Et nos credidimus caritati: Pe. Aulagnier a Dom Lefebvre em seu jubileu de ouro sacerdotal (1979)

As palavras que seguem foram pronunciadas pelo Pe. Paul Aulagnier, à época Superior do Distrito da França da Sociedade de São Pio X e hoje um dos fundadores do IBP, à Sua Excelência Reverendíssima Mons. Marcel Lefebvre, por ocasião de seu jubileu sacerdotal em Paris, durante o banquete após a Missa:

Não é o papel dos filhos cumprimentar seu pai. Eles podem estar justamente orgulhosos dele, mas seus sentimentos não devem ser expressados em termos lisonjeiros.

Portanto, eu desejo, nesse dia de seu jubileu sacerdotal, lhe parabenizar através de seu trabalho: a Sociedade Sacerdotal de São Pio X.

Abbé Paul Aulagnier
Abbé Paul Aulagnier

Alguns pensam que todas as suas ações são motivadas por um espírito de rebeldia contra Roma. Nos permita então, Monsenhor, render hoje o testemunho da verdade.

Seu amor pela Igreja Romana lhe inspirou a formar a Sociedade:

– à qual você não desejou dar qualquer outro espírito ou qualquer outra espiritualidade senão o espírito e a espiritualidade da Igreja;

– à qual você não desejou impor quaisquer regras que não os cânones Romanos, nem outros votos solenes senão aqueles do Batismo e do Sacerdócio.

Você se recusou a encher seus padres, suas freiras, seus irmãos, com a nova espiritualidade e as novas regras na Igreja.

É por isso que você nos governa sem nos ordenar.

É por isso que nós lhe obedecemos sem temê-lo.

É a caridade da Igreja na qual você crêEt nos credidimus caritati –, caridade que você herdou e que estabeleceu tanto sua autoridade sobre nós, como nosso respeito por você.

Que seja do agrado de Deus, Monsenhor, que você permaneça como nossa cabeça por um longo tempo por vir, afim de que você nos comunique um pouco de sua romanitá.

(Apologia Pro Marcel Lefebvre, Michael Davies, vol. II, Angelus Press, 1983, pag. 332)

—————————————————–

O IBP-Brasil hoje precisa de nossas orações. Unamo-nos aos pés da Cruz pelo bem da Santa Igreja.