Tensão Vaticano-Obama continua: ao menos três candidatos a embaixador rejeitados.

Caroline Kennedy

Caroline Kennedy, um dos nomes rejeitados.

O Vaticano rejeitou a indicação de ao menos três possíveis candidatos a ocupar o cargo de embaixador americano junto à Santa Sé, entre eles Caroline Kennedy, filha do presidente americano John Kennedy (1961-1963), o único católico que governou os Estados Unidos. Os vetos foram divulgados pela imprensa internacional nesta terça-feira e, segundo fontes da Igreja Católica, teriam sido motivados pelo apoio dos possíveis indicados, e do governo de Barack Obama, ao direito ao aborto e às pesquisas com células-tronco embrionárias. Nenhuma indicação chegou a ser feita oficialmente.”É imperativo, é essencial que a pessoa que nos represente na Santa Sé seja uma pessoa que tem valores pró-vida. Eu espero que o presidente não cometa esse erro”, disse ao jornal “Boston Herald” o ex-embaixador americano no Vaticano Raymond L. Flynn, referindo-se à possível indicação de Caroline Kennedy. “Ela disse que era pró-escolha. Eu não imagino que ela vá mudar isso, o que é problemático.” Pró-vida e pró-escolha são como se definem, nos EUA, os que se opõem ao aborto e os que defendem a legalidade da prática, respectivamente. Como os embaixadores precisam receber o “agreement” (concordância) do país em que pretendem trabalhar, é comum que os representantes dos EUA no Vaticano sejam católicos e tenham visões mais próximas às da igreja nesse tema.

Fonte: Folha Online

3 Comentários to “Tensão Vaticano-Obama continua: ao menos três candidatos a embaixador rejeitados.”

  1. Mais um capítulo da tumultuado início de relação entre Vaticano e governo Obama…

  2. Alguém tem idéia de algum nome no meio democrata ou o obama fará um convite pra algum republicano entrar no seu governo ?

  3. Pelo geito que tudo anda nos EUA, vai demorar um bom tempo ate que seja feita essa escolha. Nao tem nenhuma pessoa que trabalhe com o Sr. Obama que nao seja Pro-escolha.