Novos bispos auxiliares para o Rio e a enigmática renúncia do Bispo Dilmista.

O Santo Padre nomeou hoje, dia 24, os padres Pedro Cunha Cruz, Nelson Francelino Ferreira e Paulo César Costa  como bispos auxiliares da arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro. No entanto, o que causou surpresa foi a renúncia de Dom Luiz Carlos Eccel, bispo de Caçador, um dos signatários da carta de apoio à Dilma Roussef. A diocese de Caçador diz que o bispo, de apenas 59 anos, renunciou por motivos de saúde. Será?

Tags:

47 Comentários to “Novos bispos auxiliares para o Rio e a enigmática renúncia do Bispo Dilmista.”

  1. Se vcs soubessem qual é a teologia do pe. Nelson Francelino, não ficariam tão esperançosos…

    S. Sebastião, rogai por nós!

  2. O mais estranho é não só Dom Luiz pedir, ou ganhar a renúncia e sim Dom Oneres, emérito de Lages, ser nomeado Administrador Apostólico de Caçador. Regional Sul IV tá mudando. Que se cuide o Metropolita! rsrs Cabeças vão rolar dos senhores Bispos que são Excelentíssimos mas não Reverendíssimos. rsrs

  3. Esse bispo Dom Oneres é bom?? Não conheço

  4. Tá vendo? Bispo fanfarrão que manipula mensagem do Papa para reiterar o apoio a Dilma não dura muito tempo!

  5. Daqui a pouco esse Bispo segue o caminho do Fernando Lugo. Deverá ser nomeado pela Dilma ministro da fome.Não se espantem!

  6. hehehe Bom?
    Pedro, Dom João Oneres Marchiori foi Bispo de Lages de 18/02/897 a 11/12/09. Foi sagrado bispo em 17/04/77 por Dom Carmine Rocco, núncio apostólico no Brasil. Ele é da velha guarda da CNBB, responsável pelo Ecumenismo e membro do Pontifício Concelho para Unidade dos Cristãos. É um dos Excelentíssimos não muito Reverendíssimos de Santa Catarina.

  7. Dom Demétrio bem que poderia renunciar também.

  8. Conheço o Monsenhor Pedro Cunha. Sempre me passou uma postura muito séria. A família é toda bem religiosa. São da linha conservadora. O grande problema são “as amizades”.

    Já o Monsenhor Nelson Francelino Ferreira é um caso para se pensar. Por um lado ele é grande incentivador da Comunhão na boca e de joelhos na mesa de Comunhão, embora não use sua autoridade sacerdotal para fazer valer a prática de maneira mais expressiva. Fala isso claramente em suas missas, o que é algo muito bom, no sentido de resgatar a reverência para com o Santíssimo Sacramento. Por outro lado, promove práticas carismáticas não tão piedosas (palmas, por exemplo) e ainda não consegue se desvencilhar do poderio excessivo das Ministras da Comunhão.

    Não creio que promoverão a Tradição no RJ, pois estão cercados de modernistas radicais. Provavelmente serão ‘diplomáticos’. O terceiro não conheço, tem pinta de TL.

  9. Monsenhor Nelson francelino grande bem para o episcopado carioca. Teólogo e pastoralista é isso que a igreja precisa.

  10. O terceiro é o Monsenhor Paulo César Costa que com Monsenhor Pedro Cunha, serão valorosos auxiliares para Dom Orani, futuro Cardeal(próximo consistório). Com certeza serão firmes e diplomáticos para o bem da igreja, chega de radicalismos execessivos que não nos levam ao crescimento do Reino.

  11. Conheço pessoalmente o Mons. Pedro Cunha. Ainda que em pouco tempo, parece-me ser daqueles que não se preocupam com a opinião pública.

    Ouvi o anúncio de D. Orani acerca dos 3 bispos e me impressionou positivamente o discurso do Mons. Nelson, a quem não conheço. Falou todo o tempo de ser bispo para a Igreja.

    O terceiro faz parte do time dos “teólogos da PUC”. Embora não o conheça profundamente, sei que tem o hábito de viajar a custas das velhinhas para, depois, criticar a pieguice de suas benfeitoras. Além disso, mudou a formação de Nova Iguaçu, menosprezando o papel da filosofia na formação dos seminaristas, contrariamente a documentos explícitos sobre o assunto.

