Francisco, Papa. Não venha a Roma, dê seu dinheiro aos pobres.

O Papa Bergoglio renova seu pedido feito já quando criado Cardeal em 2001.

carta_papa_nuncio_argentino (2)

Papa Francisco agradece as expressões de carinho do povo argentino

Além disso, solicitou a sacerdotes e fiéis que não viagem à Roma para a missa de início de seu papado -prevista para terça-feira, 19- mas sim que realizem “algum gesto de caridade para com os mais necessitados”.

Por Télam | Tradução: Fratres in Unum.com – O papa Francisco agradeceu hoje à Igreja argentina “as expressões de carinho e afeto” que recebeu após a sua designação como pontífice e solicitou aos sacerdotes e fiéis que não viajem à Roma para a missa de início de seu papado — prevista para terça-feira, dia19 –, mas realizem “algum gesto de caridade aos mais necessitados”.

Em uma carta assinada pelo núncio apostólico Emil Tscherrig, ele explica que o Papa solicitou que ele transmita aos bispos, sacerdotes, religiosos e a todo o povo de Deus argentino “seu agradecimento pelas orações e expressões de carinho, de afeto e de caridade que recebeu”.

“Ao mesmo tempo desejaria que em lugar de ir à Roma para o início de seu pontificado, no dia 19 de março, continuem com essa proximidade espiritual tão apreciada, acompanhando-a com algum gesto de caridade para com os mais necessitados”, conclui a carta.

A carta, assinada pelo núncio apostólico na Argentina, foi transmitida a todas as dioceses do país, em momentos em que nas comunidades católicas preparam delegações e comitivas para estarem presentes na Praça de São Pedro na terça-feira pela manhã, quando Jorge Bergoglio dará início ao seu pontificado com uma missa.

 Créditos da imagem ao caro amigo Fabiano Armellini.

64 Comentários to “Francisco, Papa. Não venha a Roma, dê seu dinheiro aos pobres.”

  1. Ó Pai Nosso que estais nos céus!!
    Cada dia , mais um deslize do Santo Padre, assim não dá.
    Quero ver a explicação dos católicos arco-íris-pollyanas, afinal de contas somos nós os exagerados e catolichatos.

  2. Ó esta humildade Rezemos para que nossa humildade não seja provada pelo ferro ardente da obediência pelo qual tantos outros já foram reprovados.

    Viva o Papa!

  3. Eu me atreveria a fazer uma pequena observação. Imaginem o tempo de Cristo e da Igreja primitiva. Não viagem, não venham ver Cristo, não venham ver os apóstolos, ou a mãe de Deus. Ao invés, deêm seu dinheiro da viagem aos pobres.
    Seria uma analogia correta?

  4. Parece até minha avó falando, uma professora de catecismo que não sabe o que é pecado (mortal e venial), os novissimos (morte, juizo particular, inferno ou paraiso), estado de graça, etc. tudo gira em torno do pobre.

    O resultado hoje é que os membros de minha familia que não apostataram (está aí outra palavra desconhecida das prof de catecismo), tem como orientador espiritual ou um pastor protestante ou um médium espirita.

    Aliás, em minha cidade não há um só padre que ao exemplo de São João Maria Vianey fica horas em um confessionário (outra coisa hoje que não mais existe) dando orientação espiritual. Mas os mediuns espiritas trabalham arduamente, ficam o dia inteiro recebendo pessoas que procuram uma orientaçao espiritual. O mesmo se diga dos pastores.

    São Maximiliano Maria Kolbe era franciscano e seus escritos ele atacava a maçonaria, o comunismo, defendia a leitura e estudos dos livros de São Luis Maria Grignon de Montfort, não tinha esse negocio de pobre.

    O verdadeiro franciscano pregava a penitencia, o voto de castidade – observando a pureza e a pobreza que os sacerdotes não tem. Há um total desprezo pelos sacramentos. Não há adoração ao santíssimo, a reza do rosário.

    A igreja já virou uma ONG assistencialista que só pensa no pobre.

  5. Só me permita uma observação: gesto de caridade, não é sinônimo de dar dinheiro aos pobres!!!

  6. Oque da mais frutos fazer um bem ao necessitado ou “ver” alguém?
    Abre a sua mão ao pobre, e estende as suas mãos ao necessitado. Provérbios 31:20

  7. Fratres, me permitam uma breve reflexão. No ano de 2005, quando Sua Santidade Bento XVI foi eleita, o Mundo se escandalizou. Surgiram polêmicas que a Igreja teria um retrocesso. Esse mesmo Mundo agora aplaude a eleição de Sua Santidade Francisco. Pela vida de todos os santos podemos concluir que, se o Mundo aplaude um cristão, não é um bom sinal, pois não se pode agradar a dois senhores.

  8. Thiago: é uma das analogias mais pertinentes que eu já li.
    Estamos sendo lançados na Via Crucis da Esposa.
    Deus tenha misericórdia de nós!

