Carta de Dom Williamson ao Cardeal Castrillon Hoyos.

À Sua Eminência Cardeal Castrillón Hoyos

Vossa Eminência,

No meio dessa tempestade da mídia provocada por observações imprudentes minhas na televisão Sueca, suplico a Vós que aceiteis, apenas como é propriamente respeitoso, minhas sinceras desculpas por ter causado a Vós e ao Santo Padre tão desnecessárias aflições e problemas.

Para mim, tudo que importa é a Verdade Encarnada, e os interesses de Sua única verdadeira Igreja, através exclusivamente da qual nós podemos salvar nossas almas e dar eterna glória, de nosso pequeno modo, a Deus Onipotente. Então tenho apenas um comentãrio, do profeta Jonas, I, 12:

Tomai-me e lançai-me às águas, e o mar se acalmará. Reconheço que sou eu a causa desta terrível tempestade que vos sobreveio.

Por favor aceitai também, e conduza ao Santo Padre, meus sinceros agradecimentos pessoais pelo documento assinado na última Quarta-feira e tornado público no Sábado. Muito humildemente oferecerei uma Missa para ambos.

Sinceramente vosso em Cristo,

+Richard Williamson

5 Responses to “Carta de Dom Williamson ao Cardeal Castrillon Hoyos.”

  1. Gostei do estilo guerreiro da carta. =)

  2. Gostei de dom Williamson. É um absurdo extrapolar as opiniões particulares de um Bispo sobre uma questão histórica, que não envolva a Fé, como se fosse uma opinião infalível da Igreja.
    Aproveitando as palavras dele, muito humildemente rezarei o Terço em sua intenção e para a união e o bem da Igreja.

  3. Caríssimo Ricardo, Ferreti e demais amigos,

    segundo este blog italiano, Dom Williamson está morrendo de câncer (cancro para os portugueses).

    http://blog.messainlatino.it/2009/01/mons-williamson-sta-morendo-di-cancro.html

  4. Mesmo para aquela que foi encontrada em flagrante adulterio, Jesus tem uma palavra de misericórdia: “Mulher, onde estão os que te acusavam? Ninguem te condenou?” “Ninguem Senhor”. Disse-lhe então Jesus: “Nem eu te condeno. Vai e não peques mais”. Os judeus teriam matado a pobre pecadora, sendo tambem pecadores, mas deu-se um geito divino. Será o momento do gesto catolico, imitando o Pai Celeste, que é perfeito e misericordioso. Para um grande pecador, um grande Deus. Tantos erros, e tantos homens; não anjos, mas homens que continuamente devem descobrir o Pai que tem. Feliz quem amou, Feliz. São tantos os que os que colocam Jesus no Panteon com Jupiter, Venus, Apolo… Coração Imaculado de Maria, refugiai-nos e esmagai a serpente que quer ferir-nos com a desunião, o medo, a impureza, o ódio e tantas outras maldades que não querem parecer más. Recordai-nos as palavras de Jesus que disse: “Por este sinal todos saberão que sois meus discipulos, se vos amardes uns aos outros”. Sauda-nos como naquele dia a Isabel, para que sejamos cheios do Teu Santo Espirito, como a José, teu amado ouvinte e Santo Pai. Parem com isso meninos! “Jesus esta no barco. Esta dormindo, mas está no barco” (Santa Teresinha do Men.Jesus). Luiz, OSI – Ordem dos Servos Inuteis (Lc 17,10). Saudo a todos com o ósculo santo. Que procela, irmão!

Trackbacks