Prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, Dom Müller: “Lefebvrianos são cismáticos de facto”, o fundador da Teologia da Libertação “sempre foi ortodoxo”.

Por Rorate Caeli – Tradução: Fratres in Unum.com: De uma entrevista concedida pelo Prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, Arcebispo Gerhard Müller, ao diário italiano Corriere della Sera, publicada neste domingo:

Com a falha nas discussões [doutrinais], qual é a posição dos lefebvristas?

“A excomunhão canônica devido à ordenação [episcopal] ilícita foi levantada dos bispos, mas permanece a [excomunhão] sacramental, de facto, para o cisma; porque eles se distanciaram da comunhão com a Igreja. Isso posto, não fechamos a porta, jamais, e os convidamos à reconciliação. Porém, eles também precisam mudar a sua abordagem e aceitar as condições da Igreja Católica, e o Supremo Pontífice como o critério último de adesão.”

O que o senhor pode dizer sobre o encontro entre Francisco e [Pe. Gustavo] Gutiérrez em 11 de setembro?

“As correntes teológicas passam por momentos difíceis, as coisas são debatidas e esclarecidas. Contudo, Gutiérrez sempre foi ortodoxo. Nós, europeus, precisamos superar a noção de sermos o centro, sem, por outro lado, nos subestimarmos. Para ampliar os horizontes, encontrarmos um equilíbrio: tenho aprendido isso com ele. Abrimo-nos para uma experiência concreta: ver a pobreza e também a alegria das pessoas. Um Papa Latino Americano tem sido um sinal celeste. Gustavo ficou deslumbrado. E eu também, assim como Francisco”.

53 Comentários to “Prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, Dom Müller: “Lefebvrianos são cismáticos de facto”, o fundador da Teologia da Libertação “sempre foi ortodoxo”.”

  1. Feliz Natal para o senhor também, Dom Muller.

  2. Ceus! E esse arcebismo e responsavel por zelar pela doutrina catolica!

  3. Dom Müller parece estar fazendo aquela mesma pergunta dos Marx Brothers citada pelo professor Olavo: “Afinal em quem você vai acreditar, em mim ou nos seus próprios olhos?”

  4. Dom Muller, se ainda tem um pouquinho de Fé Católica, deve saber que há de prestar contas a Deus de uma bobagem destas! Será interessante ver esta resposta no Juízo Final.

    Interessante como um clero completamente displicente e desobediente a todo tipo de norma, das litúrgicas aos mandamentos de Nosso Senhor, quando trata de atacar esta obra de Deus, cada diz me convenço mais disto, que é a FSSPX tira logo da cartola todo tipo de argumentação “jurídica” e “legalista”! Como diria Nelson Rodrigues, canalhas!

  5. E o Sr.e toda a trupe conciliar são excomungados de facto. Simples assim.

  6. Lefebristas são cismáticos, Gutierrez é ortodoxo. Um minuto de silêncio pela morte do bom senso.

  7. Me deu ânsia de vomito. Virgem Dolorosa, velai pela Santa Igreja!

  8. Esse monsenhor esquece as heresias de Gustavo Gutierrez. O centro de tudo e das coisas não são os europeus, nem nunca foram, mas Nosso Senhor Jesus Cristo e sua Igreja. Se houvesse realmente liberdade e debate dentro da Igreja, esse cisma nunca teria acontecido. Ele aconteceu por uma única razão: a furibunda e cega investida da corrente progressista manipuladora e fraudadora dos debates do Concílio Vaticano II contra os despreparados fiéis que querem a Igreja Una Santa CATÓLICA e Romana.
    E dizer que um homem desses está à testa da Congregação para a Doutrina da Fé…!

  9. Onde Bento XVI estava com a cabeça quando nomeou esse desajustado para prefeito da CDF? Fora isso Dom Muller é um grande piadista, poderia até fazer stand up e abrir um canal no Youtube: “Gutiérrez ortodoxo”. KKKKKK

    • Estava com a cabeça no mesmíssimo lugar onde sempre esteve: acima do pescoço. Há entre os católicos mais conservadores uma tentação de contrapor Francisco a Bento XVI, mas são homens como o cardeal Muller que demonstram de maneira irrefutável que todos os papas conciliares têm mente suficientemente modernista para unirem numa só síntese polos extremos como a TL e os ditos tradicionalistas que se submetem ao acordismo seguindo os passos fiéis dos católicos que capitularam diante da Constituição Civil do Clero da Revolução Francesa.
      D. Muller na Congregação para a Doutrina da Fé foi obra direta de Bento XVI, porque a mente de um revolucionário precisa sempre dar dois passos para frente, mesmo que vez por outra dê uma para trás.
      Toda essa gente precisa é de conversão ao catolicismo que eles dizem representar, e de uma abjuração solene da heresia modernista, que é a fé que eles demonstram professar, e que não é a Fé Católica Apostólica Romana.