  9. Acho que Bergoglio foi colocado alí exatamente para atacar o Papado. Não é possível! Não faz nem questão de disfarçar… Se já é isso nos dois primeiros dias, imaginem o que não vem por aí…

  10. Recordando:

    Fraticelli: Extremos defensores das ideias de São Francisco de Assis, especialmente no que diz respeito a pobreza, e consideravam a riqueza da Igreja como um escândalo, e que indivíduos clérigos como tendo viciado o seu estatuto.
    Apareceram nos séculos XIV e XV, principalmente na Itália.
    Foram declarados heréticos pela Igreja em 1296 pelo Papa Bonifácio VIII.

    OMNIA INSTAURARE IN CHRISTO

  11. Sinceramente, eu só não entendo o porquê de criticarem até um simples gesto do papa. Que ótimo que ele pede que os que quiserem ir a Roma em lugar disso continuem rezando por ele e que façam uma obra de caridade em favor de necessitados.
    A Igreja precisa justamente disso: oração pelo papa e caridade.
    Ele não disse: doem o dinheiro aos pobres. Ele disse: “façam uma obra de caridade aos necessitados”.

    Acho que talvez alguns de nós aqui precisamos também um pouco mais de oração pelo papa e de caridade.

  12. Quando fizer o bem, não deixa que a mão esquerda saiba o que faz a direita. Humildade para espetaculizar a mídia? Que não se destrua a Santa Igreja em nome da “humildade”.

  13. Não vejo nada de errado em o Papa orientar os fiéis a praticarem a caridade. Não dá para comparar com o tempo de Cristo. Estamos falando em viagem internacional, sendo que hoje Cristo está presente em cada Sacrário por todo o mundo. Peçamos a Deus que nos ajude a crescer na fé, na esperança, na caridade e na humildade.

  14. Quantas reprovações! Quantas reprovações! Não estamos na Igreja Primitiva: é possível ver e seguir o papa mesmo daqui, da América Latina. É possível ler a homilia do papa acessando a Internet! O que é preferível, irmos até Roma para ver o Santo Padre ou “segui-lo” por meio da TV e alimentarmos um dos pequeninos, ensinando ao pequenino que é em obediência a Cristo e ao Santo Padre que aquele alimenta a ele está sendo oferecido?

    Respondendo ao que perguntaram: tenho quase certeza de que Jesus agiria sim desta forma: evangelize o pequeno, mas o cubra, o alimente. Vá buscar a ovelha perdida que sente fome do alimento para o corpo e do alimento para a Alma!

    O padre em momento algum pediu para que APENAS alimente o pobre!

    Santa Maria, perdoai-nos!

  15. Deus conserve esta sinceridade e intenção do Papa Francisco, que a sua obediência continue sempre sendo a de servir a Deus, fazer a vontade do Pai, assistir e amar os necessitados. Menos luxúria, menos arrogância, menos soberba, e mais muito mais caridade, isto de fato é o que a humanidade precisa. Deus abençoe o Papa, que Ele seja mesmo o coração de Deus, encarnado e ressuscitado em Jesus Cristo. Que seu coração ouça sempre a voz do Espírito Santo de Deus a nos orientar e nos levar a grande e eterna caminhada, Jesus Cristo seja louvado. Amém.

  16. “Aproximou-se dele uma mulher com um vaso de alabastro, com ungüento de grande valor, e derramou-lho sobre a cabeça, quando ele estava assentado à mesa.
    E os seus discípulos, vendo isto, indignaram-se, dizendo: Por que é este desperdício?
    Pois este ungüento podia vender-se por grande preço, e dar-se o dinheiro aos pobres.
    Jesus, porém, conhecendo isto, disse-lhes: Por que afligis esta mulher? pois praticou uma boa ação para comigo. Porquanto sempre tendes convosco os pobres, mas a mim não me haveis de ter sempre…Em verdade vos digo que, onde quer que este evangelho for pregado em todo o mundo, também será referido o que ela fez, para memória sua.
    Mateus 26:13″. ( Mateus 26)

    Essa demagogia daqueles envenenados pelo fermento podre da TL simplesmente me mata!

  17. A cada dia que passa, sinto mais medo.

  18. “Não tinha esse negócio de pobre”. Basta ler Mt 25,34-46
    Quanto à postura do Papa de recomendar que o dinheiro da viagem seja guardado e enviado aos necessitados, não acredito que uma coisa exclua a outra. As comunidades que se organizam para fazer uma viagem até Roma certamente podem se organizam para viver na oração e nas verdadeiras obras de caridade. Ao menos o Santo Padre reconhece a importância da proximidade espiritual dos membros da Igreja.
    Imaginem só: Não façamos o Concílio de Trento: o dinheiro pode ser dado aos pobres.

  19. Renato, o Papa sugere um gesto de caridade feito EM VEZ DE IR A ROMA. Qualquer homem médio compreende que o gesto de caridade deveria ser feito com os meios que seriam usados para ir a Roma.

