Iniciada a reforma da reforma da reforma litúrgica?

Duas notícias de Blogonicus:

Piero Marini será o novo Prefeito do Culto Divino?

Segundo informa o Pe. Ray Blake, no seu sempre excelente blog, fazendo eco ao publicado por Liam Connolly (ver abaixo), o arcebispo Piero Marini seria nomeado, em questão de horas, como novo Prefeito da Congregação para o Culto Divino e Disciplina dos Sacramentos.

Arcebispo Marini foi o responsável por boa parte das liturgias do pontificado de João Paulo II e por alguns anos de Bento XVI, sendo particularmente culpado pela péssima impressão que as missas pontifícias causavam aos olhos e ao coração dos católicos fiéis.

A saída de Piero Marini, que nunca é demais lembrar foi discípulo de Annibale Bugnini, da sua função de liturgista foi comemorada por muitos dentro e fora do Vaticano. Piero representava o pior gosto e senso litúrgico da pós-reforma e seu banimento significava apenas o óbvio – não há lugar para tais idiotices na liturgia da Igreja!

Entretanto, como afirmei mais cedo hoje:

Um novo estilo se instalou, para desespero daqueles preocupados com a coerência de uma reforma da reforma. Não é possível afirmar, com honestidade, que Francisco continua no caminho da reforma da reforma iniciado por Bento XVI, ainda que de forma diferente.

O cardeal Cañizares, atual prefeito, mesmo com sua predileção pelo movimento dos “neocatecumenais”, não é nem de perto um mau negócio quando comparado com Piero Marini. O retorno de Piero Marini, se confirmado, é um desagravo aos modernistas e uma humilhação (mais uma!) aos tradicionalistas ou mesmo conservadores. É, como disse o Pe. Blake, o “horror dos horrores”.

Se confirmado, será o ponto de “cisma” entre Francisco e Bento XVI. Lembrando que Francisco teve um encontro reservado com Piero Marini em abril, poucos dias após sua eleição, onde já se especulava a nomeação.

A elevação de Piero Marini a um posto que considero de importância igual ao da Doutrina da Fé é lamentável. Ela deixará claro, como já disse, a direção de Francisco e ferirá de morte o coração de muitos bons católicos.

“Quem viver, verá”.

* * *

DEMITIDOS – Liturgistas de Bento XVI

Como informam os blogs Rorate Caeli e Secretum Meum Mihi, os consultores da Oficina de Celebrações Litúrgicas do Sumo Pontífice foram todos – T.O.D.O.S – removidos dos seus postos [nota do Fratres: o que inclui Monsenhor Nicola Bux e o Pe. Uve Michael Lang].

Como acontece com todos os cargos consultivos na Cúria, há um prazo de cinco anos, que pode ser renovado por mais cinco, para que o sacerdote ou bispo membro de um dicastério exerça seu trabalho. Entretanto, Francisco preferiu nomear novos membros.

A liturgia foi o destaque do pontificado de Bento XVI e penso que o tema tem o mesmo peso para Francisco, mas numa direção inversa. O papa atual já deu mostras de como quer que a vida litúrgica do Sumo Pontífice seja conduzida – simplicidade e pobrismo.

Dos 5 nomes indicados por Francisco, 2 são ligados ao Santo Anselmo, que foi o grande centro disseminador da reforma litúrgica selvagem.

Um dos nomeados, o carmelita Giuseppe Midili, no centro, durante conferência na Espanha.

Mas o que isso significa?

Significa que as mudanças na liturgia do Papa serão rápidas. Um novo estilo se instalou, para desespero daqueles preocupados com a coerência de uma reforma da reforma. Não é possível afirmar, com honestidade, que Francisco continua no caminho da reforma da reforma iniciado por Bento XVI, ainda que de forma diferente.

Entretanto, Francisco começa da base. Remove-se os consultores, que são a “equipe teórica” das celebrações. Depois, penso eu, virá uma remodelação dos cerimoniários. Por último a demissão de Mons. Guido Marini.

Os consultores de Bento XVI representavam o “suprassumo” do seu pensamento litúrgico e davam ao departamento a condução teológica que Ratzinger sintetizou tão bem em “Introdução ao Espírito da Liturgia”.

Eu repito que somente alguém desonesto ou mentalmente afetado pode afirmar uma continuidade litúrgica entre Bento XVI e Francisco. Não há! Vivemos nestes dias uma transição, mas Francisco deixa muito claro qual o caminho a ser percorrido. E o Papa atual não está preocupado com hermenêuticas quaisquer que sejam.

Diferentemente dos nomes anteriores, que já eram conhecidos em diversas partes do mundo pela sua postura crítica em relação à reforma litúrgica e seus excessos, os nomes apontados por Francisco emergem do completo anonimato.

Podemos esperar de tudo um pouco. Um movimento reacionário e restauracionista está tomando conta do Vaticano. A Igreja, com Francisco, está na contramão, caminha de marcha ré e com os olhos fechados para a realidade. Oremos!

47 Comentários to “Iniciada a reforma da reforma da reforma litúrgica?”

  1. Livrai nos, Senhor!!!

  2. Só peço a Deus que me dê um coração de carne, para que eu possa, como católico e ofendido, deixá-lo limpo e aberto como uma campina.
    Não é fácil estar disposto a perdoar, porque vejo a Igreja sendo desmantelada a olhos vistos. Eu sempre soube que seria assim, chorei ao saber que Bergoglio foi eleito, porque sabia a espécie de arcebispo que ele era.
    De minuto em minuto tento abafar em meu coração a raiva que tenho de Bento XVI, porque essas coisas não aconteceriam se ele tivesse levado sua cruz até o fim. Agora ele mesmo está vivo para ver pulverizarem oito anos de tibieza que levaram a uma certa moralidade dentro deste panorama liberal que constitui a Igreja Nova.
    Bergoglio desconhece a palavra escrúpulos. Ele fará isso e muito pior, se a Divina Providência assim permitir.
    Não acredito que eu, leigo, eterno devedor diante de Deus, tenha tanta dificuldade em sofrer estas coisas com paciência.
    Mas se eles destroem a Igreja, só espero em Deus que não arruinem a minha alma também, porque devo confessar, É DIFÍCIL ter abertura de espírito e estar pronto para perdoar de todo o coração uma afronta, ainda mais direcionada à Igreja.
    Se eu seguisse e deixasse à solta meus instintos mais baixos, estaria rezando pela morte desse papa, porque juro que este pensamento me assalta, e com muito custo repreendo a mim mesmo por isso. Mas compreendo também que se deixo a raiva tomar conta do meu coração, não haverá espaço para o amor. Peço a Deus paciência e abertura de coração, porque se Nosso Senhor padeceu com paciência e agora permite que a sua Igreja padeça igualmente, certamente há algum benefício sobrenatural em tudo isso. Olhemos as coisas sob um ponto de vistas superior, afinal de contas até mesmo de coisas ruins o Bom Deus sabe tirar coisas boas.
    Rezemos por nós mesmos, rezemos pelo papa atual, pelo papa anterior, por todos, especialmente os que mais precisam de orações…

  3. E ainda alguém duvida a que o papa Francisco veio?

  4. Duas coisas me chocam. A primeira é alguém achar que detalhes litúrgicos são mais importantes do que a verdadeira reforma de que a Igreja necessita, uma reforma que inclui conversão, vida evangélica autêntica, diálogo, amor.

    A segunda coisa que me choca é a falta de amor e respeito para com o Papa. E não falo de todos os comentários, obviamente. À vezes leio comentários discordantes, porém respeitosos. Às vezes leio comentários agressivos em relação à pessoa que Deus designou para presidir nossa Igreja. “Tu és Pedro e sobre ti edificarei minha Igreja”. O amor não está acima de nossas ideias? Um grande abraço a todos.

    • Pra fazer uma reforma “que inclui conversão, vida evangélica autêntica, diálogo, amor” (o que, na prática, isso significa e depende do Papa?) é preciso revolucionar a liturgia católica (detalhe pra você; mas não foi para inúmeros santos, Papas, Concílios e fiéis ao longo da existência da Igreja)?

  5. Alguém disse logo depois do conclave, se não me engano aqui no Fratres, que em 6 meses todo o legado de Bento XVI estaria destruído. Não imaginava que aquilo que tanto me assustou se cumpriria de forma profética…

  6. To ficando preocupado… Com a sensação estranha de que, passo a passo, essa tensão silenciosa crescente vai explodir da pior forma possível.

    • A coisa está ganhando ares de perseguição aberta aos conservadores. Isso de um Papa que fala tanto de “diálogo” e “unidade”.

  7. Não consigo crer que por inocência o Papa está a nos levar ainda mais à ruína. Presumo ser má fé.
    Onde vamos parar com este Francisco? Vinde triunfo do Imaculado Coração de Maria!

  8. Nesta grande borrasca, nesta grande desolação que vem atingindo a Santa Madre Igreja desde o Concílio Vaticano II e, sobretudo, desde o início deste último pontificado, minha alma só consegue repetir as palavras do profeta: “Custos, quid de nocte?” / “Sentinela, quanto resta da noite?” (Isaías XXI, 11).

  9. Sérgio Mendonça,

    Procure estudar um pouco sobre a importância da liturgia no contexto orgânico da Igreja, antes de bancar o palpiteiro pedante e insolente! Se soubesse, saberia que a liturgia é a catequese mais importante e que todo inimigo da Igreja, pelo menos desde Lutero, viram na liturgia o ponto nevrálgico para corrompê-la e minar a Fé.

    Se só de ignorância vc sofresse, estaria no lucro. Mas vc padece de percepção invertida, afetação de nobreza e de uma verborragia recheada de chavões. Conversão, vida evangélica, diálogo, amor… Tudo isso é conversa mole (e venosa!) de quem quer inverter a realidade, acusando pessoas sinceras e cheias de razão de defeitos e falhas inexistentes e que são próprias de quem acusa e no exato momento em que acusa.

    Linguagens melífluas e bífidas como a tua, por ingenuidade de uns e má-fé de outros, há pelo menos 50 anos têm servido para destruir a Igreja e justificar todo tipo de ação asquerosa!

    Pessoas como vc me chocam por duas coisas. Uma pela ignorância, e outra pela petulância típica de um inepto. Não sei se vc é bem intencionado ou não. Espero que seja. Mas se não for, vc me chocaria também pelo cinismo.

  10. Me desculpe a sinceridade. Sou jornalista e católico praticante, mas o seu texto está horrível! Você passa grande parte do texto criticando e insultando nomes sem ao menos sintetizar o que els fizeram. Você em nenhum momento explicou o que as mudanças podem representar. Apenas, ficou alarmando e se repitindo. Eu estudo a liturgia, me agrada o estilo liturgico que Bento XVI adotou mas penso que hoje a nossa igreja tem coisas mais importantes para se preocupar. Não que a liturgia não seja importante, mas o evangelho não anda chegando as pessoas. A igreja anda muito distante de seus fiéis. Jesus disse para que fossemos ao encontro dos pobres. E a nossa Igreja como a única igreja que realmente Jesus nos deixou, precisa seguir seus ensinamentos. As pessoas precisam urgentemente do pão dos céus. Penso que a liturgia tem papel importante nessa caminhada mas sem o evangelho, sem a busca pelos que sofrem, não vai cumprir o eu verdadeiro papel. Quanto ao blog ou site, peço que seja mais claro nos próximos textos, acredito que a intenção foi boa, mas se os textos continuarem desse jeito, estarão fazendo um disserviço a igreja e estarão disseminado separação na nossa igreja. Obrigado

  11. O papa entra faz, ensina assim, tenta conciliar tradição com Vat II, e até seduz muitos “tradicionais”….. Muitos ficam felizes.
    Morre (ou renuncia)
    Outro entra desfaz tudo que o anterior ensinou e fez, e faz tudo novo. Muitos choram.
    É o aggiornamento… o que serviu ontem não serve mais hoje.
    A verdade hoje, amanhã será mentira…e por aí vai.
    Sem falar nas palavras do papa Emérito:
    ‘Quanto mais vejo o carisma de Francisco, mais entendo a vontade divina’

  12. Nossa Senhora em La Salette disse:

    “Ai dos sacerdotes e pessoas consagradas a Deus, que pelas suas infidelidades e más vidas crucificam meu filho de novo! Os pecados das pessoas consagradas a Deus “clamam aos céus” e atraem a vingança e eis que a vingança está as suas portas, porque já não se encontra ninguém para implorar misericórdia e perdão para o povo. Já não há almas generosas, já não há ninguém digno de oferecer a Vítima sem mancha ao Eterno Pai, pelo mundo. Deus vai castigar de uma maneira sem precedentes. Ai dos habitantes da terra!”

    Ela estabelece um claro vínculo entre o fim da oferta do Sacrifício de Jesus na Cruz, a Missa, e os castigos finais que devem atingir a humanidade, a verdade é que nesses 2000 anos Deus reteve a sua mão para não castigar o mundo por que o Sacrifício da Missa estava sempre lhe sendo oferecido.
    Em 2 Ts 2.3,7 aprendemos que “algo” e “alguém” detém a vinda do Anticristo, essa passagem sempre foi um mistério, pois São Paulo não esclarece ao que ele se refere e muitas teorias foram levantadas com o passar dos tempos: o Espírito Santo, a Igreja, São Miguel Arcanjo etc. Mas a passagem diz claramente que “algo” que também é “alguém” o detém, penso que o “algo” é a Eucaristia e o “alguém”, o Senhor Jesus Cristo, desse modo quem detém o Anticristo é o próprio Senhor Jesus Cristo.
    Sem o Sacrifício da Missa o Pai não irá mais deter a sua mão contra o mundo e os castigos finais se abaterão sobre o mesmo.
    Esse ataque concentrado contra a Liturgia Católica e contra a Santa Missa em particular que estamos observando desde o fim do VC II, de modo a extinguir o Sacrifício Perpétuo como declarado em Dn 9,27, só pode corresponder ao cumprimento dessa profecia, a Missa está sendo extinta ao ser tornada inválida debaixo dos olhos de todos, que não veem nem percebem nada!
    Dar continuidade à reforma de Bugnini, que criou a Missa Nova para ser apenas uma etapa na destruição da Missa, irá trazer o Anticristo e os castigos finais contra a humanidade.
    O que devemos fazer? converter quem pudermos, lutar pela Missa de Sempre, rezar o Rosário como pedido por Nossa Senhora de Fátima, pois é só que nos restará se a Missa acabar e manter nossas lâmpadas acessas: conservar a Fé Católica até o fim.
    Vão tentar fazer tudo silenciosamente para não serem notados, como vem acontecendo à 50 anos.
    Mas penso que com Bergoglio tudo agora vai se acelerar, olha só como ele mal virou Papa e já saiu correndo atrás da Missa de Sempre rezada pelos Franciscanos da Imaculada? e com tanta coisa errada acontecendo na Igreja ele começou a restringir o que é certo? e agora está se cercando de progressistas… pela atitude com a Missa é que saberemos quem é o Papa Francisco (mas acho que já sabemos!).

    Estou apocalíptico hoje não é? porque será…

  13. Quem como eu que deu um “like” no que disse Francisco a respeito de monsenhor Guido, de que decidiu mantê-lo como mestre de cerimônias para que a formação dele, mais tradicional, enriqueça a de Bergoglio, mais “emancipada”, que coma o próprio dedo! Ou o pequeno Guido Marini se demite, ou aceita a humilhação do poderoso parente, se este for nomeado Prefeito dos Ritos.

    No dizer do cardeal Bartolucci, o “circo” dos dias de João Paulo II estará de volta, se isto ocorrer. Mais do que re-esculhambar os ofícios sagrados em São Pedro, dom Piero ressurge com seus poderes ampliados sobre toda a Igreja do Ocidente. Por outro lado, não vejo como nossa situação litúrgica pode ser piorada…

  14. Rezemos pelo pontificado de Francisco. Quem sabe Deus toca no coração dele e esta notícia não se realiza? Deus pode tudo, e se pedirmos direito, Ele nos atenderá.

    Mas irmãos, de nada adianta comentarmos somente aqui. Nem tudo que o Papa Francisco diz é um desastre: a maioria das coisas que ele diz é coerente com a Igreja, o problema é que a minoria de seu discurso é particularmente grave. Uma das coisas certas que ele disse foi que não devemos ficar presos em nós mesmos. Nós temos que evangelizar, “sair pelo mundo”! Temos a internet para isso!

    Aqui falamos, comentamos para nós mesmos, ficamos somente aqui em nossa “capela” enquanto o mundo fica cada vez mais ignorante. A maioria das coisas que leio nos comentários de você são coisas que eu também penso; a maioria dos comentários também recebem sempre mais avaliações positivas que negativas, o que mostra que a maioria dos leitores do blog tem o mesmo pensamento quanto à Doutrina e Tradição da Igreja. Portanto que adianta comentarmos somente aqui? Mudaremos o pensamento de alguém daqui comentando conforme a Tradição só aqui? Não!

    Comentemos aqui, óbvio, mas também comentemos em outros lugares, saiamos pelos sites mundanos que distorcem a Igreja ao seu gosto e tentemos mostrar a Tradição e a beleza da salvação que nossa Madre Igreja nos tem a dar: sejamos o SAL e a LUZ da internet, do mundo. Não é isto que os verdadeiros cristãos são, sal e luz do mundo? Então sejamos sal e luz, como nos pede nosso Senhor. Creio que se todos daqui comentassem alguma vez em algum site que fale sobre a Igreja de forma errada, muitas pessoas que não conhecem a Igreja verdadeira passariam a conhecê-la, e se pelo menos uma se convertesse, já seria uma bênção!

    Basta copiar os excelentes comentários que vocês publicam aqui e também publicá-los nos outros sites, não demora tanto assim!

  15. Acho ridículo a frase que postaram “A Igreja, com Francisco, está na contramão, caminha de marcha ré e com os olhos fechados para a realidade. Oremos!” A Igreja anda na contra mão sim, de muitos católicos de fachada que endeusa os exageros litúrgicos existentes e ignoram o irmão que sofre. Com Francisco a Igreja está se tornando mais humana, está deixando de ser uma ONG e sendo realmente uma Igreja. Para entenderem o que o Papa Francisco está fazendo basta ler os Evangelhos e ai poderão entender o que está acontecendo. A Liturgia deve ser muito bem cuidada, assim como a vida também dos pobres miseráveis, que precisam de ajuda. Oremos, por aqueles que tem espalhado a discórdia e a divisão dentro da Igreja!

  16. Parafraseio esse comentário e digo: …”tento abafar a mágoa dolorida em meu coração que tenho de Bento XVI”…

    Bento XVI, tomara Deus que sem querer, jogou por terra todo seu trabalho de Reforma da reforma, que, ninguém em sã consciência, acredita que ainda exista…

    Mas, como se diz no nordeste, “Deus não bate em ninguém de cacete”. Apesar de debilitado e fraco fisicamente, Bento XVI está lucidíssimo e com certeza vendo com dor e amargura o mau que produziu sua renúncia, pois o mesmo sabe, e afirmou num dos seus escritos, que uma das causas da crise da fé é a crise litúrgica, e pelo balançar da carruagem Franciscana, a era depredatória Montiniana pós- Concílio está de volta, mais forte do que antes…

    Por que Deus permitiu isso???

    Não nos cabe saber…

    Só peço e desde já rezo a Deus, como pediu o moderador deste blog, que nada nem ninguém te impeça ou intimide no serviço que tens prestado à Igreja, denunciando e pondo às claras os desmandos e aberrações que acontecem pelo Brasil e mundo a fora em matéria litúrgica. Muitas vitórias já foram alcançadas graças ao trabalho incansável desse blog na defesa da Fé Católica. Se os maus não dormem nem cochilam, por que os filhos da luz deveriam se calar???

    Contem com nossas orações e reze por nós!

  17. Não preciso ser hipócrita: continuo a rezar pelo próximo conclave. E isso, digo, se é que há qualquer validade na renúncia do Papa Bento XVI que, sob muitos aspectos claudicante, pelo menos teve o inequívoco mérito de esforçar-se por restaurar a Liturgia e a Igreja dEle. De resto, repito as palavras de David de Almeida: “E ainda alguém duvida a que o papa Francisco veio?” Bem, eu jamais as tive.

    Em 1846, a Santa Mãe de Deus apareceu a dois pastorzinhos em La Salette, em França. Suas palavras dizem tudo:

    “Roma perderá a fé e se tornará a sede do Anticristo.”

    Não sou politicamente correto para amenizar Suas palavras e nem tenho a presunção de interpretá-Las ou negá-Las ao gosto dos papólatras que tomam por Vigário de Cristo qualquer um que vista um simar branco. A liturgia é uma expressão da fé, se se busca destrui-la é porque já não há mais fé.

    In fide,
    Guillermus.

  18. Sr. Ferretti, o Monsenhor Piero Marini não é aquele que há alguns meses comparou o pontificado de Bento XVI a um pântano estagnado e fétido? E que aqui no Brasil fez críticas ao Rito Romano Tradicional da Missa, dizendo que o padre celebra voltado para uma parede? (ele parece desconhecer que o padre celebra voltado para o Crucifixo – que representa Cristo – ou para o Santíssimo Sacramento, que é o próprio Cristo – portanto, voltado para Deus)
    Se a Dom Piero desagradaram tanto o decoro e o respeito que Bento XVI acrescentou à liturgia papal (incluindo aí a comunhão de joelhos e na boca), que podemos esperar desse Bispo como Prefeito da Congregação para os Ritos? Talvez possamos dizer que o “carnaval” está prestes a começar.
    Quo Vadis, Franciscus?

  19. Fratres, vejam o que acham:

    Eu havia lido uma vez a um tempo atrás essa exortação de São Francisco e parece que tem tudo a ver com o momento.

    Será um sinal o fato do papa ter escolhido o nome de Francisco I, a perseguição contra os Franciscanos da Imaculada?
    Apesar de estar muito angustiada, também lutando para não ter raiva, tenho que reconhecer que Deus está no controle de tudo, e que não há glória sem o calvário.
    A tempestade não está mais no horizonte, ela já começou.

    “WORKS OF THE SERAPHIC FATHER ST. FRANCIS OF ASSISI” versão de 1882
    Capítulo – Algumas Profecias do Santo Pai S. Francisco”, XIII, página 248.

    Pouco antes da morte do Pai santo, ele convocou os seus Filhos e alertou-os sobre os problemas que haviam de vir, dizendo:
    «Ajam com bravura, meus irmãos; ganhem coragem e confiem no Senhor. Em breve se aproxima o tempo no qual haverão grandes provas e aflições; perplexidades e discórdias, tanto espirituais como temporais, virão em abundância; a caridade de muitos esfriará, enquanto a malícia dos ímpios aumentará.
    Os diabos terão um poder fora do usual; a imaculada pureza de nossa Ordem, e de outras, será tão obscurecida, que haverá bem poucos Cristãos que obedecerão ao verdadeiro Soberano Pontífice e à Igreja Romana com corações leais e caridade perfeita. Nos tempos desta tribulação, um homem não canonicamente eleito será elevado ao Pontificado, que, com sua astúcia, empenhar-se-á em levar muitos ao erro e à morte.
    Então escândalos se multiplicarão, a nossa Ordem será dividida, e muitas outras serão totalmente destruídas, porque consentirão o erro em vez de o combater.
    Haverá uma tal diversidade de opiniões e cismas entre as pessoas, os religiosos e o clero, que, se aqueles dias não fossem abreviados, segundo as palavras do Evangelho, até os eleitos seriam levados ao erro, se não fossem guiados, no meio de tão grande confusão, pela imensa misericórdia de Deus.
    Então a nossa Regra e nosso modo de vida serão violentamente combatidos por alguns, e provas terríveis cairão sobre nós. Os que permanecerem fiéis receberão a coroa da vida; mas ai dos que, confiando somente em sua Ordem, caírem em mornidão, pois não serão capazes de suportar as tentações permitidas como teste para os eleitos.
    Os que perseverarem em seu fervor e mantiverem sua virtude com amor e zelo pela verdade sofrerão injúrias e perseguições como sendo rebeldes e cismáticos; pois os seus perseguidores, instigados por espíritos malignos, dirão que prestam um grande serviço a Deus, eliminando aqueles homens pestilentos da face da Terra; mas o Senhor será o refúgio dos aflitos, e salvará todos que nEle confiarem. E a fim de serem como o seu Mestre, estes, os eleitos, agirão com confiança e com sua morte obterão para si próprios a vida eterna; escolhendo obedecer a Deus e não aos homens, eles não temerão nada e preferirão perecer, do que aprovar a falsidade e a perfídia.
    Alguns pregadores manterão silêncio sobre a verdade, e outros a calcarão aos pés e a negarão. A santidade de vida será desprezada até pelos que exteriormente a professam, pois naqueles dias Nosso Senhor Jesus Cristo lhes mandará não um verdadeiro pastor, mas um destruidor».

    retirado do site: http://www.amormariano.com.br/artigos/profecia-de-sao-francisco-de-assis-sobre-a-apostasia-e-o-cisma/

  20. Algo que li algum tempo que parece que afinal vai suceder. “Muita mudança tem sido planeada ao longo dos últimos anos pelo mal da Maçonaria na Minha Igreja na Terra. Agora, os seus planos, já conhecidos dentro das mais altas classes das igrejas, estão prestes a ser anunciados. Eles serão desvendados com o anúncio de que a Igreja Católica está a ser modernizada, para que se possa tornar relevante numa sociedade de espírito aberto e liberal. Será dito que é para pôr o passado para trás e será depois dito que o seu lema é abraçar todos os credos, para salientar que não tem uma atitude tacanha. Este anúncio será celebrado em todo o mundo e os meios de comunicação cobrirão esta grande notícia nas suas primeiras páginas, enquanto antes a Igreja Católica era vista com antipatia”
    Afinal se olharmos para os movimentos ocorridos nos últimos meses no topo da Igreja até parece plausível. Os ingredientes já lá estão ….

  21. Caríssimos… Confiemos no Espírito Santo, foi Ele se utilizando dos cardeais que elegeram nosso Papa Francisco. Talvez seja esta a vontade de Deus e as necessidades desse nosso tempo, de se pregar a Verdade Evangélica nessa época. A Doutrina da Fé é a mesma, o mesmo conteúdo, somente alguma mudança no perfil de se proclamá-la. Confiemos em Deus.

  22. Recebo com muita alegria os passos dados por Francisco, no que diz respeito a liturgia. Fico triste em saber que existem cristãos, com um pensamento tão pequeno, se preocupando tanto com a liturgia. Penso, que a liturgia é acima de tudo o culto prestado a Deus, e ao Deus de Jesus Cristo. Sempre me questiono, qual será o Deus q vcs seguem? Qual igreja? Já não era sem tempo vir alguém para a Igreja e com mt bom senso, direcionar a liturgia para aquilo que o Vaticano II prega. Fico as vezes assustado, com os os rumos que a liturgia tomou e alguns insistem em manter. algo frio, com ostentação de poder, cheio de regras e prudências. Muito diferente daquilo praticado ´pelos cristãos. Cf. atos 4. Não sei, as vezes penso: ou que eu estou numa igreja errada, ou vcs que estão? Sei lá, mas sei que minha igreja me faz mas humano, próximo, preocupado com questões mais essenciais.

    • Herege da Libertação detected!

    • Sei lá, mas sei que minha igreja me faz mas humano, próximo, preocupado com questões mais essenciais.

      R- Frei Felipe OFM,

      O senhor pode explicar para alguns comentaristas quais são as questões mais essenciais da “sua igreja”? Agradeço se o sr. puder enumerá-las.

    • Frei Filipe,
      Direcionar a liturgia para aquilo que o Vaticano II prega é manter a sacralidade no rito ordinário. É manter o uso do latim e as regras devidas no culto a Deus. A constituição Sacrosantum Concilium aprovada no Vaticano II diz-nos precisamente o contrário do que o senhor afirma. Leia esse documento e reveja o seu comentário.
      A reforma liturgica operada depois do CVII por Monsenhor Bugnini não seguiu as orientações da Sacrossantum Concilium em alguns aspectos, e daí resultou um novo rito mais simples e profano. O que o senhor deseja é ir além disso e operar uma arqueologia liturgica simplista com o objetivo de o aproximar das primeiras comunidades cristãs. Isso é um absurdo condenado por Bento XVI e muitos renomeados liturgistas como Monsenhor Guido Marini, porque nega o facto de que a liturgia cresce e se desenvolve ao longo dos séculos. Isso é passar uma borracha no que a Igreja fez ao longo de séculos, é um “começar do zero” como se a Igreja só existisse a partir da eleição de Jorge Mario Bergoglio.
      Espero ter respondido às suas questões, e espero que olhe para a liturgia como algo precioso, porque o pleno serviço ao Homem só é possível com uma liturgia sacra e limpa de abusos e heresias.

  23. Caro Sérgio, não sejamos docilmente lesados mentais. O Novo Movimento Litúrgico iniciado com Bento XVI valorizava os detalhes litúrgicos porque eles estão carregados de significado que partem do coração. Exemplo básico: O “versus Deum” na missa não significa “ficar de costa para o povo”, significa que Deus é o foco e centro das coisas e assim deve ser não só na liturgia mas na vida cristã. O que ocorre é que abandonou-se o “mero” detalhe, abafou-se o significado implícito nele e transformou-se a liturgia em um canteiro de obras no qual o que vale é o “coração” e a criatividade.
    Se a reforma que necessita a Igreja é uma reforma de conversão, vida evangélica, diálogo e amor, como você disse, lembremos que estes aspectos partem da liturgia e se ordenam para ela, uma vez que da Eucaristia e da Santa Missa nos vem a força e o remédio para as nossas fraquezas, falta de conversão, amor e etc… Mas também é onde damos a Deus o que é de Deus, sendo assim ápice da existência humana.
    A liturgia é o lugar de um encontro entre Deus e a alma, e da alma humana com a de seus irmãos, tendo sentido vertical e horizontal. E, no que toca o encontro com Deus, tudo se dá pelo véu da fé e do sacramento e daí procede a conversão, a autêntica vida evangélica e diálogo (com os irmãos em Cristo e não com hereges/apóstatas/infiéis intra ou extra ecclesia) e o amor.
    Afinal como dar aquilo que não se tem? Justamente a Santa Missa é a fonte de todas as graças, é dá liturgia celebrada de coração contrito, humilde e obediente aos detalhes, seja qual for o grau de importância deles é que procede a reforma da Igreja.
    Reforme a Missa e as outras reformas virão por consequência.
    Nossa Senhora do Rosário, rogai por nós.

  24. Acabo de fugir de uma “missa” após somente 7 minutos e depois de duas “musicas” no ritmo da bossa nova…. que boteco!

  25. “Entre os cuidados do ofício pastoral, não somente desta Suprema Cátedra, que por imperscrutável disposição da Providência, ainda que indigno, ocupamos, mas também de todas as Igrejas particulares, é, sem dúvida, um dos principais o de manter e promover o decoro da Casa de Deus, onde se celebram os augustos mistérios da religião e o povo cristão se reúne, para receber a graça dos Sacramentos, assistir ao Santo Sacrifício do altar, adorar o augustíssimo Sacramento do Corpo do Senhor e unir-se à oração comum da Igreja na celebração pública e solene dos ofícios litúrgicos. Nada, pois, deve suceder no templo que perturbe ou, sequer, diminua a piedade e a devoção dos fiéis, nada que dê justificado motivo de desgosto ou de escândalo, nada, sobretudo, que diretamente ofenda o decoro e a santidade das sacras funções e seja por isso indigno da Casa de Oração e da majestade de Deus” (Motu Proprio “TRA LE SOLLICITUDINE” de São Pio X).

  26. Um amigo francês me contou que quando Dom Piero Marini era o cerimoniario papal, seu escritorio era conhecido como “a gaiola das loucas”. Libera nos, Domine!

  27. Eu, como Bruno Luís Santana, preciso rezar muito para que eles não arruinem a minha alma também. A gente já esperava, mas quando começa a se concretizar a alma é invadida por uma tristeza que parece infinita.

  28. O que me preocupa é ver a alegria contida nos rostos dos Padres da teologia da libertação, por terem Francisco como Papa. isso é mal sinal, haja vista, que estes Padres a muito desejavam uma reforma litúrgica. E se agora estão felizes é porque sabem que alcançarão o que tanto almejaram. se antes alguns Padres ao saírem para celebrar uma missa diziam: ” vou a tal lugar sapecar uma missa!!!” imaginem o que irão dizer agora???
    Que a Nossa Mãe Maria (Mãe da Igreja) venha em nosso socorro, e nos ajude a vencer esta batalha. Que Ela proteja e interceda pelos Sacerdotes, religiosos e leigos que sustentam a verdadeira fé e os reais ensinamentos de Nosso Senhor Jesus Cristo. Porque estes sempre foram e sempre serão os pilares que sustentaram a nossa amada Igreja em todos os tempos, os chamados verdadeiros apóstolos. Poderemos ter mais mártires hoje e no futuro, do que no início da Igreja. Que estejamos preparados para formar com Maria o seu exército contra as forças do mal.

  29. Antes de tudo, devemos ter fé em Deus. Os sinais do fim dos tempos são evidentes, muitos e variados. Não acreditamos que o Senhor onipotente está no controle de tudo?

  30. “Gentem”! …. fui me Confessar, porque não gostei de certas “cositas” na Autoridade máxima de nossa IGREJA, atualmente…! ATENÇÂO! o Padre disse-me que criticar tal pessoa…pode conduzir quem critica…aos terriveis …”PECADOS CONTRA O ESPIRITO SANTO”!!!!! Estou lhes avisando: cautela no andor….que o “santo” é de barro…..!!!! O PECADO CONTRA O ESPIRITO SANTO….N Ã O tem perdão, por parte de JESUS!!! N U N C A!!!! Portanto,”galera” do REBANHO de CRISTO: cuidado com o que pensam , falam, escrevem….!!CUIDADO! Aguardemos.Vigiemos. Oremos. Silenciemos! .JESUS jamais deixará que destruam Sua IGREJA!…nem que as ovelhas e carneiros, se dispersem!!!! Jamais! JESUS nos ama muiiiito, e nunca nos abandonará! Entreguemos tudo o que estamos percebendo….à JESUS CRISTO , o DONO da Casa…ÊLE resolverá! Amém! ALELUIA!!!!

    • Conheço padres que diriam que quem discorda deles também está pecando contra o Espírito Santo…
      Quer ter certeza sobre o que é ou não pecado nesses tempos que cada um fala o que quer, ou o que acha, ou o que “sente”? Procure conhecer a doutrina católica.

    • Sra. Mirian de Oliveira

      A senhora pode explicar para este leigo que vos fala por onde que a crítica ao Sumo Pontífice leva ao pecado contra o Espirito Santo?

      Não consegui vincular a crítica ao Papa aos pecados do Espirito Santo conhecidos, como segue: Desespero de salvação; Presunção de salvação; Negar a verdade conhecida como tal; Inveja da graça fraterna; A obstinação no pecado; A Impenitência final.

      Poderia a senhora me indicar em qual destes pecados acima corre-se o risco de cometê-lo proferindo críticas ao papa?

      Outra questão que gostaria que a senhora explicasse: a crítica que São Paulo fez a São Pedro (Sumo Pontífice). Grato pela atenção.

  31. Todos lembramos da Multiplicação dos Pães e dos Peixes. O povo assim que teve satisfeita a vontade de comer, correram a aclamar Nosso Senhor como seu Rei. Nosso Senhor fugiu deles, escondeu-se. Quando se deixou encontrar,Nosso Senhor foi direto; “…me procuram por causa do pão que comeram no deserto…”; quando diz: “…Eu daria Meu Corpo em comida e Meu Sangue em bebida”; eles ( o turba) se afastou, foram embora, chamando Nosso Senhor de louco. Fazendo uma comparação, muitos procuram a Igreja, a Deus; em busca de milagres, prosperidades, afinal pra que sofrer nesse mundo? Quando chegar a hora do Calvário, do sangue do sofrimento, esse mesmo povo…vai dar as costas para Nosso Senhor. Aprendamos com Pedro: “Para onde iremos se só Vós tens palavra de vida eterna?” Se confiarmos nisso, não temeremos dos homens, pois Cristo já venceu o Mundo.

  32. Quer saber???
    Francisco de Buenos Aires nos inspira sentir saudades de Paulo VI.

  33. Bruno Luís,
    Também já me senti assim, mas ao meditar sobre a situação compreendi o paralelismo entre o calvário de Jesus e da Igreja. Deus tem o poder sobre todas as coisas, e nada acontece sem a Sua vontade. Cristo carregou a cruz e morreu por nós porque era Deus, Bento XVI é um simples pecador como nós que caiu antes de chegar ao Golgota. Por isso devemos abandonar o sentimento de raiva. Devemos dar lugar à misericórdia e piedade, pois a régua com que medirmos é a mesma régua com que seremos medidos.
    Francisco, tal como Simão Cirineu, agarrou a cruz de Bento XVI e segue o seu caminho cambaleando sob o peso da cruz. É necessária uma paixão na Igreja, como o disse Bento XVI e Santa Catarina Emmrich nas suas visões místicas que acredito serem verdadeiras. Não façamos como os “amigos” de Jesus, que se escandalizaram com o seu Senhor mutilado e pregado numa cruz e o abandonaram. Façamos como Maria e São João, que permaneceram firmes na tribulação, aceitando com paciência e mansidão os desígnios da Providência que eles mesmos não compreendiam.

  34. Nessas horas, o que se tem a fazer não é desesperar: é voltar-se para a Tradição, fugir da nova religião de Vaticano II e rezar pela conversão das autoridades da Igreja.

