Acorda, CNBB.

Escreve o leitor Paulo, de Belo Horizonte:

Dias 04 e 05 de junho/13, estive junto com o professor Hermes em Brasília [nota do Fratres: onde, curiosamente, fica a sede da CNBB…], participamos de dois eventos religiosos. O primeiro (dia 04) “6ª marcha nacional da cidadania pela Vida contra o aborto”, patrocinada pela Igreja Católica. Nota: compareceram tão-somente 5 mil pessoas. A segunda (dia 05), tratou-se da “manifestação em defesa da família” patrocinada pelos Protestantes, compareceram mais de 60.000 pessoas (segundo a polícia militar), pois pelos meus cálculos, passaram de mais de 100.000 pessoas. Detalhe importante: na caminhada dos católicos nem BISPO católico (pastor da Igreja local) compareceu, e raríssimos religiosos. Já na manifestação dos Evangélicos, apareceram dezenas de pastores e “bispos” protestantes. Finalizo com um pergunta que não quer calar: Qual é o verdadeiro motivo da EVASÃO DE CATÓLICOS?!? Com a resposta, os senhores pastores…

Tags:

61 Comentários to “Acorda, CNBB.”

  1. Realmente isto é uma triste realidade…

    é evidente que isto não justifica a saída de católicos infiéis da Igreja.

    Porém é inquestionável, dizer que sem o apoio dos Bispos nunca haverá uma participação em massa por parte dos fiéis.

    Tenho certeza que os poucos católicos ativos no que diz respeito ao aborto e a família, são realmente fervorosos e louvo a Deus pela vida deles.

    Porém temos que lembrar, que nós temos Eucaristia, nós temos Confissão, nós temos a Benção dos Sacerdotes que é a própria Benção de Jesus, mas o que estamos fazendo com toda esta força espiritual que recebemos. Que tenha misericórdia do seu povo que com certeza será cobrado por omissão.

  2. Fico com a impressão que existe uma força forte que amordaça a voz de nossos líderes espirituais, de tal forma que eles não movem as almas a resistirem aos sistema. Os líderes protestantes estão livres deste amordaçamento, então, atuam e as almas respondem. As forças deste amordaçamento estaria nas isntituições da Republica? Seria um pacto com estas forças republicanas? Só a historia dirá. Enquanto isto a Igreja Catolica caminha ladeira abaixo com olhar displicente de nossos pastores.

  3. tipico da mídia de esquerda diminuir os números dessas marchas …..lembra do encontro mundial da juventude na Espanha havia milhões de jovens e meia duzia de gays fazendo arruaça do lado , e a mídia focou os gays, e dos jovens do encontro a mídia somente disse : havia uns milhares ….

  4. Concordo plenamente com você Sr. Paulo; sou padre assessor da CDDV da Diocese de Taubaté há nove anos; cinco anos dos quais repetidas vezes estive em Brasília com Prof. Hermes que é coordenador desta mesma CDDV a meu convite e aprovação de meu Bispo. Um dia percebi que nós padres de outras regiões íamos fazer aí nosso trabalho e nunca encontramos membros do Clero local. Discordo somente de uma coisa, ou seja, não é tão sómente a CNBB que tem de acordar, mas este Brasil como um todo que só protesta se faltar samba, futebol e parada gay. Acorda Igreja de CRISTO!

  5. Coisa ridícula, senhor Paulo, fazer tais comparações, ainda mais colocando suas próprias estatísticas (“pelos meus cálculos, passaram de mais de 100.000 pessoas” – Rsrssss).
    Acredito que você não seja Católico, pois se fosse aprenderia a tratar com respeito os Bispos do Brasil, CNBB. (“Acorda CNBB” – Ridículo! – próprio de um ignorante que não conhece de perto o esforço de nossos Bispos do Brasil.)
    Marcelo Reis.

  6. O comentário do post traduz quase literalmente as palavras que eu disse às pessoas com quem convivo habitualmente quando das duas manifestações, se não me engano, na semana passada. Infelizmente, os bispos católicos – como também foi noticiado naqueles dias – só se preocupam com problemas de índios e de sem-terra… Fazer frente à cultura da morte e ao relativismo doutrinal, que deveria ser sua primeira ocupação em conconância com o munus docendi, é assunto completamente negligenciado. Só resta mesmo ecoar a advertência: Acorda CNBB! Ou até, mais biblicamente, “Surge qui dormis, et exsurge a mortuis, et illuminabit te Christus!” (Ef 5, 14).

  7. Leia-se “consonância”, desculpe.

  8. Se fosse a “marcha” da água, floresta, terra, reforma agrária, meio ambiente… ia chover bispos e padres…

  9. Pois é, mas quando é para aparecerem ao lado de macumbeiros para homenagear o fundador da Umbanda, como fez Dom Wilson em Fpolis/SC ano passado na “celebração” para as CEBs comunistas, aí aparecem o Arcebispo e todos os bispos de SC. Em Brasília, para defenderem a vida e a honra da Igreja de Cristo, esses pelegos se escondem debaixo da cama!

    Bando de…melhor não falar! Mas que boa parte dos prelados brasileiros não valem uma cueca borrada, ah não valem não!

  10. Eu trabalho cerca de oito horas por dia. Muitos brasileiros assim também o fazem e ainda dão um jeitinho de rezar ao menos um misero tercinho.

    Os santos São João Maria Vianey e Padre Pio trabalhavam mais de 12 horas no confessionários dando orientação espiritual, rezavam muitos rosários e etc.