  20. Para que ir a Roma se não são mais seus “diocesanos”? Ora ele foi escolhido pelo conclave para ser o bispo de Roma. Então a festa é para os romanos. O que mais ele precisa fazer ou dizer para que tenhamos a plena certeza da recusa implícita do Supremo Pontificado? E pior, tudo sendo dito e feito em nome da humildade e da colegialidade…

  21. Rezemos meus caros irmãos.
    Pelo menos posso afirmar que, esses momentos iniciais não estão sendo fáceis para nós, que estamos comprometidos com Cristo e com a tradição. Para muitos isso é “frescura”, mais dói ver que nosso Sumo Pontífice não tem uma boa visão e um apreço pela sagrada liturgia e pela expressão da sacralidade a qual ela transmite.
    Confesso a vocês que nesse início, estou entre a CRUZ E A ESPADA. Nunca imaginei que pudesse ter tais pensamentos em relação a um Sumo Pontífice.
    Me esforço muito para perceber, a vontade do Espírito Santo de Deus para a igreja nesse momento em que vivemos.

  22. Espero que o Papa Francisco mostre para os tradicionalistas que nem todo aquele que fala pelos pobres é um adepto da TL. E que consiga mostrar aos orgulhosos da TL que caridade sem Jesus Cristo é apenas filantropia. Tomara.

  23. Caríssima Maria (15 março, 2013 às 10:39 am. Não deves temer. Jesus disse: “Ó pequeno rebanho, tem confiança, Eu venci o mundo”. É preciso que rezemos com fé, humildade, confiança e perseverança. Temos um Pai no Céu e também uma Mãezinha que disse: “Por fim meu Imaculado Coração triunfará!”.

  24. Se perdeu completamente a noção do que significa o Papa, seu poder espiritual. Imaginem o valor e os frutos de uma missa celebrada pela máxima autoridade espiritual da Terra, simplesmente o representante de Jesus Cristo? Imagem o valor de uma benção dessa pessoa?

    E no entanto ele simplesmente orienta que não venham a Roma, não venham assistir a missa… e como contraponto, falso, ele diz para que o dinheiro seja doado aos pobres, como se houvesse uma enorme incompatibilidade entre uma coisa e outra. Está aí o escândalo. E ele ainda sai por cima, ficando super bem com a mídia e ainda constragendo, ainda que não fosse sua intenção, quem reservou o dinheiro para ir a Roma assistir sua missa.

    Esses serão aqueles que preferiram viajar a doarem seu dinheiro aos pobres…

  25. Triunfará sobre os hereges, liberais, modernistas, colegiais democratas, usurpadores, fariseus, enfim, triunfará sobre todos aqueles que um dia intentaram destruir a Igreja de Cristo !

  26. Simone, Nosso Senhor está sim presente substancialmente presente na Eucaristia, graças a Deus, este milagre é magnífico e nós louvamos e Deus e bendizemos por tê-lo tão perto de nós, a ponto Dele mesmo querer se unir a nós. Mas Ele também instituiu pastores legítimos que possuem a marca do sacramento da ordem. Basta ler os Atos dos Apóstolos e ver a história da Igreja, é de praxe os fiéis se refugiarem nos pastores e principalmente nos santos, sejam pastores ou leigos, para alcançarem graças especiais. As pessoas perseguiam a sombra de são Pedro para serem curadas e pegavam todos os objetos tocados por são Paulo como relíquia. Essa é a grande beleza da Igreja. Nós somos também governados VISIVELMENTE por Cristo na pessoa do Papa e dos bispos. O próprio são Pio X, pessoas narram milagres atribuídos aos simples contato com ele. Ele, humilde, não atribuía os milagres à sua santidade pessoal, mas ao poder das chaves.

  27. “Por hora subsistem as três: a Fé, a Esperança e a Caidade. Mas a maior delas é a CARIDADE”.

    Paulo trabalhava para pagar seu sustento. Fazendo isto e escrevendo o que escreveu seria acusado de TL e de falso humilde pelo visto.

  28. Qual o problema em fazer este comentário? Além de preservar suas tradições, desde Pedro, a Igreja deve também (principalmente) EVANGELIZAR E PRATICAR A CARIDADE. Antes do surgimento dos Estados superpoderosos, eram os indivíduos, era a Igreja, e as organizações de caridade (leigas, até), que cuidavam do pobre. Pobreza, hoje, virou uma “questão social”. Os resultados? Basta olhar em volta. O Estado deve se limitar a criar um ambiente que permita a prosperidade, para as pessoas cuidarem de suas vidas. E ajudarem os pobres…

  29. Se esse Papa renunciar por atitudes o Ministério Petrino, simplesmente ele será um simples cardeal como era antes,ainda mais se comprovar que a renúncia de Bento XVI não foi por livre e espontanea vontade.

  30. A caridade não pode ser interpretada à sombra de ironias. Se não há caridade não há verdade. Assim bem nos ensinou Bento XVI. Se o papa Francisco, que ja aprendemos a adimirá-lo por quebrar o protocolo com seus gestos, estiver fazendo estas ações por uma dissimulação, e por querer ironizar o papa anterior que mostrou-nos a beleza da Igreja, então, realmente a Igreja continuará a mesma: ações de um “bem aparente” com fins de competitividade. Ações que o papa Bento XVI tanto reclamou de nós cristãos.

    Rezei e venho rezando para que o papa Francisco não seja “produto de um meio” de carreirismo e competitividade. Penso que em seu coração há muita bondade, há o desejo de fazer-nos crescer na fé e na autentica caridade. Que o veneno da dissimulação seja banido de nossas ações. Somos cristãos e aqui aplica-se um estilo de vida muito positivos à todos nós.

