Mais um duro golpe na Igreja… promovido por seus próprios filhos!

Segundo o site do distrito alemão da Fraternidade Sacerdotal São Pio X, a “bispa” Margot Kässmann, 51 anos, divorciada, com quatro filhos, ex-líder da Igreja evangélica da Alemanha que renunciou após ser detida ao dirigir com níveis elevados de álcool, foi convidada para pregar na catedral da arquidiocese de Munique.

Em seu sermão ela aproveitou a oportunidade para elogiar a pílula contraceptiva como “presente de Deus”. Vergonha!

3 Comentários to “Mais um duro golpe na Igreja… promovido por seus próprios filhos!”

  1. Que escândalo, que vergonha. Não pude deixar de comentar, apesar dos editores nos pedirem para não comentar estes dias das vossas merecidas férias.

    Nem sei o que fazia se estivesse numa igreja onde uma mulher tivesse ilegitimamente usurpado um lugar que não lhe corresponde e ainda por cima para fazer apologia à imoralidade. Poucas coisas já me chocam nesta vida, mas desta vez fiquei absolutamente chocada. Isso é uma profanação do lugar sagrado. E ninguém fez absolutamente nada lá dentro?

    Quantas almas ela envenenou com tanto lixo.

    Nós a esforçarmo-nos por fazer apostolado da modéstia, de uma justa revalorização da mulher, da moral sexual matrimonial correcta, a denunciar a perversidade intrínseca dos meios de contracepção e os pastores do rebanho (apóstatas, malditos servidores do demónio, é o que são) a promover este tipo de coisas.

    É desanimador, é triste.

    É realmente descer muito baixo, chegar ao fundo do poço. Que vergonha para a igreja alemã. Que nojo, que repugnância.

    Boas férias, fique com Deus!

  2. Ecumenismo: ame-o ou seja católico

  3. Com a morte do Professor Orlando Fedelli temos mais um anto no céu para rogar pela Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo! O caso dessa mulher que foi chamada para um templo católico é como que matar na fé. Mas a morte de Fedelli será de agora por diante motivo de regozijo para os que aqui ficam pois devemos de certa forma, como dizia São Bento desejar a morte. È a passagem nencessaria para se contemplar a Snatíssima Trindade e venerar Nosa Senhora de forma beatífica. Que Deus tenha professor Fedelli junto dele, e que se apiede de nossa Igreja que foi tão amada por Fedelli em vida! Devo muito, como Cristão ai profesor orlando Fedelli ele me fez ver coisas que só com o olhar católico são possíveis se ver. Viva Fedelli!!!