1º de agosto, dia de Oração pelos Cristãos perseguidos no Iraque, Síria e Oriente Médio.

A letra Nun, no alfabeto arábico, equivalente ao nosso "N", é usada pelos maometanos para designar os cristãos como "Nazarenos". O símbolo é pintado em casas e estabelecimentos de cristãos para que fiquem marcados e sofram as consequências cruéis por manterem sua Fé.

A letra Nun, no alfabeto árabe, equivalente ao nosso “N”, é usada pelos maometanos para designar os Cristãos como “Nazarenos”. O símbolo é pintado em casas e estabelecimentos de Cristãos para que fiquem marcados e sofram as consequências cruéis por manterem sua Fé.

Sexta-feira, 1º de agosto de 2014. Esta foi a data escolhida pela Fraternidade Sacerdotal São Pedro (FSSP) para ser o dia mundial de Adoração Pública a Nosso Senhor Jesus Cristo no Santíssimo Sacramento em súplica por nossos irmãos perseguidos no Iraque, Síria e Oriente Médio:

A Fraternidade Sacerdotal de São Pedro pede a todos os seus apostolados no mundo inteiro que dediquem o dia 1º de agosto, uma sexta-feira, à oração e penitência pelos cristãos que estão sofrendo uma terrível perseguição no Iraque, na Síria e em outros lugares no Oriente Médio.

O dia 1º de agosto cai numa Primeira Sexta-Feira do mês e é a Festa de São Pedro em Cadeias, que é celebrada como Festa de Terceira Classe nas casas e apostolados da FSSP. É a festa em que lemos sobre o grande poder da oração perseverante dos membros da Igreja: “Pedro estava assim encerrado na prisão. Mas a Igreja orava sem cessar por ele a Deus.” (Atos 12:5)

Essa festa de nosso Patrono deve ser um convite aos fiéis, para que se unam a nós em Horas Santas e outras orações adequadas para implorar à Santíssima Trindade que esses membros do Corpo Místico possam perseverar na fé, e que, como São Pedro, possam ser libertos dessa terrível perseguição. Que esse dia nos faça lembrar do forte contraste que existe entre os nossos dias de férias e comodidade e da luta diária deles pela sobrevivência, uma vez que eles estão sendo assassinados ou exilados de seus lares. (Fonte)

Tomamos a liberdade de conclamar  nossos leitores a se unirem a esta feliz e necessária iniciativa da FSSP, através de Missas (celebradas especificamente com este propósito pelos sacerdotes que nos lêem, ou assistidas devotamente pelos leigos), horas santas, confissões, jejuns, etc, nessa intenção. Especialmente por se tratar da Primeira Sexta-feira do Mês, dia dedicado ao Sacratíssimo Coração de Jesus, recorramos à Fonte de Misericórdia em favor de nossos irmãos do Oriente.

Créditos: Rorate-Caeli

Tags:

14 Responses to “1º de agosto, dia de Oração pelos Cristãos perseguidos no Iraque, Síria e Oriente Médio.”

  1. Caros fraternos, paz e bem!

    Segue passagem bíblica que reflete bem essa situação, para conhecimento e reflexão…

    “Irmãos: Trazemos esse tesouro em vasos de barro, para que todos reconheçam que este poder extraordinário vem de Deus e não de nós. Somos afligidos de todos os lados, mas não vencidos pela angústia; postos entre os maiores apuros, mas sem perder a esperança; perseguidos, mas não desamparados; derrubados, mas não aniquilados; por toda parte e sempre levamos em nós mesmos os sofrimentos mortais de Jesus, para que também a vida de Jesus seja manifestada em nossos corpos.
    De fato, nós, os vivos, somos continuamente entregues à morte, por causa de Jesus, para que também a vida de Jesus seja manifestada em nossa natureza mortal. Assim, a morte age em nós, enquanto a vida age em vós. Mas, sustentados pelo mesmo espírito de fé, conforme o que está escrito: ‘Eu creio e, por isso, falei’, nós também cremos e, por isso, falamos, certos de que aquele que ressuscitou o Senhor Jesus nos ressuscitará também com Jesus e nos colocará ao seu lado, juntamente convosco.
    E tudo isso é por causa de vós, para que a abundância da graça em um número maior de pessoas
    faça crescer a ação de graças para a glória de Deus” (Segunda Carta de São Paulo aos Coríntios 4,7-15).

