Órgão da CNBB chama de “retrocesso” ter pastor Feliciano na CDH.

UOL – 22-03-2013 – A CBJP (Comissão Brasileira Justiça e Paz), organismo vinculado à CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), manifestou nesta sexta-feira (22) por meio de uma nota oficial “sua solidariedade” às mobilizações sociais contrárias à permanência do deputado Marco Feliciano (PSC-SP), que é pastor evangélico, na presidência da CDH (Comissão de Direitos Humanos e Minorias) da Câmara dos Deputados.

O órgão avalia como “justos” os questionamentos à eleição de Feliciano para o posto. Segundo Secretário Executivo da CBJP, Pedro Gontijo, os acordos políticos que permitiram que o deputado fosse indicado e eleito por seus pares não podem superar a essência da comissão, que é tratar de questões relacionadas aos direitos das minorias.

“O episódio deixa transparecer a frágil e incompreendida pauta dos direitos humanos entre alguns partidos políticos que, ao colocá-la em segundo plano, retrocederam nas suas escolhas e prioridades”, diz a nota, sem citar o nome de Feliciano.

“A imediata reação contrária à nova presidência da CDHM reforça a convicção de que a atuação da Comissão no parlamento não pode retroceder e que sua missão transcende os interesses particulares, tendo em vista que os objetivos da CDHM presumem uma interação constante com a sociedade civil”, argumentou Gontijo no documento.

Questionado pelo UOL se a manifestação do órgão não poderia criar um mal-estar entre com parlamentares e seguidores de igreja evangélicas e o grupo católico ao qual pertence, Gontijo disse que a preocupação com a manutenção dos trabalhos da comissão da Câmara ultrapassa a questão religiosa.

“O mérito da discussão não é a religião. A questão dos direitos humanos ultrapassa qualquer confissão religiosa. O questionamento não tem a ver com o presidente da comissão [que é pastor], mas com as posições que ele assume como presidente”, afirmou Gontijo ao UOL.

Feliciano é réu em dois processos no STF (Supremo Tribunal Federal): em uma ação penal, em que foi é denunciado por estelionato e, em outro por conduta homofóbica e racista em uma postagem feita no Twitter. O post dele dizia: “A podridão dos sentimentos dos homoafetivos levam ao ódio, ao crime, à rejeição”.

Desde que foi eleito para presidir a comissão, Feliciano não conseguiu dar andamento aos trabalhos sem que houvesse manifestações e discussões de grupos contra e a favor dele que interrompessem as atividades da comissão.

Na última quarta-feira (20), um grupo de deputados chegou a lançar uma frente parlamentar para “garantir um espaço de discussão das minorias” como forma de mostrar que não legitimam as atividades da comissão com Feliciano na presidência.

Nos últimos dias, os rumores sobre a renúncia de Feliciano à presidência da comissão e as negociações para substituí-lo no cargo têm envolvido uma série de parlamentares, inclusive o próprio presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN).

Alves disse que pretende resolver esta questão na próxima semana.

Tags:

37 Responses to “Órgão da CNBB chama de “retrocesso” ter pastor Feliciano na CDH.”

  1. CNBB, por que não te calas?

  2. “O mérito da discussão não é a religião. A questão dos direitos humanos ultrapassa qualquer confissão religiosa…” tsc tsc tsc tsc

    “importa antes obedecer a Deus que aos homens” (At. 5:29)

  3. Sem querer defender levianamente o protestante em questão (até pela acusação de STF), mas não deveria ser a CNBB mais prudente em seus pronunciamentos associados? “A questão dos direitos humanos ultrapassa a questão religiosa?”. E mais: o processo contra “homofobia” é por ele ser a favor dos direitos da família (ou seja, contra o casamento gay, contra a adoção por pessoas de mesmo sexo, etc…) ou por ele discriminar e agredir levianamente homossexuais? De acordo com qual seja o posicionamento a respeito, o deputado pode (veja bem, pode!!!) estar sendo perseguido injustamente…