  10. Sinceramente! Alguém esperaria alguma coisa diferente. Esse discurso corresponde a uma opção clara de atacar a FSSPX e intenta segrega-la de uma vez por todas. Ele inclusive já disse isso com todas as letras, em outros pronunciamentos. Monsenhor Muller não é um incauto. Tem exata noção do que acontece na Igreja e luta para que o “seu partido” continue a manter as coisas na direção que ele apontou, certamente promovendo outros “avanços” nessa agenda. Não importam as barbaridades de Gutierrez e outros. Elas se alinham com seu pensamento e, por isso, são “ortodoxas”. Nada disso é por acaso. A meu ver existe uma linha de atuação claríssima pensada e implementada. Virgem da Natividade, olhai por nós.

  11. Dom Muller apenas antecipa o que mais cedo ou mais tarde ocorrerá: a excomunhão da FSSPX; uma pena, mas é só questão de tempo.Feliz Natal a todos!

  12. E desde quando a América do Sul é o centro dalguma coisa? Só se for de plantações de coca, maconha e de heresias marxistas!

    A desonestidade intelectual e o primado da estupidez nos escritos do Gutierrez prevalecem?

    Um minuto de silêncio pela morte do bom senso (2 – adorei essa ideia!).

  13. Peço a Deus para ser excomungado pela igreja conciliar. Para mim é sinal de glória e de exaltação. E uma grande honra por me unir ao bem-aventurado e piedosíssimo Dom Marcel Lefebvre, o maior santo dos nossos tempos. Assim como peço a Deus para ser considerado cismático pelo cisma no poder que destruiu o papado. Sinal de que sigo a delegação de Cristo a Pedro e como São Pedro a desempenhou nos ditames do Senhor e do Espírito Santo, assim como fizeram São Gregório, São Bonifácio, São Pio V e São Pio X, os maiores e mais santos papas depois de São Pedro e que reúnem a história da verdadeira Igreja. Não podemos ter medo de ser colocados para fora dos muros de Jerusalém. Foi lá que Nosso Senhor viveu e pregou. Se o grande cisma nos considera cismáticos é prova da obviedade dos fiéis serem repelidos por Satanás e aceitos pelo Senhor na sua grande tribulação! Não temam! A consolação de Cristo vale mais do que tudo! Isto com que nos ameaçam foi apenas um dos menores sofrimentos do Senhor durante toda a Sua vida, quando “tinha de dormir com a cabeça encostada sobre a pedra”!

  14. Reblogged this on Allan L. Dos Santos and commented:
    Onde chegamos…

  15. O Papa vai se tornando Pop, amado pelo mundo, “personalidade do ano”, etc. e esse abutres vão ficando confiantes o suficiente para por as asinhas de fora de uma vez por todas. Perderam o medo! Só se esquecem que Deus ainda existe, tenham eles fé n’Ele ou não.

