Padre Walker diria ao seu algoz: “O Céu ainda é possível”.

Por The Arizona Republic | Tradução: Gercione Lima – Fratres in Unum.com – A Missa de Requiem em latim pela alma de Padre Kenneth Walker na lotada Igreja de Santa Catarina de Sena, na manhã de segunda-feira, foi solene ao ponto de quase se distanciar de todas as formalidades.

Mas algumas coisas belas são elaboradas para manter os participantes um passo atrás.

1402693457000-phxdc5-6fptsfqbel01bjfdp1e9-original

Por causa daquela pequena distância— ampliada pelo fato do sacerdote se posicionar de costas para o povo que responde na linguagem da igreja primitiva — os participantes podem ver e sentir mais plenamente o significado do ritual.

Este é o cerne do motivo pelo qual Padre Walker, 28 anos, fez um compromisso de vida com a Fraternidade Sacerdotal de São Pedro, uma ordem dedicada à realização da Missa como era feita por quase 500 anos.

1402957586003-phxdc5-6fre94c76eph024zkg4-originalMas houve também um momento de intimidade compartilhado entre as centenas de membros do clero, paroquianos e outros cujas vidas foram tocadas por Padre Walker, baleado por um intruso em sua casa, a reitoria da Missão Mater Misericordiae (Mãe da Misericórdia)  perto do centro de Phoenix.

“O que Padre Walker diria a seu assassino hoje?” perguntou Padre Eric Flood, Superior do Distrito Norte Americano da Fraternidade, durante sua homilia.

“Ele diria: ‘Volte-se para Deus. Cresça em amizade com Ele’, diria ele ao seu atacante que o céu ainda é possível.”

“Alguns de nós não seríamos tão rápidos em pensar assim. Mas o Padre Walker diria:  ‘Certa vez houve um mau ladrão ao lado direito de Nosso Senhor. E Jesus olhou pra ele e disse: Hoje mesmo estarás comigo no Paraíso'”.

A referência à crucifixão— e a habilidade de Jesus falar aos pecadores até mesmo no momento da morte — foi sentida de modo particularmente intenso porque Padre Joseph Terra, 56, que administrou os últimos ritos (extrema unção) a Padre Walker enquanto morria, também estava presente na missa, assistindo de uma cadeira de rodas. Sua face ainda estava cheia de hematomas e a cabeça ferida como consequência da luta travada com o atacante que matou Padre Walker.

A missa, celebrada em Latim, foi parecida com qualquer típico funeral Católico, mas o foco e o tom da liturgia era diferente.

p061614_walker-mass3A família de Padre Walker também celebrará uma missa funeral pra ele em Tennessee.

Como é comum em um funeral católico, Padre Flood falou sobre Padre Walker, descrevendo-o como sincero e humilde. Flood compartilhou que ele havia falado com os pais de Walker por telefone, e até mesmo em sua dor, eles eram tão fiéis que ofereceram suas orações pelo povo de Phoenix e pelos paroquianos da igreja de seu filho.

Mas, por respeito ao estilo de vida abraçado por Padre Walker, Flood preferiu usar os 90 minutos da cerimônia para falar da beleza e da finalidade da missa em latim, e seu poder de atrair tanto fiéis como não-fiéis a Deus.

Flood comparou a missa em latim a um jantar formal com os melhores amigos, uma ocasião para tirar os mais belos pratos e copos, para se vestir com o que há de mais bonito, para falar com seriedade e para compartilhar com o outro apenas as expressões mais significativas da amizade.

“Se tivessem dito a Padre  Walker, durante seus vários anos de estudo no Seminário, que ele morreria jovem por causa de seu serviço, ainda assim ele teria escolhido se tornar sacerdote. Só pela oportunidade de celebrar essa missa, ainda que fosse por uma única vez”, disse Padre Flood durante o sermão em inglês.

“O Senhor disse: ‘Kenny, se você está disposto a servir-me, eu preciso de você”, continuou Padre Flood.

Walker havia sido ordenado sacerdote há apenas dois anos e nesses dois anos ele trabalho na [igreja] Mater Misericordiae. A igreja foi construída especificamente como um local para abrigar a Missa em Latim. Padre Walker celebrou mais de 700 missas apenas no período em que ali serviu.

