Francisco não quis almoçar com os Legionários de Cristo.

Em novo gesto de austeridade, o Papa cancelou, de última hora, um almoço no Centro Notre Dame, que os Legionários administram em Jerusalém. O motivo teria sido evitar o luxo e optar por algo “mais simples”, comer com os franciscanos.

Por Infovaticana | Tradução: Fratres in Unum.comO Papa Francisco decidiu fugir da programação prevista — segundo a qual devia almoçar no Centro Notre Dame de Jerusalém — para ir almoçar com os franciscanos no convento de São Salvador, localizado dentro da cidade velha, “como um outro frade”.

O vigário da Ordem Custódia da Terra Santa, o frade franciscanos Artemio Vítores, explica a Europa Press que foi uma verdadeira surpresa. “Nos avisaram de que hoje a refeição seria às 13 horas; e meia hora antes, nos disseram que o Papa viria almoçar”, recordou. “Um espetáculo”, sublinhou.

Segundo esclareceu, é “a primeira vez na história que um Papa come no convento de São Salvador” e o almoço foi “muito simples”: espaguete, purê com carne, salada, melancia e, como novidade para a ocasião, sorvete e um doce.

O Pontífice chegou à casa às 14:30 e os cem frades presentes, em sua maioria jovens, o receberam “aplaudindo sem parar”, segundo relatou o frade, e isso “deixou [Francisco] muito contente”.

Os frades e o Papa começaram a comer por volta das 14:30, já que os atos prévios haviam gerado algum atraso em relação ao programa. Por isso, teve que ser rápido, explica. Ademais, acrescenta que fora havia mais de cem policiais.

Conforme destacou Frei Artemio, o Papa lhes disse que se sentia “muito feliz” por poder compartilhar desse momento com os frades e lhes contou uma piada, de que quando na Argentina caminhava pela rua e se encontrava com um cura, lhe diziam para ir trabalhar, mas que quando se encontrava com um frade sempre recebia um sorriso de volta.

Já sozinho com o frade espanhol, Francisco contou que após a sua eleição alguém lhe interpelou que ele, sendo argentino, que são “o mais, o melhor”, havia escolhido o nome de Francisco, podia ter escolhido o de Jesus II. Ainda, neste ambiente descontraído, o frade lhe presenteou com seus últimos livros. “Com Francisco, me sentido um frade melhor”, observa.

Sobre as razões pelas quais o Pontífice decidiu sair do itinerário e almoçar com os franciscanos, o padre Artemio apontou que “talvez tenha sentido que era luxo demais” e preferiu algo mais simples. E é assim que, dessa forma, o Papa se une à crítica que tantos cristãos da Terra Santa fazem à Legião de Cristo, que converteu, dizem, um centro pontifício em um lugar para poucos afortunados.

Abaixo, algumas imagens do local:

Este slideshow necessita de JavaScript.

28 Responses to “Francisco não quis almoçar com os Legionários de Cristo.”

  1. Apesar de eu admirar pouco o “espírito de pobreza” do Papa atual penso que ele foi sensato nesta circunstância.

  2. Ficar contente com aplausos não me parece muito humilde…

  3. Acredito que maior humildade é honrar com os compromissos. Certamente o Papa não foi avisado de última hora que o seu almoço seria com os Legionários. Deveria, então, ter falado desde o início que preferia ir almoçar com os Franciscanos. Humildade não é desfazer-se dos riscos. Menos ainda juntar-se aos pobres. Ser o que se de fato é: isso é ser humilde. Querer ser outra coisa, seja aparentar riqueza ou aparentar pobreza não é humildade. Um Papa se faz humilde não agindo como Francisco, mas obedecendo a Tradição e ao Magistério. Não que isso “engesse” os pontificados, mas permite aos papas um norte, como se fosse um “manual” … populistas são os piores ditadores e não há humildade alguma nisso.

  4. Milionários de Cristo. A IURD da Igreja Católica.

    • Que apelação Eduardo, chamar de IURD?!?!?!…sabemos que tem dinheiro, mas, o problemas deles são outros…muito piores.

  5. Com todo respeito ao Santo Padre, isso foi uma falta de educação e uma ofensa aos Legionários, para dizer o mínimo.

    Particularmente, eu também prefiro lugares simples e sou avesso a formalismos, mas pode-se preferir a casa de Lázaro sem por isso recusar a hospitalidade de Zaqueu.

    • Concordo. Onde eu recebi educação e boa educação, não se cancela compromissos, sobretudo almoço que dá trabalho e despesas, de última hora. Mas quem segue as regras de civilidade e boa educação é premiado com difamação e malícia sobretudo de pessoas desprovidas dessas virtudes, e pior, de praticantes da própria Igreja de sempre. Já as autoridades eclesiásticas que deveriam seguir com mais rigor as normas, quebram protocolos rotineiramente e ainda são elogiadas.

