Dom Antonio Rossi Keller sai na frente e publica Nota Pastoral sobre o “Plano Nacional de Educação”.

DOM ANTONIO CARLOS ROSSI KELLER

PELA GRAÇA DE DEUS E DA SANTA SÉ APOSTÓLICA

BISPO DE FREDERICO WESTPHALEN (RS)

 

NOTA PASTORAL

A respeito do PLC 103/2012

“Deus criou o homem à sua imagem, à imagem de Deus os criou, homem e mulher os criou” (Genesis 1,27)

Irmãos e irmãs da Diocese de Frederico Westphalen, e homens e mulheres de boa vontade.

A todos envio minha saudação no Senhor a quem ansiosamente esperamos, celebrando o Advento.

No próximo dia 11 de dezembro, quarta-feira, o Senado Federal votará o PL 103/2012, o Plano Nacional de Educação, que será o parâmetro educacional para todas as escolas em nosso país.

Mediante um esforço conjunto entre membros da Igreja Católica e das Comunidades de confissão Evangélica, o Sen. Álvaro Dias (PSDB – PR) apresentou um relatório que conseguiu excluir o termo “ideologia de gênero” que constava no projeto original proposto pelo MEC.

No entanto, o Sen. Vital do Rëgo (PMDB – PA), da base governista, reintroduziu o mesmo conceito no projeto substitutivo, como se lê em seu próprio texto:

Art. 2o – São diretrizes do Plano Nacional de Educação:

“III – A superação das desigualdades educacionais, com ênfase na promoção da igualdade racial, regional, de gênero e de orientação sexual”.

Segundo os teóricos da “ideologia de gênero”, os indivíduos não se devem submeter àquilo que chamam de “ditadura do próprio corpo”, ou seja, à sua própria identidade biofísico-sexual (que eles denominam de sexismo), mas precisam se libertar, inventando seu próprio GÊNERO, o próprio papel social que se queira assumir (masculino, feminino, andrógino, transgênero ou algum outro que se possa conceber). Analisando a trajetória de países como a Suécia, este pode ser o primeiro passo da construção de todo um sistema dissolvente da identidade sexual das próximas gerações.

As consequências desta teoria são funestas para uma autêntica visão antropológica do ser humano. Além disso, tal teoria, que então seria a base do ensino em nossas escolas sobre a identidade sexual, propõe um novo modelo de família, não mais fundada na união entre homem e mulher, mas legitima outras formas de famílias, consequentemente reconhecendo o chamado “casamento homossexual”. Na vigência deste princípio, a sociedade não mais se organiza a partir das diferenças patentes existentes entre homem e mulher, mas sim nas diversas possibilidades de sexualidade…

Ora, tal visão é incompatível com a fé cristã, porque “subestima a realidade biológica do ser humano. Reducionista, supervaloriza a construção sociocultural da identidade sexual, opondo-a à natureza”. (Keys to bioethics, da Fundação Jerôme Lejeune, pg. 68).

Tratando-se de um Projeto de Lei, todas as escolas (mesmo as confessionais) precisariam se adequar, caso fosse sancionado, sob pena de serem acusadas de promoverem a desigualdade e a discriminação. Por isso, precisamos reagir como cidadãos que vivem a fé cristã, e solicitar de nossos representantes que atendam ao pedido do povo brasileiro, profundamente avesso a estas práticas, não aprovando este Projeto de lei da forma como está sendo apresentado.

Seria importante que cada diocesano e cada pessoa de boa vontade, cidadão com direito de se manifestar, entrasse em contato com os senadores de nosso estado, e o fizesse imediatamente. Resta-nos pouco tempo. As famílias brasileiras contam com a nossa prontidão.

Abaixo, coloco os nomes, telefones e endereços eletrônicos dos senadores gaúchos em exercício, para que aqueles que puderem, possam manifestar sua opinião contrária à aprovação deste Projeto de Lei Complementar.

