Duas boas notícias para o Brasil.

1) O Plano Nacional de Educação, que dará as diretrizes para a edução no país para o decênio 2011-2020, foi aprovado ontem, no Plenário da Câmara, sem a malfadada ideologia de gênero. Deo gratias!

2) Palavras do deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ): “Ontem (27), recebendo o ministro da Saúde na Liderança do PMDB, alertei que estava ingressando na Câmara dos Deputados com um projeto de decreto legislativo para revogar a portaria 415 do ministério. Alertei a ele que pelos termos da portaria ela estaria legalizando o aborto ilegal. Nesta quarta (28), o ministro me procurou para comunicar que estudou a portaria editada por uma secretaria do Ministério e entendeu que havia falhas. Logo resolveu revoga-lá para melhor estudá-la. Quero deixar aqui registrado o agradecimento ao ministro pela compreensão do tema e pela decisão tomada de revogação da portaria 415. Certamente, após estudá-la, ele deverá apresentar alguma nova proposta ou nova portaria nos estritos termos da legislação vigente.”

Ou seja, a “portaria dos R$ 443,40″ deverá ser revogada (promessa que o deputado Eduardo Cunha deverá acompanhar). Cabe agora batalharmos pela revogação da Lei Cavalo de Troia, pois ele é um dos dispositivos que, tortuosamente, permitem a redação desse tipo de porcaria portaria.

Tags: ,

13 Comentários to “Duas boas notícias para o Brasil.”

  1. Valeuuu, pessoal, pela pressão: “Vox populi, vox Dei”.
    Demos graças a Deus!

  2. Deo Gratias !!! Viva Cristo Rei.
    Continuemos na luta e na oração, com rosários na mão e Jesus e Maria no coração.

    • Pessoal a luta continua. Quem quiser enviar e-mail para o Ministro da Saúde Arthur Chioro parabenizando-o pela justa decisão de revogar a Portaria 415 e pedindo para que ele apresente uma nova proposta que seja a favor da vida, é este o endereço eletrônico: ministro@saude.gov.br

  3. A portaria não está revogada até ser retirada de vigor. E ainda não foi. Parece extremamente ingênuo da parte dos cristãos duvidar, ás vezes com certa razão, da CNBB e questionar declarações do próprio Papa e, de repente, acreditar numa vaga promessa de segunda mão de um ministro da saúde em mandato tampão de que uma conversinha com um deputado do baixo clero vai fazer ele contrariar todo o lobby abortista e feminista e revogar esta portaria. Como diria meu filho: sabe de nada, inocente…

    • Sr. Tomás de Jesus, leia o DOU Nº 101, Seção 1, pág. 40, de 29 de Maio de 2014 e verá que a Portaria 415 foi revogada pela Portaria nº 437, de 28 de Maio de 2014, publicada no DOU de 29 de Maio de 2014. Portanto em vigor. Segue na íntegra.

      MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE
      PORTARIA Nº 437, DE 28 DE MAIO DE 2014
      MINISTÉRIO DA SAÚDE
      SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE

      DOU de 29/05/2014 (nº 101, Seção 1, pág. 40)
      Revoga as Portarias nº 224/SAS/MS, de 26 de março de 2014, 272/SAS/MS, de 2 de abril de 2014, 227/SAS/MS, de 4 de abril de 2014 e 415/SAS/MS, de 21 de maio de 2014.

      O Secretário de Atenção à Saúde, no uso de suas atribuições, resolve:
      Art. 1º – Ficam revogadas: a Portaria nº 224/SAS/MS, de 26 de março de 2014, publicada no Diário Oficial da União(DOU) nº 59, de 27 de março de 2014, seção I páginas 35 à 39, a Portaria nº 272/SAS/MS, de 2 de abril de 2014, publicada no Diário Oficial da União(DOU) nº 65, de 4 de abril de 2014, seção 1, página 65, a Portaria nº 277/SAS/MS, de 4 de abril de 2014, publicada no Diário Oficial da União(DOU) nº 66, de 7 de abril de 2014, seção 1, páginas 47 e 48 e a Portaria nº 415/SAS/MS, de 21 de maio de 2014, publicada no Diário Oficial da União(DOU) nº 96, de 22 de maio de 2014, seção 1, páginas 60 e 61.

      Art. 2º – Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

      FAUSTO PEREIRA DOS SANTOS

  4. Deus seja louvado e adorado para todo sempre!
    Do aborto, e de todas as suas formas malfadadas de “ajuda”, livrai-nos Senhor, pelas mãos da Virgem Santíssima, onipotência suplicante, causa de nossa alegria em Cristo Jesus.

  5. Sem querer ser pessimista ,mas na pratica a tal ideologia de gênero já esta entrando nas escolas, em uma escolinha no meu bairro já se ensina sobre filho que tem dois “pais” ou duas “Mães”. Uma menino foi questionar dizendo, “mas não tem que ser pai e mãe?” Ele foi advertido pela direção da escola que não era para falar assim pois era preconceito. como dizia São Paulo mesmo? ” não são contra seres de carne que deveis lutar, mas contra os espíritos malignos espalhados nos ares…”

  6. Ou seja, não existe mesmo Igreja Católica no Brasil. Se não fossem os protestantes no Congresso, passaria um monte de barbaridades. Católico brasileiro = frouxo ou safado.

  7. Isto mesmo, redator, está a aprender a nomear esta bagunça e estes disparates políticos e filosóficos corretamente. Porcaria é um lindo nome para o fruto desta árvore idiota chamada socialismo. Parabéns, continuem assim. As notícias, porém, são boas, mas nem por elas podemos nos acomodar. Vencemos a batalha, mas não a guerra.

    Fora Dilma!

  8. Ano eleitoral. Um passo atrás para dar 10 passos à frente depois de ganhar as eleições. Não acreditem no PT. A revogação do Ministro da Saúde nada mais é do que uma estratégia política. Depois que o PT ganhar as eleições, se ganhar, voltará tudo com mais força.

    • Isso é evidente. Todos sabemos o que acontece em ano eleitoral, o jogo político, etc… Mas as consequências são benéficas para as vidas que não serão sacrificadas. Mas de qualquer jeito, neste mandato ou no próximo, a luta continua, se os interesses deles (governo) não são exatamente os mesmos dos defensores da vida, isso também é evidente, mas o fato é que não serão executadas tantas vidas quanto as que já são de forma clandestina.