Bispo Thomas J. Olmsted falou brevemente depois da Santa Comunhão, dizendo que todos os sacerdotes sentiam de modo pessoal essa perda pelo fato de estarem ligados como irmãos em Deus.

“Padre Walker foi uma vítima inocente de um crime violento. Mas eu não tenho dúvida de que Deus deu a ele o dom do amor em seu coração, uma fé firme e esperança naquele momento.

“Assim nós louvamos a Deus pelas graças dadas a Padre Walker.”

O corpo de Walker estava em um caixão revestido por um drapeado preto na frente do altar, ladeado de cada lado por três velas altas. Mas a liturgia não era sobre Walker, per se.

Este não era um momento para histórias favoritas, para sorrir por entre de lágrimas, para hinos elevados enaltecendo a proteção e providência de Deus.

Foi uma ocasião para aproximar as pessoas de Deus através da grandeza e beleza da Missa Solene – o cálice de ouro, os sinos que tocam três vezes, o doce e inebriante incenso sobre o caixão e ao redor do altar, o coral de nove homens cantando numa profunda e tranqüilizadora harmonia:

Kýrieeléison. Kýrieeléison.Kýrieeléison. “Senhor tende piedade. Senhor tende piedade. Senhor tende piedade.”

* * *

Um viciado em metanfetamina, recém saído da prisão, criminoso de carreira, foi preso no último domingo, acusado de ser o autor do crime. Gary Moran, de 54 anos, havia sido solto da prisão no final de abril, depois de ter cumprido 10 anos de pena por ter esfaqueado um homem durante um roubo que cometeu na casa da vítima em 2005. O ex-detento bateu em Padre Terra com um bastão de metal e atirou em Padre Walker várias vezes na reitoria da igreja, antes de escapar no SUV do padre ,que foi abandonado há algumas quadras longe da cena do crime.

[Atualização - 18 de junho de 2014, às 11:06] Recebemos de uma caríssima amiga: “É preciso dizer que o criminoso pegou a arma do próprio padre Terra. Quando este percebeu o intruso, foi ao seu quarto e pegou a arma que tinha. Porém, o bandido conseguiu tirar a arma das mãos do padre Terra e matar o padre Walker, que entrou em cena para ajudar seu confrade, o que torna sua morte um tanto heróica”.

Tags:

8 Comentários to “Padre Walker diria ao seu algoz: “O Céu ainda é possível”.”

  1. Pode parecer fora de contexto, mas é certo que onde adentra o comunismo, caso EUA, uma das suas características é a violencia que se alastra – afinal é uma doutrina satanista, fomentadora do odio entre pessoas e grupos e protetora da bandidagem – que mais uma vez caíram no golpe do marxi-muçulmano Obama, cuja entrada no governo americano recrudesceu em muito a violencia no país entre cidadãos, mais assassinatos e constantes chacinas, mas que nas propagandas mostrava um homem de caráter, serio, de família, amigo dos animais, de costumes populares, mas não atinaram que o diabo pode aparecer sob formas de um anjo de luz; caíram direitinho nas suas garras.
    Aliás, o Partido Democrata(?) a que Obama pertence é o PT de lá e todas as vezes que o elegem, os regimes esquerdistas na A Latina e Caribe intensificam suas atividades, e logicamente a violência que lhes é inerente, afinal são revolucionários, materialistas, ateus e são movimentados (por forças estranhas) pelo ódio!
    Não se pode duvidar que o Revmo Pe Walker pode ter sido uma vítima desses marxistas, de seus incautos ou corresponsaveis eleitores por detrás!

  2. Paulo,

    Sua colocação está totamente fora de contexto. E sem contar, ainda, a paranóia de comparar o partido democrata ao PT.

  3. Fiquei sensibilizado desde que soube do acontecido. Minha solidariedade à família e à Fraternidade. Paz à alma deste viril sacerdote.

    Parabéns ao bispo por fazer-se presente. Que o coração de Gary se abra à misericórdia do Senhor.