    Rezemos pelo papa.

  31. Alguns amigos que estavam na Praça São Pedro no dia do anúncio,diseram-me que muitas pessoas após verem as” atitudes humildes” desse Papa bradavam o nome de Bento XVI!

  32. Só para nos lembrarmos. Dia 19/03 dia da posse do Papa é o dia de São José !!!

    Também para constar o Papa cita nesta mesma carta que “continuem com esta proximidade espiritual”. mas ao invés de gastar indo a Roma que faça-se um gesto caritativo.

    TL ?? Creio que não.

    São José Patrono da Igreja – Orais por nós !!!

  33. Vejam isto……..

    La Fundación Alameda felicita a Jorge Bergoglio y a la Iglesia Católica por su decisión de elegir un Papa que demostró durante años su respaldo a la lucha contra la trata de personas, la esclavitud y la exclusión.

    http://www.fundacionalameda.org/2013/03/un-papa-por-un-mundo-sin-esclavos-ni.html

  34. Infelizmente, a presença nefasta da TL embotou os nossos de preconceito contra a humildade e caridade, mesmo sabendo que são ínsitas à doutrina e à própria Salvação. Hoje simplesmente vemos um gesto de caridade como “cheiro de TL no ar”.

    Eu já disse que o melhor, ainda, é aguardar e orar. É bem verdade que tornar dom Lorenzo Baldisseri cardeal, independentemente de retomar uma tradição esquecida pelo Concílio Vaticano II (fazer cardeal o Secretário do Conclave), foi um soco na boca do estômago e me fez acender o sinal amarelo.

    Agora, essa simpatia progressista, me perdoem, é fruto da senilidade e desespero de um setor da Igreja que ora continua a agonizar. Querem-se aferrar ao novo Papa, em face de algumas novidades que envolvem a sua eleição, como se este foste a redenção do progressismo na Igreja. O histórico de Bergoglio em Buenos Aires não indica que ele será nenhum defensor das tolices sem fim do lado putrefato da Igreja de Cristo. Depois ficarão ressentidos, sentindo-se traídos e recomeçará a velha cantilena da matilha octogenária…

  35. Marta
    15 março, 2013 às 10:56 am

    Espero que o Papa Francisco mostre para os tradicionalistas que nem todo aquele que fala pelos pobres é um adepto da TL. Tem tradicionalista que diz que Jesus era tl? E que os evangelhos fazem parte da carta da mãe terra?

  36. Bem, quando o Papa Bento estava na cátedra de Pedro, os protestantes diziam que João Paulo II ressuscitaria… a profecia falhou, parece-me que quem ressuscitou na cátedra foi Paulo VI.

  37. Nos tempos em que estamos, me contento se o Papa defender a sã doutrina, não favorecer nenhuma heresia, e defender a Igreja. No mais, não vou rasgar as vestes por causa de um simples conselho como esse.

  38. Da entrevista com Hans Kung:

    “Esse é o ponto mais difícil?
    Veremos se ele terá a força necessária. As reformas necessárias são conhecidas: o papel da mulher, a encíclica Humanae Vitae, portanto a contracepção, a ordenação de mulheres, o ecumenismo com as outras Igrejas, a abertura da Igreja aos dramas do mundo, da moral sexual na África ao restante.

    O primeiro papa não europeu refortalecerá ou enfraquecerá a Igreja europeia em crise?
    Ele só pode ajudá-la. Os problemas da Igreja, do celibato à crise das vocações, são problemas mundiais. Busquemos ser felizes pelo fato de um papa extraeuropeu abrir novas perspectivas”.

    Livrai-nos, Senhor, deste “teólogo católico”!

  39. Agora, se há algo para se assustar, é o suposto apoio recebido pelo novo Papa no conclave, conforme divulgado no Corriere Della Sera: Tarcísio Bertone, Angelo Sodano, e Angelo Martino. Chega a me dar arrepios!

    (http://www.corriere.it/esteri/speciali/2013/conclave/notizie/15-marzo-accordo-che-ha-portato-oltre-90-voti-calabro_13d454b0-8d38-11e2-b59a-581964267a93.shtml

  40. A comunidade judaica em Buenos Aires é grande (resquício dos tempos de prosperidade da Argentina – em alguns lugares do centro da cidade, é possível vê-los aos montes) e o Papa foi muuito amigo deles.

    Mas chegar ao ponto de relembrar a Noite dos Cristais (incidente contra judeus na Alemanha nazista) dentro da Catedral de Buenos Aires é um pouco demais. Já festejou até Hanukah com eles!

    Cumprimentos da B’Nai Brith: atestado de heterodoxia. Um amigo avisou que, se eles aprovarem, estaremos em maus lençóis…

    Viva, Papa Francisco, e acorde dos pesadelos ecumênicos e inter-religiosos; esqueça a “unidade religiosa” do sinédrio mundial, porque, nela, a Igreja desaparece para dar lugar ao Bezerro de Ouro.