    Os atuais sacerdotes modernos malemá aparecem para aquilo que teologicamente não se pode chamar de missa. A missa do padre Pio tinha tres horas de duração sendo que uma só de ação de graças – as atuais não tem nem um misero minuto de silencio para recolhimento interiror.

    Por isso que disse que as igrejas estão vazias e os centro espiritas e os cultos evangélicos lotados de gente. Isso é fato, dizer que o brasileiro é católico é coisa anterior ao CVII.

  11. Quando o clero se movimenta, os fiéis respondem. Vejam o exemplo do post anterior ocorrido em Guarulhos. Não fosse a ação do pároco, provavelmente a Igreja seria achincalhada como já foi outras vezes.
    Não estou diminuindo a ação dos leigos, apenas ressaltando que os líderos (no caso, o clero) precisa se mover.

  12. Senhor robson,

    Não sei se é coisa de imprensa laicista não?!!!

    Confesso, por mais atento que estou nestas matérias, que não tomei conhecimento desta marcha. Não me lembro dos “avisos” das Santas Missas (Que se avisa de tudo. Até mesmo os cafezinhos após a Elas) de algum recado desta marcha. Porém poderá ter sido falha minha. Vou chegar com rigor.

    Mas, adianto que nos links que remeti acima (Winfrido Bonifacio, 10 junho, 2013 às 4:23 pm) não vi mesmo a presença do clero local. Nem mesmo de S. Ex.ª Revma Dom Sergio da Rocha, Arcebispo do Distrito Federal e de Brasília.

  13. Fico sempre pensando: Por que tanto silêncio por parte dos Bispos brasileiros e clero com relação a luta pela vida, dignidade humana, defesa da família, etc…? Será por medo? Será por vaidade (ir contra a corrente fica feio…atrapalha a imagem…) ou será por conivência com a agenda política e desumana do PT?

  14. Talvez o que eu tenha a dizer não agrade a muitos, mas vou dizê-lo de qualquer maneira.
    Eu acho que a defesa da vida no Brasil deve se desvincular o quanto antes da religião por uma questão de eficácia.
    Um dos grandes argumentos dos abortistas para defender a legalização do infanticídio nos ventres das mulheres é que “o Estado é laico”. Esse argumento é uma falácia, todos nós sabemos, mas é inegável que ele tem convencido muita gente, não só no que diz respeito ao aborto. É impressionante como os abortistas usam esse argumento com frequência, mesmo quando não se fala em religião. Eles tentam convencer as pessoas que todo aquele que se opõe à lógica abortista o faz por convicções religiosas – e segundo eles, necessariamente retrógradas – devendo ser portanto, desconsiderado, já que o Estado é laico.
    Repito, esse argumento é idiota, mas convence muita gente.

    Já passou da hora de tirarmos esse argumento da boca dos abortistas. Já passou da hora de pararmos de lhes dar essa munição.

    Quando defendermos a vida, devemos falar menos de religião e mais de biologia. Devemos falar menos do catecismo e mais de filosofia. Devemos nos apresentar como cidadãos e não como católicos. Só assim tiraremos esse poderoso argumento da boca dos abortistas e começaremos a virar o jogo ao nosso favor.

    Vejam bem, não me entendam mal. Não estou dizendo que devemos negar nossa fé ou fingir que a Igreja não luta em favor da vida. Estou apenas dizendo que devemos mudar a ênfase dos nossos argumentos.

    Posto isso, quanto menos sacerdotes e bispos em marchas pró-vida e tudo que se relacione à defesa da vida melhor.
    Temos de aumentar é o número de cidadãos comuns (podem chamar de leigos se quiserem) nesse tipo de evento.

    Talvez minha opinião seja deveras assustadora, talvez muitos não entendam o que eu quero dizer, mas, repito, acho que só assim a luta pela vida vai ganhar em eficiência.
    Digo isso porque conheço de perto a luta do Canadá contra a legalização do aborto, e muitos me dizem que o grande erro do grupo pró-vida nesse país foi vincular a luta pela vida à religião.
    Talvez possamos aprender com o erro canadense. Ainda há tempo.

    • Só uma pessoa que concorde com eles – que é por convicção religiosa que somos contra o aborto – aceitaria desvincular isso tudo da Fé. Pois, o que queremos não é negociar com os valores e as noções do Mundo, mas depurá-las, mostrando que a Fé defende sim a Vida. Na verdade, somente a Fé no Doador da Vida tem alguma autoridade para defender a Vida plenamente.

      Entendo a forma com que você chegou essa conclusão, mas ela cai na principal arma deles: o relativismo reducionista – no sentido em que se pensa que a Religião não é formadora nem sustentáculo da Civilização. O que sabemos ser a verdade – pois somente a Religião pode fundar uma Civilização e preservá-la de seus instinto auto-destrutivo.

      Mao Tsé-Tung, no auge de sua pseudo-filosofia de vida (??), disse uma coisa com a qual até hoje concordo, em parte: “Todo o homem, ao nascer, traz dentro de si o germe de sua própria destruição”. Como deixaríamos o ser humano sozinho com suas ilusões vãs, achando que pode chegar à solução de seus conflitos com a Criação, sendo este eminentemente destinado a perder-se longe da Luz do Criador??

      Abandonar o bastião da Fé a torna, a partir mesmo de nosso próprio ponto-de-vista – e para o Mundo que nos assiste, voraz – algo dispensável, e seu legado clássico da Filosofia e da Mística um mero instrumento filantrópico inconveniente, que deve-se deixar em segundo plano, em nome de um “bem-estar” social.

