Uma incrível mudança de ares.

A Missa Antiga não é popular apenas entre os católicos europeus. A Universidade Americana Georgetown, de Jesuítas, publicou cifras espetaculares.

mudanca(kreuz.net) Quarenta e cinco por cento dos católicos praticantes nos EUA participariam de uma Missa Antiga se tivessem a oportunidade para tal.

Segundo informou o sítio francês ‘paixliturgique.org’, esse é o resultado de uma pesquisa conduzida no ano passado pela famosa universidade americana jesuíta Georgetown. Os resultados foram apresentados primeiramente no último dia 24 de agosto. Ao todo, 1.007 católicos foram indagados.

A investigação revelou que 25% dos católicos americanos são a favor da disseminação da Missa Antiga. Apenas 12% são contra. Vinte e nove por cento dos católicos disseram que não são avessos à Missa Antiga. Eles esclareceram que estariam prontos para participar caso esse rito fosse celebrado em suas paróquias.

Dentre os católicos regularmente praticantes, essa cifra cresce para 45%. Nesse ponto esclareceram ainda vinte por cento que nunca desejaram participar de uma Missa Antiga. Trinta e cinco por cento disseram que não têm nenhuma opinião sobre o tema.

A investigação chegou à conclusão de que, ao todo, 63% dos católicos americanos não têm nenhuma idéia no que diz respeito às disposições do Motu Proprio ‘Summorum Pontificum’.

Mark Gray, da Universidade Georgetown, esclareceu o seguinte: “uma grande parte dos católicos não conhece essa Missa. Por isso, eles mostram uma tendência a não se expressaram sobre esse assunto.” O sítio ‘Paix Liturgique’ afirma que um primeiro resultado da investigação traz uma informação que falta aos fiéis sobre a liberação da Missa Antiga conduzida por Bento XVI:

“Enquanto a maioria dos bispos e sacerdotes conservarem o conteúdo e o espírito do Motu Proprio ‘Summorum Pontificum’ sob uma capa de chumbo, a maioria dos fiéis não saberá do que se trata e não reivindicará a implementação do Motu Proprio.”

O segundo ensinamento da pesquisa consiste, segundo o ‘Paix Liturgique’, no fato de que a situação dos opositores do ‘Summorum Pontificum’ diminui cada vez mais.

A conclusão: “De um lado a outro do Atlântico, um em cada três católicos deseja praticar a Fé na Forma extraordinária do Rito Romano.” ‘Paix Liturgique’ não menciona que os fiéis do Rito Antigo são altamente motivados.