    Sugestão do Luiz (acima):

    – Maçonaria judaica elogia Francisco I:

    http://www.bnaibrith.org.ar/website/contenido.asp?sys=2&id=1372

  41. Li os comentários de Hans Küng citados nesta página. E também os de Leonardo Boff. Ambos elogiam o papa. Era de se esperar: para essa gente, ajudar os pobres faz parte da agenda da “igreja progressista”. Estão errados: faz parte da TRADIÇÃO DA IGREJA. Daqui a uns seis meses, os dois estarão criticando Francisco I por não ter “modernizado” a igreja. Podem apostar! Tenho certeza que o papa não vai mexer na estrutura da Igreja: vai deixar os seus burocratas no Vaticano cuidando da contabilidade da Igreja, e vai EVANGELIZAR por todo o mundo! Vai esvaziar as igrejas protestantes, e reconverter os ateus. Que é o que precisamos.

  42. São “palmeiros” os que vão à Terra Santa e “romeiros” os que vão a Roma…daí provém o nome dessa antiga tradição religiosa: romaria. A Bíblia por si só é um testemunho escrito de uma peregrinação que marca o caminho do homem em busca da eterna felicidade, destino para o qual, Deus o havia criado. Podemos dizer que é algo comum a quase todas as religiões que adotaram as peregrinações como forma de culto religioso. O seu postulado fundamental é que a divindade exerce, em determinado lugar, influxos e benefícios especiais para os que a visitam. Concede-se indulgência plenária ao fiel que recebe com piedosa intenção a Bênção “Urbi et Orbi” dada pelo Sumo Pontífice.
    Jesus, Maria e José peregrinavam frequentemente a Jerusalém pra cumprirem os preceitos religiosos e foi numa dessas peregrinações que Jesus ficou entre os doutores do Templo ensinando ( mistério gozoso do Santo Rosário).
    Ora, nada mais normal pra um fiel Católico que tenha condições pra isso, querer ir a Roma receber a primeira bênção do Pontífice! A Igreja concede indulgência plenária ao fiel que visitar com devoção e aí recitar o Pai-nosso e o Credo:
    1° Uma das quatro Basílicas Patriarcais de Roma, ou em peregrinação com outras pessoas, ou ao menos no correr da visitação demonstrando sentimento de filial obediência para com o Romano Pontífice;
    Tremendo balde de água fria é esse mesmo Pontífice dizer:
    _ Não venha não. Dê esse dinheiro aos pobres!
    Ele deveria mandar esse recado era para os políticos aborteiros e chefes de Estado pró-gay que o Vaticano convidou pra sua posse!

  43. Hoje, em sua primeira audiência na sala clementina, o Bispo de Roma, Francisco, dispensou mais uma vez a utilização da mozeta papal de cetim vermelho, que tem as bordas de pelo de arminho branco e a estola pontifícia, sempre utilizadas pelo querido Bento XVI. Sinais precisos nos primeiros dias de “pontificado”!

    Além do fato de que quando os cardeais dirigiam-se para cumprimentá-lo, Francisco antecipadamente abria os braços, de modo que parecia procurar evitar que os cardeais beijassem sua mão.

    OBS: Segundo Dom Odilo, Dom Lorenzo Baldisseri já é cardeal anunciado. “Ele se encontra na condição de cardeal anunciado, mas não foi oficialmente criado cardeal”, explicou Dom Odilo. “Ele é um cardeal anunciado, e agora é preciso aguardar como vai acontecer. Pela normalidade, no próximo consistório ele será o primeiro nomeado. Mas pode haver algum gesto novo. eventualmente o Papa pode dar as insígnias em uma cerimônia antes do consistório”, disse. “O que é mais certo é que será no próximo consistório”.

    Fonte: http://g1.globo.com/mundo/novo-papa-francisco/noticia/2013/03/italiano-que-foi-nuncio-no-brasil-e-cardeal-anunciado-diz-dom-odilo.html

  44. Cada vez fica mais claro a volta do estilo “wojtyliano” ao papado. João Paulo II também não costumava usar a mozeta papal. Nos últimos anos de seu pontificado, ela praticamente desapareceu. Eu fico imaginando o desgosto de mons. Guido Marini, tão zeloso pelas vestes papais…

  45. Que ele seja muito coerente com o nome e a razão do nome tomado de São Francisco de Assis, e, como o Pobrezinho de Assis, vá pregar entre os muçulmanos como fez o Santo. Bem, ele poderia começar pelos seus amigos judeus e depois ir aos maometanos. E farei votos de pleno sucesso, afinal, que coisa melhor poderia ocorrer ao mundo que não a conversão dos judeus e muçulmanos a Cristo?

  46. Padre Elcio Murucci
    15 março, 2013 às 10:59

    ” Não deves temer. Jesus disse “Ó pequeno rebanho, tem confiança, Eu venci o mundo.” É preciso que rezemos com fé, humildade, confiança e perseverança. Temos um Pai no Céu e também uma Mãezinha que disse: “Por fim meu Imaculado Coração triunfará.”
    É o que acredito firmemente. Sem isso, nada sou. Que Deus nos dê coragem.

  47. O comentário da Gercione Lima em 15 março, 2013 às 10:37 am, atingiu o cerne da questão. Eu não sei por que tem-se que se dizer ao mundo que é humilde. A verdadeira humildade não é assim…

  48. Detalhe a observar da reportagem: a orientação da Papa é para a Igreja argentina, não a toda a Igreja. E imagino que ele tenha dito isso para evitar um excesso de patriotismo por parte de alguns argentinos. Se este fosse o caso, realmente, dar esmola seria muito mais proveitoso.

