Ecclesia Dei impõe Missa Tradicional na Diocese de Killala (Irlanda).

Bispo John Fleming

Bispo John Fleming

Um proeminente departamento Vaticano ordenou ao Bispo John Fleming fazer provisão da Missa Latina tradicional em sua diocese de Killala.

A ação da poderosa Comissão ‘Ecclesia Dei’ vem depois do Conselho de Padres de Killala decidir que nenhuma provisão deveria ser feita para a celebração da Missa na Forma Extraordinária.

Em julho de 2007, a carta do Papa Bento XVI Summorum Pontificum relaxou as restrições sobre a Missa pré-Vaticano II, o assim chamado Rito Tridentino, e estabeleceu que qualquer padre Católico pode celebrar a Missa Latina tradicional sem primeiro procurar a permissão de seu bispo.

Antes da entrada em vigor de Summorum Pontificum os bispos tinham o direito de restringir acesso à Missa Latina.

Inicialmente, o Conselho de Padres de Killala, um corpo consultivo formado por membros eleitos e padres apontados pelo Bispo Fleming, aconselhou que nenhuma provisão devesse ser feita para Missa Latina aguardando um esclarecimento do Vaticano sobre aspectos da carta do Papa.

Esta conselho foi aceito pelo Bispo Fleming e um anúncio foi feito de que a Missa não seria disponível na diocese de Killala.

Entretanto, The Irish Catholic soube que a matéria veio à atenção da Santa Sé enquanto um número de pessoas em Killala escreveram ao Vaticano para expressar sua frustração pela falta de provisão.

The Irish Catholic - Fonte: Secretum Meum MihiO Irish Catholic também sabe que um número de padres diocesanos que acreditam que a decisão contra-ordenava a legislação papal contactaram o bispo Fleming para registrar descontentamento.

A Comissão ‘Ecclesia Dei’, encabeçada pelo Cardeal Darío Castrillón Hoyos, então escreveu ao Bispo Fleming insistindo que a restrição era proibida sob lei da Igreja já que o Papa Bento XVI fez a provisão universal para a disponibilidade da Missa na forma extraordinária.

Em sua carta, a Comissão insistia que nem o Bispo Fleming, nem o Conselho de Padres, têm o direito de colocar uma restrição num direito aprovado pelo Papa.

Bispo Fleming designou agora a Igreja da Assunção, Ardagh, Crossmolina, Co Mayo, como o centro para a Missa tradicional na diocese de Killala e o celebrante será Pe. John Loftus, um padre da diocese.

Fonte: The Irish Catholic

Anúncios

8 Comentários to “Ecclesia Dei impõe Missa Tradicional na Diocese de Killala (Irlanda).”

  1. Uma boa ocasião para a Santa Sé tomar posturas mais enérgicas como esta.

  2. E assim S.S. Bento XVI segue mostrando ao clero e episcopado rebeldes quem é que dá a última palavra na Santa Igreja Católica. Que Nosso Senhor fortaleça cada vez mais nosso amado Pontíficie para que não desanime nem esmoreça em sua missão.

  3. Comissão Ecclesia Dei, por favor, dê uma olhada aqui no Brasil, onde os bispos ainda “acham” que podem restringir a Missa de Sempre.

  4. Se na profundamente católica terra da Irlanda UMA diocese restringia o uso do rito tradicional, no Brasil quase a totalidade das dioceses cometem esse desmando. Dom Hoyos teria que chamar à ordem toda a CNBB, e estabelecer pelo menos um altar tradicional em cada diocese.

  5. Ainda diria mais:
    A nota do bispo do interior de SP deveria ser enviada ao Vaticano, para que esse soubesse das irregularidas daqui, e do apoio do núncio.

  6. Acredito que os maus bispos (dos quais o Brasil está lotado) ainda serão surpreendidos pela Ecclesia Dei… A Arquidiocese de Salvador, por exemplo, precisa de um bom e salutar “puxão de orelhas”… Quem sabe D. Hoyos não o faça? Oremos e aguardemos…

  7. Não seria o caso de todos nós, por meio do blog, encaminharmos uma petição à Comissão Ecclesia Dei, justamente denunciando esse abuso dos Bispos brasileiros?

  8. Salve Maria!

    Devemos nos unir e fazer peso contra a CNBB e agora também contro o Núncio, para mostrarmos ao Santo Padre que os fiéis estão ao seu lado e com a espada na mão.

    Salve Maria!