      É isso que querem! E é justamente isso que não vamos fazer! Se por isso nos chamarem de fundamentalistas e nos perseguirem moral e fisicamente, que o façam! Não nos será de qualquer novidade…

      In Corde Iesu.

  15. Vergonha ! Estou quase dizendo que a CNBB ”não me representa”, Ou são relapsos ou são comunistas !

  16. Os leigos vão aonde o clero for: a lugar nenhum se os padres e bispos ficarem no conforto de seus lares…

    A CNBB criou o PT, então eles serão sempre capacho do marxismo. No “grito dos excluídos”, sempre há um do clero fazendo gracinha.

    Marcelo Reis, coisa ridícula é a omissão da CNBB nessas horas. Se gostam tanto de dizer que “um mundo melhor é possível”, deveriam começar moralizando as famílias e pressionando os políticos. Deveriam convocar os católicos para encherem as ruas e praças e bradarem contra a impiedade generalizada. Parecem o clero de Cuba.

    • Se fosse para moralizar as Famílias, seria ótimo que Pio XII estivesse ainda entre nós! Mas, haveria uma cruz reservada para ele bem na porta da CNBB…para pregá-lo com cravos de aço temperado!

  17. Qual é o verdadeiro motivo da EVASÃO DE CATÓLICOS?!?
    Se nem os Bispos vão realmente poderiamos acreditar que a CNBB levanta essa bandeira ?
    Nas paroquias ouço muito sobre sem teto, bolsa familia, reforma agraria, reforma das paroquias, fora a histeria dos carismaticos com seus fabios de mello da vida… mas a defesa dos tesouros da fé catolica… isso quase nunca ouço.

    • Tesouros da Fé, para os bispos Cenebebistas?? Só se estiverem na ilha dos Piratas do Caribe!! Hoje, a menina dos olhos da CNB do B é o projeto de reforma das Paróquias, “Comunidade de comunidades”…ou seria CEB de CEBs??

  18. A Igreja do Brasil dorme há muito tempo, parece estar numa eterna letargia, quando a CNBB resolve fazer algo é em forma de notas pela imprensa que na prática de nada adianta. O Sr. Marcelo Reis disse que nossos bispos são atuantes, trabalham muito, só se for para receber a cismática Igreja Patriota da China… Os últimos bispos a trabalharem incansavelmente contra o aborto, Dom Manoel Pestana e Dom Luiz Bergonzini já se foram, ainda temos no Brasil, algumas vozes clericais de consonância contra o aborto, porém em vista do grande episcopado e clero brasileiro, são minúsculas.

  19. A “CNB do b”, como um comentarista deste site costuma chamar, é uma entidade de classe que olha para si e suas ideias mirabolantes. Infelizmente goza de autorização de Roma para agir.

    Acho muito grave a atitude daquelas “Excelências Reverendíssimas”, a meu ver, seria a “assembleia sentada”, sinédrio dos saduceus e fariseus.

    A raça de víboras da época da vida publica de Nosso Senhor Jesus Cristo e que O entregaram às mãos de Pilatos; como se costuma fazer na forma da comunhão de hoje, por orientação desta sinagoga de satanás, CNBB.

    De certo, não só deixaram de comparecer, como também devem ter sabotado e muito a divulgação da marcha.

    Quais os critérios usados para eles se portarem assim? Vou me valer de outro comentário que li aqui e achei dos melhores:

    “Todo pecador empedernido adora falar em “acolhimento e misericórdia”.O que querem no fundo é serem acolhidos junto com os seus pecados e para sensibilizar usam a retórica do amor ao próximo.Esses que exigem tal coisa e pecam gravemente não amam o próximo mas exigem serem amados.O apelo ao acolhimento é mais uma arma de satanás que gosta de apelar ao bem para promover o mal”.

    O trecho acima resume “de perto o esforço de nossos Bispos do Brasil”.

  20. Agradeço o leitor de Fratres, Sr. Paulo, pela boa acolhida em casa de seu pai, em Brasília, onde pudemos estar mais uma vez no empenho para afirmar a cultura da vida no campo legislativo, conforme proposta do Movimento Legislação e Vida, da Diocese de Taubaté, que sempre contou com o apoio do Pe. Ethewaldo L. Naufal Júnior e o nosso bispo, Dom Carmo João Rhoden.

  21. “Os sacerdotes, ministros de meu Filho, os sacerdotes, por sua má vida, por suas irreverências e sua impiedade em celebrar os santos mistérios, por amor do dinheiro, das honras e dos prazeres, os sacerdotes tornaram-se cloacas de impureza. Sim, os padres pedem vingança, e esta está suspensa sobre as suas cabeças. Desgraçados dos padres e das pessoas consagradas a Deus, as quais, por suas infidelidades e sua má vida crucificam novamente o meu Filho! Os pecados das pessoas consagradas a Deus clamam ao Céu e chamam a vingança e ela está às suas portas, pois não se encontra ninguém para implorar misericórdia, e perdão para o povo; não há mais almas generosas não há mais ninguém digno de oferecer a Vítima sem mancha ao Pai Eterno em favor do mundo” (Nossa Senhora de La

  22. Seria muito interessante levar esse texto aos olhos do Papa Francisco.

  23. Essa CNBB só se movimenta para falar de polítca e fazer essas campanhas ridículas, com músicas ainda mais pobres de campanha da fraternidade. Quando a CNBB vai começar a pregar no evangelho e defender a Santa Igreja? Será que a CNBB sabe que não há confessionários nas igrejas? Que não há padres nos confessionários pelo menos antes das missas para confessar os fiéis?Ou será que tem coisa mais importante que isso?Isso não interessa. Acorda SIM, CNBB.

