Prestes a encerrar, Assembléia Geral dos Bispos pega fogo.

José Maria Mayrink – O Estado de São Paulo – A discussão do Programa Nacional de Direitos Humanos foi o tema de maior tensão na 48.ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que se encerra amanhã em Brasília, por causa da oposição de um grupo de participantes.

Dom Aldo Pagotto, arcebispo da Paraíba.

D. Aldo Pagotto, arcebispo da Paraíba

O grupo considera o texto uma “inspiração bolivariana“, com a intenção de cercear a democracia, utilizando para isso a censura à imprensa. “Há uma inspiração inegável nos modelos bolivarianos da Venezuela, Bolívia e Equador, cujos governos pregam a democracia participativa de grupos de pressão, inibem o Legislativo e o Judiciário e negam valores transcendentes”, afirmou o arcebispo da Paraíba, d. Aldo Pagotto, que brigou no plenário da reunião pela aprovação de uma declaração mais dura sobre o programa.

A tendência inicial, pela proposta de alguns bispos, era divulgar uma mensagem mais moderada, restringindo as críticas a alguns pontos condenados pela Igreja, como a defesa do aborto e a união estável de pessoas do mesmo gênero.

Os debates levaram a uma versão aceitável para os dois lados, depois da rejeição de um rascunho de declaração considerado brando pelos mais radicais.

Ambiguidade. “A questão da retirada de símbolos religiosos de locais públicos é periferia, pois na verdade não há lugar no Programa Nacional de Direitos Humanos para valores perenes“, insistiu d. Aldo. “O texto é cheio de proposições ambíguas que misturam direitos humanos com leis feitas por minorias e grupos de pressão, de acordo com uma ética de situação ou das circunstâncias”, acrescentou.

Para d. Aldo, exemplo dessa ambiguidade é a ação dos sem-terra, que passam a ter direitos acima da propriedade, com consequente inibição do Judiciário, “Invade-se a terra e, para reaver o que considera seu, o fazendeiro tem de discutir com os invasores, antes de recorrer à Justiça”, observou.

O arcebispo da Paraíba disse ainda que, ao contrário de alguns bispos que acreditam ser possível um diálogo, porque identificam pontos positivos no programa, ele não vê como se pode dialogar a partir de ambiguidades.

Eu tenho dificuldade de apontar pontos positivos no texto, porque me parece óbvia a intenção de cercear a democracia, que os bolivarianos consideram uma instituição caduca”, insistiu d. Aldo.

Tensão. Falando aos jornalistas como delegados da Assembleia Geral, o bispo de Jales (SP), d. Demétrio Valentini, e o de Balsas (MA), d. Enemésio Lazzaris, também comentaram as discussões provocadas pela terceira edição do Programa Nacional de Direitos Humanos, lançado em dezembro do ano passado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

“Houve muita tensão, porque alguns bispos quiseram ir além dos pontos condenados, por consenso, pela Igreja (aborto, legalização do lenocínio, união de homossexuais)”, observou d. Demétrio.

Para o bispo, está em jogo uma visão antropológica que “não respeita a ordem natural das coisas e a lei natural”.

21 Comentários to “Prestes a encerrar, Assembléia Geral dos Bispos pega fogo.”

  1. Pessoal do Fratres, que presta um enorme serviço à Fé Católica, bom dia…Feliz Aniversário das Aparições de Maria Santíssima em Fátima a todos.

    Eu, como humilde leitor dos textos de vocês, gostaria de pedir um favor:

    http://terratv.terra.com.br/Noticias/Istoe/4701-300167/Dilma-exclusivo-aborto.htm

    esse link é de uma entrevista da candidata Dilma “terrorista” Hussein à Isto É, datada de 07/05/2010 (ou seja, há 6 dias)

    na entrevista, ela é mais taxativa do que nunca no seu discurso favorável ao aborto e, mais…diz que, no governo dela, ratificará o aborto total e indiscriminado, pra quem o quiser fazer!

    se o Brasil fosse um país sério, ela já estaria na cadeia, por apologia ao crime…mas, como não é…

    cabe a nós denunciarmos, porque muitos “católicos de IBGE”, senão a maioria, ainda pensam em votar nesta assassina cruel e perversa.

