Suspenso o padre que celebrou “Missa-Futebol” na Holanda.

Corações ao mundo — O antropocentrismo levado ao extremo.

Conforme noticiaram diversos meios de comunicação holandeses, o Bispo Joseph-Maria Punt (64) de Haarlem-Amsterdã, impôs um “tempo para reflexão” ao pároco de Obdam (a 35 km de Amsterdã), Pe. Paul Vlaar, após este ter celebrado a sacrílega “missa -laranja” no domingo passado por ocasião da partida futebolística entre Holanda e Espanha. O prelado se queixou que o padre Vlaar havia confundido a Missa com um simples evento mundano.

Em 2009, o mesmo padre já havia sido chamado à atenção pelo referido prelado por ter celebrado uma missa temática na intenção dos direitos dos animais, a qual contou com a participação uma coruja e um falcão, bem como alguns cães de caça na congregação.

Fontes: Cathcon e Kreuz.net

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

19 Responses to “Suspenso o padre que celebrou “Missa-Futebol” na Holanda.”

  1. Aberração !!!!

    Diabólico !!!

    Sacrílego!!!

    Um falsa liturgia que honra a carne e não a Deus.

  2. Esse padre é a consequência mais nítida de toda a obra de Urs Von Balthazar, no melhor estilo “Frankstein”.
    Ah, roguemos à Pio XII.

  3. Como será que o referido sacerdote chegou a uma concepção tão extravagante e heterodoxa quanto às finalidades da santa Missa, ou, mais ainda, da missão sacerdotal na Igreja?

  4. Chegou como chega todos os abusos: plena comunhão do CVII, uma abertura ao mundo que abriu tanto, mas tanto, que cairam no buraco!

  5. Adorei a mudança no blogue!!!

  6. Novo visual!!!

  7. Só um esclarecimento: O padreco em questão foi suspenso pelo Bispo? Se foi, ótimo. Talvez nesse tempo de reflexão, ele, finalmente, chegue a conclusão de que sua vocação é pra palhaço de circo. Bem, isso também não,pra ser palhaço também é preciso ter vocação pra isso. Penso que um verdadeiro palhaço não aceitaria fazer uma paródia ridícula e vulgar da Santa Missa como vemos no vídeo.O melhor mesmo é se ainda houvesse as cortes reais, onde havia o bobo alegre, para divertir e fazer papel de tonto para os convidados reais; aí sim…esse tonto estaria em casa…Bobo, tonto e ridículo fazendo os outros rirem… Mais vulgares e imbecis são as pessoas que participaram de tal ato…
    Mas, como disse o cura de Ars, “deixai uma paróquia vinte anos sem padre e ali se adorarão os aimais”, e com certeza, ter um padre do tipo desse padreco, só pode levar todos a idiotices como esta que vimos…

    Nossa Senhora do Carmo, rogai por nós!

  8. Irmãos, penso que coisas como essa e tantos outras loucuras praticadas por sarcedotes, que vão dia-a-dia chocando os católicos no mundo todo, são, acima de tudo, fruto do afrouxamento da disciplina eclesiástica e da autoridade dos bispos, que já não mais funciona. Nos bons tempos, esse padreco insolente seria chamado pelo seu bispo e levado uma baita carraspana: “ou te enquadras na tua função sacerdotal e tomas jeito e decoro de padre, ou vai-te logo, que a porta da rua é a serventia da casa”. Tempos idos, que não voltam mais. Bons tempos…

  9. Meu ex-vigário paróquial ia gostar desse tipo de missa…
    Só falta inventar algo no Brasil com cantos dizendo: “É Hexa Brasil…”

    Pelo menos o Bispo fez alguma coisa!

  10. CÉÉUS!! Que é isto??

    Mas será possível?

  11. Quem deixou ele se ordenar Presbítero???

    Céus..Jesus, Jesus…

  12. Vão ser varridos pelos muçulmanos!
    joão

  13. deu azar. vice!!!!!!

  14. Quando vejo padres assim mais eu sinto saudades do Bozo.

  15. Prezados, Salve Maria,

    O padre foi suspenso só porque celebrou uma “missa futebol”?

    Suponhamos que a Igreja começasse a aplicar esta pena a casos análogos, creio que, mais de 80 % de nossos pádres seriam suspensos. Os da RC”C” então: não sobraria UM.

    Aqui onde moro, no estado do ES, a coisa esta feia, não difere do resto do planeta.

    Talvez seja por isto que Roma não pune quase ninguém, pois se começar a punir: vai ficar sem padre.

    É o que eu chamo de “cisma sínico”, certos religiosos sabem que estão desobedecendo, continuam a desobedecer e não lhes acontece. Por que não pedem pra sair? Ahh, vai ver que tem medo de peder o “salário ou congrua” e ai é melhor ficar de qualquer jeito.

    E neste estado de “conivência” com os religiosos desobedientes, digo conivência, porque as punições são raríssimas, me pergunto: como os chefes da igreja pedem agilidade nas ações de nossas entidades e órgãos públicos, se ela mesma não dá exemplo.

    Se nossos órgãos de justiça tivessem a mesma velocidade de puniões que Roma, creio que não haveira ningém julgado no Brasil.

    ACORDA ROMA, OS LOBOS ESTÃO MATANDO AS OVELHAS E ESTAS SENTEM FALTA DO PASTOR QUE OS MASSACREM.

    Atenciosamente.

Trackbacks