Depois disso viremos a página – Dom Aloísio Roque Oppermann.

O tal assunto está se esgotando. Nas últimas semanas encheram–se páginas sem fim contra o clero católico. Alguém ouviu uma única acusação contra médiuns espíritas, contra pastores evangélicos, ou contra líderes religiosos muçulmanos? E não foi, certamente, por falta de possibilidades. Daí se vê que há órgãos de imprensa que informam. E há outros que fazem campanhas. Há profissionais que, estão, não a serviço da informação, mas a serviço de alguém. O Cabrini deve explicar para quem ele está trabalhando. Diante desse universo vi dois quadros, que me chamaram a atenção.

O primeiro foi o dos Sacerdotes, sofrendo calados, as injúrias e chacotas, provindas da generalização. Os Padres todos pagam pela má fama de alguns colegas. Tornou-se tão fácil humilhar o clero. Mas me doeu muito ver dentre os próprios Presbíteros alguns “avançar contra uma pessoa, como se fosse um muro prestes a cair” (Sl 62, 4). Jogaram pedras contra todos os colegas, como se fossem um depósito de desequilibrados. Não consigo discernir se tal posição provém de uma experiência pessoal negativa, ou se vem de experiências alheias. Ainda mais, deram volume máximo à voz de um teólogo mirim da Suissa, duro coração possuído de ódio anti-romano. Ele não estaria na lista dos maus pais de família, cujos  filhos “pedem pão, e ele lhes dá uma pedra”? (Mt 7, 9). Essa sua prática já vem de mais de quarenta anos. Essa voz deve ser ouvida?  “Minhas ovelhas ouvem a minha voz” (Jo 10, 27).

O segundo quadro que me chamou a atenção foi o de muitos fiéis leigos. Compareci em várias comunidades, e durante reuniões houve espontâneas manifestações de solidariedade a mim, pela evidente  perseguição à Igreja. E o que achei mais maravilhoso, expressaram sua confiança no seu sacerdote, homem que eles admiram. Consideram-no como um exemplo raro de pessoa que é capaz de dar a sua vida em benefício do seu semelhante. “Maria ungiu, com nardo puro, os pés de Jesus”  (Jo 12, 3). Essas suas palavras foram para mim como um bálsamo.

Dom Aloísio Roque Oppermann

Anúncios

18 Comentários to “Depois disso viremos a página – Dom Aloísio Roque Oppermann.”

  1. como Bento XVI se mostra disposto a romper o pacto infame que outros fizeram com a laicidade os órgão da “Laicidade” lançaram uma universal campanha de difamação contra o Papa e contra a Igreja, afim de pressionar Bento XVI a capitular, voltando para a permissivista, relativista e ecumênica “Igreja Nova” nascida do Vaticano II.

    Na Irlanda, foram denunciados 38.000 casos de pedofilia praticados pelo clero. E a Irlanda é um ilha…

    Bento XVI exigiu a renúncia do irlnadês Monsenhor Maggi, um dos responsáveis pelo acobertamento dos casos de pedofilia na Irlanda. E Monsenhor Maggi fora secretário particular de três Papas: Paulo VI, João Paulo I, e João Paulo II.

    Agora, foi publicada carta do Cardeal Castrillón Hoyos eleogiando um Bispo por ter acobertado um caso de padre pedófilo. E é claro que um Cardeal da Cúria não faria isso sem permissão do Papa seu superior: João Paulo II.

    Curioso é que Bento XVI, que sempre lutou contra esse acobertamento—veja-s e o caso Marcial Maciel—agora é considerado o culpado dos acobertamentos impuros.

    Outros fizeram pactos. Bento XVI rompeu o pacto.

    Por que tudo isso?

    Por Bento XVI querer levar a Igreja para onde ela sempre esteve, e de onde ela nunca deveria ter saído.
    “O magistério de Bento XVI é uma espada que fere no coração a mentalidade dominante, para dizer só o mínimo “( Cardeal Antonelli : São eles que insurgem a opinião contra a Igreja por CMdelaRocca (2010-04-22 15:07:09)

    A palavra de Bento é um aespada que mata a Modernidade, condenada pelo Syllabus.