  4. CRISTOFOBIA (a nova perseguição religiosa): “Lembrai-vos da palavra que vos disse: Não é o servo maior do que o seu senhor. Se a mim me perseguiram, também vos perseguirão a vós” (João 15:20)
    Lamentavelmente, estamos vivendo numa ditadura da minoria (leia-se: homossexual) em detrimento da maioria da população (heterossexual). A família legítima (formada pela união entre homem e mulher) deve ser defendida até as últimas consequências, doa a quem doer e custe o que custar. Trata-se de um direito inalienável da sociedade. Aliás, o casamento gay ameaça inclusive a paz, segundo Bento XVI. O pastor Feliciano é um verdadeiro profeta no meio dos lobos, que insiste em anunciar o Evangelho da Vida e denunciar os Sinais de Morte na nossa sociedade (eutanásia, aborto, corrupção, deterioração dos valores e costumes, ditadura gay, dentre outros). Jamais se deixe intimidar por grupos contrários ao Projeto de Deus. Tais episódios (patrocinados pela imprensa MARROM, bem como por políticos alinhados com a Ideologia de Gênero…), só confirmam a seguinte frase:

    “O Brasil é uma nação indiana, governada por uma elite sueca, com ascendência em Sodoma e Gomorra”.
    Explico: a Índia é o maior país religioso do mundo, enquanto que a Suécia é o maior nação ateia do planeta (e maior número de suicídios). E, finalmente, Sodoma e Gomorra, segundo a bíblia, foi destruída por causa da sodomia praticada por seus habitantes.
    Feliz a nação cujo Deus é o Senhor!
    Fraternalmente, um servo indigno de Deus.

  5. Essa comissão Justiça e Paz tem o nome do programa do estrela cadente da Canção Nova, o catolicíssimo Edinho Silva, defensor do aborto e do casamento homossexual.

    Então a CNBB em nome da Justiça e Paz na verdade querem que tal orgão seja possuido por alguém que defenda o aborto e o casamento homossexual, como também a liberação do uso de drogas e diminuição da menoridade do estupro presumido legalizando a pedofilia.

    Conclui-se então que tal posto ter um católico e não um protestante.

    Protestante é herege, mas os católicos modernistas assustam até o capeta, pois como disse Cristo a Santa Catarina de Siena que até o demônio virava a cara para aqueles que cometem o pecado da sodomia, assim Lucifer hoje se sente horrorizado e enojado com a atitude da CNBB.

  6. Tem católico que escuta ainda a CNBB? Sério?

  7. O mais triste é considerar que essa situação da CNBB não vai mudar nem mesmo a longo prazo.

  8. Diogo Jerônimo

    Quanto respeito ao se dirigir à CNBB, hein? Não precisa disso, meu caro. A CNBB é um órgão a serviço do marxismo cultural, são traidores do Evangelho, traidores de Cristo, bando de comunistas enrustidos.

    Abraços.

  9. Os protestantes são santos perto da CNBB. E não estou sendo irônico não. Muito mais fácil um protestante entrar no Céu – recebendo a graça da conversão e entrando para o seio da Igreja Católica antes de partir – do que os integrantes da CNBB.

    Repito: os protestantes, perto da CNBB, são santos.

  10. No fim do pontificado de Bento XVI e no início do pontificado de Francisco, muito se falou na imprensa a respeito da necessária mudança na assim chamada burocracia da Cúria romana, de modo a que ela fosse um instrumento útil nas mãos do Sumo Pontífice no governo da Igreja e não um obstáculo à ação dele etc. etc.
    Mutatis mutandis, eu me pergunto: quão mais necessária não seria uma faxina “ampla, geral e irrestrita” nas milhares de comissões e subcomissões tidas como órgãos oficiais da CNBB? Além de ser um cabide de empregos, o que já dá um contratestemunho muito grande no país, como atrapalham os legítimos pastores! Agem frontalmente contra a doutrina da Igreja, na linha do discurso politicamente correto, mas são pusilânimes quando se trata de defender a Igreja e seus interesses reais, a saber, os relacionados à salvação das almas (ou não é essa a sua suprema lei, segundo o Direito Canônico?).
    Como católico, não me considero representado absolutamente pela CBJP.