  4. Antes que desvirtuem completamente o assunto é bom que se diga: se é pra falar de virtudes heróicas, teríamos que falar da vida de Padre Walker, que mesmo sendo filho de pais divorciados, mesmo vendo sua família dividida ( O irmão mais velho TJ foi morar com sua mãe para protegê-la, e Kenny, cerca de 6 anos foi morar com seu pai para consolá-lo), se converteu à Igreja Católica lendo as obras de G.K. Chesterton e se apaixonou pela Missa Tridentina aos 10 anos de idade.
    Seu amor pela Missa Tradicional era tão grande que ele começou estudar latim por conta própria. Aos 17 anos entrou para o Seminário da Fraternidade de São Pedro em Nebraska e dali só saiu quando foi ordenado.
    Padre Terra foi atacado por um ex-detento e viciado em drogas que invadiu a reitoria pra roubar. O endemoniado o atacou com uma barra de ferro que lhe quebrou os dedos e quase rachou-lhe a cabeça. Como não conseguia dominar o agressor, Padre Terra correu pra pegar uma arma, mas com os dedos quebrados não conseguia atirar e foi dominado novamente pelo agressor que lhe tomou a arma.
    Naquele momento Padre Walker ao ouvir o barulho correu em socorro do amigo e foi recebido a balas. O assaltante desferiu vários tiros em Padre Walker e fugiu em seguida.
    Padre Terra ainda teve forças para ligar para o 911 e quando policiais e paramédicos chegaram ao local, antes de conduzirem Padre Terra, que estava banhado em sangue para a ambulância, relatam que Padre Terra administrou os últimos ritos a Padre Walker em latim:

    Per istam sanctan unctionem et suam piissimam misericordiam, indulgeat tibi Dominus quidquid per visum, per audtiotum, …per odorátum, …per gustum et locutiónem, per tactum, gressum deliquisti.

    Padre Walker foi absolvido de todos os seus pecados antes de expirar e como disse o Bispo de Phoenix, ele dormiu para acordar nos braços de Nosso Senhor. Eu não tenho a menor dúvida que temos agora um santo no céu. Tudo contribui para o bem dos que amam a Deus.
    Se Padre Walker não tivesse corrido pra tentar ajudar o amigo, a essa hora estaríamos falando da morte de Padre Terra, pois o assaltante só fugiu depois dos disparos.
    Padre Walker salvou a vida do amigo ao morrer em seu lugar e Padre Terra salvou a alma de Padre Walker ao absolvê-lo de todos os pecados antes de entrar na vida eterna. Não existe amor maior do que dar a vida pelos amigos.
    O sangue de Padre Walker será a semente de novas conversões e de novos sacerdotes, porque eu nunca vi a mídia mundana por aqui falar tanto da Missa Tradicional como agora devido à vida de Padre Walker. Essa tragédia abalou até quem não é Católico. O prefeito da cidade de Phoenix se mostrava indignado, os oficiais de polícia revoltados. Um chegou a dizer que era inconcebível a idéia de alguém atirar num homem em vestes sacerdotais.
    Santo Súbito!
    Quem quiser escrever para Padre Terra mandando mensagens de condolências e rápida recuperação, pode escrever em português, inglês ou espanhol. Padre Terra é filho de imigrantes portugueses:

    Fr. Joseph Terra:
    Mater Misericordiae Mission
    1537 West Monroe Street
    Phoenix, Arizona 85007- USA

    https://www.facebook.com/photo.php?fbid=788196614525851

  5. Apoiado Gercione.

  6. Filho de pais divorciados foi suscetível à Graça a ponto de se tornar padre. Por isso, se a Graça não é preconceituosa não cabem aos homens serem. Sempre do pântano americano surge belas flores.Por vezes suponho que algo muito bom um dia virá dessas terras. O problema não é seu povo, que é tão tendente ao místico, mas do sistema que impera no país.

  7. Pelo narrado, sua vocação foi muito bela: se deu em tenra idade e amor a verdade. Que Jesus Cristo Nosso Senhor o acolha para bem aventurança eterna.

    A pregação bem oportuna: para os vivos ali presentes. Realmente, não sabia que ainda havia, mesmo no meio tradicional, padre com tamanho senso de espiritualidade e pregar, naquele momento, uma exortação em direção a despertar mais vocações e/ou conversões. Digno dos padres antigos que conheci. Não deixavam alguém que fosse a uma ocasião dessas sem pensar no fim ultimo do homem.

    Muito bom o lide do post:

    Padre Walker diria ao seu algoz: “O Céu ainda é possível”.