    Deus guarde o Papa em seu martírio.

    Orlando Fedeli – “Fátima e o Apedrejamento do Papa Bento XVI”
    MONTFORT Associação Cultural
    http://www.montfort.org.br/index.php?secao=veritas&subsecao=papa&artigo=fatima-bento-xvi〈=bra

  2. Dom Oppermann se sobressai aos seus pares pela clareza de idéias e por sua firme opção pela defesa da Santa Igreja. Ele está na contramão de muitos bispos brasileiros que preferem compactuar com a mentira e a difamação anti-católicas.
    Deus o ilumine sempre!

  3. Ontem a noite o programa Observatório da imprensa da TV Brasil do rio de Janeiro fez uma homenegem ao apresentador Roberto Cabrini,Ora Ora! sabemos que essa mídia imunda é completamente tomada pelos inimigos da Igreja, eu digo completamente, é isso mesmo não safo a cara de nenhum desses jornalistas safados pois todos estão vendidos ao agente de satanás que patrocina essa perseguição ao clero católico,neste mesmo e infame programa o senador Magno Malta que não entende nada de Igreja disse que essa perseguição é pedagógica para a Igreja, agora veja um senador protestante falar isso!!!
    pior ainda foi um jornalista do Jornal O Globo,defendendo a volta do CVII é profetizando, é isso mesmo profetizando, que a perseguição não vai acabar e a Igreja tem que sofrer muito para aprender, sabemos a história das organizações globo e sua ligação com a maçonaria.
    Só para falar de Brasil ,sabemos que os dois principais orgãos de imprensa televisiva são anti-católicos, TV Globo é ligada a maçonaria, vide a história do senhor Roberto Marinho, e o SBT pertence a um Judeu que não esconde que não gosta do cristianismo o senhor Cenor Abravanel vulgo Silvio Santos, que para o seu desgosto teve toda a sua família convertida a uma seita protestante,A maldita TV globo a quase 50 anos ataraves de suas novelinhas podres trabalha para derrubar os valores cristãos patrocinando o adulterio o divorcio e o maldito homossexualismo.
    Ainda por cima há a TV Recorde do satanico Edir Macedo inimigo declarado da igreja Católica,sua Igreja universal é um antro de tudo o que é mais podre e odioso,segundo os proprios protestantes que não pertencem a essa seita o senhor Edir teria sido ligado a lojas maçonicas assim como vários outros pastores protestantes.
    É isso ai meus irmãos nos católicos não podemos confiar em ninguem somente em Jesua Cristo e na sua Igreja, o resto GOVERNOS,IMPRENSA,PARTIDOS POLÍTICOS PT E PSDB, UNIVERSIDADES as universidades são oficinas de lúcifer E TODA A ELITE INTELECTUAL E FINANCEIRA COMO BANCOS E EMPRESAS QUE PATROCINAM COM MUITO DINHEIRO A PERSEGUIÇÃO ANTI CATÓLICA,todos eles estão contra a igreja,neste limiar do momento histórico em que vivemos a Igreja esta sozinha neste mundo,Temos somente o Espirito Santo ao nosso lado que no final nos dara a vitória.

  4. Tudo isto se dá pela falta de uma avaliação realista do candidato a padre.
    Outro dia conheci dois seminaristas visivelmente com tendências homossexuais.
    Uns dos padres da minha paróquia, que é muito engraçado, perguntou quem eram as duas “gueixas”.Ficou pasmo em saber que estavam no seminário.
    Mesmo que sejam apenas homossexuais em potencial e não em realização, dispostos a praticar a castidade, é um risco muito grande para a Igreja assumir a ordenação dos mesmos.
    Afinal eles podem exercer outras funções na Igreja, trabalhando em pastorais etc…
    Não é o caso de ser homofóbico mas de avaliar os riscos inerentes de tais ordenações para a reputação da Igreja como instituição.

  5. Nossa Senhora, em La Salette, avisou aos responsáveis pelos seminários que tomassem cuidado com os candidatos a sacerdotes… Não ouviram a Boa Mãe do Céu.