  16. Este senhor revela um conceito de ortodoxia absurdamente fora da realidade. A declaração dele de que Gutiérrez sempre foi ortodoxo é de uma aberração sem tamanho de tão contraditória. Chega a ser um posicionamento que beira o inominável, tamanha a dificuldade para se qualificar e compreender algo tão estapafúrdio. Para se lançar alguma luz sobre um nevoeiro tão escuro, a que se assemelha o significado de palavras tão descabidas, não há como deixar de remeter o pensamento àquela maquiavélica estratégia revolucionária de manipulação ideológica em que para se validar e tornar aceitável alguma realidade e ou alguma pessoa, esta realidade e ou esta pessoa são descaradamente apresentados exatamente ao contrário do que real e verdadeiramente são. E isso insistentemente, batendo o pé até que assim seja aceito. Tanto costumava lamentavelmente ser eficaz, ao longo da história, este sórdido mecanismo manipulatório, de transformar o espúrio em meritório e o meritório em espúrio, que, em sua declaração, Dom Müller parece ainda insistir em o aplicar, da maneira inversa, em relação à Fraternidade, de forma a denegrir a obra de Dom Lefebrve. Contudo, este diabólico estratagema de mover a consciência das massas, muito competente e eficaz em tempos de maior dificuldade de acesso à informação, nos dias atuais, em que a informação nunca esteve tão acessível, se encontra felizmente, cada vez mais desmascarado e enfraquecido de efeito. Qualquer pessoa em sã consciência, em seu juízo perfeito, com isenção e livre de tendenciosidade que confronte os escritos de Gutiérrez com a multimilenar doutrina da Santa Igreja simplesmente ficará de cabelo em pé com a heterodoxia daquele e verá de forma incontestável o quão distante está a possibilidade do qualificativo “ortodoxo” poder ser-lhe aplicado com honestidade e razão de ser. Uma mesma análise da obra de Dom Lefebrvre permite perceber que ali não há um milimetro sequer de distanciamento de tudo aquilo que milenarmente a Santa Igreja sempre pregou e ensinou. Ou seja, ele não estabeleceu nenhuma doutrina e hierarquia paralela ou diferente que de fato configurasse um real estado de cisma. E isso foi já exaustivamente debatido e demonstrado. Por conseguinte, se é então obrigado a concluir que a única possibilidade de Gutierrez ser Ortodoxo se dá não no âmbito da Santa Igreja, mas sim no da igreja conciliar a mesma em relação a qual os “Lefebvrianos” de fato não se acham mesmo em comunhão. Que cada um pese bem de que lado está e tome muito cuidado, pois o “deslumbramento” pode levar a equívocos de conseqüências nada deslumbrantes…

  17. Alguém me dê uma dica: se o prefeito antigo disse que havia comunhão da Fraternidade com a Igreja, e o novo diz que não há, temos confusão. Ou seja, até agora, temos: 1-1=0. Como apurar o caso canonicamente para chegar a um resultado final sobre a questão?

  18. É com essa gente que o Mons. Fellay quer estar em plena comunhão?
    Depois desses “esclarecimentos”, nada mais a falar, a não ser “aquela perguntinha incômoda”:
    ESSA IGREJA CONCILIAR É SÉRIA ?
    Rir, para não chorar!
    Abraços a todos os FRATRES e votos de um Feliz e Santo Natal!

  19. O Diabo passeia-se livremente nos corredores do Vaticano e está tão à vontade que já nem se preocupa em esconder-se. Esta desenvergonhada declaração só é batida pelos chuto que o papa dá na teologia. Vejam só afinal também ” .. JESUS É CONSUBSTANCIAL AO PAI, DEUS, MAS TAMBÉM CONSUBSTANCIAL À MÃE, UMA MULHER.”
    Na fonte “Qualcuno una volta ho sentito che diceva: ‘Ma questo brano del Vangelo sembra l’elenco telefonico!’ E no, è tutt’altra cosa: questo brano del Vangelo è pura storia e ha un argomento importante. E’ pura storia, perché Dio, come diceva San Leone Papa, Dio ha inviato il suo Figlio. E Gesù è consustanziale al Padre, Dio, ma anche consustanziale alla Madre, una donna. E questa è quella consustanzialità della Madre. Dio si è fatto storia. Dio ha voluto farsi storia. E’ con noi. Ha fatto il cammino con noi”. http://www.news.va/it/news/la-messa-mattutina-con-il-personale-di-santa-marta

    • Luís um padre que acompanhava Fátima disse que o Demônio começaria sua ação de cima. Bem, é o que nós estamos vendo, infelizmente a fala de alguns padres hoje que Deus é amor e não castigaria o seu povo. Entretanto, estamos esquecendo da própria bíblia? O Apocalipse o próprio Jesus nos evangelhos diz claramente que Deus é misericordioso, mas a Justiça existe. Tanto que La Salette e Fátima provam isso. Aconselho-o o método de consagração de São Luís Maria Monfort, estou no 2º dia preliminar hoje.

      PS: Seria muito bom se vocês da Fratre Sinum pudesse divulgar essa forma de consagração, visto que até Nossa Senhora fala delas em Fátima, pois até mesmo o João Paulo II fez a consagração. E como estou fazendo, me vejo na obrigação de divulgar de todas as formas possíveis.

      “O meu filho quer estabelecer no mundo a devoção ao Imaculado Coração.”