  24. CNBB é não presta pra nada.

  25. “Os sacerdotes, ministros de meu Filho, os sacerdotes, por sua má vida, por suas irreverências e sua impiedade em celebrar os santos mistérios, por amor do dinheiro, das honras e dos prazeres, os sacerdotes tornaram-se cloacas de impureza. Sim, os padres pedem vingança, e esta está suspensa sobre as suas cabeças. Desgraçados dos padres e das pessoas consagradas a Deus, as quais, por suas infidelidades e sua má vida crucificam novamente o meu Filho! Os pecados das pessoas consagradas a Deus clamam ao Céu e chamam a vingança e ela está às suas portas, pois não se encontra ninguém para implorar misericórdia, e perdão para o povo; não há mais almas generosas não há mais ninguém digno de oferecer a Vítima sem mancha ao Pai Eterno em favor do mundo” (Nossa Senhora de La Salette)

  26. O clero do Brasil, salvo raros excessos, esta preocupada em “manter-se bem” com a mídia pederasta e promíscua deste país.
    Nunca iriam a uma passeata dessas com medo de serem mal vistos na sociedade “moderna”.
    Tenham convicção, estamos largados a própria sorte, mas com Deus ao nosso lado.

  27. No link que o senhor Winfrido Bonifacio postou, da própria Arquidiocece de Brasília, tem fotos do citado evento, do qual se vangloriam com suas 10.000 pessoas, mas ao ver bem as fotos, exibem-se faixas com representantes espíritas. Se a reportagem acima em si já é um absurdo, conta-se com a “marcha católica” os amigos espíritas!
    Piada isso!
    Miserere nobis!

  28. Senhores: o Dr. Paulo ao qual eu me refiro abaixo não sei se se trata do leitor da matéria em comento. Antes, desejo que isso fique bem claro, para evitar desencontros, melhor; discórdias.

    A marcha, segundo me parece, foi promovida pelo movimento Pro Vida Família:(http://www.adf.org.br/home/tag/pro-vida/)

    O Vice-Presidente do movimento Pro vida família, Dr. Paulo Fernando, é pessoa séria, sua esposa e filhos são católicos e fazem trabalho árduo por trás dos bastidores da política.

    No congresso consegue obter algumas vitórias. Além disso, ajuda as mulheres com dificuldades na gestação de seus filhos, ajudando-as quando necessário e demovendo as ideais que tem quando pensam em aborto, (isso é sim é esforço).

    Mas, como disse antes, os CÃES MUDOS daCNBB NÃO AJUDAM NESTAS HORAS.

    Resultado: os cães não ladram e o inimigo assalta a casa.

    Neste caso: demônios a solta, assaltando a civilização hodierna.

  29. A qualidade de qualquer instituição depende da qualidade média de seus componentes. Independente até, da hierarquia que a comanda. Com a Igreja Católica não é diferente. TUDO DEPENDE NÓS! Entrem no site da CNBB e cobrem atitudes cristãs. Entrem no site do Vaticano (tem páginas em vários idiomas) e denunciem a inércia da CNBB. Falem com os padres depois da missa. Cobrem, Cobrem, Cobrem. Vamos parar de ficar chorando um no ombro do outro!

  30. Concordo integralmente com a correção fraterna do Padre Ethewaldo L. Naufal Junior” não tão sómente a CNBB que tem de acordar, mas este Brasil como um todo que só protesta se faltar samba, futebol e parada gay. Acorda Igreja de CRISTO!”
    Em tempo: O Estatuto do Nascituro é aprovado na Comissão de Finanças e Tributação
    (mas o “gol contra” permanece). No dia 5 de junho de 2013, o PL 478/2007 (Estatuto do Nascituro) foi aprovado na Comissão de Finanças e Tributação (CFT) da Câmara dos Deputados, nos termos do parecer do relator Deputado Eduardo Cunha (PMDB/RJ). Votaram contra seis deputados, todos eles petistas: Devanir Ribeiro (PT/SP), Pedro Eugênio (PT/PE), Afonso Florence (PT/BA), Erika Kokay (PT/DF), Cláudio Puty (PT/PA) e Assis Carvalho (PT/PI). Permanece, porém, no texto, o “gol contra” feito pela antiga relatora, a deputada Solange Almeida (PMDB/RJ) na Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF):
    “Art. 13. – O nascituro concebido em decorrência de estupro terá assegurado os seguintes direitos, ressalvado o disposto no Art. 128 do Código Penal Brasileiro”.
    Essa ressalva (em negrito) tinha sido acrescentada na última hora pela deputada a fim de satisfazer os abortistas, com a intenção de conservar o suposto “direito” de abortar a criança gerada em um estupro.
    Em suma, penso que quem vota no PT (partido que patrocina a “Cultura da Morte”, vide seu Estatuto) encontra-se em grave Pecado Mortal. Encontrava-me na comissão de Finanças e Tributação qdo da aprovação do Estatuto do Nascituro (denominado pelos petista de “Bolsa Estupro”). Graças ao nosso bom Deus, o Estatuto do Nascituro foi aprovado, mas com ressalvas. E segundo o beato João Paulo II, o Direito à Vida é o limite da DEMOCRACIA. Ultrapassado essa faixa vermelha, a barbárie estará instaurada. O mandamento da Lei de Deus é claro: “Não Matar”. Vamos gritar em voz alta e em bom som: Vida SIM, aborto Não! “Escolhe, pois, a vida”.
    Feliz a nação que protege o ser vivo desde a concepção até o seu fim natural. Portanto, todo cristão é contra o ABORTO e a EUTANÁSIA.
    Forte abraço a todos!