  11. O único lado bom dessa declaração é que quanto mais besteiras esse povo da CNBB vomitar, mais fácil é pra quem ainda tem dúvida perceber que católico de verdade não obedece em geral ao que eles dizem.

  12. Creio que esse retrocesso seja perante a tal união civil de pessoas de mesmo sexo ou ao caso do aborto, mas sim sobre a questão da liberdade religiosa. Até quando a Igreja Católica terá sua liberdade, cultos e feriados assegurados com uma bancada de protestantes legislando para os demais? No caminho que anda não será os homossexuais ou feministas os inimigos da Igreja mas os próprios protestantes. Ou alguém realmente crê que nós católicos não seremos excluídos de muitas decisões feitas pelos “pastores” deputados?
    Nenhum protestante fala o verdadeiro evangelho pois carece do Espírito Santo. Por mais que sejam contrários a inúmeras coisas que a Igreja de Cristo também é não deixam de ser hereges. Deviam lavar a boca antes de falar em Jesus Cristo. Basta lembrar o que disse Feliciano: “Meu Jesus não nasceu pra ficar pendurado no pescoço de ninguém.”
    Acreditem, daqui a pouco teremos nossos crucifixos retirados dos locais públicos não por ateus ou seculares, mas por protestantes.
    A união civil de pessoas do mesmo sexo sou contra assim como sou contra o aborto. Defendo a família descrita e defendida pelos papas e pelo Cristo assim como defendo a dignidade da vida humana desde a sua concepção. Mas infelizmente eu não posso proibir ninguém de pecar. Devemos espalhar a verdade do evangelho e orar para que haja conversão destes.
    Alerto para o perigo desses pastores dentro do Congresso Nacional, se continuar assim nós católicos seremos perseguidos pelos protestantes. Isso é fato, basta ver como eles tratam com desdém as doutrinas da Igreja seja pelos santos, Eucaristia ou pela virgem Maria.
    Uma brecha que seja e eles nos trataram como se fossemos judeus no Reich Alemão de Hitler.

  13. Quando quem deveria falar se cala ou tenta mudar a verdade em bom mocismo, como no caso, as pedras (protestantes) falam. O Senhor está glorificando o seu Santo Nome pelo intermédio das pedras já que os membros Conferência não o fazem. CNBB é bom mocismo e nada mais. A Igreja no Brasil tem 500 anos: conseguiu com muita benevolência produzir um único santo. Isto não é catolicismo, isto é bom mocismo de ONG. Eu aceito que me chamem de profeta da desgraça, mas penso que buscando reconhecimento da Cúria a Fraternidade de São Pio X está indo pelo mesmíssimo caminho. O Colégio dos Bispos parece um grupo de alunos que convencem todos da sala a fazer o que não presta e pensam: se todos se envolverem na vadiagem o professor não vai ter pulso para expulsar a todos, então perdoará a todos. Existe uma aposta muito grande na impunidade, como se Deus fosse um professor frouxo ou que sua Augustíssima decisão dependesse de um colegiado democrático. O livro “Golpe de Mestre” de Monsenhor Levebvre ensina como Lúcifer planejou tudo e pela obediência à Hierarquia lançou todos na desobediência a Deus.

  14. O Pastor Marcos Feliciano é um lobo! O Mal que ele faz ao evangelho merece cadeia. É um Charlatão! Contudo, é um absurdo a perseguição religiosa que ele sofre, os ataques covardes e injustos da militância Petista e Gayzista. Sou contra a saída dele.

    A CNBB falou isso porque segundo esse órgão, um Cristão defender direitos humanos é um absurdo. Afinal, isso é papel a ONU, das ONGs, etc.