Ana Amélia de Lemos
telefone: (61) 3303 6083
FAX: (61) 3303.6091
correio eletrônico: ana.amelia@senadora.leg.br

Paulo Renato Paim

telefone: (61) 3303-5227/5232
FAX: (61) 3303-5235
correio eletrônico: paulopaim@senador.leg.br

Pedro Jorge Simon

telefone: (61) 3303-3232
FAX: (61) 3303-1304
correio eletrônico: simon@senador.leg.br

Desejando a todos, já antecipadamente, um Feliz e Santo Natal do Senhor, abençoo-os,

+ Antonio Carlos Rossi Keller

Bispo de Frederico Westphalen

24 Comentários to “Dom Antonio Rossi Keller sai na frente e publica Nota Pastoral sobre o “Plano Nacional de Educação”.”

  1. Dom Antônio. Infelizmente um exemplo tão pouco seguido pelos próprios irmãos do clero. Com relação ao PLC tá na hora de nós católicos comerçarmos a rebolar e fazer alguma coisa. Se essa desgraça da ideologia de gênero for aprovada eu já até imagino o que vai ter de gente confusa, depressiva e complexada tentando se descobrir afinal de contas o que se é. Num futuro essa ideologia vai é fazer muita gente perturbada. Segundo o plano de Deus o menino nasce para ser um homem e a menina para ser mulher, isso é um horizonte a ser conquistado e que realiza a pessoa, pois é a vocação que Deus deu para a natureza humana, mas essa ideologia infeliz só vai trazer instabilidade e dúvidas, sem falar que é pecado.

  2. Novamente, um bispo corajoso e fiel ao Evangelho da Vida se pronuncia sobre a Ideologia de Gênero. Espero que o seu exemplo seja seguido pelos demais bispos fieis à Palavra de Jesus e o projeto de Deus para a humanidade.
    Parabéns, dom Keller!
    Renato e família
    Belo Horizonte-MG

  3. Sua bênção Dom Rossi Keller! Obrigado e parabéns pela briosa iniciativa em defesa da fé! Será que a CNBB fará algo semelhante? A julgar por outras oportunidades como essa que já se passaram… não!

  4. Mensagens enviadas!

    Fiquem com Deus.

  5. Deus de minha alma…
    Onde estão os mais de 300 bispos da CNBB, onde está a presidência da mesma que vive vociferando contra a demarcação de terra ali e acolá, contra a construção de usinas hidroelétricas não sei mais onde, contra isso e contra aquilo, e não tem a coragem, o brio, a dignidade humana, nem digo cristã, de se opor, CLARAMENTE, como Bispos da Igreja Católica, sem rodeios, contra mais uma lei que ofende GRAVEMENTE ao DEUS ALTÍSSIMO, que quer levar as pessoas a aceitarem que tanto faz ser homem, ou ser mulher, ou ser gay, ou ser lésbica, ou ser travesti, ou ser um diabo, uma diaba, etccccc…
    Onde está a parafernália da máquina poderosa da CNBB que quando quer, age sorrateiramente, por baixo, nos bastidores, nas reuniões anuais dos Bispos, envenenando os Bispos mais recalcitrantes a apoiarem as idéias pérfidas da velha e moribunda ala pestífera da tl, que monopolizou, durante décadas a madame CNBB???

    Só um BISPO… Só um, mais uma vez, com toda galhardia e fidelidade a Nosso Senhor e a sua Santa Igreja tem a coragem de levantar a voz no meio de seus irmãos omissos….covardes…carreiristas…acomodados…que com certeza pagarão caro por atitudes omissas como essa, diante do JUIZ ALTÍSSIMO, que virá para julgar vivos e mortos com todo poder e glória, como estamos meditando nessa primeira parte do Advento.
    Parabéns, D. Antônio Carlos, parabéns, o Senhor honra a nossa Mãe Igreja com suas atitudes, que sabemos que vos custam caro, mas que o Sr. não é populista nem demagogo, muito menos carreirista ou quer agradar a Deus e ao diabo; vosso compromisso é com Nosso Senhor que vos chamou para um missão tão nobre e digna como o Episcopado, não pra ser honrado, bajulado, ou paparicado.
    Tenho certeza que quando esse inverno tenebroso que assola a Igreja no Brasil e no mundo passar, talvez nós não estejamos mais aqui nesse vale de lágrimas, V. Exa. Será lembrado como um dos poquíiiiiissimos que não abaixaram a cabeça nem traíram o que prometeram no dia da Ordenação episcopal!!!