  31. Aquele odioso grupo que se denomina “católicas pelo direito de decidir” (lobby abortista que se denomina católico) dá palestras em ambientes eclesiais, conta com apoio de religiosos, tem em seus quadros freiras (ou ex-freiras, sei lá) e se formou dentro de uma(s) linha(s) teológica(s) – modernista, evidentemente, mas com quadros dentro da Igreja. Vocês acham que se trata de um grupo isolado? Eu não acredito. Certamente recebem apoio de muitos eclesiásticos e tem muitos bispos que concordam com elas, e outros que “não tem tanta certeza assim” do quão erradas elas estão. Bispos assim freiam o quanto podem as manifestações pro-vida.
    Outro exemplo é a atual ministra do governo, Eleonora Menicucci, abortista, abortadora e aborteira confessa, que trabalhou por décadas em uma diocese católica (na Paraíba, se não me engano).

  32. Digam o que quiserem mas depois do Concílio Vaticano II, a força moral e o senso de unidade dentro da Igreja Católica desapareceram e foram renascer nas igrejas evangélicas. Chegamos ao cúmulo de ter de agradecer a Lutero por ter-nos dado um refúgio da moralidade e tradição no início deste milênio.
    Fico feliz em saber que o Brasil será, dentro em pouco tempo, majoritariamente evangélico e por isso mais e mais pessoas terão este senso de mobilização que os católicos perderam.

  33. A JMJ será a grande oportunidade de professarmos aos 4 cantos do mundo a nossa Fé em Deus. Não vamos deixar que seja um “piquenique” cultural, musical, de danças e meras manifestações de arte secular. Não vamos deixar que a Cruz da Juventude, embora não tendo o Crucificado, seja apenas uma cana agitada pelo vento, assim como a ícone da Santíssima Virgem com o Menino Jesus, também seja uma mera figura de arte. Estes símbolos, seja a mais perfeita demonstração de nossa Fé, em um Deus que morrendo numa Cruz, atraiu a todos a Si, e deu a todos o poder salvar-se, basta que o confessemos. Que o ícone da Salus Populi Romani, seja nossa bandeira ante o Mundo sem Deus, sem Fé e sem Temor.

  34. A cnbb n vai acordar, continuar neste discurso é secar gelo.
    Quem vai ter que acordar e fazer alguma coisa são os leigos a começar pelas nossas casas: educando as meninas e erradicar o feminismo delas. N aguento mais ver mulher que diz Católica com QI feminista
    Educando os meninos visando a alma deles e n somente para serem engenheiros, médicos e afins.
    Precisamos de padres e que eu saiba eles saem das famílias.

  35. Li alguns excelentes comentários aqui.a ênfase de Julio Cesar Chaves é fundamental.Por razões TÁTICAS, deveremos argumentar a favor do repeito à vida humana desde o momento da concepção e a favor de família naturais, com pai macho, mãe fêmea e filhos gerados por eles próprios, e a favor da sexualidade normal( que segue a NORMA informática impressa nos programas inatos inscritos nos cromossomos, com individuos XY e outros XX, com o sexo sendo para reproduzir- daí espermatozoides, óvulos, útero, trompas, ejaculação, ereção, etc- e tendo uns co-programas de integração com outros programas biopsíquicos- sociabilização, autodefesa, solidariedade, ternura, generosidade, amor paternal/maternal, filial, erótico, fraternal, espiritual- , que são importantes mas SECUNDÁRIOS e não fazem a essência da sexualidade humana, que é reprodutiva/cuidadora/convivencial/solidária) partindo de formulações CIENTÍFICAS, SOCIOLÓGICAS, GENÉTICAS, e não em primeiro lugar religiosas.O aspecto religioso é o principal, na essência, mas não na sequência de ações que salvarão vidas , contribuirão para a plenitude do Reino de Deus e uma Cidade Cristã ideal.Na ação, temos que usar argumentos que salvem vidas, equilibrem a sociedade, desarmem os inimigos, atinjam a todos, crentes ou não. Outro detalhe: a CNBB não deve ser conclamada a acordar.Ela está acordada.Todos os que de fato a dirigem estão de a-cordo que a meta é destruir a igreja Católica por dentro,

  36. Houve pequena dificuldade tecnica em digitar o final do meu comentário.Nele dizia, em resumo, que a Igreja, em sua parte humana, precisa sim acordar.A CNBB já está maleficamente acordada.Basta ver suas ações e pronunciamentos, seus temas, suas campanhas, seus silêncios.Não se trata somente de covardia e acomodação de vários bispos.Trata-se de ação deliberada, coordenada, de desconstrução, feita com perfeita má fé.Não há o que discutir: vejam-se pronunciamentos, temas, campanhas, silêncios, como já enfatizei.A árvore se conhece pelos frutos que dá.

  37. Rezemos para que acorde, então. Dá para ver que falta mais entrega do clero para assuntos como esses dos protestos.

    A CNBB só se manifesta para se mostrar contra a redução da maioridade penal, o que favorece menores infratores, que a opinião da maioria das pessoas não é nada favorável; ou através de notas que pouca gente toma conhecimento e ainda assim com um tom fraco e sem nenhum comprometimento.

