Voltai-vos para Maria!

Queria, humildemente, dizer àqueles que sofrem e a quantos lutam e se sentem tentados a virar as costas à vida: Voltai-vos para Maria! No sorriso da Virgem, encontra-se misteriosamente escondida a força para continuar o combate contra a doença e a favor da vida. Junto d’Ela, encontra-se igualmente a graça para aceitar, sem medo nem mágoa, a despedida deste mundo na hora querida por Deus.

Quão justa era a intuição daquela bela figura espiritual francesa que foi o Padre Jean-Baptiste Chautard, quando, na obra A alma de todo o apostolado, propunha ao cristão fervoroso frequentes “trocas de olhar com a Virgem Maria”! Sim, procurar o sorriso da Virgem Maria não é um pio infantilismo; é a inspiração – diz o Salmo 44 – daqueles que são “os grandes do povo” (v. 13). “Os grandes”, entenda-se, na ordem da fé, aqueles que possuem a maturidade espiritual mais elevada e sabem por isso reconhecer a sua fraqueza e pobreza diante de Deus. Naquela manifestação muito simples de ternura que é o sorriso, apercebemo-nos de que a nossa única riqueza é o amor que Deus nos tem e que passa através do Coração d’Aquela que Se tornou nossa Mãe. Procurar este sorriso significa em primeiro lugar perceber a gratuidade do amor; significa também saber suscitar este sorriso com o nosso empenho em viver segundo a palavra do seu dilecto Filho, tal como a criança procura suscitar o sorriso da mãe fazendo aquilo que é do agrado dela. E nós sabemos o que agrada a Maria pelas palavras que Ela mesma dirigiu aos serventes em Caná: “Fazei o que Ele vos disser” (Jo 2, 5).

O sorriso de Maria é uma fonte de água viva. “Do seio daquele que acredite em Mim – disse Jesus –, correrão rios de água viva” (Jo 7, 38). Maria é Aquela que acreditou e, do seu seio, correram rios de água viva, que vêm regar a história dos homens. A fonte indicada por Maria a Bernadete, aqui em Lourdes, é o sinal humilde desta realidade espiritual. Do seu coração de crente e de mãe corre uma água viva que purifica e cura. Inúmeros são aqueles que, mergulhando nas piscinas de Lourdes, descobriram e experimentaram a doce maternidade da Virgem Maria, agarrando-se a Ela para melhor se prenderem ao Senhor!

Bento XVI, Santa Missa com os doentes no Sagrado da Basílica de Nossa Senhora do Rosário, Lourdes – 15 de setembro de 2008

Tags:

4 Comentários to “Voltai-vos para Maria!”

  1. Como diriam os mineiros é de ficar boquiaberto!Rezemos pela nossa Igreja e seus sacerdotes, para que saibam e conheçam o verdadeiro sacerdócio.

  2. Parabéns! Sem Maria nada temos de católicos. Nossa Senhora de Lourdes rogai por nós. Santa Bernadete rogai por nós. Interessante foi, para o milagre da fonte, Nossa Senhora ter pedido à Santa Bernadete que comesse a terra da qual havia mandado cavar. O evento havia sido anunciado com boa antecedência. Muitos curiosos e ateus foram para o local com maior intuito de debocharem. Mas muitos pensaram na hora: “não pode ser alguém do céu, porque humilha a menina”. A menina comeu a terra e, logo, de onde cavou, brotou a água benta que curou a muitos de modo imediato. Nossa Senhora respondeu ao deboche pretendido pelo demônio com a santa humilhação da penitência, para mostrar ao mundo que a obediência pura e segura em Deus, aquela que sequer questiona, vence qualquer rebeldia e desconfiança. E também porque Deus não busca ser ovacionado pelo mundo, mas trata de ocultar o Seu próprio esplendor. No que seus santos O seguem. Ante as curas, o mundo, pronto para ridicularizar, calou-se. A vida toda de Santa Bernadete foi marcada pela mortificação que leva à mais perfeita humildade. É uma santa maravilhosa! E foi maravilhoso o seu amor e a sua dedicação por Nossa Senhora. Outra lição de Nossa Senhora à mesma santa, foi quando lhe disse: “felicidade na terra não posso dar, mas lhe prometo a felicidade que é do céu”. E ainda têm cristãos pedindo a Deus a felicidade para esta vida e até teologia inteira voltada só para isso. É muito triste. E apesar de Santo Agostinho já ter ensinado que nossos corações só descansarão realizados na plenitude do gozo de Deus no céu.

  3. Importante lembrar ainda que o exército de Maria vai ter de permanecer em pé diante da cruz da Igreja e este será o ápice da nossa imitação da Imaculada e Sempre Virgem. Ela é que dará esta graça a quem pedi-la com amor e firmeza.

  4. Viva Nossa Senhora de Lourdes! Viva o Papa!

%d blogueiros gostam disto: