“Müller tem o dever de defender a sã doutrina da fé na Igreja, por isso deve abandonar essa ingenuidade e ser mais prudente”.

Duras palavras do Cardeal Cipriani Thorne a respeito de Dom Gerhard Müller e sua simpatia pela Teologia da Libertação.

Por Fratres in Unum.com – Com informações de Vatican Insider: Novo ataque do Cardeal Juan Luis Cipriani Thorne, arcebispo de Lima, ao Prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé.

Cardeal Cipriani Thorne.

Cardeal Cipriani Thorne.

Além da recente disputa entre Müller e Cipriani em torno da PUCP, que terminou numa vexatória derrota de Müller após sua intervenção em favor de seus amigos da Teologia da Libertação, há um mês, Cipriani fez duras críticas a Müller e agora ratifica sua posição em nova entrevista:

« Volto a qualificar (Müller) como um ingênuo. Gustavo Gutiérrez concelebrou a missa com o Papa junto a outros vinte e cinco sacerdotes. Ao fim da missa, o Papa saudou a todos e é o que fez com Gutuierrez. Não inventamos uma audiência e uma reconciliação ».

O jornalista, então, fez referência a uma resposta de Müller de que não se importaria de “ser ingênuo”, mas que considerava necessário “reconciliar” os “partidos” que existem dentro da Igreja; ao que Cipriani retrucou: « Não estou de acordo com a afirmação sobre partidos na Igreja. Creio que esteja equivocado. Dom Müller tem o dever de defender a sã doutrina da fé na Igreja, por isso deve abandonar essa ingenuidade e ser mais prudente. Digo isso com toda humildade ».

20 Comentários to ““Müller tem o dever de defender a sã doutrina da fé na Igreja, por isso deve abandonar essa ingenuidade e ser mais prudente”.”

  1. Está aí um clérigo da América Latina que poderia ter sido Papa nesse conclave que queria alguém do Novo Mundo.

  2. Está aí um clérigo que poderia fazer parte da Nova Cúria, já que pelo que parece a tendência é a latinização da mesma. Sugestão: coloca o Cardeal no lugar de Müller.

  3. Não me parece que o interesse de D. Müller seja exatamente o de uma reconciliação do que ele chama de “partidos”, muito pelo contrário, mas sim a inserção no corpo eclesial de teologias de matriz herética, já condenadas pelos últimos Papas e em detrimento do Magistério destes. Se quisesse realmente reconciliação, o diálogo com a Fraternidade São Pio X teria sido mais frutuoso.

  4. ” Os propósitos não tem consistência, os personagens nenhuma decisão porque a inteligência não tem luz, não tem convicção. Os planos são fracos e as resoluções incertas porque as mentes que as concebem não tem uma visão clara e decisiva.
    Por causa de um justo decreto e julgamento de Deus, o enfraquecimento da fé resultou também no enfraquecimento da razão e do senso natural. Nossa era tem a reputação de ser uma era das “mentes fortes”. Mas a história um dia vai julgá-la por ter sido a era das mentes fracas e da pobreza intelectual. ” Covardia ” é a palavra certa !

    Quando pergunto às pessoas sábias de hoje em dia, qual é a maior praga da sociedade atual, a resposta em todos os lugares é sempre a mesma: a deterioração do caráter, o enfraquecimento das almas … Mas essa resposta dá origem a uma outra questão : de onde é que vem esse grave sintoma que é o enfraquecimento do caráter? Não seria verdade dizer que é a consequência natural e inevitável do enfraquecimento da doutrina , das crenças e , para usar a palavra certa , o enfraquecimento da fé? Afinal de contas , coragem só se justifica na medida em que serve uma convicção. A vontade é uma força cega quando não é iluminada pela inteligência.
    Ninguém pode dizer que caminha em terreno firme se caminha na escuridão ou nas sombras do crepúsculo. Portanto, se o homem de hoje segue à frente tateando seu caminho, não seria , ó Senhor, porque a Vossa palavra não é mais a luz que guia os nossos passos ou ilumina nossos caminhos ?