  12. Acontece só uma coisinha para a qual nem precisa citar o papa: a moral atual da Igreja pós-conciliar assusta diante da moral anterior ao concílio. Aí, dizem: “a moral evolue”. Evolui? O depósito a ser guardado para todas as gerações não é acerca da fé e da moral?
    Fui estudar Teologia pela segunda vez, aí, no primeiro dia de aula sobre moral, o professor abriu a aula assim: “antigamente, antes do concílio, valia a lei, agora, depois do concílio, vale a pessoa”. Julguem vocês mesmos, porque já tem gente achando que eu estou inventando. A gente vive a coisa, toma cacetada e, depois, quando conta, ainda dizem que a gente está inventando. Inscrevam-se num curso de Teologia! Vejam que Jesus disse à prostituta: “vá e não peques mais”. Ele não disse, você fez o que fez, mas teve algumas justificativas ou dirimentes e, enquanto ainda fazia, mostrou-se arrependida ou constrangida, embora livremente tivesse continuado a fazer. A bondade ou a moral persistiu em você, embora continuasse a pecar. JESUS DISSE: “VÁ E NÃO PEQUES MAIS”! ELA PECOU E SE CONTINUAR, VAI MORRER DUAS VEZES E DEFINITIVAMENTE! ESTE É O PRINCÍPIO DA MORAL! LEIAM SANTO TOMÁS DE AQUINO!

  13. D. Luiz Eccel parecia tão saudável para fazer campanha pra Dilma… Vai saber né.
    Gostaria de saber mais dos novos bispos auxiliares do Rio, quem for daí, expresse-se!
    O administrador apostólico de Caçador, bem, vamos esperar que venha logo o novo bispo.

  14. Fui dar uma olhada no site da arquidiocese do Rio e a primeira coisa que me chamou a atenção foi que dos três, Mons. Paulo César Costa era o único sem clérgiman na foto (eu me sentiria melhor sem ver seu peito peludo, desculpem-me). Depois li que é o único atuante na CNBB, e o único sem ter um doutorado ou mestrado… Bem, é difícil falar sobre alguém que não conheço mas me parece um mal começo.

  15. Errata: mau começo.

  16. Na verdade, a foto no site tb não é do Mons. Nelson

  17. A Igreja n precisa de diplomatas! Precisa de bons sacerdotes e bispos com vergonha na cara.

  18. D Orani cardeal: Libera nos Domine!

  19. Ferreti, boa tarde.

    Estava lendo o post com o manifesto a favor da Dilma, e vi que o componente 136 – Alessandro Molon, que foi da Rádio Catedral e que faz campanha dizendo que é católico, não foi destacado.

    André

  20. A Igreja n precisa de diplomatas! Precisa de bons sacerdotes e bispos com vergonha na cara. (2)

  21. errata: a foto é de Monsenhor Nelson, Monsenhor Paulo Cesar é doutor em teologia sim!!!. E outra coisa é muito fácil criticar os senhores bispos, como se diplomacia não fosse essencial pra exercer o episcopado, principalmente prá ter que encarar pessoas que atiram pedras e se escondem atrás da esquina…bençãos e menos recalque. Todos os bispos e sacerdortes são bons…temos que parar de delirar e tb melhorar alguns do laicato…

  22. Eu só conheço o Pe Paulo César que é reitor do nefasto Seminário Paulo VI de Nova Iguaçu que reunia seminaristas de cinco dioceses : Caxias , Valença , Itaguaí , Volta Redonda e Nova Iguaçu.

    O bispo de Itaguaí tirou seus seminsristas de lá e também o de Caxias.Eu fui seminarista de lá – aquilo é um antro de Teologia da Libertação radical e extremada.Em 2005 quando o Papa Bento XVI foi eleito ouve professoresque ficaram tristes.

    O Pe Paulo Cesar é um moderado , fã de Carlo Maria Martini, professor da PUC.Ou seja é progressista.
    Em tempo eu moro na rua do seminário Paulo VI e sei o que é isso aqui – além das heresias ensinadas a atitude e o comportamento dos seminaristas é escandaloso indo desde homossexualismo até bebedeiras e frequencia as boates da cidade por parte dos futuros sacerdotes.