    Concordo com o Sr. José; não podemos confiar nos veículos de “informação”, pois se conjuraram contra a Igreja já faz muito tempo. Querem expulsar a Igreja da face da terra; assim ocorreu com Cristo, que foi flagelado e injuriado, condenado como culpado por todos os pecados e mazelas do mundo. A Esposa acompanha os passos do Seu Amado.

    Vivemos numa era inimiga da cruz de Cristo… Na grande apostasia. Rezemos e façamos penitência para que saiamos ilesos e nos apresentamos diante do Juiz da História com as mãos limpas e sem motivo de vergonha.

  6. parabéns josé JR pela lúcida e pertinente analise, assino embaixo

  7. E uma pena que todos os sacerdotes estejam pagando pelo delito de alguns, pensemos quantos dests homens que doam a sua vida nos altares e nas zonas rurais de nossas cidades, estão agora sofrendo com os olhares condenatórios de muitos protestantes e ate de muitos “católicos” quie cheios de iras querem um bode expiatório para os seus problemas e para a falta de moralidade deles mesmos.Estamos nos sentindo no tempo do Imperador Nero, onde quem tivesse quelquer sentimento de inveja contra o senado, podia denunciar ao imperador como traidor e ficaria com os seus bens e posição. Infelizmente muitos dos nossos bispos, estao se deixando levar por essa onda de difamação da midia pagã e anti-católica. Lembro-me agora da homilia do padre José Augusto no dia 20, passado, ele dizia que agora os leigos se sentem no direito de condenar homens que deram e dão a sua vida por eles e que jamais condenaram mesmo sabendo dos seus inumeros pecados através da confissão.
    Rezemos a Deus que esta campanha seja extirpada e que a Virgem Maria, nos proteja.

  8. Concordo plenamente com o senhor Jose JR.A igreja está sendo cercada de todos os lados pelo demonio e suas armadilhas e ainda a “padre” que negam a existencia dele.Vejo com muita tristeza as dores da santa mãe igreja.Eu acredito que o fim do mundo está proximo,pois é lucido ver que a igreja está sofrendo como está profetizado em apocalipse:
    “13E um dos anciãos me falou, dizendo: Estes que estão vestidos de vestes brancas, quem são, e de onde vieram?14E eu disse-lhe: Senhor, tu sabes. E ele disse-me: Estes são os que vieram da grande tribulação, e lavaram as suas vestes e as branquearam no sangue do Cordeiro.”(apo 7,13-14).
    É uma pena vermos que no fim não serão todos os menbros da igreja estarão de pé diante do cordeiro em vestes brancas.Esses que estão dentro da Igreja e que a traem com grande astucia “são lobos em pele de cordeiro”(matheus 7,15)é desses que mais devemos temer pois como proprio cristo nos alertou não devemos temer quem pode matar a carne mas quem mata o espirito,eles agem parecido,levando a morte eterna muitas almas que a eles são confiadas.
    Os responsaveis pela perda de fieis da Igreja não é culpa deles e nem da Igreja e sim daqueles que forma colocados para tomarem conta delas e não tomam com deveriam.
    As piores dores da grande mãe Igreja não é pelos ataques do mundo mas pela traição de seus filhos,trair a Igreja é trair o proprio Cristo,vivo e presente nela,como sua força e esperança.
    A SANTA IGREJA é pura e sempre será,independente de todos os ataques e traiçoes,ela continuará firme em sua missão e no fim será ela que será glorificada junto com os filhos que persistirem até o fim nessa barca agitada pelo mundo enquanto aqueles que a traem sofrerão castigos piores do que nós defensores dela passamos aqui na terra.

  9. Parabéns a D. Roque por suas palavras claras e ortodoxas. Um exemplo de bispo! Saiba ele e todos os outros padres e bispos, juntamente com o Santo Padre: VOCÊS NÃO ESTÃO SOZINHOS! O POVO FIEL REZA E ESPERA A VITÓRIA DO SENHOR JESUS E DE SUA SANTA IGREJA! AS PORTAS DO INFERNO NÃO PREVALECERÃO!