    • Não vejo erro, aí. Jesus tem realmente as duas substâncias: divina e humana. Tem a substância divina do Seu Pai, que é Deus, e tem a substância humana da Mãe, que não é deusa, mas é mulher, isto é, gente, pessoa humana. Talvez alguem possa manipular a frase, mas ela não deixa de estar certa. (Pelo menos essa.)

  20. Os progressistas triunfaram no CV II não pela ousadia, mas porque os “Bons” foram moles, e o Arcebispo

    sente-se a vontade para dizer o que diz, porque os “Bons” continuam a ser moles.

  21. Lembrando do livro Disinformation do general desertor da URSS, Ion Mihai Pacepa, que conta como Kruschev deu o norte para a KGB criar a Teologia da Libertação.

  22. Que já existe um cisma na igreja, isto é fato. Acho que chegará o momento em que iremos ter que decidir a quem seguir, e tenho uma desconfiança de que quem vai guiar o rebanho verdadeiramente católico será a FSSPX,

  23. Dizia Dr. Plínio Corrêa de Oliveira:

    “…se Nosso Senhor Jesus Cristo voltasse `a terra em forma visível, crucificalO-iam”

    Esse Mons. Muller não faria parte daqueles que pediriam a libertação de Barrabás?

  24. Não sei qual o espanto…

    Quando um herege chama outro de herege???

    O triste é saber que o Prefeito da Congregação para Doutrina da Fé chegou a um nível doutrinal tão baixo, e mais, logo será cardeal….

    Mas se um Alexandre VI e sua Cúria depravada e imoral passaram, não vai ser Muller e companhia que destruirão a Igreja.

    Pra completar o descalabro o bispo de Roma poderia reabilitar o Bofento Bofado e levá-lo pra auxiliar o Muller…

    E quem sabe, pra completar a obra, nomear Ione Buchada pra prefeita da congregação do culto divino…

    Nossa Senhora Aparecida, rogai por nós!

  25. “Felizes de vós quando vos caluniarem e, dizendo mentiras, vos acusarem de toda sorte de coisas por causa de Mim. Em verdade e em verdade vos digo, alegrai-vos e exaltai-vos, porque grande será vossa glória no Reino do Céu!”

  26. “Antes do advento de Cristo, a Igreja deve passar por uma provação final que abalará a fé de muitos crentes. A perseguição que acompanha a peregrinação dela na terra desvendará o ‘mistério da iniquidade’ sob a forma de uma impostura religiosa que há de trazer aos homens uma solução aparente aos seus problemas, à custa da apostasia da verdade” (CIC, 675).

    Alguém tem dúvida de que já estamos vivendo esse tempo? Quando eu vejo esses impostores usurpando a autoridade dos Apóstolos pra pregar heresia, pra corromper menores de idade, pra acobertar criminosos e pervertidos e perseguir aqueles que guardam e transmitem fielmente o Depósito da Fé, eu sinto que nossa libertação está próxima. Eles não prevalecerão.

  27. poxa vidaaaaaaaaaaaaaa
    cansei dissoooooooooooo

    • Infelizmente Manoel isso é apenas o início. Sabe, estou lendo o livro de São Luís Maria Monfort sobre a consagração total, aconselho a todos vocês leem ele. Como ele diz é um modo mais fácil de conseguir a santidade e acho que é o remédio de nós nos tempos atuais. Porque como diz o próprio Santo: O reino de Cristo virá quando o Reino de Maria surgir. Assim como Maria concebeu Jesus pela primeira vez, Deus quer se servir dela para a Segunda vez.

  28. Embora estejamos no Tempo do Natal, as declarações de um oficial da Curia Romana, acredito que cada vez mais se distancia a organização Curia Romana da Santa Madre Igreja de Deus, me fez recordar a maneira como Pilatos achou de “eximir-se” da responsabilidade do sangue do inocente:

    “Mas os príncipes dos sacerdotes e os anciãos persuadiram à multidão que pedisse Barrabás e matasse Jesus.
    E, respondendo o presidente, disse-lhes: Qual desses dois quereis vós que eu solte? E eles disseram: Barrabás.
    Disse-lhes Pilatos: Que farei então de Jesus, chamado Cristo? Disseram-lhe todos: Seja crucificado.
    O presidente, porém, disse: Mas que mal fez ele? E eles mais clamavam, dizendo: Seja crucificado.
    Então Pilatos, vendo que nada aproveitava, antes o tumulto crescia, tomando água, lavou as mãos diante da multidão, dizendo: Estou inocente do sangue deste justo. Considerai isso.
    E, respondendo todo o povo, disse: O seu sangue caia sobre nós e sobre nossos filhos.
    Então soltou-lhes Barrabás, e, tendo mandado açoitar a Jesus, entregou-o para ser crucificado”

    Mateus 27:20-26

    Nomes a parte, não precisa ser um Doutor, um Mestre em Teologia e Moral, para quem se afastou da Verdade, As verdades batem às portas, o mundo ama o que é seu, o que não o agrada, é rechaçado.