    Cardeal Moreira neves, Cardeal Sales, D. Amaury Castanho, D. Bergonzini, D. Bettencourt, que mesmo não sendo Bispo fazia tremer a hoste demoníaca da tl maldita, partiram para o Pai celeste; com isso nosso Episcopado ficou mais entregue à astúcia dos malucos inebriados pelo canto da sereia da tl que não conseguem, ou melhor, não querem ver, os estragos e rombos que sofreu nossa Igreja nas últimas décadas, mesmo com Seminários arrasados, casas religiosas agonizando, sacerdotes que não sabem usar um Missal, com seminaristas com namoradas (os), com Liturgias macumbíferas, com o número de fiéis despencando a passos largos fugindo para seitas de Edi ladrão, Valdomiro Santiago, RR Soares, Davi Miranda, etc…

    ECCE SACERDOS MAGNUS QUI IN DIEBUS SUI PLACUIT DEO!!!

    AD MULTOS ANNOS, CARÍSSIMO SR. BISPO D. ANTÔNIO CARLOS ROSSI KELER!!!

  6. Senhor, nós te suplicamos: envia à frente de teu rebanho, mais pastores como D. Keller, zelosos e prontos para defender-nos dos lobos vorazes, sem receio de serem massacrados pela opinião pública, dispostos a defender a fé e a Igreja, alheios às ameaças e zombarias e até ao próprio martírio….

    Virgem Mãe, seja a protetora e promotora das vocações de santos e doutos sacerdotes. Eu te bendigo e te louvo, minha Mãe porque assim como cuidastes da vida e formação de Jesus, cuidas dos nossos valorosos seminaristas e padres.

    Jesus, meu Senhor e Deus, acuda-nos nessa hora em que o Brasil soçobra sob as ímpias mãos de revolucionários filhos do inimigo. Eu te louvo e te bendigo, meu Senhor. Para Ti, toda glória e louvor, porque venceste este mundo e reinarás sobre todo criado como foi determinado desde toda a eternidade.

  7. Particularmente não creio que a seita CNBB vá fazer nada para atrapalhar o partido que representa o comunismo (PT). Ficarão quietinhos para não incomodar, e, se for aprovada a lei, para disfarçar, eles publicam um notinha bem cretina lamentando, só para disfarçar, lógico.

  8. Só 1 bispo, mas também só 1/2 dúzia de comentários. se é verdade que o nosso clero está mais preocupado em defender o “grito da terra” também é verdade que o rebanho está bastante omisso. Embora eu sinceramente pense que a moral do segundo dependa do primeiro. De todo modo, é de se pensar o quê exatamente estamos fazendo pelo Reino de Deus.
    Parabéns Dom Antonio. Que Deus o ilumine e o Espírito Santo o guie.

  9. Se o D. Keller me permite dizer, data venia, faltou lamentar que este projeto de lei tem como autores os deputados do PT, partido que foi criado pela esquerda católica, fundado (ao menos na minha cidade) em assembléia dentro das igrejas católicas. E em são paulo tal partido foi fundado no colégio sião.

    Se o clero católico quisesse então poderiam fundar um partido monarquista e abolir não só a Dilma mas também estas leis cujos autores são também todos os outros partidos da republica.

  10. Ainda há bispos no Brasil!

  11. Noutros tempos, o sr. Bispo também deixaria claro em quais penas e sanções eclesiásticas incorreriam os fautores do pecado público, neste e no próximo mundo. Mas os tempos mudaram e, não nego, tal atitude por parte do sr. Bispo provocaria a gargalhada dos escarnecedores, o ridículo, o bufonismo medieval, e os eclesiásticos contemporâneos temem o ridículo como o diabo teme a cruz, providencialmente retirada dos altares.