  15. Talvez a CNBB prefira o Jean Wyllys ao Feliciano…

    #ExsurgeDomine

  16. Perfeito o comentário do Padre Zé.

    Sobre a bancada evangélica, embora sejam hereges do ponto de vista da Fé, como a CNBB não forma nenhum intelectual brasileiro – ao contrário, deforma-os -, eu agradeço a Deus por, ao menos, esse grupo estar lá lutando por certos direitos que são comuns. Temos que saber distinguir as coisas e dar apoio sim a esse congressistas evangélicos que lutam contra o aborto e pelos valores tradicionais e familiares.

    Engraçado que esse tipo de “ecumenismo” a CNBB não faz! Esse “ecumenismo” de defesa da família e contra o aborto a CNBB não faz, já o falso ecumenismo, o sincretismo religioso, o relativismo, ela promove a todo tempo.

  17. “CNBB ¿Por qué no te callas?”

  18. Eu estou longe de me solidarizar com os hereges estelionatários. Longe, muito longe.Se o diabo amanhã aparecer diante dos meus olhos dizendo-se contra o casamento gay, nem por isso passarei a possar ao lado do mal. E o protestante, por mais piedoso que possa ser, confessa uma fé surgida de um pecado horrendo. E ponto final.

    Agora, a CNBB parece estar mais longe ainda dos desígnios de Deus do que o pastorzinho herege. É sempre a primeira a “tirar” Deus da discussão. Pior do que o cisma, que a heresia escandalosa e jactante, é a apostasia silenciosa do alto clero.

    Defender a Igreja, seus fieis e a ortodoxia do seu ensinamento? Isso é quase um milagre. Mas é isto aí. Enquanto a CNBB estiver loteada de comunistas enrustidos ou descaradamente confessos na sua apostasia, como no caso de seu secretário-geral Steiner, a Igreja do Brasil continuará a percorrer o seu calvário particular.

  19. Felciano disse que quem age na Igreja Católica é satanás. Ele considera amaldiçoados negros, gays e católicos.

  20. O que está em jogo é a Liberdade de Expressão no Brasil. Se o pastor Feliciano (FICHA LIMPA) cair, tanto a Liberdade Religiosa (o que já seria algo muito grave) como tb a Liberdade de Expressão estarão com os dias contados, com reflexos nefastos inclusive da própria imprensa. Feliciano é hostilizado por ser considerado machista, racista e homofóbico, pelo movimento LGTB. Por outro lado, INEXPLICAVELMENTE, a sociedade civil “Desorganizada” (leia-se: CNBB, imprensa marrom, sindicatos da CUT, partidos políticos de esquerda, movimentos GBTTTs: Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros. Puxa vida, pensei que não conseguiria traduzir corretamente esta sigla) se CALA VERGONHOSAMENTE com relação à indicação de mensaleiros (já condenados pela última instância do Poder Judiciário brasileiro: STF. Não há mais recurso, portanto são deputados “FICHA SUJA’) petistas – João Paulo Cunha (PT-SP) e José Genoino (PT-SP) – para vagas de titulares da Comissão de Constituição e Justiça- CCJ (órgão muito mais importante e estratégico do que a Comissão dos Direitos Humanos-CDH) da Câmara. Demonstrando claramente de que o PT abandonou de vez o campo da ética, da transparência, da responsabilidade e do respeito à população brasileira, que se encontra em ESTÁGIO AVANÇADO DE LOUCURA. Em razão disso tudo, podemos concluir com a consciência tranquila e sem o menor pudor:
    MORAL DA HISTÓRIA: o mundo politicamente correto nos levará a loucura.
    PS.: É por isso e por tantas, que rezo diariamente a seguinte oração: “Meu Deus! Eu creio, adoro, espero e amo-Vos. Peço-Vos perdão para os que não creem, não adoram, não esperam e não Vos amam”.
    DETALHE IMPORTANTE: Jesus Cristo é o meu paradigma de homem politicamente INCORRETO (curava nos dias de sábado, visitava pecadores (cobradores de impostos), era considerado um “beberrão e comilão”, perdoava as “prostitutas”, acolhia excluídos da época (leprosos, órfãos, viúvas…).
    Fraternalmente, um servo indigno.