  10. Por favor, perguntem a esse Bispo o que ou faz para que os Pdres homossexuais que existem em ossas paróquias sejam afastados. Afinal vários documentos da Igreja já no advertem que o homossexualismo é causa de não ordenação. Seria bom que ele criticasse o atual vice presidente da CNBB que defende a ordenação de Homssexuais.

  11. Manoel Carlos, pode me passar alguma fonte sobre a informação de que o Pres. da CNBB defende a ordenação de homossexuais?
    Abraço.

  12. Uma aberração da natureza foi ordenar um padre na Bahia, que escandalizou a opinião pública, isso foi ao ar no JN da globo.
    Será que o bispo ou a congregação religiosa que o padre pertencia não percebeu tal desvio de conduta.
    Precisou chegar a esse ponto par suspenderem o religioso.
    Mas o mau que causou foi devastador.
    Só entrar no youtube que poderão constatar tais cenas.

  13. Fedeli parece ter se enganado. Os casos de abusos na Irlanda envolvendo a Igreja não chegaram a 38 mil:
    “O assim chamado
    Relatório Ryan de 2009 – que usa uma linguagem muito dura em relação à
    Igreja Católica – reporta, no período que investiga, a partir de um universo de
    25.000 alunos de escolas, reformatórios e orfanatos, 253 acusações de abusos
    sexuais de meninos e 128 de meninas, nem todos atribuídos a sacerdotes,
    religiosos ou religiosas, de diversa natureza e gravidade, raramente referidos a
    menores impúberes e que, ainda mais raramente, levaram a condenações.”
    Fonte:
    http://www.deuslovult.org/wp-content/uploads/2010/03/Padres-pedofilos-panico-moral.pdf

  14. 30 mil foi o total de pessoas que passaram por escolas, orfanatos e outras instituições católicas na Irlanda, não o número de molestados:
    http://www.deuslovult.org/2009/05/21/a-irlanda-e-a-difamacao-ou-a-endemia-abusiva-irlandesa/

  15. Vilmos, a coisa aqui em Salvador quanto à situação dos seminários é tão deplorável, que nada mais me surpreende. O estado de coisas aqui é de uma calamidade sem precedentes… Abandono da fé, povo que perdeu a noção de pecado, apostasia, péssima fomação sacerdotal etc.

    A nossa única esperança é que o novo arcebispo daqui seja um homem preparado para enfrentar os lobos, pois, pelo que sei, poucos teriam a coragem (e o estômago) de assumir a Arquidiocese Primacial do Brasil dado o estado em que se encontra a Igreja na Bahia…

    Peço orações por Salvador

  16. O problema na Bahia é o sincretismo tolerado há séculos pela Igreja.
    Isso tem de acabar, custe o que custar.

  17. Dionísio Lisboa é muito triste saber que as coisas andam tão ruim ai na Bahia.
    Acredito que não seja diferente no resto do Brasil.
    A má orientação que dá a CNB do B a igreja no Brasil é de lamentar.
    A permissividade tomou conta de tudo.
    Quando o Papa João XXIII disse que precisava espanar o pó acumulado na cátedra de Pedro, parece que não só foi o pó que foi tirado.
    Pertenci a uma ordem religiosa, uma das mais notáveis, hoje sangra sem parar. Antes do concílio chegavam a quase um milhão de membros, hoje algumas poucas centenas.
    Lembro do mestre de noviços que na década de 60, vendo escassear as vocações, dizia, já aboliram quase tudo, só estava faltando o guarda-roupa, mas chegaram rapidinho as mudanças e o guarda-roupa também foi.
    Onde uma batina não entra, não entra também um padre.
    Mas isto é passado.

  18. Ferdinand o sincretismo não causa tanto mal.
    O homoxessualismo no clero, e a pouca formação que é dada nos seminários e a falta de critérios para a seleção de candidatos é que devastador.
    N.S. de Fátima já alertava para tais perigos.
    Infelizmente vivemos esses tempos obscuros e devassidão.