    Quem ler este comentário e quiser divulgar o vídeo, as crianças não nascidas do meu Brasil agradecem!

    PAX

  2. Ao passo que Sua Excelência Dom Aldo muito bem disserta contra o PNDH-III, não proíbe um Padre que está incardinado à sua Mitra de continuar a defender os absurdos propostos pelo PNDH-III ao qual este infame Padre defende com unhas e dentes.

    Muito orgulho daria aos Paraibanos se Dom Aldo, consonante com o que declarou, punisse o Padre, pasmem, deputado Luiz Couto.

  3. “Se equivoca quem pensa que cessou a profecia de Fátima” (palavras do Papa minutos atrás no discurso em Fátima)

  4. Se a profecia de Fátima ainda não cessou então, o Imaculado Coração de Maria ainda não triunfou. Só irá triunfar se… (consagrar a Rússia)

  5. Quanta “prudência” dos senhores Bispos!…
    São verdadeiros “pastores de almas” que se preocupam com o “escândalo” de brandir o “anátema”: preferem, “caridosamente”, exortar a “simpatia imensa” para com os “pontos positivos”!…
    São “coerentes” e “sinceros”!…

  6. Sinceramente acredito que essa assembléia da CNBB pela 1° vez esta tomando um rumo certo,parabens aos bispos que fizeram cerrada oposição ao satanico PNDH,apesar de naturais divergencias internas sobre qual ponto mais importante deve ser primeiramente combatido uma coisa é certa, a maioria dos bispos é contra o PNHD,questões políticas sérias como a invasão de terras foram bem lembradas neste momento pois a invasão de propriedades vai contra a Doutrina Social da Igreja,defendida pelos Papas.Alias a doutrina social da Igreja deveria ser estudada pelos senhores bispos e parocos existem muitos que não a conhecem,
    Uma feliz conclusão podemos tirar desta assembléia,apesar dos abusos liturgicos insistentes da CNBB ao qual Roma devera chamar atenção, fica obvio que a famingerada Teologia da Libertação grande Heresia do século XX começa a perder sua força,ha alguns anos atras esse imundo PNDH seria aplaudido pela maioria dos bispos sem muita oposição, terminando não podemos deixar de parabenizar o bispo da Paraíba,D.Aldo Pagotto pela defesa consistente defesa dos verdadeiros valores católicos ,Que o Espirito Santo o ilumine e conserve assim.

  7. Ainda falando um pouco de política,nos católicos precisamos ter cuidado com as eleições presidenciais,muitos católicos com medo da comunista Dilma votarão no Serra ,ATENÇÃO isso é uma armadilha o Serra e tão comunista quanto a Dilma, é só ver o seu passado se eleito vai continuar defendendo o PNHD e outras idéias anti-católicas, tristemente temos que reconhecer que não existem candidatos a presidente CATÒLICOS.

  8. Eduardo,

    O Papa também disse :

    “Possam os sete anos que nos separam do centenário das Aparições apressar o anunciado triunfo do Coração Imaculado de Maria para glória da Santíssima Trindade.”

    O que ele quis dizer com isso??

    Ele quis dizer que o mundo está esperando o anunciado Triunfo do Coração de Maria devido àquela consagração do mundo em 1984 por João Paulo II???, ou está dizendo que pretende consagrar a Rússia nesses sete anos que faltam para o centenário para que consagrando a Rússia e somente a Rússia, Triunfe o Coração de Maria???

  9. Ha alguns anos atrás uma reação dessa dentro da CNBB seria impensável; as palavras de Dom Aldo foram corajosas pois falou em meio a uma alcatéia de lobos vorazes vinculados as utopias socialistas.

    As coisas não serão mais as mesmas depois desta corajosa declaração de Dom Aldo; alguém ousou levantar a voz contra o grupo dominante dentro da CNBB.Isso é bom.

    Há muitos bispos que não aceitam as linhas adotadas pela CNBB (que diga-se de passagem são construídas não pelos Bispos mas por comissões de “especialistas”) mas acabam se dobrando por medo de contrariar a cúpula que constrange os demais.

    Eu sinceramente torço para que haja um racha concreto na CNBB : só assim alguma coisa vai mudar obrigando o Papa a tomar atitudes concretas.