    Que Deus Nosso Senhor tem misericórdia da sua Santa Igreja!

  29. Lé com lé; cré com cré. Dom Muller e as heresias da Teologia da Libertação andam de braços dados. Quando serão excomungados os hereges da TL? Não me surpreende, portanto, que Dom Muller condene quem condena tais hereges.

  30. A véspera de Natal para mim sempre foi um dia no qual recebi graças memoráveis e as palavras infelicíssimas do Prefeito acima me dão cada vez mais certeza das boas intenções e frutos da obra de Dom Marcel Lefebrve e Dom Antônio de Castro Mayer, com as quais cada vez mais me realinho.

  31. é interessante ler a entrevista completa: http://renitencia.wolkartt.com/2013/12/dom-muller-os-bispos-da-fsspx-estao.html. D. Muller da uma volta ao mundo e não diz nada…

  32. Depois que o saudoso, contudo muito traído Papa Paulo VI dissera que “A Fumaça de Satanás entrara nas frestas da Igreja…
    Tudo indica que antes do fim haverá uma farsa como religião, a do Anti Cristo, isto é, a de um falso messianismo em que o homem glorifica a si mesmo em lugar de Deus e de seu Messias, o pó da terra querendo se sobrepor a Deus.
    Admite-se que estejamos vivendo nesse tempo, deparando-nos com impostores usurpando a autoridade dos Apóstolos disseminando heresias, ora uma doutrina cristã unilateral, só do amor de Deus, desconsiderando sua justiça; ora imanentizando-a, socializando a fé, como os Boffs/Gutiérrez dos comunistas do PT e doutros PCs, ou reduzindo a Deus como atendente de nossos interesses – não nós O servirmos, mas Ele a nós, os novos deuses – como os atravessadores e despachantes de supostos milagres Edir Macedo, Valdomiro Santiago e os RR Soares da vida pelas esquinas, além de ideologias marxistas para corromperem a juventude desde tenra idade para a relativizar e toda a sociedade, ora acobertarem o mal e exaltarem o satanismo, perseguindo os que guardam e transmitem fielmente o Depósito da Fé católica tradicional.
    Is 5,20: Ai de vós que ao mal chamais bem, e ao bem mal, que tomais as trevas por luz, e a luz por trevas…
    Os homens fazem mal à Igreja, menos destruí-la e, se chegou a esse ponto, foi culpa nossa, de seguidas omissões, devido ao silencio dos que deveriam serem os bons.
    Salve-nos, ó Maria, Mãe de Jesus!

  33. AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Dom Müller, conta agora uma de papagaio!!!!
    Será que até a meia-noite de 1º-1-2014, ele se sai com outra “pérola” desta para fechar o ano com chave de ouro (de tolo)?

  34. Caro Leonardo. Nunca vi um comentario tão infeliz. Não precisa pedir para ser excomungado, com certeza já tem uma alma protestante. Isso é questão de tempo sair do seio da Santa Igreja.
    E segundo a biografia, Dom Levreve não morreu tão piedosamente como se pensa. Como é morrer sem odediência ao Papa, e pior, com o peso de uma excomunhão por ordenar bispos sem a permissão de Roma.
    E deve ser pesado ouvir isso de Cardeal, que pesa a excomunhão sacramental.
    Já vi este filme. Padres protestantes, donos de si, não querendo a obedecer ao bispo local.
    E agora, em tempos dificeis, os fiéis querendo ser protestantes; querendo ter fé, mas sem Pedro.
    Que viva tanto quanto Pedro santo Padre.