  49. É interessante notar as primeiras diferenças entre este novo Papa e seu predecessor imediato, Bento XVI. Ratzinger pouco antes de assumir o pontificado pediu aos católicos que rezassem para que tivesse forças na luta contra os “lobos”. Já o atual Papa Francisco brinda com eles: “Que Deus nos perdoe pelo que fizemos”. (pelo menos foi isso que a imprensa noticiou). É muito cedo para tirarmos qualquer conclusão, mas as expectativas não são muito animadoras.

  50. De início, penso que “existe alguma coisa estranha no reino da Dinamarca”, segundo diria William Shakespeare (Hamet). Se não, vejamos: esta frase me lembra o “sábio” conselho de Judas: Poder-se-ia vender este perfume e dar o dinheiro aos pobres.” Ao que Cristo respondeu: “Aos pobres, sempre tendes convosco, mas a mim, nem sempre tereis.” (Mateus 26). Penso que o papa Francisco que se firmar como o Politicamente Correto (andar de Ônibus, andar de carro não oficial etc).
    – A primeira coisa que deveria fazer o novo papa, seria pegar um AVIÃO SUPERSôNICO (e não helicóptero) e visitar o papa emérito Bento XVI para rogar uma bênção especial sobre o seu futuro ministério (que eu saiba, não o fez até o presente momento).
    – Meus gurus prediletos (que não erram nunca), Leonardo Boff (no seu Twitter) e presidentA Dilma, teceram excelentes comentários sobre ele. A Dilma inclusive cancelou todos os seus compromissos da próxima semana para visitá-lo em Roma. Detalhe: Dilma, presidente do Brasil, foi a última chefe de Estado que enviou mensagem com relação à renúncia do papa Bento (demorou quase um mês, e somente o fez após longa pressão dos católicos, inclusive a minha);
    – O gde Leonardo Boff revelou inclusive que Papa Francisco apoiou adoção de uma criança por casal gay há pouco tempo e diz que novo Papa nunca abandonou a Teologia Marxista da Libertação.
    – Ao optar por ônibus (e no futuro, andará de bike?) e não veículo oficial, espero que atitude do papa não seja do politicamente correto para aparecer na mídia, e sim um verdadeiro sinal de humildade e solidariedade. Estranho: fez questão de sentar-se ao lado de Dom Raymundo, arcebispo de Aparecida. Por quê? Recordemos a 5ª conferÊncia geral do episcopado latino-americano,que foi aberta pelo saudoso papa emérito Bento XVI. Buenos Aires estava concorrendo fortemente para acolher a conferência, mas prudentemente, o papa Bento XVI escolheu Aparecida do NOrte-SP, de D. Raymundo Damasceno. Na época, os religiosos ficaram “furiosos” com a sede escolhida.
    – Estranho, muito estranho, a mídia mundial (governada pelo “Bilderberg club”) tecer inúmeros elogios a cada passo do papa Francisco, e compará-lo ao do pontificado de Bento XVI (denegrindo a sua imagem e trabalho a frente do Vaticano). Veja os comentários da Globo, Veja, Times…
    Muito, muito estranho o comportamento do santo padre papa Francisco até o momento. Espero, sinceramente, que eu esteja errado nas minhas conclusões, mas é o que venho sentido no fundo do meu coração.

  51. Enoque, Bento XVI também brindou com os Cardeais na noite em que foi eleito. Não vamos procurar problemas onde não há. É tradicional o brinde do Santo Padre eleito com o colégio que o elegeu. E não esqueçamos que Bento XVI solicitou encarecidamente que os Senhores Cardeais permanecessem na Casa para cearem todos juntos…
    Quanto à luta contra os lobos, acho que Sua Santidade Bento XVI não foi obedecido por nós. Afinal, pediu que rezassemos para “que por medo não fuja dos lobos”. Resultado: SS Bento XVI renunciou.
    Somos um bando de molengas. Nem rezar o suficiente pelo papa nós rezamos.
    E agora nos colocamos a acusar o novo papa antes mesmo de ele iniciar seu ministério.

  52. “….continuem com essa proximidade espiritual tão apreciada, acompanhando-a com algum gesto de caridade para com os mais necessitados”
    Estão querendo dar o sentido de “gesto de caridade” com um simples, dê dinheiro?
    Meus irmãos, como católicos bem esclarecidos que são, bons conhecedores da Doutrina como se mostram em muitos comentários, sabemos que dar apenas dinheiro não é a verdadeira caridade cristã.

    Infelizmente vejo muitos criticando qualquer coisa que aparece sobre o Papa Francisco, de certa forma tudo é motivo, se tem postura humilde, é porque é demagogo, populista, TL. Se fosse ao contrário seria por soberba.
    Por acaso não acreditam que foi Deus Quem fez o Cardeal Bergoglio se tornar Papa? Não acreditam que foi a Providência Divina quem o elegeu?