  10. Ao amigo Yago Queiroz.

    Dom Aldo vetou o Pe. Luiz Couto de exercer suas funções ministeriais, tive o prazer de ler há algumas semanas essa notícia em um jornal do estado, como também qualquer outro Sacerdote que se atreva a ingressar em atividades político-partidária.

  11. Concordo com a Ana Maria: D. Aldo é um expoente!

  12. Muito bom…
    O grupo dominante que vem dominando a CNBB há décadas, grupo fortemente infectado pela famigerada e pestífera tl, está perdendo a força…GLÓRIA TIBI DOMINE!!!
    Parabéns a D.Aldo e a todos aqueles que resistiram à aprovação do degringolado pndh. D.Aldo não entrou na “diplomacia” omissa que tantos bispos adoram fazer…Para serem bonzinhosssss…Agradarem a Deus e ao diabo…Quando não são carreiristas, o que é bem pior…
    Como disse Bento XVI: “os inimigos da Igreja são internos”…E são os piores…

    Agradeço ao Thiago por mostrar, através de um vídeo, a verdadeira cara, assassina, sanguinária, da tal Dilma, a favor do aborto, um crime saído do mais profundo dos infernos, que é candidata à Presidência da República,que ainda tem a audácia, a sem vergonhice escandalosa de se dizer “cristã”…e depois “católica”…é brincadeira….

    Infeliz!!!

    Se esta senhora tivesse um mínimo de brio, não
    falaria uma asneira nojenta dessa…Dizer-se cristã católica e ser a favor do assassinato diábolico do aborto, é simplesmente uma ABERRAÇÃO!!!

    Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós!

    Nossa Senhora de Fátima, rogai por nós!

  13. diminuição das vocações sacerdotais, êxodo em massa de fieis para as seitas, abusos e aberrações liturgicas e doutrinais, e a CNBB passa esse tempo todo reunida discutindo política ? é muita falta do que fazer!!!!!

  14. Espero que a CNBB se entredevore até a destruição final.

  15. Prezado Christiano,

    Se tomarmos como exemplo o que ocorreu em Portugal, poucos anos após os acontecimentos de Fátima, os bispos consagraram o país ao Imaculado Coração. E, muito rapidamente, Portugal que estava entregue aos maçons, se tornou um país muito católico. As vocações cresceram e muitas outras coisas boas ocorreram.
    Então, lembrando que esse foi apenas um “aperitivo” que Deus permitiu para notarmos como será maravilhosa a consagração ao Imaculado Coração, fica difícil partir do pressuposto que a Rússia já foi consagrada. Porque senão, a Igreja não estaria atravessando uma fase tão turbulenta como esta época tem sido. E não parece plausível que Nossa Senhora demorasse para triunfar 20, 30 anos após a consagração, lembrando o exemplo de Portugal que foi algo bem imediato.

    Acredito que uma consagração citando nominalmente a Rússia e a união do bispos nessa consagração é que tornará as coisas mais claras.
    Claro que posso estar errado. Mas…

  16. Dom Pagoto pode, ainda, contribui muito já que é muito novo.

  17. Bruno a CNBB é tão util que não serve p/ nada, ou melhor, serve p/ piorar o que está ruim.

    Italo, o catolicismo tem cerca de 70% dos brasileiros, mas aqui, visinha de Osasco, Carapicuiba tem só 55% da população e as seitas são mais militantes que os católicos.

  18. Caro Pedro Erisson,

    Vetou, sim. Mas uma semana depois já “perdou” Luiz Couto após um encontro fechado. Continuando Luiz Couto com as mesmas atividades e opiniões, usando as palavras do próprio D. Aldo ao puni-lo, “diametralmente contrárias à Doutrina Cristã”.
    E assim continua o Padre deputado do PT defendendo o PNDH-III na Câmara Federal ao presidir a Comissão de Direitos Humanos.

  19. Nossa Senhora pediu para consagrar a Rússia porque ela se tornara comunista. Isso já acabou. Porque essa necessidade? Os que necessitam de consagração são os Bispos e Padres, principalmente aqui no Brasil.

  20. Parabéns a D. Aldo, pelo menos não se conforma.