  35. Ultimamente sem tempo, dedico essas linhas a desejar um FELIZ & SANTO NATAL aos leitores do FiU e ao seu editor, sr. F. Ferretti D. Que o Menino-Deus sempre lhes dê aquela inocência pura com a qual tomaremos o Céu de assalto – e isso não é uma contradição!
    Já, no outro caso, a da contradição do miolo mole com a truculência, D. Müller prova de maneira inequívoca que é possível conviver com isso e até mesmo ascender “teologicamente” na Igreja-Pós-Conciliar com esse defeito de fabricação e de ação!!!
    Fiquem com Deus.
    MMLP

  36. Manoel, o Senhor santificou o sofrimento, a única coisa do homem e não de Deus. Sofremos mais quando queremos conciliar o irreconciliável, Cristo e o baal, Cristo e o mundo. Perdemos aquelas amizades e festinhas paroquianas, aquela paz dos Domingos. Não tem jeito. Não era produtivo. Nada melhorava. A gente apenas ficava em cima do muro. Agora sofremos mas a Graça age nas almas. Se não sentimos, se no meio de muita dor e cansaço, vemos os frutos e vemos a Luz. Vemos Maria conosco e suas lágrimas a nos faverecer. Não desespere. Desespero é um dos pecados contra o Espírito Santo, porque Deus pode reverter tudo quando quiser e Ele prova duramente o justo para fazê-lo santo e preparado para tudo. Se é muito duro agora, saiba que estaremos preparados para o mais duro que há de vir. Santa Terezinha dizia que por detrás de cada cruzinha há uma grande ressurreição que o Senhor esconde como um ovo de Páscoa para se achar na hora certa e de modo justo. As coisas de Deus são escondidas para nos defender do orgulho, porque Deus adiantou que destruiria todas as obras do orgulho humano. É assim mesmo, sem ninguém notar ou saber do mérito. É assim que Deus gosta e que possibilita glória no Céu. Afinal, para quê glória na terra, se tudo aqui passará? Por acaso vai querer lembrar deste tempo no Céu? Se sua glória estiver visível no Céu, nem precisará lembrar de como a conquistou! Força filho! Estamos juntos! E Nossa Mãe luta por nós! Rezemos uns pelos outros e por todos verdadeiros amigos do Senhor, os que lutam pela Verdade e pelo Testemunho que o Espírito Santo realizou e depositou. Feliz Natal e Vida no Cristo Rei!

  37. Em 13-06-1989, segundo o Padre Gobbi, Nossa Senhora esclareceu o seguinte: “A besta negra, semelhante a uma pantera, indica a maçonaria; a besta com dois chifres, semelhante a um cordeiro, indica a maçonaria infiltrada no interior da Igreja, isto é, a maçonaria eclesiástica que se difundiu, sobretudo, entre os membros da hierarquia. Esta infiltração maçônica no interior da Igreja já vos foi predita por mim em Fátima, quando vos anunciei que satanás se introduziria até o vértice da Igreja. Se o objetivo da maçonaria é de conduzir as almas à perdição, levando-as ao culto de falsas divindades, o objetivo da maçonaria eclesiástica é, por outro lado, de destruir Cristo e a sua Igreja, construindo um novo ídolo, isto é, um falso Cristo e uma falsa Igreja.”Em 2 Ts 2, 7 e 8, Bíblia LEB-Edições Loyola, diz São Paulo: “Porque o mistério da impiedade já está em ação; basta que seja afastado aquele que o retém agora. Então se vai manifestar o ímpio. E o Senhor Jesus vai destruí-lo com o sopro da sua boca e o aniquilará na sua vinda gloriosa.” Conclusão: Quem não vê, nos fatos atuais, o predomínio da apostasia? Quem não acredita que o Papa, que foi obrigado a renunciar, era exatamente aquele que retinha o mistério da iniquidade? Quem não espera a segunda vinda de Jesus, na Glória?

