Polícia desarticula maior rede de abortos do Rio.

Por essas e outras querem legalizar o aborto no mundo: é um indústria altamente rentável.

* * *

Quadrilha formada por médicos, agenciadores e seguranças movimentava R$ 500 mil por mês, segundo as investigações; cada procedimento custava até R$ 8 mil

Estadão – RIO – Policiais da 19ª Delegacia de Polícia (Tijuca) desarticularam na manhã desta sexta-feira, 13, o que consideram ser a maior rede de abortos do Estado do Rio. Em um ano de investigação, os agentes da Operação Genesis descobriram que o grupo, que atuava em diversos locais, movimentava cerca de R$ 500 mil por mês.

Cerca de 50 policiais militares participaram da ação para cumprir seis mandados de prisão e sete de busca e apreensão em bairros das zonas sul e norte da capital e no município de São Gonçalo, região metropolitana. A quadrilha era formada por médicos, enfermeiros, anestesistas, agenciadores e seguranças. Semanalmente eram realizados aproximadamente 50 abortos, que custavam de R$ 3,5 mil a R$ 8 mil por procedimento. Mulheres de outros Estados como São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo e Maranhão vinham para o Rio fazer abortos.

Dono de pelo menos três clínicas, José Luiz Gonçalves, de 48 anos, foi preso apontado como principal articulador da quadrilha e o responsável pela intermediação entre médicos e agenciadoras de abortos, na capital. O médico Guilherme Estrella Aranha, 60 anos, que atendia na Clínica Nossa Senhora das Neves, em São Gonçalo, foi detido. Maria José Barcellos Cândido, 51, Nilda de Souza Pontes, 71, Ivo Tannuri Filho, 60, e Myrian Hahamovici, 65, também foram presos.

Com a quadrilha, formada por no mínimo 12 pessoas, foi apreendido equipamento médico usado para fazer os abortos, como máquinas de sucção, maca, instrumentos cirúrgicos, medicamentos, radiografias, além de computadores, agendas e uma quantidade estimada em R$ 100 mil em real, dólar, euro, libra e franco.

Tags: ,

4 Comentários to “Polícia desarticula maior rede de abortos do Rio.”

  1. Assassinatos existem.Roubos existem.Na linha do ” abortos provocados existem;vamos regulamenta-los” , deveríamos regulamentar também assassinatos em geral e roubos.Assim, graças a aborteiros, ladrões e assassinos, impostos serão pagos, o Estado se fortalecerá e a ANVISA supervisionará os ” procedimentos”.As crianças indefesas serão mortas, os assaltados perderão bens e vidas, mas o “poder dos donos do mundo” estará assegurado .Como é possível existirem arcebispos, bispos e padres que dizem defender a ” Pastoral da Diversidade” , quando sabem que existe, no Facebook, uma página com este nome, defendendo que se continui alimentando e praticando o homossexualismo e, ao mesmo tempo, se dizendo católico? Como pode um real gigante ser verdadeiramente anão? Como ser católico e, portanto, aceitar e praticar os Dez Mandamentos e, ao mesmo tempo, defender e proclamar como vitória que um doente mental, sendo homem, geneticamente XY, se mutile, adote nome de mulher, ponha peruca, tome doses patológicas de hormônios e tenha seu nome e fotografia exibidos no site que MENTE dizendo-se católico, com texto que anuncia ter sido escolhido para uma cátedra e considera isto uma vitória? Grupos ideológico/político /financeiros, de modo sistemático e altamente técnico, com base nas Nações Unidas, na grande mídia, EM ALGUMAS UNIVERSIDADES OFICIALMENTE CHAMADAS CATÓLICAS, em algumas Dioceses, fazem trabalho incansável de implantação de alienações delirantes sobre ” gênero”, assassinato de embriões e fetos, ajuntamentos de perversos para adotarem e perverterem crianças indefesas, desconstruindo toda a civilização cristã ocidental. É realmente grande coisa isto que aconteceu no Rio? Esta rede de açougues humanos foi destruida porque era antiDeus e antihumana ou apenas porque não legalizada? Como entender que o problema de uma ” clínica de abortos” está numa questão burocrática, de ter ou não um alvará e uma fiscalização da Anvisa? Porque padres e líderes leigos não organizam, sistematicamente, grupos de orações do Terço diante das clínicas oficiais, ” legais” , dos municípios, estados e federais onde se assassinam, dirariamente, crianças indefesas, como o CISAM em Recife?Porque os Pastores se calam quando grupos odientos, fundamentalistas, covardes, sequestram menores grávidas para matarem seus filhos ainda nos ventres e, algumas vezes, as próprias adolescentes?Porque silenciam diante de convocações diárias à promiscuidade sexual, feitas às escâncaras em propagandas de camisas de venus, programas televisivos de auditório, ” passeatas gays”, folias carnavalescas, ” boates gays” , quando sabem que tudo isto é que cultiva posteriores abortos provocados, desesperos existenciais, depressões, suicídios, assassinatos de parentes que dormem, proliferação do uso de drogas e de doenças venéreas, corrupção, roubos, irresponsabilidades administrativas e tudo mais que resulta da sensualidade e do orgulho, do egoismo sem norma e sem Deus? Onde está o novo Castro Alves para bradar, eficazmente: Ó Deus, onde estás que não respondes? Será que párocos, vigários, bispos, arcebispos, abades, madres superioras, filósofos, teólogos não veem os navios negreiros que passam, cada vez em maior número?

  2. Demoníaco!

  3. Os outros estados não ficam muito para trás.

    Mas nenhum crime que acontece no estado menos católico do Brasil (RJ) me estarrece mais…

  4. Que interessante: as postagens sobre o Papa Francisco ficam repletas de comentários; uma notícia como essa – tão pertinente para o católico – fica à míngua de comentários. Algo está errado