    De modo algum estou reclamando. Em terra de banguela, quem tem um dente é rei.

    Os veritatianos que vivem do expediente de vir aqui apenas negativar os comentários de nós outros, as comatres in unum, ainda não desabonaram nenhum desta matéria. O meu certamente será o primeiro.

  12. Pedro, Tiago e João dormiam, enquanto Jesus agonizava no Horto das Oliveiras. Qualquer semelhança com a atual situação do Corpo Místico de Cristo não é mera coincidência. Espero que, ao menos , alguns membros desse Corpo tenham manifestado seu repúdio ao tal projeto perante aqueles que o votarão (como eu fiz ontem).

  13. Parabéns ao bispo! Situação realmente preocupante.

  14. D Antônio Keller sempre atuante; não deixa passar uma oportunidade para alertar o povo católico do que está subjacente sob a doutrina comunista e seus males, além de uma perseguição implacável contra a doutrina da igreja-Cristo.
    Todos os que votaram com o PT estão subtendidos, têm suas impressões digitais nessas investidas dos asseclas de Satã que são os comunistas, e no Juízo Final prestarão contas de terem se associado aos inimigos de Cristo!

  15. Eu também envie mensagens para os senhores senadores, além de deixar uma mensagem de voz no alô senado.
    Parabéns ao Senhor Bispo pela coragem e que Deus o proteja, sempre.
    Que Nossa Senhora do Bom Sucesso interceda por nossas famílias e pelo nosso Brasil.

  16. DOM ANTONIO CARLOS ROSSI KELLER

    PELA GRAÇA DE DEUS E DA SANTA SÉ APOSTÓLICA

    BISPO DA DIOCESE DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS

    Ainda vou ler assim!

  17. Senhores é sempre bom lembrar que o Brasil faz parte do pacto de São José, que garante a autonomia dos pais sobre a educação dos filhos, aproveito aqui este espaço para divulgação de um trecho desse documento, é necessário que um maior numero de pessoas saibam disso para evitar a estatização das crianças:

    ” Segundo a jurisprudência do Supremo Tribunal Federal, os tratados internacionais sobre direitos humanos devidamente ratificados pelo Congresso Nacional (antes da Emenda 45) têm status supralegal. Isso quer dizer que esses tratados são hierarquicamente inferiores à Constituição (lei positiva máxima), mas superiores às demais leis. Ora, o ECA (Estatuto da Criança e Adolescente), que é uma lei ordinária, diz: “Os pais ou responsáveis têm a obrigação de matricular seus filhos ou pupilos na rede regular de ensino” (art. 55). Mas a Declaração Universal dos Direitos Humanos e a Convenção Americana dos Direitos Humanos (Pacto de São José da Costa Rica), que são tratados internacionais ratificados pelo Brasil, dizem o contrário e, portanto, prevalecem: “Os pais têm prioridade de direito na escolha do gênero de instrução que será ministrada a seus filhos” (artigo 26.3 da Declaração Universal dos Direitos Humanos); “Os pais e, quando for o caso, os tutores, têm direito a que seus filhos e pupilos recebam a educação religiosa e moral que esteja de acordo com suas próprias convicções.” (Artigo 12.4 da Convenção Americana dos Direitos Humanos).

    Ambos os textos são claríssimos. Repito: esses tratados são hierarquicamente superiores ao ECA e à Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB). Com efeito, não só o ECA e a LDB, mas qualquer outra lei que impeça o homeschooling perde a eficácia, pois os tratados mencionados têm status supralegal. Portanto, juridicamente, não há nada que proíba os pais de adotar o homeschooling para os filhos. E mais: outro direito que se depreende das aludidas normas é o de rejeitar qualquer conteúdo ministrado nas escolas regulares que seja considerado impróprio pelos pais, como o famigerado kit gay, por exemplo.