    Na festa do apóstolo São Tiago e mártir.

  2. cristão em país teocrático islâmico é como era os católicos no tempo antes de constantino I. Os leões, tigres que matavam os cristãos primitivos (que já eram chamados de “católicos” desde o ano 107 d.C) hoje é substituído por fuzilamento e forca. Existem pouquíssimos países islâmicos que permite que se tenha templos e cultos cristãos, porém não permitem expor cruzes e imagens(porém já é alguma coisa).

  3. Não consigo entender essas atitudes violentas dos pacíficos muçulmanos contra os católicos.

    A “igreja” conciliar e suas “autoridades” fazem de tudo para agradar os homens,do islã, é só ver o panteão de Assis, o beijo no alcorão, desejos de bom ramadã, elogios e incentivos para lerem o alcorão.Teve “autoridade” conciliar que até desejou que São João Batista proteja o islã.Isso sem falar na oração pela paz mundial no vaticano com a presença de uma autoridade politica muçulmana.

    Os exemplos de tentativa para agradar os homens,do islã, são inúmeros.Por isso eu prefiro acreditar que essa notícia ai é falsa.

    Eu li na Exortação Apostólica Evangelii Gaudium que o autêntico Islão e a leitura correta do Alcorão se opõem a todas as formas de violência.

    Para quem não acreditar em mim é só ler a Exortação Apostólica Evangelii Gaudium número 253.

    Portanto eu acredito que essa noticia ai de cima é só mais uma deturpação feita pela mídia com o conluiu dos sedevacantistas neo-pelagianos anti-caridosos e amargos que querem acabar com o ecumenismo e a paz mundial entre os pacíficos muçulmanos e os conciliares. (ironic mode on)

    In Corde Jesu, semper,
    Leonardo Santana de Oliveira, o sedevacantista inquisidor.

    • PS:” Se non é vero, é bene trovato”

    • Se a Sé está vacante, não temos Papa. Se não temos Papa, os Cardeais e Bispos nomeados pelo Papa não são legítimos. Se os Bispos não são legítimos, suas ordenações não são legítimas. Se as ordenações dos Bispos não são legítimas, não temos sacerdotes legítimos. Se não temos sacerdotes legítimos, não temos missas válidas. Se não temos missas válidas, nem os outros sacramentos, não existe Igreja. Se não existe Igreja, as promessas de Cristo no Evangelho não se cumpriram. Se não se cumpriram as promessas de Cristo no Evangelho, Cristo mentiu. Se Cristo mentiu não é Deus.

      Suas críticas a Igreja são válidas, racionais e precisas. Sua posição como sedevacantista é inválida, irracional e imprecisa.

  4. Vou fazer minhas orações. No entanto, não posso deixar de me impressionar: para o Papa, “a Igreja nunca esteve tão bem…”.

  5. Os filhos da deusa pagã da lua Alah adotam uma religião incitadora ao ódio, desde crianças são assim instruídos – mas seus teólogos(?) dizem ser o mesmo Senhor Deus de Israel, apesar dessa religião ter aparecido em 622 DC – têm pavor da Igreja católica por desmascarar os religiosos islâmicos, converter o povo; daí perderem o domínio sobre ele, inclusive ameaçar de morte o islâmico que se mudar para o cristianismo.
    A relação do Islã também com os judeus é hostil, e o ódio pregado textualmente no Corão vem desde o tempo de Maomé, insatisfeito com a resistência dos judeus que viviam na Arábia, e não queriam se converter à nova religião por ele criada, passou a hostilizá-los, a combatê-los e a nomeá-los como inimigos; era do estilo do “Politicamente Correto” para quem não se dobrasse a ela!
    O Alcorão, além de ser obra humana, tem muitas contradições, além de conter varias passagens incitando à violência, como:
    Ó muçulmanos, não tomeis por amigos os cristãos; que sejam amigos entre si. Porém, quem dentre vós os tomar por amigos, certamente será um deles, e Alah não encaminha os iníquos. Sura 5:51
    Ó muçulmanos, combatam os incrédulos cristãos e os hipócritas, e sê implacável para com eles! O inferno será sua morada. Que funesto destino! Sura 9:73
    Ó fiéis muçulmanos, combatei os vossos vizinhos cristãos incrédulos para que sintam severidade em vós; e sabei que Alah está com os tementes. Sura 9:123

  6. Leonardo,

    Essa é a ilusão e a “inocência” da “Igreja Conciliar”: acreditar que acariciando o inimigo, ele vai nos dar as mãos. Talvez na guerra religiosa no futuro, o discurso de amizade do CV II tenha um peso maior, pois será um testemunho de que a Igreja ao menos tentou, o corpo de Cristo na terra, primeiro deu as mãos para tentar dialogar. Mas por ora, esse discurso não está trazendo muitos efeitos.