    Tem a Campanha da Fraternidade, que seria muito boa se não estivesse sempre de lado, nem comercial se vê mais na televisão como antes; tem um monte de coisa acontecendo que é do ministério da Igreja orientar as pessoas e também não se vê muito empenho dos nossos bispos. Falta apoio inclusive da maioria dos fiéis da Igreja que não cobram atitudes deles.

    O jeito é rezar pelos nossos bispos e apoiá-los, cobrando também posições claras e fiéis à fé da Igreja na sociedade atual, tão abalada pela presença do mal.

  38. Quem precisa acordar é o povo Católico brasileiro que ainda coloca alguma Fé na CNBB esquecendo-se que a CNBB dorme na cama com o PT! Quem colocou o PT no poder mesmo? Parece que deu amnésia no povo, pois se esquecem que foi a CNBB com suas Comunidades Eclesiais de Base Comunistas a grande responsável por essa bagunça que está aí.
    Eu falo do que eu conheço porque eu estava “engatinhando” na Fé Católica quando me “arrebanharam” pra ser “animadora de comunidade eclesial” onde o discurso vigente era o “compromisso”, o “engajamento” , o “gesto concreto” em prol da Justiça Social. E tal “gesto concreto” seria votar num partido cuja plataforma era defender os pobres, os oprimidos, promover a distribuição da renda, acabar com os latifúndios…etc.
    O povo então caiu no engodo e assim como Esaú desprezou a bênção, trocando o seu direito de primogenitura por um prato de lentilhas. Mais preocupado com promessa de emprego, distribuição de terras, bolsa-familia e cesta básica, o povo Católico votou em massa num Partido que não fez outra coisa desde que subiu ao poder, senão promover aborto, homosexualismo e destruição da familia.
    Hoje, pra essa mesma CNBB engajar o povo em protesto contra o monstro que ela própria criou seria o mesmo que atirar no próprio pé.

  39. Bom tema (Paulo, 10/06/2013 – 7:35 pm) para a campanha da fraternidade da CNBB: “vida, sim; aborto, não”. Eles teriam a coragem?

  40. “Se eles se calarem, falarão as pedras”, essa foi a frase que Nosso Senhor disse caso os apóstolos se calassem, esqueçam a CNBB do PT, ela está morta e morto não fala, temos que fazer nós mesmo com ajuda de Deus.

  41. Concordo com o Júlio: quanto mais usarmos argumentos religiosos, menor será a eficácia.
    Estive presente na Marcha e posso dizer que muita gente que ali estava resolveu tirar do armários suas camisas de Nossa Senhora, cruzes enormes e usar na marcha. Eu discordo de quem age assim: pensar que a Marcha contra o aborto se trata de um evento religioso.

    Estive lá como cidadão, como pessoa de direito que paga impostos e quer ser ouvida. Estar lá como católico oficial é dar munição aos abortistas gritarem “o Estado é laico!”.

  42. Está escrito no post: “Qual é o verdadeiro motivo da EVASÃO DE CATÓLICOS?!? Com a resposta, os senhores pastores…”

    Entre tantos motivos da saída de pessoas da Santa Madre Igreja Católica, podemos citar a falta de Conhecimento e consequentemente, a falta de Fé, de Esperança e de Caridade.
    Outro motivo: a existência da própria cnbb.
    Outro motivo: a existência da missa nova.

    Já os protestantes, assim como os judeus e tantos outros, querem as coisas deste mundo. E aqueles que deixam a Igreja de Cristo, trocam o Céu por este mundo e depois, pelo inferno.

    Ninguém vai para o protestantismo para conhecer, amar e servir a Deus nesta vida (na maioria das vezes com sofrimento) e gozar na outra.

    Por último, quando um “pastor” “resolve” buscar o Reino do Céu, ele se converte, tornando Católico.

    Tudo isso para dizer que a resposta não está com os “pastores”.

  43. “Vamos parar de ficar chorando um no ombro do outro!”

    “Quem precisa acordar é o povo Católico brasileiro”

    Então é assim? Nem choro, nem vela?

    Melhor lê o comentario:

    Vitor Martins, 11 junho, 2013 às 10:17 am

  44. Sabemos que a CNB do B não vai acordar. Mas é importante que notícias assim sejam mostradas, para que eles saibam que nós sabemos, e para que aqueles que não sabem, passem a saber. Já nos basta uma conferência episcopal que não é católica, não precisamos que todos os confundam com a essência da Igreja por falta de aviso.
    As pessoas não nascem sabendo. Nós mesmos já chegamos a pensar que a CNB do B era católica. Notícias assim nos fizeram abrir os olhos. Sem as notícias ficaríamos sem saber até hoje, apenas com o desconforto de “a Igreja dizer essas coisas”, como muita gente se sente atualmente. Não, não é a Igreja, é a CNB do B, deixemos bem claro.

  45. É preciso mencionar que esteve presente o Pe. Rafael, assessor do Setor “Vida e Família”, da CNBB, na 6ª Marcha Contra o Aborto, em Brasília. Depois do evento, visitamos o Prof. Humberto Leal Vieira, membro da Pontifícia Academia para a Vida, em sua residência.

