A ressurreição do velho esclarecimento do porta-voz da Santa Sé.

Está sendo difundida pela rede a notícia de que o Padre Federico Lombardi, porta-voz da Santa Sé, teria retificado a informação dada por Dom Bernard Fellay de que o Papa Bento XVI celebraria a missa tradicional privadamente.

É importante notar que a matéria veiculada no Forum Catholique que deu início à difusão dessa informação [que já circula em alemão, italiano e português] data de 17 de julho… de 2007!

Portanto, o Padre Federico Lombardi não se apressou em corrigir o relato de Dom Fellay em sua visita ao Brasil, mas sim uma notícia de CWNews [em português aqui], que levantou o assunto pela primeira vez um dia antes desse “esclarecimento” do porta-voz da Santa Sé. “Esclarecimento” esse que deve ser visto à luz da grande repercussão, à época, das polêmicas suscitadas pela promulgação do motu proprio Summorum Pontificum e, por esse simples fato, considerado “cum grano salis”.

Ao passo que não há confirmação de que o Papa celebre realmente a missa tradicional, também não há nenhum novo desmentido por parte da Santa Sé. Cabe aos católicos considerar o grau de confiabilidade de Dom Bernard Fellay e do Padre Federico Lombardi…

10 Comentários to “A ressurreição do velho esclarecimento do porta-voz da Santa Sé.”

  1. Sim, a situação é bem essa: hoje em dia ninguém pode garantir, nem mesmo em Roma, de maneira confiável, que o Papa celebra a missa tridentina, senão ele mesmo. Quanto mais uma Sala de Imprensa que já mostrou, no decorrer do pontificado de Bento XVI, a calamidade de seus serviços. Entre a confiabilidade de Dom Fellay e do pe. Lombardi, é claro que a do primeiro fala mais alto.

    Ainda mais que a informação passada por ele é precisa: O Papa e seu secretário, Mons. Georg Gaenswein, celebrariam esporadicamente no rito romano tradicional. O que há de anormal nisso? Afinal, se esse mesmo Papa tirou a missa tradicional do ostracismo, o que de estranho haveria nessa afirmação? Quem pode mais, pode menos.

    E olhando ainda o fato de Mons. Georg ter sido seminarista em Ecône e o passado de declarações do então Cardeal Ratzinger, pode-se notar que as coisas parecem caminhar logicamente para essa conclusão: o Papa e seu secretário devem celebrar, esporadicamente, a missa tradicional, tal como disse Dom Fellay.

    Agora, que o Papa celebre mais o rito antigo do que o novo, aí já é outra história e ninguém, nem Dom Fellay, afirmou.

  2. Por qual motivo Dom Fellay iria mentir? Não posso imaginar nenhum. Por qual motivo o Pe. Lombardi iria desmentir? Por vários. Só para ilustrar com um: reconhecer que S.S.Bento XVI celebra privadamente a missa no rito antigo seria reconhecer a importância e o apreço do Soberano Pontíficie pela restauração litúrgica e o caráter descartável do Novus Ordo. Assim, dessa maneira, a Missa Nova passa a ser extraordinária enquanto o Rito Tridentino torna-se ordinário nas celebrações privadas do Santo Padre.

  3. E que diferenca isto faz?

    Oracoes e penitencias muitas almas vao para o inferno pois nao ha ninguem que reze por eles! Fatima

  4. Acredito em Dom Fellay , mas faço minha a frase do Datena: Eu quero imagens na tela !!

    Gostaria muito de ver o Santo Padre celebrando no Rito de São Pio V.

  5. Fico com D. Federico!

  6. Prezada Fernanda, o que um Papa faz pode servir de exemplo aos sacerdotes.. creio que ele rezar a Missa Tridentina seja um apoio a mais aos sacerdotes que estão em dúvida.
    Quanto ao que Nossa Senhora falou em Fátima, melhor oração que a Missa tradicional não há, a importância é principalmente sobrenatural.

  7. Hoje, na Igreja Católica Apostólica Romana, temos duas formas de um mesmo Rito, a forma ordinária, também conhecida como Missal de Paulo VI, e a extraordinária, do Missal Tridentino.
    Se o Papa celebra ou não no Rito Tridentino, pouco importa. Ele deu, através de um “Motu Próprio” a licença para o uso, sem qualquer embargo de consciência, do Rito extraordinário. Ademais, as 2 formas, isentas de quaisquer exageros e gostos pessoais, são belas e dignas…
    É só seguir fielmente o Missal.

  8. O Papa celebrar a Missa Tridentina tem muita importancia sim!!
    Quando discuto com carismáticos sobre abusos na missa de Paulo VI eles sempre dizem : se tem erros porque o Papa celebra?
    Seria muito bom que se mostrasse o Papa celebrando a missa tridentina isso daria força àqueles Padres que querem celebrar a missa tridentina mais são perseguidos por superiores modernistas e inimigos do retorno da mesma.
    Gostaria muito de perguntar a um carismático: voce assistiu a missa tridentina celebrada pelo Papa Bento XVI na canção nova?

  9. O celeiro de heresias dificilmente irá transmitir uma celebração da Missa Tridentina pois isto é uma negação dos propósitos deles. São protestantes. A Missa Tridentina é uma pancada certeira nas abominações que eles fazem por lá. Fica aqui a pergunta:
    Onde está a “obediência” deles ao Santo Padre?