  21. Essa bancada evangélica no brasil, chega a ser um insulto ao cerébro,de quem tem um pouco de bom-senso.

  22. “Se não falarmos, as pedras falarão”
    No Brasil os protestantes estão sendo as pedras que falam porque a Igreja Católica se calou, aliás, parece ter se suicidado.

  23. Olá, boa noite a todos. Apenas para que fique claro, não defendo a CNBB. Apenas dois pontos: primeiro, a Fé e a educação nos exigem tratar uns aos outras com respeito, mas declarando com firmeza nossa Fé!!! Assim, sem muito conhecimento teológico e acadêmico (da minha parte!!!), mas sabendo que a nota não poderia ser mais infeliz, só me restava dizer isso: que a CNBB deveria ser mais prudente nessas notas (e em todas as suas posições com os fiéis católicos brasileiros!!!!).

    Segundo: é fato, já tivemos grandes bispos lá (como Dom Cláudio Hummes, um dos homens de confiança do grande Bento XVI, e ex-prefeito da Congregação para o Clero) como comunistas descarados (esqueça o “enrustidos”, amigão!!!) como Dom Paulo Evaristo Arns (amigo pessoal de Fidel Castro!!!). Apenas por isso, não gostaria de generalizar. Mas o outro amigo está certo: ninguém necessita ouvir a CNBB, não devemos obediência a CNBB, mas ao Papa!!! Onde Jesus Cristo disse para criarmos “conferências nacionais de bispos”? Devemos procurar a verdade, divulgar o Evangelho de forma objetiva!!! É assim que a Igreja durará até o fim do mundo!!!

    Quanto ao outro irmão (perdão, não aparecem seus nomes!!!), é triste admitir isso, mas a bancada evangélica está lá, destroçando nossas tradições, símbolos, costumes… mas eles estão atuando, estão firmes nesse propósito!!! E eu pergunto: existe uma bancada católica? Que dê um chega para lá nesses protestantes, e defenda a Santa Igreja naquele mar de lama em Brasília?

    Por fim, apenas a lembrar (entre muitas lembranças, essa foi a primeira que me veio a cabeça!!!): onde estava a CNBB enquanto o corajoso Dom José Cardoso Sobrinho era execrado pela opinião pública quando exercia seu dever de bispo de excomungar o médico que realizou aquele aborto em Pernambuco?

    No intuito de deixar mais claras minhas posições, me despeço aos irmãos. Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo!!! Salve Maria!!!!

  24. Pra que meu Deus ? Pra que?

  25. Os homens da Igreja no brasil se calaram e foram dar apoio aos petralhas, agora as pedras falam.

  26. Eu quero que o pastor Feliciano continue a Frente da Comissão. Ele foi eleito democraticamente para ser deputado e foi eleito (escolhido) democraticamente para ser o presidente da Comissão. Além disso, os Direitos Humanos vai muito além e não se resume somente aos direitos dos homossexuais e dos negros. Os heterossexuais, os brancos, os índios, os pardos, os japoneses, também tem que ver os seus direitos humanos serem defendidos. O fato dele ser contra casamento de pessoas do mesmo sexo de forma alguma o desqualifica, isso é a opinião dele, que certamente ele irá levar em conta ao proferir o seu voto, da mesma forma que a opinião/pensamento de cada pessoa que ali está! Democracia é isso. Quem não sabe viver nela que vá para Cuba, Irã, Coréia, China….. O que eu vejo é que ele é que está sendo perseguido por sua crença e pensamentos, para alguns poucos barulhentos, só eles tem direito de manifestar-se e agredir quem quer que seja, o outro não pode manifestar-se contra os seus pensamentos que logo são taxados de racistas, homofóbicos e facistas. Estou chegando a conclusão que esse povo não sabe o que é ser racista, não sabem o que significa homofóbico, muito menos, o que é ser facista. Além de serem um bando de desocupado que passam o dia na Câmara dos Deputados fazendo barulho e atrapalhando quem quer trabalhar.