    Acho que não preciso dizer mais nada sobre a nomeação do Pe Paulo Cesar.

  23. Disse que ele era moderado e progressista : errei – ele é progressista !

  24. Fiquei surpreso com a noticia da renuncia de do Dom Luiz, vejo com bons olhos, pois a diocese em que ele era pastor teve sérios problemas, tenho pena do proximo bispo.
    Porem, o Nuncio tem olhado para o nosso regional de forma espetacular, espero que coloque bispos que colequem ordem na casa. Quanto ao Metropolita fiquem tranquilo ele saberá se impor, é um bom bispo.

  25. Sr Rafaelmcq, por favor tenha mais nivel. Um catolico nao fala assim de bispo, sejam o que for. Tem muitos catolicos que precisam ter mais fé. Muitos como o Sr querendo defender a fé, acambam sendo os primeiros a afundá-la. Por favor nao se publica uma mensagem como desse homem.

  26. Dom Demétrio bem que poderia renunciar também.
    (2)

    Apoiado !

    Não deixa de ser uma ótima notícia a renúncia
    deste Bispo dilmista.
    Um a menos.

  27. ora mas é verdade hehe, afinal, não precisamos de Bispos Politizados que fazem diplomacia ocm hereges e governos ruins, e sim bispos Santos, verdadeiramente católicos e corajosos para enfrentar até o martirio se necessario !

  28. rafaelmcg, n ter o nível do CVII significa ter coragem de enfrentar o erro. Quanto a setença de quantidade e qualidade da sua fé – o que me atingiu tb – compete aos nossos confessores!

    O povinho n aceita, mas há muitos leigos com mais dignidade que muito príncipe da plena comunhão.

  29. “Bem vejo que assim como os maus príncipes e Prelados são causa dos pecados dos súditos, assim os pecados dos súditos foram causa de permitir Deus que tenham maus prelados e príncipes. Doutrina é esta comum entre os Santos Padres, e seguida assim dos expositores, sobre aquele lugar de Jó: Qui regnare facit hominem hypocritam propter peccata populi; como dos canonistas sobre vários textos do decreto. E se confirma do que sucedeu a um santo monge, que se queixava a Deus das tiranias de Focas dizendo muitas vezes: Senhor, porque o fizestes imperador? Até que o Senhor lhe respondeu: Porque não achei outro pior. Palavra verdadeiramente mui ponderosa, e que denotava ter chegado aquele povo a tal excesso de maldades, que constrangia sua justiça a colocar no trono o sujeito mais incapaz dele. Do mesmo gênero é o caso do monge hipócrita, que, pelo falso reluzir de suas aparentes virtudes, fora assunto à mitra de uma cidade da Tebaida. Estava ufano com a nova dignidade, e o seu Anjo lhe disse: Cur superbis, et magnifice tibi places, o infelix? Non es creatus Episcopus, quod digno Sacerdotio sis: sed quod Civitas tali digna erat Episcopo. De que te ensoberbeces, miserável, e porque te comprazes vãmente de ti mesmo? Não te fizeram bispo porque tu sejas digno desse sacerdócio, senão porque esta cidade era digna de tão ruim bispo.” (Trecho do livro “Os Últimos fins do Homem” do Padre Manuel Bernardes, em preparação para futura edição pela Editora Pinus).

    Também dou graças a Deus por menos um dilmista, mas, como é dito no texto acima, bem que o Brasil merece péssimos prelados, pois, a religiosidade por aqui está de mau a pior há muito!

    Rezemos todos, clérigos, religiosos e leigos, para que possamos todos juntos, dentro de nossas atribuições, contribuir para a restauração da Santa Fé Católica que há muito agoniza neste nosso Brasil, Terra de Santa Cruz.

    “Se queres um mundo melhor (Católico), começa-te, pois, a mudar a ti mesmo!”

    Salve Maria!

