Corte Européia: Itália não viola os direitos humanos por exibição do Crucifixo nas escolas.

A Grande Câmara da Corte Européia dos Direitos do Homem absolveu a Itália da acusação de violação de direitos humanos pela exposição do Crucifixo nas salas de aula. A decisão da Corte foi aprovado por 15 votos contra dois. Os juízes aceitaram a tese segundo a qual não subsistem elementos que provam a eventual influência da exposição do Crucifixo sobre os alunos nas salas de aula. A matéria é de Fausta Speranza:

(Rádio Vaticano, via Il blog degli amici di Papa Ratzinger – tradução: Fratres in Unum.com) Na Corte Européia de Direitos Humanos, em Estrasburgo, não há outros graus de jurisdição e, portanto, encerra-se o processo do caso “Lautsi contra Itália”. Processo que chegou em Estrasburgo em 27 de julho de 2006: Sonia Lautsi, uma cidadã italiana nascida na Finlândia, queixava-se da presença do Crucifixo nas salas de aula de escolas públicas freqüentadas então por seus filhos, alegando ingerência incompatível com o direito a uma educação de acordo com as convicções dos pais não-crentes. A primeira sentença da Corte (9 de novembro de 2009) deu essencialmente, por unanimidade, razão à senhora Lautsi, reconhecendo uma violação por parte da Itália das leis sobre a liberdade de pensamento, de crença e de religião. O governo italiano recorreu à Grande Câmara da Corte, considerando a sentença de 2009 lesiva à liberdade religiosa individual e coletiva reconhecida pelo Estado italiano. A Grande Câmara, aceitando o pedido de reanálise, publicou hoje a sua decisão final. No que diz respeito aos conteúdos legais, o Ministério do Exterior italiano, [Franco] Frattini, organizou nos últimos meses uma série de encontros dedicados à análise dos argumentos a serem utilizados no recurso sobre a decisão Lautsi. Ele escreveu aos seus homólogos dos 47 Estados-membros do Conselho da Europa uma carta explicando a posição italiana e encontrou o apoio formal, diante da corte, de San Marino, Malta, Lituânia, Romênia, Bulgária, Principado de Mônaco, Federação Rússia, Chipre, Grécia e Armênia. Assim, a vitória de hoje não é apenas da Itália, mas também desses países e de todos aqueles que consideravam absurdo impor a remoção do Crucifixo das salas de aula. Cabe lembrar que falamos do tribunal vinculado ao Conselho da Europa, isto é, ao organismo de 47 países distinto da União Européia.

12 comentários sobre “Corte Européia: Itália não viola os direitos humanos por exibição do Crucifixo nas escolas.

  1. Parabéns à Grande Câmara da Corte! Cristo tem que permanecer nas salas de aula e principalmente em nossos corações. Fiquei mto feliz com essa notícia… Graças a Deus!
    Um abraço a todos,
    Ana Maria

    Curtir

  2. Imagina só… precisa de uma corte pra dizer ma coisa tão óbvia! Ainda bem que pelo menos não decidiram que a cruz viola os tais direitos humanos. E os direitos de Deus?

    Curtir

  3. Caríssimos,

    Louvado Seja Nosso Senhor Jesus Cristo.

    A vitória foi grande e deve ser comemorada. Mas eu concordo com o Neto e acrescento que apenas o fato de se discutir coisa tão óbvia já é indicador da crise de valores em que a Europa e todo o Ocidente se meteram.

    É como se convocassem uma comissão de matemáticos para dizer que 2 + 2 = 4 ou uma de geógrafos para dizer que o Brasil fica na América do Sul.

    Disseram o óbvio, mas, cá entre nós, quem não temia que disessem o contrário?

    Curtir

  4. No direito 2 + 2 só é igual a 4 depois que o Juiz der a sentença final.

    Deus seja louvado por essa decisão , mas realmente só de se levar para a corte os direitos de liberdade religiosa já é sinal da grande decadência espiritual que vive a Europa .

    Curtir

  5. Olá, achei seu blog por acaso quando procurava para material de estudo sobre teologia, patrística, iconografia, epigrafia, arqueologia bíblica, etc.

    E acredito que você possa se interessar por esses blogs

    http://patristicabrasil.blogspot.com/, história e patrística da igreja do século I ao VIII, todo em português.

    http://iconografiascristas.blogspot.com/, Ícones antigos da igreja.

    http://angelusexverum.blogspot.com, que pretende comprovar verdades da Igreja a partir de achados arqueológicos.

    Curtir

  6. Exemplo para o congresso brasileiro que apoia nossa Presidenta, ex bandida, assaltande de banco e residência e assassina do Sd Mario Kozel, cuja familia hj recebe um salário mínimo em lugar de vultuosas pensões dada aos comunistas.

    Curtir

  7. Quero sempre o direito humano de ver preservada a cultura cristã. Quero também que todos tenham o direito humano de se tornarem cristãos. Quero, enfim, que os direitos humanos sejam baseados numa antropologia sadia, nunca criados em mesas de discussão de anti-eclesiásticos.
    Por um Estado onde Cristo seja o Rei. Pelo fim do governo mundial “laico” de inspiração maçônica.
    Deo gratias!

    Curtir

  8. “As pessoas podem falar o que quiserem dos Direitos do Homem: há dois deles que nunca devem ser esquecidos. Todo homem nasce com o direito à morte e ao direito para o inferno. “Cardeal Pie

    Curtir

Os comentários estão desativados.