    Ele mal foi eleito, e vejo muitos já fazendo troça e despejando críticas. Uma postura quase beirando o farisaísmo. “ah ele fez isso, ah deixou de fazer aquilo”
    Longe de mim querer julgar alguém aqui, peço desculpas se assim parece. Não escrevo aqui para termos um otimismo cego e frívolo, mas devemos sim ter a grande virtude cristã da Esperança!
    Já tivemos a família Bórgia comandando a Igreja e ela se manteve de pé. Pois “… as portas do inferno não prevalecerão contra ela.” Essa é a promessa de Cristo, esse é o legado deixado a Santa Igreja!
    Que não seja feita a nossa vontade e sim a vontade do Senhor.

    A Igreja precisa do seu Papa, assim como precisa de nós. Não é nada útil a critica exacerbada, e sim orações. Oremos para que o Papa Francisco seja o Papa que precisamos, que seja o pastor para unir as ovelhas, além de resgatar as perdidas. Cardeal Bergoglio não existe mais e sim o Papa Francisco.

    Quanto a Genézio Boff, Hans Küng, a grande mídia e demais apóstatas, nunca ligamos para suas opiniões contra a Igreja e contra o amado Bento XVI. Por que iremos dar importância agora??
    Isso é tudo fogo de palha, tudo mudará na primeira vez que o Papa criticar o que eles tanto defendem.
    Aliás. já tem muito esquerdista inventando acusações, além de alguns “famosos” criticando pelas posições contrárias do Papa contra a adoção de crianças por casais gays, por exemplo.

    Não podemos ainda condenar um pontificado que só tem 2 dias. Tenhamos Esperança, além da Fé e Caridade. Cristo não abandona os seus! Oremos pelo Papa Francisco!!

  53. Kleber,
    O que quis dizer na verdade é que enquanto o Papa Bento XVI admitia a existência de “lobos”, o atual, muito provavelmente, não admitirá tal realidade. E ainda me atrevo a prever que será um Papa da “conciliação”.
    Sinceramente? Um Cardeal que se submete ajoelhado às “bênçãos” de pastores protestantes e rejeita a excelência da liturgia tradicional, não merece usar o anel de pescador. Ele nos envergonhou enquanto católicos.
    Quanto à renuncia de Bento XVI, acredito que nem toda a oração do mundo poderia mudar este acontecimento. É algo muito tremendo o que está acontecendo com a Igreja, que, ao meu ver, somente algo sobrenatural, extraordinário pode mudar.
    Eu queria entender porque essa obsessão por esse ecumenismo, que eu saiba Cristo não ordenou aos Seus discípulos que promovessem a “paz” no mundo, tão pouco a união entre religiões. Essas contradições, para mim, cheiram à enxofre.

  54. Que o novo papa seja um retrato fiel de São Francisco de Assis.

  55. Acho (posso estar errado) que o Papa Francisco não fará muitas viagens internacionais (pelo menos). É muito gasto para o Vaticano e para os países que recebem sua visita! Com certeza empregará este dinheiro “con algún gesto de caridad hacia los más necesitados”. Assim acho, mesmo porque, há uma crise econômica quase mundial, e com certeza, muitos estão passando necessidade!!!

  56. Sendo assim, não é para ninguem ir para Jornada Mundial da Juventude, o dinheiro das passagens e hospedagens da para ajudar bastante pobres.

    Depois dessa transição de Papa passei a prestar mais atenção nas profecias de Garabandal, ainda mais qdo soube que teve crédito do Santo pe Pio.

  57. Gente, muitos não estão entendendo o pedido do Papa. Todos os que viajarem para Roma, principalmente os argentinos, normalmente vão pela vaidade de terem um Papa da sua terra. Entendo que é uma alegria participar da primeira missa dele, mas por outro lado, é um gasto apenas vaidoso. Não é uma necessidade a presença de todos, mesmo porque haverá milhares de pessoas lá, que já estão esperando este momento. O dinheiro que gastariam na viagem, que não seria pouco, poderá ser revertido aos pobres. Isto é ser um homem de Deus, que não está preocupada com as vaidades terrenas. Quem deixa de gostar dele por causa disto, está apenas valorizando o material, não o espiritual.
    Eclesiastes 2:11: “Considerei todas as obras que fizeram as minhas mãos, como também o trabalho que eu, com fadigas, havia feito; e eis que tudo era vaidade e correr atrás do vento, e nenhum proveito havia debaixo do sol.”

    Leia mais: http://www.gotquestions.org/Portugues/Livro-de-Eclesiastes.html#ixzz2NiA2JGiT

  58. Tristeza, é o que sinto. Não pela notícia, mas pelos comentários… de “católicos”. Católicos que têm um novo Papa há 2 dias e o julgam, sem a menor vergonha. Vergonha, eu sinto, porque as pessoas acham que os sites são uma espécie de tribunal, aonde se fere a dignidade do Santo Padre sem ao menos conhecê-lo melhor. A carta pode ser interpretada de duas formas claras:
    1- o Papa gostaria que os católicos praticassem mais a caridade (não é o mesmo que esmola) e começou a demonstrar isso através do clero OU
    2- o Papa está sendo demagogo para parecer bonzinho e soturnamente, irá proclamar a TL deturpada, que pelo jeito, é o que todos aqui têm medinho.