  6. Falsa humildade, desde quando Jesus Cristo deixou de almoçar com os ricos ou com os pobres? A humildade está na obediência à Igreja da mesma forma como Cristo foi obediente ao Pai. Ser humilde não está nas aparências exteriores, vejam o evangelho e oiçam Cristo a falar para os fariseus “túmulos caiados de branco” porque a aparência era tudo para eles, mas a obediência a Deus era nula.
    Já agora gostaria de saber qual era o problema de ter almoçado com os Legionários de Cristo afinal ninguém o obrigava a comer muito ou de tudo, ou o problema era o que o mundo iria dizer e a sua imagem de santidade ficaria manchada, não será apenas um problema de vaidade e respeito humano? Claro que sim…

  7. De fato o Centro Notre Dame de Jerusalém parece mais um resort cinco estrelas!
    Os Legionários de Cristo parecem não ter problema algum em mostrar como são abastados…
    Mas o que dizer de Francisco? se o local não era adequado por que foi incluído anteriormente? esse “movimento de última minuto” parece ter sido planejado faz é tempo para “mostrar humildade”.
    E como disse Alex aí em cima que tal honrar o compromisso que foi estabelecido, ou pelo menos avisar com muita antecedência que ocorreria uma mudança? é assim que os adultos agem…
    Francisco parece fazer de tudo para ficar “bem na fita” inclusive chegou até a esconder o crucifixo para não ofender os Rabis-chefes de Israel, gesto que Bento XVI se recusou a fazer:

    http://www.rainhamaria.com.br/Pagina/15912/Papa-Francisco-oculta-sua-cruz-na-faixa-da-batina-para-nao-ofender-aos-Judeus

    http://eponymousflower.blogspot.com.br/2014/05/jerusalem-francis-hid-his-pectoral.html

    “Digo-vos: todo o que me reconhecer diante dos homens, também o Filho do Homem o reconhecerá diante dos anjos de Deus; mas quem me negar diante dos homens será negado diante dos anjos de Deus.”

    Lucas 12:8-9

  8. Se tem uma coisa que o atual papa possui em abundância, é feeling para o que vai lhe render comentários elogiosos pela mídia. Achei uma tremenda descortesia para com os legionários, que devem ter preparado com muito carinho uma recepção para alguém que, no mínimo, poderia ter avisado com antecedência que não iria…

  9. foi uma extrema falta de cortesia e respeito. os legionários de cristo vivem com a doação de leigos e membros do movimento leigo. doações essas que são contabilizadas de forma legal e atendem aos requisitos legais exigidos por lei. o centro notre dame é antes de tudo um local de refugio espiritual. FOI UM RECADO POLITICO, PARA DIZER QUE NÃO GOSTA DA CONGREGAÇÃO, uma falta de cortesia. ISSO NÃO É HUMILDADE, É FALTA DE RESPEITO.

  10. Depois que João Paulo II propôs Marcial Maciel como modelo para a juventude em 1994 e mais tarde deu no que deu, qualquer membro da hierarquia com um mínimo de bom senso tem todas as razões pra querer distância dessa organização.
    Num momento em que até a ONU está usando os escândalos sexuais pra arrancar concessões da Igreja e que esse Pontífice diz estar tomando medidas pra coibir tais abusos, pegaria muito mal um “almoço do Papa” na sede de uma organização cujo fundador foi protagonista de um dos piores casos de abuso sexual entre o clero e que foi acobertado e protegido por próprios membros dessa congregação.
    Nessa, Bergoglio tomou uma decisão mais que prudente.

    • gercione, JOÃO PAULO II jamais soube dos pecados e erros do fundador dos legionários, e mais, nessa organizações existem muitas, e a maioria, pessoas boas que seguem o chamado de cristo de forma clara, justa e consciente. a sua fala é injusta, e sua citação a SÃO JOÃO PAULO II, pode dar a entender que ele foi acobertado. cuidado com o que fala. o centro notre dame, e antes de tudo um local de recolhimento e oração, bem como de refugio para cristãos católicos que la são minoria, bem como um modo de emprego para essas minoria católica que tem dificuldade de arrumar emprego em uma região que são minoria e que são discriminados. os pecados de marcial, não servem para julgar toda a congregação dos legionários, que ao contrário, busca a santificação. abraços em cristo.

  11. naõ vejo o porque que um papa não pode seguir protocolos e sentir-se na sua casa isto junto ao franciscanos, só na~gostei ter tira o crucifixo, ainda mais hoje com tantos simbolos medonhos que existem ai, se tens vergonha de mim eu terei de ti,não sei preocupem é a opinião de uma simples professora, não vai tirar honras nem dignidades de ninguém, ok