  18. Resposta de Paulo Paim à um amigo que enviou o email:

    Prezado Senhor [...]
    Lamentavelmente, pessoas julgam o que não conhecem. Meu
    coração entristece por ver que grande parte dos seres humanos ainda não aprendeu a
    conviver e a respeitar suas diferenças.
    Lamento quando não nos unimos para construir um mundo melhor e
    ao mesmo tempo fazemos tanto esforço para a desconstrução, para a violência e a
    discórdia. Mas entendo que isso faz parte da evolução da humanidade. Nelson
    Mandela lutou contra o regime do Apartheid e ficou no cárcere durante 27 anos para
    que os gritos de igualdade, liberdade e justiça fossem ouvidos. Isso deveria servir de
    exemplo para todos nós. Me inspiro nas lutas de Mandela quando diz ” Sonho com
    o dia em que todos levantar-se-ão e compreenderão que foram feitos para viverem
    como irmãos”.
    Envio, em anexo, o relatório do projeto para que o Senhor possa tomar conhecimento e divulgar.
    Saudações respeitosas,

  19. Que belo exemplo desse Bispo. Parabéns! Que Deus o abençoe!

    Espero que mais Bispos sigam o seu exemplo e assumam publicamente (porque dentro da igreja é fácil) uma posição de defesa dos valores cristãos e da família.

    Este projeto de lei é imoral. Onde está a moral do nosso povo? Agora a pouco passou um trenzinho de crianças (alguma festa) aqui do meu lado, tocando em alto volume aquelas músicas horríveis da “moda Global” e, a situação era de cortar o coração quando ouvimos e vimos o coro das mais lindas crianças cantando junto. Dói na alma, pois elas não tem a mínima noção do que estão pronunciando.

    Já mandei e-mails. Continuemos na luta. Não baixemos a guarda, pois o lobo nos espreita.

  20. Interessante que, quando se trata de defender a moral Católica, não se cite o cvii… seriam coisas incompatíveis?!

  21. E qualquer que receber em meu nome uma criança tal como esta, a mim me recebe.
    Mas qualquer que fizer tropeçar um destes pequeninos que creem em mim, melhor lhe fora que se lhe pendurasse ao pescoço uma pedra de moinho, e se submergisse na profundeza do mar.
    Ai do mundo, por causa dos tropeços! pois é inevitável que venham; mas ai do homem por quem o tropeço vier! São Mateus 18, 5-7

    Jesus, porém, chamando-as para si, disse: Deixai vir a mim as crianças, e não as impeçais, porque de tais é o reino de Deus. São Lucas 18:16

  22. O Leão de Westphalen fazendo a diferença em meio a um clero podre e corrupto encastelado numa certa “confederação”.

  23. Senado suspende votação do Plano Nacional de Educação

    O plenário do Senado suspendeu na noite desta quarta-feira (11) a votação do PNE (Plano Nacional de Educação), que deveria entrar em vigor em 2011. O texto deve voltar a ser discutido na terça-feira (17). A votação foi interrompida pouco mais de duas horas depois do início dos debates sobre o tema.

    http://educacao.uol.com.br/noticias/2013/12/11/senado-suspende-votacao-do-plano-nacional-de-educacao.htm

  24. Parabéns ao Bispo. Cada vez mais me pergunto: quantos Bispos existem no Brasil( sem contar os da Igreja Católica Apostólica Brasileira, da Anglicana/Episcopal, da Metodista e dos ditos Bispos de algumas igrejas recem criadas, e podendo-se contar Bispos de igrejas ortodoxas realmente apostólicas)?
    Acho que mais de um. Talvez cheguemos a quatro. Bem que poderiam se reunir, fundar uma Conferência Nacional dos BISPOS do Brasil, trabalhando por uma Liturgia viva e pela divulgação do Credo, com os devidos esclarecimentos necessários hoje em dia( o que quer dizer Consubstancial ao Pai, Gerado mas não Feito, Espírito santo…que procede do Pai e do Filho, uma Santa Igreja Católica e Apostolica, e tudo quando está no Credo in unum Deum, patrem Omnipotentem…).