Rumores.

Dois rumores que vão na mesma direção [aqui e aqui] : Roma suspenderia as excomunhões de Mons. Lefebvre, Dom Antônio de Castro Mayer e os quatro bispos por eles sagrados.

O desejado pela FSSPX é, na realidade, a declaração de nulidade dessas excomunhões.

Quinta-feira, dia 22, a Carta Apostólica Testem Benevolentiae, do Papa Leão XIII, completa 120 anos. Existiria data mais oportuna?

Leia Mais:

Entre os progressistas, rumores sobre o levantamento das excomunhões.

Roma e FSSPX, em direção ao levantamento das excomunhões?

Levantamento das excomunhões: Na mesa do Papa?

Um milhão de rosários para obter a retirada do decreto de excomunhão.

3 Responses to “Rumores.”

  1. Rumores no pontificado de Bento XVI…

    Pode ser que eu esteja enganado, mas pode ser bem provável.

    Será que o Papa é mais coerente nas mudanças de peças na Cúria Romana que seus pronuncimentos ambiguos?

    Só Deus pode afirmar onde quer chegar Sua Santidade. Por exemplo, ele condenou o “espírito do Concílio”, no Natal de 2005; aprovou, porém, alguns “movimentos” levados pelo mesmo “espírito” depois.

    Pode ser que há alguma razão a isso.

    Deste cardeal reconhecia que há crise, embora demonstrava publicamente sua incoerência, ir de encontro com a Tradição e a Fé. Mas, naquela época, era coerente com a afirmação de João Paulo II com sua “apostasia silenciosa”. Ele, Ratzinger, também tinha o mesmo pensamento sobre essa crise, porém com esperança que podemos julgar ser progressiva como seu antecessor.

    Hoje, no seu Pontificado, como Bento XVI, há somente a velha crise na Igreja, “graças” ao casamento do Vaticano II com a apostasia. Assim nasceram e cresceram seus filhos que agora são já adultas. Por exemplo, desse casamento, entre os filhos, os mais novos, nasceram mais filhos: eutanasia, casamento gay, células troncos adultas. E temos o nascimento de outra, até agora, a caçulinha: crise financeira que nasceu alguns poucos meses. Além disso, me parece, não tenho certeza, que o senhor Vaticano II e a senhora apostasia esperam outro filho: a Nova Ordem Mundial.

    Esta vai nascer, crescer e depois governará com punho de ferro…

    Se o Sumo Pontífice não agir, e tem que agir logo, se pensa ainda em acabar com a apostasia. Ele tem, se não tiver enganado, uns 80 anos.

    Porém, acho que ele sabe que tem que dar um jeito desse pai dessa família, Vaticano II.

    Diz muitos, entre eles, Dom Fellay, que o Papa tem grande peso na consciência sobre o caso Lefebvre e a questão da Missa de sempre, mas já já tirada um pouco esse peso com o Summorum Pontificum, em 2007.

    Quer dizer, pode ser que eu esteja errado, mas ele deve saber como foi nocivo esse Concílio, a qual foi perito e participante.

    Pode ser que ele não o condene, pois não tem liberdade para tal coisa, por conta da pressão da Cúria Romama que o cerca em todos os lados; mas ele deve demonstrar que deve fazer algo.

    Tudo indica, com um tempo, só outro Papa pode fazer isso. Seu predecessor.

    Mas, tem que começar… E rápido…

  2. Errata:

    Leia-se embrionárias, não adultas…

Trackbacks