    Cleber

  30. Graças a Deus pelos novos bispos auxiliares do Rio, meu parecer é que, os dois que conheço, Nelson e Pedro Cunha,são dois dignos sacerdotes, integros, inteligentes cultos e santos. Qualidades que certamente farão deles grandes bispos, não para si memsos, mas sim para a Igreja de Cristo. Creio firmemente que foi o Espirito Santo que os escolheu. A história da Igreja e de tudo o que acontece nela, não é obra de um acaso irracional, sem sentido. O Espirito Santo é o Senhor da Igreja. Creia nisso! Se imperfeições existem dentro dela, é porque você, que muitas vezes a critica, sem saber nem o porquê estar criticando, estar dentro dela. Enfim, a Igreja é imperfeita porque você faz parte dela. Não esqueça disso quando for falar “mal”da Igreja. Bençãos a Todos. Padre Luiz

  31. acabei de saber por uma fonte, não sei se procede ou não, mas a renuncia do dito bispo teria haver com $$$$$$$$$, e não com seu apoio a presidente Dilma; traduzindo parece que o senhor bispo levou a sua diocese literalmente a falência.

  32. Caríssimos Thiago Mazza e Maria, vocês poderiam entrar em contato comigo?…
    Fica aqui o meu e-mail: mmlpimenta@uol.com.br

  33. Falar com provas da hierarquia comunista e afins n é fala da Igreja, mas de membros dela.

  34. “Todos os bispos e sacerdortes são bons…temos que parar de delirar”

    Revmo Padre Xavier, Nossa Senhora de La Salete não concorda com o senhor, e eu tenho certeza de que Ela não estava delirando ao dizer o que segue:

    “Os sacerdotes, ministros de meu Filho, os sacerdotes, por sua má vida, por suas irreverências e sua impiedade em celebrar os santos mistérios, por amor do dinheiro, das honras e dos prazeres, os sacerdotes tornaram-se cloacas de impureza. Sim, os padres pedem vingança, e esta está suspensa sobre as suas cabeças. Desgraçados dos padres e das pessoas consagradas a Deus, as quais, por suas infidelidades e sua má vida crucificam novamente o meu Filho! Os pecados das pessoas consagradas a Deus clamam ao Céu e chamam a vingança e ela está às suas portas, pois não se encontra ninguém para implorar misericórdia, e perdão para o povo; não há mais almas generosas não há mais ninguém digno de oferecer a Vítima sem mancha ao Pai Eterno em favor do mundo” (Nossa Senhora de La Salette, retirado do site Permanência).

  35. pois é Ana, julgar foro intimo meu e teu é complexo, afinal, eu não afundei fé alguma! falar que afundei por causa de replicar seu comentario apoiando ele é demais, alem de que, que mal tem em querer Bispos Santos?
    tem gente que ve pelo em ovo mesmo, e não ve a crise mastigando a Igreja

  36. Rafael Queiroz,

    Se você tem observado todos esses escândalos no Seminário Paulo VI, sugiro que envie um relato detalhado desses fatos diretamente ao Vaticano, para que sejam tomadas medidas para corrigir tudo isso.
    Não devemos ser coniventes com o erro!

    Um primo meu uma vez mandou uma carta sobre um fato aqui onde moro, e deu resultado.

    Salve Maria

  37. rafaelmcg

    Sabe o que é Rafael, é que tem uns espíritos fakeiros por aqui, que soltam mais fumaça quando alguém concorda comigo kkkkkkkkkkk

  38. Palavras do sr. Pedro Xavier:

    “Todos os bispos e sacerdortes são bons…temos que parar de delirar e tb melhorar alguns do laicato…”

    Temos que melhorar alguns do laicato, começando pelo senhor é claro…

  39. Prezado Padre Luiz Fernando, penso que V. Rev.ma se equivocou ao escrever: “Enfim, a Igreja é imperfeita porque você faz parte dela”. A Igrejá é perfeita e santa (É o Credo quem nos ensina: Credo in unam SANCTAM… Eclesia), pois seu Fundador é perfeito e santo. Nós, como membros pecadores, nos santificamos nela com seus Sacramentos (dos quais, inclusive, o sr. é dispensador). Nós não “contaminamos” a santidade da Igreja. Quando estamos em pecado, somos membros ainda, mas mortos. Nossso Senhor fala claramante na parábola da videira e dos ramos.

    A nova eclesiologia, sim, insinua que os pecados dos membros da Igreja são “pecados” DA Igreja. Isto é uma blasfêmia contra nosso Senhor.

  40. ora, seus comentarios sempre são bons e corretos, por que eu discordaria?