  46. Louvado seja Deus porque pelo menos na defesa da vida católicos e evangélicos estão de acordo. Louvado seja Deus pelos que dfendem a vida e sabem também respeitar a dor de muitas mulheres que o medo, a pressão da família, a falta de alguém que as ajudasse na hora decisão fizeram cometar a loucura do aborto. Louvado seja Deus. Tenho orgulho de nossos bispos que defendem a vida assassinada no aborto, que defendem a vida que se arrasta em nossas ruas na pessoa dos moradores de rua, que defendem a vida diante da mortalidade infantil, da miséria, da fome, que defendem a vida lutando contra a injustiça que fere e que mata, que defende a vida destruída aos poucos pelas drogas… É triste tanta polêmica por uma coisa tão bonita como foi a marcha pela vida… Lá estavam cristãos evangélicos e católicos… Nossa Igreja Católica é perita em humanidade. Amemos esta Igreja que deu ao mundo Francisco de Assim, Vicente de Paulo, Teresa de Calcutá, Irmã Dulce… deixo a vocês a tarefa de completar a lista.

    • Reverendíssimo Padre Antonio Aparecido Pereira, refaço a pergunta de outro post: o senhor é o famoso padre Cido, da arquidiocese de São Paulo? Caso positivo, honra-nos tão ilustre audiência.

  47. Nota importante: Existe um projeto transitando no Congresso Nacional para mudar o Código Penal brasileiro. Ao invés de punir com mais rigor criminosos perigosos (políticos corruptos, traficantes, estupradores,…), por INCRÍVEL que pareça, o novo código penal DESPENALIZARÁ, crimes como EUTANÁSIA (fico pensando nos velhinhos e doentes terminais das UTIs) e ABORTO (novos Herodes: PT, ONU, Fundação Ford…) serão ainda mais incentivados, ou seja, inocentes serão covardemente penalizados (condenados sumariamente à pena capital), enquanto que políticos corruptos, estupradores e assassinos ganharão ainda mais espaço para continuar destruindo lares inteiros. Se depender de algumas autoridades nacionais: AS COISAS VÃO PIORAR. Que Deus nos ilumine nesta árdua missão de defender a VIDA (e vida em abundância para todos!). Vamos fazer a nossa parte: ORANDO pelas autoridades políticas e eclesiásticas, não elegendo políticos comprometidos com o projeto da MORTE (PT, PCdoB, PSOL e CIA LTDA…), participando de passeatas em favor da VIDA, da FAMÍLIA TRADICIONAL (formada por um homem e uma mulher), convocando nossos pastores para comparecerem nessas caminhadas (a exemplo dos bispos do Canadá e EUA), JEJUANDO em prol do Reino de Deus, recolhendo mensalmente o nosso DÍZIMO, nos alimentando da PALAVRA DE DEUS, CONFESSANDO nossos pecados mensalmente, praticando OBRAS DE CARIDADE e finalmente, CONVERSÃO RÁPIDA, pois o tempo urge!

  48. “Papa Francisco participa de Marcha pela Vida em Roma” (c.f. em http://www.montfort.org.br/papa-francisco-participa-de-marcha-pela-vida-em-roma/)
    CNBB, como eu aprendi no quartel: “OLHO NO GUIA”.
    Que vergonha. O “grande comandante” da Santa Igreja vai ao front de batalha, enquanto seus oficiais, nem as trincheiras querem; antes, preferem o ar-condicionado e o levantamento de caneta.

  49. Já passou da hora dos nossos pastores saírem de seus PALÁCIOS EPISCOPAIS e irem ao encontro de suas ovelhas no front de batalha que são as ruas, defendendo bandeiras nobres, tais como: a VIDA, a FAMÍLIA, a SAÚDE (contra a liberação das drogas), o TRABALHO honesto (contra os políticos de carreira de Esquerda, das CEBs, das CUTs, dos MST…). É o que esperamos há anos. E a esperança é a última que morre.
    Feliz a nação cujo Deus é o Senhor e cujos pastores estão ao lado das ovelhas, anunciando o EVANGELHO DA VIDA e denunciando os pecados cometidos contra a Lei de Deus (não matar, não furtar, casamento gay, liberação das drogas, satanismo político…).

  50. Uma vez, estava voltando de ônibus para o hotel, após ter assistido a missa dominical. Detalhe: na homilia, o padre falou sobre o desmatamento da Amazônia!. De repente, um pastor protestante, tendo reconhecido uma frequentadora de sua igreja, perguntou para ela, em voz bem alta (marketing), como estava o marido, se tinha parado de beber, se estava trabalhando, etc… A impressão que ficou para todos os passageiros, é a PREOCUPAÇÃO do pastor com os problemas particulares dos seus fiéis. Já o meu padre, estava preocupado com a Deusa Gaia…
    Outra coisa: em muitos lugares onde trabalhei, quando os evangélicos descobrem que sou Católico, “caem matando”, tentando me “converter”. Fazem jogo bruto, inclusive: um desses, abriu a mini-Bíblia dele em Apocalipse, e tentou me provar que o Papa é o Anticristo. E que o Vaticano é a Babilônia..É assim que eles agem, e estão ganhando a guerra… Enquanto isso, não temos coragem de acusá-los de herejes, não temos coragem de dizer que Lutero era blasfemo, etc…
    E nós, fiéis, não podemos fazer nada? Claro que podemos!.