  27. VAMOS EXPULSAR OS CAPITALISTAS DA TERRA E DEUS DO CÉU!
    Apesar de pertencer à DITADURA DO RELATIVISMO, a uma das dezenas de milhares de seitas protestantes dissensas entre si, quase todas têem cultos quase iguais a centros espíritas, ao menos faz o que os milhões de alienados católicos não têem feito: terem representatividade no Congresso e Senado a fim de se ouvir a voz da Igreja; a quantidade de vezes que a Igreja tem se valido de seitas protestantes nos diversos embates contra os satanistas do PT – Marx era satanista e toda sua ideologia é calcada nisso – não são poucas, uma vergonha para nós, sendo que muitos supostos católicos ainda elegem e mantêem o satanista PT no poder.
    Quanto à CNBB sabemos que está infiltrada de marxistas e que tem feito o jogo das esquerdas direitinho; no caso do pastor Feliciano, a Igreja está sendo beneficiada por sua presença lá, por certo, a ponto quase de dizer: ai de nós (infelizmente) se não fossem os protestantes!
    Para se ter ideia de que foi Marx pai dos comunistas – patrono do PT, PC do B etc., membros e de seus eleitores compartilhando de tudo – além de seus pactos com Satanás, ele mesmo o descreve, vejam-lhe apenas 2 frases de sua autoria tal era seu ódio a Deus e às religiões, muito particularmente à Igreja Católica:
    1 – DESEJO VINGAR-ME D’AQUELE QUE GOVERNA LÁ EM CIMA.
    2 – VAMOS EXPULSAR OS CAPITALISTAS DA TERRA E DEUS DO CÉU!

  28. Por que não protestaram contra os aborteiros do PT, as uniões homossexuais, o afrouxamento gradual das leis penais, a demagogia, a promiscuidade com governos ditadoriais e opressores?

    Porque são fainha do mesmo saco desse bando de calhordas e fariseus corruPTos que assolam o país!

  29. As famílias precisam ver que a CNBB opta por uma conduta contrária à saúde espiritual, moral e psíquica das famílias. Isto é grave e é mais grave ainda que as famílias abdiquem de sua segurança, contrariando a Deus, a natureza e a sensatez em “favor” de minorias que querem impor seu modo de desvio à totalidade da humanidade ou da cidadania. Tal “igreja” não pode mais ser financiada e apoiada pelas famílias para fazerem loucuras como esta contras elas próprias!

  30. Leonardo, concordo com você.

    O pior é ter católico que ainda apoia financeiramente a CNB do B.

    Essa conferência mostra para quem queira ver que é uma seita. Uma seita que quer a destruição da instituição familiar.

    Católicos moderninhos, continuem a financiar a CNB do B e vejam a família brasileira, a moral, o catolicismo no Brasil caindo cada vez mais e depois não reclamem.

  31. Agora os protestantes são as pedras que falam. Mesmo que entre suas falas digam que os católicos são amaldiçoados, é melhor que falem.

  32. Só resta reclamar para o papa. Papa Francisco? Melhor esquecer…

  33. Como é triste a discussão e a desavença dentro da própria Santa Igreja.
    Sou contrário a opinião da CNBB, mas também nao posso apoiar um herege e dinherista pastor evangélico como defensor do moral e dos costumes. Tenho as mesmas opiniões que ele quanto aos gays e abortistas, mas nao posso ser tolerante quanto a sua cafajestice religiosa e financeira.
    E mesmo nesse tema, que nada tem o Papa a ver com essa patacoalhada da CNBB, alguem acha tempo para critica-lo. Já esta me parecendo perseguição ao Santo Padre. Acalmem-se. E deixem o Francisco mostrar-nos que devemos esquecer Bertoglio.

  34. Que tristeza… Não dá pra acreditar que a CNBB compactue com abortistas e gayzistas. Que Igreja eles defendem? A de Satã? O que vai ser nós católicos com uma representação dessas?

  35. Sou católica. A CNBB não me representa!
    Quando deveriam se manifestar, se calam.
    Quando deveriam ficar calados, se manifestam.

Trackbacks