  41. Caríssimos Thiago Mazza e Maria, vocês poderiam entrar em contato comigo?…
    Fica aqui o meu e-mail: mmlpimenta@uol.com.br

    URGENTE

  42. Rafael Queiroz e Júlio,

    Por coincidência acessei esta página de “debates” e me deparei com os seus comentários. Admira-me ver a capacidade humana de elucubração… o debate de vcs realmente é expressão deste portento divino concedido aos homens por Deus.

    Entretanto, caros irmãos (acredito que vcs sejam católicos) muito me surpreende ver o quanto vacilam em tentar intuir como será o comportamento dos padres eleitos pelo Papa Bento XVI para auxiliarem ao Arcebispo do rio Janeiro. Penso que, ao invés de tentarem denegrir a imagem desses sacerdotes, desqualificando-os ao ministério episcopal, vcs deveriam antes rezar por eles e suplicar ao Espirito – que guiou o Santo Padre na sua escolha – para que os assista em seus ministérios. Assim, caros irmãos, sem pedantismos, nem falsas elucubrações, devemos defender a nossa Igreja e os nossos pastores constituídos… e lembrem-se: os piores inimigos da Igreja não estão fora, mas dentro dela.

    A respeito do Seminário Paulo VI, morei lá por um ano. Realmente a linha teologica lá ensinada é a da Libertação. Mas, quanto a imoralidade que Rafael diz haver é o que há de mais repudioso e anti-cristão, pois o que ele diz carece abolutamente da verdade. E outra Pe. Paulo é um homem integro, um cristão de fé e sacerdote do Altíssimo. Ele jamais seria conivente com aquilo que não faz parte da formação no seminário.

    Com isso, quem perde somos todos nós, pois nosso debate fica prejudicado e nossa reflexão puro devaneio. Que pena!

  43. Salve Maria!

    Como o Rafael Queiroz, eu também só conheço o Pe. Paulo Cézar, um péssimo sacerdote. De santidade, nada tem. De mundano, possui tanto que transborda.

    Confesso que fiquei triste ante essa notícia. A Igreja no Brasil está cavando a própria cova.

    O engraçado disso tudo é que existem tantos padres santos no Brasil, mas somente esses progressistas são chamados ao episcopado.

    Estranho, não?

    Confesso que as vezes duvido que o Santo Padre saiba quem são esses padres.

    Mas, aguardemos. Quando a Igreja Católica no Brasil se reduzir a uma capelinha cercada de seitas, talvez Roma olhe para nós com “outros olhos”.

    Pax!

  44. E, ao comentário do Luiz…

    O Rafael Queiroz falou a pura verdade. O Seminário Paulo VI em Nova Iguaçu é um antro de homossexuais. Negar isso é querer ser contra a realidade.

    Eu conheço alguns seminaristas do Paulo VI pessoalmente, e posso afirmar que lá, naquele lugar, o demônio “faz a festa”.

    Falamos, falamos e falamos. Mas ninguém resolve nada!
    Como diz o velho ditado: “quem avisa, amigo é”.
    Sinceramente, não sei qual será o futuro da diocese de Nova Iguaçu com os futuros padres que estão sendo formados no Paulo VI, e com alguns (a maioria) sacerdotes da mesma.

    Eu temo que o próximo escândalo envolvendo a Igreja no Brasil venha de Nova Iguaçu, mas talvez essa seja a única solução.

    Pax!

  45. Bruno, se tens provas (e não apenas ilações), o caminho é a Nunciatura e a Santa Sé. Garanto que a coisa não fica por isso mesmo. Sugiro que faça algo, se tiver como provar. É do bem do povo de Deus que estamos tratando.

  46. Errata: se tens provas… faças algo.. se tiveres…

    Desculpem.

  47. Robson Oliveira, Salve Maria!

    Já foi feito.
    Várias denúncias com provas já foram enviadas para Roma, e nada aconteceu.
    Para a Nunciatura também, mas de lá não se pode esperar muita coisa.

    O que nós (eu e o Rafael Queiroz) citamos, pode ser provado. Há provas!
    Eu, pessoalmente, tenho muitas.

    Não sei o Rafael, mas eu e alguns amigos já denunciamos. Mas, não houve resposta alguma.

    Pax!