar. Se há uma coisa que a Canção Nova se entrega e confia é no Espírito Santo. Espírito Santo que, até hoje, guia a Igreja. Este post é totalmente sem noção, totalmente perseguitivo.

    • Caro Fabricio, a foto do post é da noite a seguir ao anúncio da renúncia do Papa. Desculpe, mas não é possível ver nela nenhuma “nítida tristeza”. Se o acampamento tinha que continuar, o espírito católico exige maior moderação, respeito e um ambiente mais contido e até contrito, depois de um anúncio tão grave.

    • Pensei que retiro fosse momento de reflexão, oração, penitencia e não de festa carnavalesca. Achei que faltou sim consideração com o momento que se passava e como disse nosso amigo Ferretti faltou maior moderação e respeito a tão grave anúncio.

  20. Infelizmente a festa teve que continuar…
    Tenho amigos que foram, e chegaram dizendo que na segunda-feira foi o dia mais exaustivo; pularam, dançaram, “louvaram” Jesus…
    a festa teve que continuar…

    só gostaria de entender a diferença entre esses “carnavais cristãos” e os do mundo. Os ritmos são os mesmos, a euforia é a mesma. Parece que existe apenas uma mascara no rosto de muitos católicos…

    Foi-se o tempo em que os santos se entregavam ao silencio, à meditação da paixão de NS…

  21. O título da foto poderia ser também: “O Papa renuncia e a Canção Nova nem tchum”. De fato, entre meus amigos católicos, apenas os conservadores e tradicionalistas “pararam” chocados e assustados pela notícia. Apenas estes lamentaram. Dentre meus conhecidos carismáticos (e não são poucos heim) nenhum, NENHUM mesmo, se manifestaram de alguma forma. Ou seja, isso mostra o nível de amor que esses meios carismáticos têm ao Santo Padre. O Papa renuncia e o pessoal tá com aquela conversinha mole sobre carnaval do mundo versus carnaval com Cristo (???), Palmeiras na segunda divisão (Vi um amigo católico postando sobre isso várias vezes no facebook. Sobre o papa, nem um pio!). Até mesmo protestantes lamentaram o fato e elogiaram a humildade do Santo Padre. Realmente, esse pessoal carismático e simpatizantes, estão pouco se lixando.

  22. Ao menos, neste dia, eles podiam rezar o slogan criado pelo Dunga, o nem tanto eficiente PHN – Por hoje não, por hoje não irei mais fazer macacadas!!

  23. Ora gente, claro que o momento não é oportuno pois aconteceu a renúncia, mas o cristianismo não é tristeza gente, também é alegria, cristão também é ser alegre e levar fé e alegria pras pessoas. Não podemos ficar criticando tudo e todos. Afinal, a igreja católica é ampla, é bom que possua várias correntes. Um abraço!