Bento XVI: pôr “fim à tribulação da querida Igreja que peregrina nas Terras da Santa Cruz”.

Apraz-me tributar aqui a mais viva gratidão eclesial às diversas congregações religiosas que entre vós fundaram e suportam renomadas universidades, lembrando-lhes, porém, que estas não são uma propriedade de quem as fundou ou de quem as freqüenta, mas expressão da Igreja e do seu patrimônio de fé.

Neste sentido, amados Irmãos, vale a pena lembrar que em agosto passado, completou 25 anos a Instrução Libertatis nuntius da Congregação da Doutrina da Fé, sobre alguns aspectos da teologia da libertação, nela sublinhando o perigo que comportava a assunção acrítica, feita por alguns teólogos de teses e metodologias provenientes do marxismo. As suas seqüelas mais ou menos visíveis feitas de rebelião, divisão, dissenso, ofensa, anarquia fazem-se sentir ainda, criando nas vossas comunidades diocesanas grande sofrimento e grave perda de forças vivas. Suplico a quantos de algum modo se sentiram atraídos, envolvidos e atingidos no seu íntimo por certos princípios enganadores da teologia da libertação, que se confrontem novamente com a referida Instrução, acolhendo a luz benigna que a mesma oferece de mão estendida; a todos recordo que «a regra suprema da fé [da Igreja] provém efetivamente da unidade que o Espírito estabeleceu entre a Sagrada Tradição, a Sagrada Escritura e o Magistério da Igreja, numa reciprocidade tal que os três não podem subsistir de maneira independente» (João Paulo II, Enc. Fides et ratio, 55). Que, no âmbito dos entes e comunidades eclesiais, o perdão oferecido e acolhido em nome e por amor da Santíssima Trindade, que adoramos em nossos corações, ponha fim à tribulação da querida Igreja que peregrina nas Terras de Santa Cruz.

Discurso do Santo Padre, o Papa Bento XVI, aos Bispos brasileiros do Grupo V em visita “ad limina” – 05 de dezembro de 2009.

14 Comentários to “Bento XVI: pôr “fim à tribulação da querida Igreja que peregrina nas Terras da Santa Cruz”.”

  1. Excelente catequese. Dá-le Santo Padre!

  2. Vox clamantis in deserto!

  3. Viva ao Papa!
    Viva a Igreja!

  4. Viva o Papa Bento XVI!!!
    Viva a Santa Igreja de Roma

  5. Um belo e certeiro tapa “com luva de pelica” em alguns dos prelados alí presentes! Se bem que, um bom “murro de roça” seria mais adequado para fazer doer a face de certos bispos.

  6. Caros.
    Louvável a atitude do Santo Padre.
    Mas só palavras e exortações não resolvem o problema.
    O Vaticano tem que escolher melhor os Bispos aqui no Brasil. Só assim acabará o suplício que padece a Igreja nesta Terra de Santa Cruz.

  7. Enquanto isso, no Brasil….
    Campanha da Fraternidade 2010 (ecumênica com protestantes)
    -Lema: “Vocês não podem servir a Deus e ao dinheiro” Mt 6,24c

    -Objetivos da Campanha:
    “Denunciar a perversidade de todo modelo econômico que vise em primeiro lugar o lucro, sem se importar com a desigualdade, miséria, fome e morte.
    “Educar para a prática de uma economia de solidariedade, de cuidado com a criação e valorização da vida como bem mais precioso.”
    “Continuar a luta pela REFORMA AGRÁRIA”

    -Obstáculos a serem superados: “Reforço da riqueza da classe dominante”

    -Dívidas a serem pagas[pelos ricos]:”Fracasso da reforma agrária, Agronegócio acima das necessidades do povo,Corrupção em todos os níveis, 4.800.000 famílias sem terra”

    Alguém aí está sentindo cheiro de TL Marxista no ar?

    Vinde Virgem de Fátima, não tardeis!!!

  8. Não é a primeiravez que o Santo Papa ataca a Teologia da Libertação.

    Se eu não me engano, em 2007, ele também escreveu um artigo em que criticava claramente a Teologia da Aberração. Não adiantou absolutamente nada!

    A CNB do B não está nem ai!

    Por isso já passou da hora dos discursos para as excomunhões, porque são esses padrêcos libertacionários que são usados pela mídia anti-católica brasileira para denegrir a imagem da Santa Igreja Católica tentando insinuar que eles (os padrêcos) falam ”em nome da Igreja Católica”.

  9. Li rapidamente alguns livros da próxima Campanha da Fraternidade. Ela erra até no objetivo evangélico de chamar a atenção para a situação de miséria e exploração dos pobres, pois ao invés de alertar para perigo da cobiça e do apego aos bens deste mundo, quer para ricos ou pobres, para a salvação eterna, situa-se apenas no nível material. Tá de barriga cheia, ninguém é rico ou pobre, eis o Reino de Deus. Soberba, ganância, vida eterna, pecado isto nem se menciona. E logo na quaresma se faz uma “campanha dessas”

  10. Salve Maria!
    Os Bispos do Brasil precisam acordar para o que se chama Apologética Católica e defender muito mais do que vemos na prática a Doutrina de Deus contra as investidas dos maus e seitas.
    E falar isto, não é um leigo querendo dizer aos Bispos o que precisam fazer, mas o Majistério com seus Ensinamentos na maior parte da História da Igreja nos mostrando.

  11. NO BRASIIL NÃO EXISTEM BISPOS MARXISTAS E DEFENSORES DA TL !!
    SÓ EXISTEM BISPOS EM COMUNHÃO COM A SÉ APOSTÓLICA. COMO, NINGUÉM, EM SÃ CONSCIÊNCIA PODE SER CATÓLICO E SEGUIR A ORIENTAÇÃO DA CNBB, MALGRADO HAJA QUEM DEFENDA, SEM QUALQUER CRITERIO, QUE O MAGISTÉRIO VIVO DOS BISPOS EM UNIÃO COM O PAPA DEVE SER OBEDECIDO, RESTA, REZAR PARA QUE D. TOMÁS BALDUÍNO, SEJA CRIADO CARDEAL E ELEITO PAPA.
    ASSIM TEREMOS O ENSIMENTO DE PEDRO CONFORME O EPICOPADO BRASILEIRO.

  12. O pior é que entra por um ouvido e sai pelo outro. Chegando aqui, tiram essas batinas cheias de naftalina e continuam praticando a mesma anti-liturgia.

  13. Se eu pudesse diria ao Papa:
    MENOS DISCURSO E MAIS AÇÃO CONTRA OS MAUS BISPOS.
    Rezemos para que o Papa não seja só teólogo e tenha coragem de fazer o certo.

  14. É isso aí Papa! Não dá moleza para estes prelados!