  51. A ALA ESQUERDISTA DA CNBB TALVEZ SERIA A GRANDE RESPONSAVEL PELO COMUNISMO NO BRASIL VIA ALGUNS EXPOENTES COMUNISTAS BISPOS EM ELOS COM O FORO DE SAO PAULO/PT E CONSELHO MUNDIAL DE IGREJAS!
    A RUSSIA A CADA DIA ASSUSTA – NO BOM SENTIDO!
    TUDO QUE ATENTE CONTRA O CRISTIANISMO E DESTROI A FÉ COLABORA COM O CAOS!
    Tempos atrás, a Russia proibiu pelos próximos 100 anos a possibilidade de existencia no país de desfiles gays; estão moralizando-se, agora a mais nova, que é de o mundo virar de cabeça para baixo: Rússia vira bastião da moralidade cristã: KIT GAY FOI PROIBIDO NA RUSSIA!
    A Duma russa acaba de aprovar quase unanimemente (436 votos numa câmara de 450 deputados) que restringiu a informação sobre “relações sexuais não tradicionais”, ou seja, não se poderá dirigir a menores de idade propagandas ou informações sobre a homossexualidade;
    Chegaram á conclusão que marxismo em si, além de LOUCURA, caso de HOSPICIO, é destruir a nação, como já sucedeu ao povo russo anteriormente.
    Defronte o edifício onde decidiam nessa quarta 12 houve manifestações contrarias dos ativistas pró gays/glbts e a policia agiu rápido e deteve 30 pessoas dentre seus simpatizantes.
    O Brasil precisa recristianizar-se, remoralizar-se; os soviéticos já perceberam que em casa as coisas têem de funcionar com o cristianismo, nas casa dos outros, bem, isso é problema de cada um…
    E Putin, cada dia uma nova nessa direção, querendo baixar lei na próxima semana que desaprovará casais gays de assumirem um filho, é de levantar defunto da cova!
    E a Assembleia russa ainda por cima proíbe e institui multa por ‘propaganda gay’ de pessoas físicas e de empresas de mídia…

  52. Paulo,
    Fiquei muito feliz por vê-lo na luta pró-vida, a ponto de deslocar-se de Belo Horizonte para participar das manifestações contra o aborto em Brasília e, ainda por cima, em companhia do Prof. Hermes Rodrigues Nery, esse guerreiro da causa, que tem nele, junto com Pe. Lodi, um comandante 100% dedicado. Eu já o tinha encontrado aqui em Belo Horizonte no terço e procissão contra o aborto promovido pelo pessoal da Missa Tridentina, tendo à frente da divulgação e organização Luiz Fernando de Andrada Pacheco, jovem liderança tradicionalista muito promissora em Minas. Então, você comentou comigo sobre a pequena adesão dos católicos a essas manifestações. Conversando ali no adro da Boa Viagem, nos descobrimos afinados na mesma visão de que as divisões na Igreja, inclusive entre os grupos tradicionalistas e conservadores, representavam uma causa importante da pouca mobilização dos católicos nessas manifestações. “Um reino dividido é um reino morto”, já disse Aquele em torno do qual deveríamos estar unidos. E você tem razão também ao recordar aqui a ausência de lideranças de peso nessas horas, capazes de atrair e reunir multidões de católicos, como seria o caso dos nossos pastores maiores, os bispos. Mas aqui já foi por demais martelado o que todos sabemos: a CNBB, desde a origem, ligou-se às esquerdas, e a luta pró-vida não faz parte da agenda esquerdista. Não imagino como possa haver mudança aí. Os esquerdistas não mudam com facilidade. O comunismo fracassou no mundo inteiro. Como eles ficam diante disso? Saem pela tangente, dizendo que o comunismo nunca foi implantado, o que fracassou foi o “capitalismo de estado”… Assim não dá, não é? Sabe de uma coisa? Acredito muito que, se os tradicionalistas e conservadores não fossem tão divididos em grupos que se rejeitam, se se abrissem para o diferente, conseguiriam promover marchas semelhantes àquelas pela família dos anos 60, isso porque está mais do que provado que o povo brasileiro é conservador no coração, não quer legalização do aborto, aprovação de casamento gay, escolas ensinando masturbação, uso de camisinha e pílula, transas entre parceiros do mesmo sexo e com animais, coisas desse tipo. O sucesso de Igrejas como a Assembléia de Deus, a proeminência alcançada por um pastor como Silas Malafaya vem muito por sua pregação moral dentro dos princípios tradicionais. Enfim, Paulo, o seu alerta dá muito o que pensar e fazer.

  53. Elton,
    Sobre o assunto que você nos traz, sugiro-lhe a leitura de duas matérias bem esclarecedoras: o debate entre Olavo de Carvalho e Alexandre Dugin ( que você encontra no site de Olavo) e o artigo “O engodo russo”, publicado no blog Adversus Haereses. São leituras indispensáveis para quem, como você, acredita que a Rússia assusta “NO BOM SENTIDO”. E também para quem com ela se assusta “no mal sentido” ou para quem nem está aí para o problema porque ignora a encrenca em que estamos metidos.

  54. Para mim a explicação para tudo isso é bíblica. O Reino dos Céus não é para todos, só um “resto” é o escolhido, como deduzimos do Capítulo 11 da Carta aos Romanos.

    Este “resto”, por certo, não pode ser maior que o todo. Este “resto” há de ser necessariamente maior. O grande segredo cristiano é saber, penso eu, discernir entre o rebanho que segue o pastor e suas atitudes meramente politiqueiras (basta ver os discursos do Malafeia, por exemplo), com a verdadeira religião, o que ela pede, o que ela impede.

    Não nos enganemos. Nem todos os que dizem “Senhor, Senhor”, herdarão o Reino. Isso, é claro, não livra a conduta dos nossos bispos, ausentes, desacreditados, desconfiados, políticos, não vocacionados: mas também, quem lhes garantiu que fazem parte do “resto”?

    Penso que está tudo certo. Afinal de contas, é Deus que assim disciplina e certamente Ele sabe muito mais do que nós.