  38. Gutierrez é um teólogo da libertação ortodoxo. Um sujeito extremamente dedicado à ortodoxia herege.

  39. Coitados dos membros da FSSPX. Se forem excomungados pela Igreja conciliar não poderão mais rezar juntos com budistas, umbandistas e etc..istas nos encontros em Assis. Deixarão de fazer parte da Igreja Ecumênica e não poderão usar o anel preto com dignidade a fim de prestar um culto ao homem. Coitados ficarão sem a bênção maçônica do grande arquiteto do universo e sem a proteção daquele “olho que tudo vê”. Será um desastre para a FSSPX. Pois ficarão sem a opção de rezar a missa nova legitimamente de costas para o Sacrário. Ficarão sem a opção de legitimidade para tirar os sacrários das Igrejas e colocar obeliscos nos pátios das paróquias. Coitados dos membros da FSSPX. Perderão a simpatia dos movimentos gays e pró-abortistas. Não faça isso Sr. Müller. Pois se excomungares a FSSPX suas missas perderão a validade. Pois o Papa Paulo VI já excomungou o Papa Pio V “de fato” dizendo que suas prescrições não tinham mais validade. Não faça isso Dom Müller. Como os membros da FSSPX poderão usar nariz de palhaço com ternura e dançar tangos na missa e fazer “missas show” para arrecadar dinheiro para ajudar o fundo para bailes cristãos da CNBB. Tudo para ajudar os pobres e comprar mais aneis pretos. Não. Será um desastre…

  40. Roberto, tenho 43 anos de Igreja e 50 de idade. Tentei de tudo. Fui seminarista, fui catequista, fui “pregador” de cursinhos, etc. Fui vicentino, fui colaborador, fui motorista de padres e freiras. Por pedido de freiras comunistas, até acabei dirigindo caminhão de som emprestado pelo PT para fazer passeata na principal avenida da capital, quando freiras e padres só viviam para distribuir “santinhos” de candidatos petistas e nem sequer rezavam uma Ave-Maria na pastoral arquidiocesana. Estudei Teologia em 3 institutos e na PUC e mais alguma coisa virtual. Meu avô estudou no “Caraça” e quis ser padre como eu. Morreu perseguido e abraçado a um quadro do Sagrado Coração de Jesus. Era devotíssimo do Santíssimo Sacramento. Eu me chamo Leonardo por causa de São Leonardo de Porto Maurício, o apóstolo da Santa Missa. Minha avó já tinha o enxoval para ser freira quando foi pedida por ele em casamento. Eles criaram minha mãe no ínternato das irmãs carmelitas e minha mãe só os via nos finais de semana e assistia Missa todos os dias antes das aulas. Missa tridentina e falava latim dentro da escola. Minha mãe sabia a vida de quase todos os santos e me falava de São Pio X, o qual era de muita devoção de minha avó. Você não conhece a história para falar o que falou. Leia, meu filho. Leia muito. Saiba tudo que viveu e escreveu São Pio X. Nossa vida está lá nas batalhas travadas por São Pio X. Esconderam a verdadeira história, mas ela foi registrada. Saiba o que viveu, sentiu e escreveu Dom Lefebvre ou irá perder-se. Saiba o que Dom Lefebvre disse, com base em grandes santos, da obediência e do golpe de mestre de Satanás. Ele nem precisava me ensinar porque eu já sabia pelos santos. A Doutrina e a Fé estão acima e antes da obediência, mas São Pedro já lhe havia falado disso quando disse que “não podemos obedecer aos homens mais do que a Deus”, assim como São Paulo, quando disse que “mesmo que outro apóstolo ou até um anjo lhes ensinem doutrina diferente desta que ensinei, seja anátema”. E Santo Tomás quendo ensinou com enorme luz que “a Fé vale mais do que a vida e é o maior bem que temos”. Os santos ensinaram por meio de provações de que “o papa é para a Doutrina e não a Doutrina para o papa”. E Dom Lefebvre provou que não ensinou nada de novo, apenas repassou o que recebeu e que Deus tornou “impassável”, tão infinito quanto o Evangelho. Se não aceita isso, faz parte de uma sociedade meramente humana com compromisso entre homens e doutrina inventada por homens para usarem da obediência e fazer ir para o inferno em nome dela. Cuidado com sua alma, porque é sua para dar para Deus e não para o papa!

  41. Muller, ora herege de Fé, ora herege ortodoxo!

  42. O Prefeito da Congregação da Doutrina da Fé disse sem reticências que o Pe. Gustavo Gutiérrez “foi sempre ortodoxo”. Creio que quis dizer que ele nunca ensinou heresia. Vejamos um pequeno trecho extraído dos seus escritos: “No encontro com os homens dá-se nosso encontro com o Senhor, … É conhecida”, continua o fundador da Teologia da Libertação, “esta poesia de León Felipe, da qual muito gostava ‘Che’ Guevara, … ‘Amo-te Cristo / … Tu nos ensinaste que o homem é Deus… / Um pobre Deus crucificado como tu / e aquele que está à tua esquerda no Gólgota / o mau ladrão / também é Deus!”
    O Pe. Gustavo Gutiérrez faz esta citação não para reprová-la mas para exaltá-la. Assim creio que não é preciso ser teólogo para ver que este padre não só é herege mas blasfemo. E diz o provérbio latino: “Asinus asinum fricat”. O que mais nos choca é que o Sumo Pontífice ainda não corrigiu o Prefeito da Congregação da Doutrina da Fé. Talvez até já o tenha feito, mas ainda não fiquei sabendo. Mais um motivo para rezarmos e procurar fazê-lo sempre o melhor possível.