  35. Caros irmãos em Cristo, sabemos que o “inimigo” é astuto e se alegra ao conseguir colocar “irmão contra irmão”, fazendo com que externemos o que vem à nossa mente, com o uso da nossa razão, sem a cautela de passarmos tudo antes pelo crivo da caridade. Nada foge ao controle de Deus, mas Ele tudo permite para glória de Seu Nome; se assim não fosse já teria descido Seu Braço de Justiça sobre a humanidade. Se consideramos que existem erros em alguma estrutura da Igreja Católica, Deus já o sabe, e não interfere diretamente na correção, mas permite aos homens de bem agir no sentido correto. Por isso, devemos orar com o coração, não deixando lugar para sentimentos negativos, principalmente para com Seus representantes na terra, e amar o pecador combatendo e repudiando o pecado. A crítica ao Sumo Pontífice só fomenta divisões e arrefece a fé. Oremos para que a paz reine em nossos corações e que possamos ser verdadeiros seguidores dos ensinamentos de Nosso Senhor Jesus Cristo.

  36. Oi,SAULO!!! Boa noite! Na verdade eu fiquei “desconfiada” de uma Autoridade Católica,após vê-lo beijar os pés de muçulmanos na Cerimonia do Lava-Pés deste ano…!!depois,observei seu “estranho” Crucifixo, com uma figura humana(CRISTO..??..!),de braçoas cruzados…?????!!! depois li que ele em Agosto ultimo desmentiu o MILAGRE DA MULTIPLICAÇÃO dos PÃES E PEIXES,dizendo até que não ocorreu, que seria …”magia” (!!!!!!!?????) se tivesse ocorrido…q.apenas as pessoas partilharam o q.tinham na ocasião…ou seja: desmentiu a PALAVRA!!!!!! Isso para mim, foi c h o ca n t e!!!!…Comentei com umas pessoas, que me aconselharam ir à CONFISSÂO,pois o PAPA é escolhido pelo E STO, é um Sacerdote, e eu, simples ovelha, não tenho autoridade espiritual nenhuma,para criticá-lo, q.a BIBLIA lança maldição para quem criticar os CONSAGRADOS de DEUS e etc..etc!!! Mas, no Confessionário, o Padre além de ficar muito brabo comigo, zangado m e s m o, olhando-me com cara feia,ameaçou-me com os terriveis “pecados contra o ESPIRITO SANTO”, q. eu teria muitos inimigos se criticasse o Papa, q.eu não lesse o LIVRO DA VERDADE ,onde JHS faz PROFECIAS, na IRLANDA, para uma catolica Maria da Mirsericordia, q. as ultimas Palavras de JHS, foram na RESSURREIÇÃO e q. eu procurasse ler SANTO AGOSTINHO, etc!!! Ah! e o pior: o Padre repetiu o mesmo q. o Papa Francisco dissera;q. a MULTIPLICAÇAO DE PAES E PEIXES não aconteceu!!!!…q. as pessoas repartiram, entre si, o q.possuíam na ocasião…!!!!!Pedi-lhe q.parasse suas”explicações”,pois eu sei,q.JESUS é DEUs, tem Poder sobre toda as Matéria, e faz MILAGRES, sim!

  37. SAULO!!!! Continuando; eu saí dessa CONFISSAo, triste, decepcionada, pois não esperava q. o Padre, um Franciscano me dissesse essa coisa terrivel, que meu AMADO JESUS não fez o MILAGRE DA MULTIPLICAÇAO DE PAES E PEIXES!!! é chato! Outro dia, na Festa de SANTANA,um Padre disse na HOMILIA, que…..DEUS é Homem e Mulher ao mesmo tempo…..!!!!!!!!??????…e, desafiava a Assembleia a explicar isso…Fiquei escandalizada e entristecida com mais ess “Consagrado”!!!!! E, outro agora deu para fazer a….”MISSA DA BALADA””” onde tocam ritmos alegrinhos demais, pagode, fundo-dequintal, em plena MISSA!!!! Sinceramente….acredito no PAPA PAULO VI, quando disse que: “a fumaça de Satanás entrou nos meios Religiosos…” Meu DEUS! Nos acuda!
    Ciao! Explicação dada. DEUS nos ajude e nos livre de qualquer engano! MARIA nos cubra com Seu MANTO SAGRADO! Amém! São JOSE, valei-nos! Valei-nos, SAO JOSE!!!! ALELUIA!!!

    MARANATHA! VEM SENHOR JESUS!!!!

    • Mirian!!!… basta vc pesquisar um pouquinho só sobre a seita chamada ” teologia da libertação” que vc entenderá tudo isso. Os adeptos desta seita pregam um Jesus que não fez milagres, desmestificando assim a sua augusta Pessoa (divina e humana). Se Eles reconhecerem Jesus como tal Ele é, teriam que mudar de vida; buscando uma vida de mais oração e compromisso com o seu ministério ao invés de ficar só se preocupando com os bens temporais. Só pra vc ter idéia, no auge da teologia da libertação, na américa central teve sacerdotes que pegaram em armas para lutar contra a situação politica de seu pais. “pode uma coisa dessa?” Infelizmente Sacerdócio deixou de ser vocação para ser profissão. “teologia verdadeira é a teologia Clássíca, ensinada e defendida pela sagrada tradição da Igreja Católica.

  38. Prezado guilima. Você escreveu: “Caro Sérgio, não sejamos docilmente lesados mentais”. Esta falta de amor e respeito para com o outro não é evangélica, e desnuda o que se tem por dentro. Um grande abraço e que Deus te abençoe. Percebe o que eu quis dizer quando disse que me choca ver questões litúrgicas se sobrepondo ao amor cristão, que é o mais importante?