    Ora, as escrituras nos ensina que o inimigo “ronda nosso redor querendo nos devorar”, “é homicida desde o princípio e Pai da mentira”, “é acusador nosso diante do Pai” e outros elogios. É inútil querer agradá-lo

    • “primeiro deu as mãos para tentar dialogar. Mas por ora, esse discurso não está trazendo muitos efeitos.”

      Nosso Senhor Jesus Cristo( O Católico centro de tudo e não o homem) não mandou dar as mãos ao lobos e dialogar.Quando se dá as mãos ao lobos ele agarra as mãos com seus poderosos dentes e por fim devora o resto do corpo.

      Cristo não mandou dialogar com os lobos.Eis as palavras de Nosso Senhor (O Católico centro de tudo e não o homem):

      “Eis que vos envio como ovelhas ao meio de lobos; portanto, sede prudentes como as serpentes e simples como as pombas. Acautelai-vos dos homens; porque eles vos entregarão aos sinédrios, e vos açoitarão nas suas sinagogas;”

      Como pode ver,meu caro Heitor, a “igreja” conciliar ao fazer carinhos nos lobos e dar suas mãos para dialogar com os lobos desobedece à Nosso Senhor Jesus Cristo( O Católico centro de tudo e não o homem).

      “Quem não é comigo é contra mim; e quem comigo não ajunta, espalha.”

      Esse discurso NUNCA trará nenhum efeito que os ecumênicos da “igreja” conciliar espera pois não pode haver união entre trevas e luz, entre Cristo e Belial.

    • Eu já ia cometendo uma injustiça ao não parabenizá-lo pelo seu excelente comentário,portanto, meus parabéns pelo seu comentário meu caro Heitor Souza de Carvalho Tavares !!

      A “igreja” conciliar é a doença ou melhor a lepra, a Sagrada e Eterna Tradição da Santa Imaculada Igreja católica é a cura!!

      Pra cima deles, meu caro e inteligente Heitor Souza de Carvalho Tavares!

  7. Gostaria de propor um dia de Rosário para o Brasil ser livre do petismo, marxismo, ideologias ateias. Como idéia, talvez seja bom dia 15 de agosto ou 8 de setembro. Vamos tentar convencer a mídia católica neste intuito. Aproveitar sites como fratresinunum, padre Paulo Ricardo, deuslovult, etc para divulgar esta iniciativa. Por certo, se nos unirmos em oracao, a Virgem Santíssima há de intervir e livrar o Brasil!

  8. Desculpem-se se for ‘off topic’, mas o que é uma Festa de Terceira Classe?

    Muito obrigado!

  9. Para entender o que se passa no Oriente Médio, é preciso conhecer o que se passou na Primeira Guerra Mundial. Após o fim do Império Otomano e a criação de estados islâmicos, foram escolhidos fantoches para governar tais estados. Quem, de fato, manda é o Ocidente judeu-maçônico e anticristão.
    O tal grupo ISIS/ISIL foi criado e treinado por americanos, turcos, jordanos, sauditas, israelitas e britânicos, e continua a ser dirigido e financiado pelos mesmos com o intuito de exterminar os cristãos no Médio Oriente e justificar uma futura expansão israelita, da mesma forma que as ações do Hamas e da Al-Fatah mais não serviam do que para dar pretextos para Israel desrespeitar todas as normas da civilização e empreender uma guerra de conquista a conta-gotas.
    São João Damasceno nos ensinou que o Anticristo será recebido como rei em Israel. Estamos caminhamos para uma Nova Ordem Mundial, onde Israel mandará em todo o mundo. Somente Israel tem a bomba atômica no Oriente Médio e irá usá-la mais cedo ou mais tarde. A grande imprensa cumpre o papel de anestesiar o gado.
    Somente o Triunfo do Imaculado Coração de Nossa Senhora irá impedir temporariamente o governo mundial israelita. Mas antes disso sofreremos o martírio.

Trackbacks