  43. E Roberto, só mais uma coisa: Santo Atanásio, durante a heresia arianista (a qual voltou na forma de se crer que Jesus se fez Deus e já não era Deus antes da Encarnação) que durou 350 anos, também sagrou bispos sem a permissão de Roma. E agora? No Direito Canônico antigo (e de sempre) é possível a um bispo em estado de necessidade sagrar outros bispos, exatamente, porque a Fé (e Sua Herança) vale mais do que o Direito. Ou a Fé deve morrer em nome do Direito?

  44. Daí se conclui que Dom Lefebvre se inscreve no rol dos mais santos, porque se a Fé é o maior dos bens, acima até do Direito, os que morreram ou sofreram (ainda mais se sozinhos ou esquecidos) pela Fé são os que garantem maior mérito, pois a Justiça mais ampla e detalhada para o Bem maior. Em razão da Resistência tão lúcida, equilibrada, caridosa e misericordiosa de Dom Lefebvre, que tinha a delicadeza vinda do Coração Doloroso da Virgem Maria e jamais ultrapassou os limites da humildade de Cristo, afirmo com certeza que Dom Lefebvre foi uma dos maiores santos em méritos e em virtudes. Para mim, ao repetir na paixão da Igreja a Sua Paixão, Nosso Senhor quis recordar em Dom Lefebvre o apóstolo São João Evangelista ao pé da Sua Cruz, para que nossa geração fosse de novo socorrida pela doação da maternidade da Virgem Maria.

  45. A diferença entre nós “lefebvrianos” ou integralistas (graças a Deus, mas pararam de nos chamar assim para não confessarem que só nós seguimos tudo que Jesus disse) e Roma conciliar é esta e fundamentalmente esta e decisivamente esta:

    1) Nós acreditamos que o Magistério Infalível foi ditado pelo Espírito Santo a partir da Fé individual do papa de que pode receber e ditar infalivelmente por pura inspiração do Espírito Santo e conforme a delegação de Nosso Senhor e a sua promessa de que o Espírito Santo O testemunharia e daria a memória do que falou assim como o entendimento das coisas futuras, de tal sorte que, como tudo o que vem de Deus é infinito, o Magistério Infalível é tão infinito e Revelador quanto o Evangelho (sempre confirmado em todas suas letras), o qual também resta comprovado como de inspiração divina e não como produção das comunidades formadas pelos apóstolos;

    2) Roma acredita, conforme os dogmas marxistas acerca da história e do materialismo histórico que descarta o extraordinário duma intervenção divina e vê tudo como fenômeno humano, que o Evangelho foi produção das comunidades sub-apostólicas e tomado de um colorido de extraordinário apenas para enfatizar o ordinário de que o homem é bom mesmo na sua miséria ou fraqueza e que não é mal inclinado desde a origem, assim como acredita que o Magistério Infalível foi apenas produção humana duma classe dominante de certa época e, muitas vezes, como mero elemento de dominação, conforme se deu nas sanções ao liberalismo, o qual realmente é o que liberta o homem para divinizar-se. E esta é nova teologia de Roma mesmo que não seja do papa.

  46. Ou seja, Jesus é o fenômeno humano maior. É a humanidade inteira a divinizar-se e “tornar-se hóstia viva”, como disse Chardin e repetido por Bento XVI. Apenas a humanidade precisa acordar-se para isso e se superar já nas intenções iniciais, as quais devem ser escritas numa carta de compromisso e serem norte de um governo mundial como de uma religião mundial. É o anticristianismo que se aproveita do fato Jesus Cristo, o qual parece muito eloquente e vivo para ser negado como histórico. É a Apostasia, meu caro Roberto e meu caro Manoel. Também por causa dela e de sua evolução rumo ao filho das trevas que Jesus fez de seu discurso mais afirmativo, eloquente e suplicante o seu discurso final e sua despedida até o seu retorno como Juiz universal, quando não haverá mais tempo para explicações e tudo estará às claras.