    Nossos pais , em todas as coisas , buscavam orientação no ensino do Evangelho e da Igreja; nossos pais caminharam em plena luz do dia . Eles sabiam o que queriam, o que lhes causava repulsa , o que eles amavam , o que eles odiavam , e por isso , eles eram fortes em ação.
    Quanto a nós, caminhamos agora no escuro. Nós não temos mais nada definido, nada firme na mente e não estamos mais conscientes do objetivo a ser alcançado. Como conseqüência, somos fracos e hesitantes .

    Deixai-vos atrair pelas fontes puras que fluem da fé cristã. Não se contentem com essas doutrinas de meio-de-rua. Será que esse tipo de Cristianismo empobrecido e debilitado seria capaz de forjar novamente os personagens vigorosos e temperamentos fortemente ordenados de outros tempos ? É claro que não. ”

    Cardeal Pie de Poitiers [ Homilia de 7 nov 1859 ]

  5. sinceramente nao acredito em igenuidade. nao sei porque esse bispo foi parar na cdf! imaginem se for verdade o que se diz a respeito desse prelado, que ele teria negado a virgindade perpetua de maria, e a transubstanciacao, nossa fe iria sofrer grave danos, tomara que seja somente boato.como pode ser igenuo, se tal teologia ja foi condenada pelo cdf no passado, e tambem nao entendo porque valorizar uma coisa que coloca o homen no lugar de deus, esta ansia por novidades so trouxe o que nao presta.

  6. Nomearam a raposa para tomar conta do galinheiro e o bom pastor (em vão) está dando o alarme.

    Administração do Vaticano é bipolar, só pode…

  7. O conselho bem que poderia ser direcionado também ao chefe imediato de Muller, que a cada dia, na ênfase de agradar, comete mais deslizes doutrinais…

  8. Vocês adoram colocar lenha no fogo. Permitan-se escutar o Espirito no Santo Padre e em seus colaboradores, pe. Manuel monroy lopez

    • Perdoe-me, Padre, mas não consigo escutar nada que se pareça com o Divino Espírito Santo vindo da boca do Papa atual nem de seus auxiliares diretos…e nem surdo sou.

  9. Padre Monroy eu não tenho feito outra coisa senão escutar o “espírito” que move esse Papa atual e seus colaboradores: o famoso “espírito do Vaticano II”.
    E posso lhe garantir, que se o senhor realmente se permitir estudar um pouco mais sobre a doutrina e história da Igreja, vai chegar à conclusão que não é mesmo o Espirito que iluminou Papas e Santos nesses 2013 anos de Igreja Católica.

  10. Tá na hora de os cardeais sérios e verdadeiramente católicos colocarem a boca no trombone. Saúdo a coragem do cardeal Cipriani, embora temo pela sua segurança moral, pois doravante será atacado de todas as formas pela matilha modernista infiltrada na Igreja. Que os cardeais que estejam incomodados com os rumos pesarosos que a Igreja tem tomado nos últimos meses não se intimidem e comecem a colocar de forma pública e clara o seu descontentamento. Não querem dar ouvidos à Igreja universal? Ora, então que comecem a dar ouvidos à cardeais como Cipriani. Certamente não são poucos os que contemplam com aflição os sucessivos e graves tropeços do atual pontificado.

  11. Muller, ingênuo?? Ah! Conta outra…

  12. Ingênuo é Dom Cipriani que não vê que Müller não é nada ingênuo, e sim mal-intencionado mesmo.

  13. fogo é porque está ardendo. Que será o que está queimando? No meu pobre parecer tem de ser fogo invisível aos nossos olhos mas fogo que devora essas almas que tornaram a tradição de mais de dois mil anos numa passarela da moda. Reparem bem, hoje satisfaz os obreiros da maçonaria inteira mas amanhã já não lhes serve porque o que hoje é moda, para o ano está fora da moda. E… ?
    A fumaça de satanás penetrou naquelas frinchas e intoxicou-os com o fumo do mal.
    Pius X, XI e XII falavam com sabedoria. Estes Santos proibíram qualquer alteração no Dogma e Eucaristía com castigo de automática excomunhão.
    Mas as profecias teem que ser cumpridas.

