Bispo de Basileia pode ser o substituto de Kasper.

(IHU) O vaticanista Andrea Tornielli, sempre atento à vida curial vaticana, comenta que o Papa recebeu no dia 05 de fevereiro em audiência privada o bispo de Basileia, Kurt Koch. O prelado suíço poderia ser candidato ao posto atualmente ocupado pelo cardeal Walter Kasper, presidente do Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos.

A informação é de José Manuel Vidal e está publicada no sítio Religión Digital, 07-02-2010. A tradução é do Cepat.

De acordo com Tornielli, completariam a lista de candidatos ao cargo o bispo de Regensburg, Gerhard Ludwig Müller, e o arcebispo de Chieti-Vasto, o teólogo Bruno Forte. Tanto Koch como Bruno Forte pertencem à ala moderada do episcopado, ao passo que Müller, amigo pessoal do Papa, se perfila na ala mais conservadora.

* * *

Mais honestidade, por favor!“: Em junho de 2009, Dom Kurt Koch escreveu uma carta a seu clero sobre a “aceitação incondicional” do Concílio Vaticano II.

4 Comentários to “Bispo de Basileia pode ser o substituto de Kasper.”

  1. Espera-se que o escolhido seja fiel às diretrizes traçadas pelo Santo Padre e ao Magistério da Santa Igreja e possa ser-lhe de grande ajuda ao passo que o Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos necessita de uma total reformulação em seu modus operandi. Os anos do cardeal Kasper à frente desse orgão vaticano só serviram para desmontar escandalosamente a busca pela verdadeira unidade dos cristãos, ou seja, todos sob Pedro. Fracassou-se em muitas frentes essa reunificação e o mesmo cardeal mostrou-se inadequado para tal tarefa, uma vez que ele nem fé parece ter, vide seu livro (anterior ao cardinalato)escandalosamente eivado da heresia modernista. O livro em questão é Jésus Le Christ (Editions du Cerf 1976) onde declara que os Evangelhos não são livros históricos e que “muitas histórias de milagres contidas no Evangelho são imaginárias” (pgs.129-130).
    Fora Kasper!!!

  2. Dom Kurt é mais um defensor da lendária hermeunêtica da continuidade.

  3. Fora Kasper!!! Esperamos que o escolhido seja fiel ao Papa.

  4. O cardinalato de Kasper foi inventado pela cúria de JP II. Nem o falecido Papa queria ele.