A prisão onde os nazistas prenderam o pai do Arcebispo Lefebvre.

st-gillesPor trabalhar na Resistência e ajudar o serviço de inteligência britânico – São Gilles em Bruxelas.  Em seguida, ele foi deportado para a Alemanha, condenado à morte, porém, morreu de causas “naturais” no campo de trabalhos forçados de Sonnenburg, em fevereiro de 1944.

Ele conseguiu esconder um Missal e uma Imitação – todos os dias ele recitava um De Profundis em voz alta por todos os falecidos do campo.

Fonte: Catholic Church Conservation

Tradução: Teresa Maria Freixinho