  14. Neste mundo totalmente afastado dos princípios cristãos. É quase impossível ver alguém subir em algum posto de relevância, sendo 100% católico. Sobretudo se este for da hierarquia na Igreja. Os inimigos da Mesma, não toleram que exista pessoas fiéis a doutrina de sempre, num lugar de destaque. Não tem ambiente para uma pessoa sincera, honesta, de têmpera governar alguma coisa de bom, na sociedade e sobretudo na Igreja. Vejamos se em nossos dias, estiver a frente de uma nação, um São Luiz IX rei da França, Santa Isabel de Portugal, Garcia Moreno do Equador… O mundo todo vem “abaixo” de críticas, calúnias, ódio injúrias… Os maus não suportam, a presença dos bons. Mas… Isto é por pouco tempo. Virão dias, que a Esposa de Cristo irá de triunfar. Nações inteiras, voltarão a cantar as glórias de Deus e da Santa Igreja. Os homens, irão de dobrar os joelhos diante do Divino Redentor. E reconhece a Sua realeza. Sua Santíssima Mãe, será louvada em todas as nações. Depois do Calvário da Igreja. Ela resplandecerá como outrora; como um farol que governará o mundo novamente. Isto será no triunfo do Imaculado Coração de Maria. Como Ela mesmo disse: “Por fim, meu imaculado coração triunfará.”
    Joelson Ribeiro Ramos.

  15. É assaz sintomática a troca dessas farpas purpuradas. Sabe-se que os bispos costumam (costumavam) evitar ciosamente a exposição pública de suas diferenças pessoais, políticas, doutrinais, muito embora pudessem se enfrentar abertamente, por exemplo, em conventículos corporativos como os da CNB do B (pelo menos no passado). Essa pública exposição de diferenças – com direito a réplica – “ingênuo! foi isso mesmo que eu disse, pô!” – evidencia ao máximo quão tensa é a situação entre os partidos prelatícios, pois é óbvio que a coisa está bem dividida. Tudo isso, é bom imaginar, ao som de muito tango, personalismo, e, por que não?, um bom Frascatti…, mas bem às ocultas, pois isso é bebida pra rico…!

  16. Teria sido o último Conclave inspirado pelo Espírito Santo? Ou até mesmo seria legítima a renúncia de Bento XVI? Por que um homem considerado de pulso firme renuncia ao papado em meio a empreitada de medidas em prol do “retorno oficial” da FSSPX e de uma hermenêutica da continuidade? Por que um Papa retornaria o altar fixo à parede da Capela Papal se estivesse pensando em renunciar? As explicações dadas seriam verdadeiras? O que todos os papas sempre condenaram era correto, e somente o bispo de Roma está correto e assistido pelo Espírito Santo? Devo acreditar na Igreja ainda?
    Deus teria permitido que João Paulo II e Bento XVI condenassem a TL injustamente? Ou o bispo de Roma está errado?
    Aonde iremos? Quem se levantará para dar segurança aos fiéis?
    Para que tenhamos rumo seguro, é preciso que o bispado de Bergolio seja breve. Brevíssimo.

  17. Padre Manuel,

    Sou da Diocese de Friburgo. Conheço bem a história dessa Diocese. A alcateia dos padres espanhóis!
    Conheço tb a Paróquia São Benedito. Vi suas aberrações litúrgicas nas Missas. O atual Bispo permite que o senhor continue a celebrar com o Mané debaixo do altar? Parece-me que o atual Bispo é bem diferente de D Isnard (O REBELDE DO LIVRO DE CAPA PRETA), de D Alano e D Rafael.
    Por que não exerce o seu ministério no seu país de origem?
    Quem não te conhece que…