    O que me envergonha e me entristece é perceber que todos os que estão julgando mal, os que estão com medo, esqueceram de um detalhe. O detalhe que os deu VIDA, mãos e olhos para estrem diante de seus computadores escrevendo contra o Papa. Esqueceram que DEUS é quem guia a eleição do Papa. Esqueceram que se DEUS colocou na cátedra um homem mau, ELE pode torná-lo bom. O Papa não é apenas carregado. Ele carregará a cruz de Cristo. E vocês já estão cuspindo nele. Tenham temor de Deus e fiquem com Ele.

  59. JMJ 2013 vamos não, vamos dar o dinheiro aos pobres…

  60. Porque meu comentario nao foi publicado?

    • JWCavallaro, há centenas de comentários aguardando moderação… Por favor, estamos tentando fazer o nosso melhor para liberar os comentários com rapidez (o blog está em recesso), e não é possível responder individualmente a cada um dos comentários recusados. As razões podem ser inúmeras, até mesmo o do comentário não ter chegado ou ter sido considerado spam. Queira reenviar, por gentileza, o seu comentário.

  61. Prezada Karen, os que aqui manifestam seu temor o fazem porque Francisco tem um passado não muito compatível com aquilo que a imensa maioria dos leitores preza: a Tradição Católica, que nos dá o único critério seguro para avaliar o que quer que seja em nossa Igreja e em nossa vida. Estude história da Igreja e confira. Nem todos os papas foram bons papas, infelizmente. Mas que tudo está sob os olhos de Nosso Senhor, isso ninguém duvida.

  62. PAX

    Queridos irmãos!

    O Papa Francisco pediu que se fizesse um gesto de caridade para com os mais necessitados, que mal há neste pedido? Gostariam que ele dissesse que entregassem seu dinheiro aos políticos? Jesus disse: “O que fizerdes a um dos meus irmãos mais pequeninos foi a mim que o fizestes.” (Mateus 25: 31-45). Os pobres são os ”irmãos” do Senhor. Todos os Santos entenderam assim esse texto. Porque criticar o Santo Padre? Só porque ele não é um dos 4 bispos da Fraternidade São Pio X? Só porque ele não fará a Igreja Católica retroceder até a Idade Média como voces querem? Só porque ele não aprova a pompa, o glamour do Clero romano europeu? Só porque ele não mandará para a fogueira os que não são católicos? Ou não condenará com anátemas os protestantes? Só porque ele não usará uma linguagem ofensiva para com quem não crê no que a Igreja crê? É isso?

    Será que São Pedro, a Santíssima Virgem e os demais apóstolos aprovariam o comportamento glamuroso, que chegou a escandalizar, e a afastar de Cristo e sua Mãe, dos Papas e Prelados da Igreja medieval e moderna? O povo católico de bom senso pedem mudanças! Não naquilo que é imutável, inegociável (no caso o Dogma e a Tradição perene), mas pedem simplicidade, pobreza, desprendimento de bens materiais, que sejam como Cristo e sua Mãe e os apóstolos e os santos que levaram vida pobre e simples e penitente. Será que isso é heresia? Chega de medievalismos! Chega de saudosismos! Chega de infantilidades, irmãos! Quem não consegue se adaptar às novas realidades deveria procurar urgentemente um consultório psiquiátrico ou um psicólogo para tentar resover este problema.

    Fiquem em paz!

    José Antônio.

  63. O Rafael lá em cima, disse que não havia este negócio de pobre, e cita Mateus. Você conhece só este capítulo da Bíblia, Rafael? Por que não lê mais um pouquinho? Quem sabe poderá chegar a-
    A preocupação sincera para com os pobres caracteriza a religião verdadeira. (Tg 1:27; 2:1-4)
    De fato, conforme indicado por Jesus, fazer bem aos “mínimos destes [seus] irmãos” é o que diferencia as “ovelhas” dos “cabritos”. (Mt 25:31-46)
    E em Coríntios 13 – 2. Mesmo que eu tivesse o dom da profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência; mesmo que tivesse toda a fé, a ponto de transportar montanhas, se não tiver caridade, não sou nada.

    3. Ainda que distribuísse todos os meus bens em sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, se não tiver caridade, de nada valeria!

    4. A caridade é paciente, a caridade é bondosa. Não tem inveja. A caridade não é orgulhosa. Não é arrogante.

    5. Nem escandalosa. Não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não guarda rancor.

    6. Não se alegra com a injustiça, mas se rejubila com a verdade.

    7. Tudo desculpa, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.

    8. A caridade jamais acabará. As profecias desaparecerão, o dom das línguas cessará, o dom da ciência findará.

    9. A nossa ciência é parcial, a nossa profecia é imperfeita.

    10. Quando chegar o que é perfeito, o imperfeito desaparecerá.

    11. Quando eu era criança, falava como criança, pensava como criança, raciocinava como criança. Desde que me tornei homem, eliminei as coisas de criança.

    12. Hoje vemos como por um espelho, confusamente; mas então veremos face a face. Hoje conheço em parte; mas então conhecerei totalmente, como eu sou conhecido.

    13. Por ora subsistem a fé, a esperança e a caridade – as três. Porém, a maior delas é a caridade.

    Precisa de mais alguma coisa?