Papa ressalta a “utilidade e a necessidade de uma sã discussão teológica na Igreja”.

[H2Onews] Uma sã discussão teológica na Igreja é útil e necessária, “sobretudo quando as questões debatidas não foram definidas pelo Magistério”. Foi o que disse o Papa nesta manhã na catequese da audiência geral, dedicada ao confronto entre São Bernardo de Claraval, representante da teologia monástica, e o teólogo escolástico Abelardo. Um confronto aceso mas concluído com uma plena reconciliação, porque toda controvérsia teológica, sublinhou Bento XVI, deve também hoje visar a salvaguarda da fé da Igreja e fazer triunfar a verdade na caridade.

O grave perigo da “teologia da razão” que tinha como paladino Abelardo, e submetia as verdades da fé ao exame crítico da razão, explicou o Papa, era intelectualismo, a relativização e a discussão das mesmas verdades da fé. Abelardo também considerava a intenção do sujeito como única fonte para analisar a bondade ou a malícia dos atos morais: uma subjetivação perigosa e semelhante, comentou Bento XVI, ao atual relativismo ético. Essas discussões, concluiu o Papa, devem, entretanto, evitar criar confusão nos fiéis simples e humildes, que correm o risco de ser desviados “por opiniões muito pessoais e por argumentações teológicas inconvenientes, que poderiam colocar em perigo a sua fé”.

One Comment to “Papa ressalta a “utilidade e a necessidade de uma sã discussão teológica na Igreja”.”

  1. “sobretudo quando as questões debatidas não foram definidas pelo Magistério”. Xiii..mais um duro golpe no Vaticano II. Graças a Deus, com essa declaração do Papa podemos falar de contagem regressiva para a demolição parcial desse Concilio.

    Que alegria e satisfação ver o Papa falar assim, que Deus o conserve nessa posição.

    Viva o Papa! Viva a Igreja Católica!