  12. - Eu sou sacerdote e conheço o Notre Dame Center; eu mesmo almocei lá, não por opção, mas porque fazia parte do roteiro. É, como já foi dito, “cinco estrelas”.
    - Deve-se considerar que a Custódia Franciscana está na Terra Santa desde o século XIII. Enfrentaram muitas dificuldades e humilhações por parde de muçulmanos e ortodoxos. Mantém todos os lugares sob seu cuidado com ordem, dignidade, limpeza e espírito religioso, ao contrário dos mantidos pelos ortodoxos, que são uma bagunça, uma imundície! São sustentados, suponho, pela própria ordem ou pela coleta dos lugares santos, que acontece toda sexta feira santa.
    - Os cristãos “remanescentes” da Terra Santa vivem em pobreza e são obrigados a emigrar. Cidadãos de segunda classe, desprezados pelos muçulmanos porque são cristãos, desprezados pelos judeus, porque são árabes. Acho que seria uma ofensa antes de tudo a esses nossos sofridos irmãos a presença do papa no Notre Dame Center. Considere-se que os legionários estão lá a uns 30 anos, enquanto os franciscanos há quase 800!
    Nosso Senhor almoçou com pobres, almoçou com ricos. Em cada ocasião havia RAZÕES para tal, que nos deram importantes ensinamentos. Também o papa Francisco tinha suas RAZÕES…

  13. Que tem luxo, é fato, mas concordo que foi grosseiro por parte dele.

  14. Quer ser simples e humilde?
    Que vá almoçar e jantar com os Franciscanos da Imaculada!

  15. A julgar pelas casas de ordens religiosas que conheci – dentre as quais franciscanas – não me parece acertado dizer que vivem uma pobreza muito diferente da legionária…

  16. Foi deselegante da parte dele , pois já estava acertado. O mais sensato seria o Papa chamar um grupo de frades e ir aos LC almoçar. Assim agradava a gregos e troianos. kkkkkkkkkkkkk

  17. Em questão de “simplicidade” e desapego os Franciscanos, Capuchinhos, Salesianos, REDENTORISTAS”, estão no mesmo patamar que a “simplicidade” dos Legionários, aliás, estes últimos ganham de longe esses todos, pelo menos na vida de oração comunitária e no zelo pela Liturgia… e de longe…

    Está mais que claro que foi mais um golpe de mestre do Papa atual para ser aplaudidooooo, afinal, tem gente que ainda acredita, tudo o que ele não quer é chamar a atenção….Nesse caso não é nem ser papólatra, mas, burrólatra….

    De tudo que ele fez para agradar a Deus e ao … ( prefiro não escrever)…, nesta viagem,o pior foi ter escondido a Cruz Peitoral, ainda que horrível e de péssimo gosto, debaixo da faixa, para não ofender nossos “irmãos mais velhos”…

    Se esta máxima seve para nós, “Todo aquele que se envergonhar de Mim diante dos homens, também Eu me envergonharei dele diante do Pai.” Mateus 10:33… imagine para o Sucessor de Pedro que deveria ser, normalmente, o representante do AUTOR da máxima…Isso em tempos normais…

  18. GERCIONE LIMA: Bem lembrado… Marcial Maciel morreu impenitente, se recusando a confessar seus horríveis pecados no leito de morte. João Paulo II, agora santo, não hesitaria em almoçar com os Legionários de Cristo uma vez que Maciel sempre foi seu protegido. Que belo santo a Igreja foi escolher…

  19. As pessoas parecem esquecer que Francisco é um sacerdote RELIGIOSO, e não secular/diocesano. E padres religiosos tem voto de pobreza, ao contrário dos diocesanos. É costume de religioso ter hábitos simples do cotidiano, e mesmo algumas penitências de pobreza material mesmo. Não tem nada a ver com “humildade”. Me assusta que cá nos comentários as pessoas falem em “humildade” como se tivesse algo a ver com isso, como se fossem jornalistas da Globo analizando o cardápio do Papa. Até quando vão criticar um padre religioso por praticar seus costumes de religioso acusando-o de “falso humilde”? Religiosos não estão acostumados com requinte à mesa, conforto exagerado, carrões caros, roupas caras, luxo na hospedagem (isso nem Bento XVI gostava), etc. Não é que seja pecado, não é possível que tenha que explicar isso aqui, é que são os votos dele.

    E sim, eu sei que ao ser ordenado bispo os sacerdotes de ordens ficam desobrigados dos votos.

    E outra coisa, é bem provável que o cerimonial pontifício ainda não esteja habituado aos rituais de pobreza do velho padre religioso, tantos anos tivemos de diocesanos na cátedra.

  20. Tem algo que nunca entendi,Jesus não veio curar os “doentes de espírito”?Se ele acha que o luxo é uma doença do espírito ao invés de se afastar dessas pessoas não seria o correto ir em busca delas e tentar a conversão?É muito mais fácil parecer humilde no meio dos pobres do que dos ricos,talvez seja esta a opção que muitos fazem,e quem cuida dos ricos espiritualmente?Ninguém?

  21. Larsen, isso que você disse não faz sentido e me cheira esquerdismo, como se os padres que “só rezam” fossem menos piedosos do que os “religiosos”, criando uma visão errada de uma “luta de classes” no clero. Compare São Francisco de Assis e São João Vianney, para facilitar: ambos são exemplos para nós.

    Jesus não fazia acepção de pessoas, dando atenção desde os leprosos até Pôncio Pilatos.

Trackbacks