O Papa aparentemente não deu início a Assis III.

Fonte: Rorate-Caeli. Tradução: Fratres in Unum.com

[Resumo de um post do website do Distrito Alemão da FSSPX — tradução e créditos: leitor]

Em uma mensagem pessoal do Papa ao Prof. Dr. Peter Beyerhaus, ele aparentemente insinua não ter sido o promotor — logo, o responsável pelo — encontro dos [chefes] religiosos em Assis deste ano.

Em Kirchliche Umschau, abril de 2011, Prof. Beyerhaus resume o conteúdo da carta da seguinte maneira:

“Pode-se deduzir da carta que a iniciativa deste evento de aniversário, que, de fato, ele considerou necessário, aparentemente não partiu dele. Ele, no entanto, comparecerá e, como escreve literamente, “tentará determinar a direção como um todo e fazer tudo [que estiver a seu alcance] para impossibilitar uma explicação sincretista ou relativista do acontecimento”. Ele explicitamente me autorizou a tornar pública esta sua opinião, mas pediu “para deixar claro que eu confio que o Papa permanece firme naquilo que ele é chamado por conta de sua função — isto é, fortalecer seus irmãos na fé em Jesus Cristo como único Filho de Deus e Redentor e confessá-Lo inequivocamente”.

[Tradução livre do comentário do editor do website:]

Estas palavras são ao mesmo tempo boas e tristes. Boas, pois o evento não é de autoria do Papa. Boas, porque o Papa quer suprimir o sincretismo dos eventos anteriores. Boas, também, porque o Papa quer deixar claro de não ter dúvida sobre sua missão como arauto da fé em Jesus Cristo, o Filho Unitênito do Pai.

Mas por que ele não pode cancelar o evento? “A pressão é muito grande”, muitos dirão… O comentarista também menciona que há um leve indício de que o Papa não considera o evento muito danoso (“que ele, de fato, considerou necessário”). Por que  necessário? Para a fé dos Cristãos? Para os poderes políticos no Vaticano? A esse respeito, menciona-se a Comunidade de Santo Egidio, que dizem ter muito dinheiro e ser lobistas muito podersos.

O mais triste, no entanto, é o fato de o Papa não querer admitir o grande dano [do evento — nota do tradutor]. Com a permissão expressa para publicação, o escrito parece ser um modo de consolar Católicos conservadores.

Claro, todo Católico convicto ficará feliz pelo fato de o Papa ver seu trabalho como confessar inequivocamente Jesus Cristo como Deus e Redentor. Mas, exatamente , de “inequívoco” Assis não tem nada. Os encontros [inter]religiosos são tudo, menos inequívocos! Ao menos… que o Papa publicamente anunciasse que ninguém se salvará senão por Jesus Cristo. Se ele não fizer isso, Assis 2011 será apenas mais um tijolo para a construção da religião mundial livre-pensadora [tradução literal].

Evidentemente, uma tal proclamação seria o golpe de morte para os encontros interreligiosos. E isso é algo que as associações como Santo Egídio não querem. Elas vêem o papado como uma maneira de unir as religiões, SEM considerar a questão da verdade (Wahrheitsfrage).

Assim, tudo permanece como antes. O Papa apenas assegura de sua convicção pessoal, de que ele tem o dever de confessar Jesus Cristo como o único e verdadeiro Filho de Deus.

Mas essa integridade pessoal de sua convicção nunca esteve em debate.

O que se debate é o ato, diante de milhões de pessoas, capaz de constituir um tremendo ato de traição: traição à afirmação de que Cristo, o Filho de Deus, é o fundador da única religião verdadeira.

24 Comentários to “O Papa aparentemente não deu início a Assis III.”

  1. Rezemos pelo Papa para que não recue por receio dos lobos.

  2. Desde sempre todos sabem qual é e sempre foi a linha de pensamento de Ratzinger, hoje Bento XVI, ele não concordou com os rumos que os encontros de Assis tomavam, uma vez que até mesmo o Papa João Paulo II o chamou para Assis II, por causa do relativismo que irrompeu com o primeiro encontro! Ele mesmo em seu livro cita sobre a questão das religiões, comenta sobre Assis, mas é irredutível quanto à doutrina de que a verdadeira religião é a católica!
    Todos nós conhecemos sua linha de pensamento.

  3. Trechos da vídeo mensagem de Bento XVI aos jovens de Paris [divulgado em Françês no canal oficial do Vaticano no Youtube no dia 26 de março deste ano. Veja-se o link: http://www.youtube.com/watch?v=OjKHKkDuMoQ%5D, os destaques e comentários entre colchetes são nossos:
    “Dou graças ao Pontifício Conselho por ter recebido e dado curso ao meu convite de abrir na Igreja um “átrio dos gentios”, uma imagem que evoca o espaço aberto na ampla explanada junto ao Templo de Jerusalém, que permitia a todos os que compartilhavam a fé de Israel de aproximar-se do Templo e interrogar-se sobre a religião. Naquele lugar, podiam encontrar-se com os escribas, falar da fé e inclusive rezar ao Deus desconhecido.”
    Texto completo: http://www.oecumene.radiovaticana.org/SPA/articolo.asp?c=473128

  4. Se deu início ou não isso não importa mais .
    João Paulo II que começou com tudo isso vai ser beatificado
    O fluminense vai ter um padroeiro ‘santo”
    O ecumenismo de assis vai ser coroado com esse gesto

  5. Interessante.
    Esse prof. Beyerhaus é um teólogo protestante e ele também foi crítico do que o Papa disse que considera o encontro “obrigatório”
    .http://eponymousflower.blogspot.com/2011/04/pope-plans-on-using-assisi-to-attack.html

  6. Todos nos conhecemos a linha de pensamento de Bento XVI e todos estão conhecendo a linha de ação de Sua Santidade.

  7. Mas o papa n segue linha nenhuma, vive fazendo curva!

  8. Ana Maria, o Papa segue sim uma linha de pensamento que não muda, todos os tradicionalistas conservadores sabiam e ela não vai mudar!

  9. Cristo é a verdade!
    Cristo é a luz do mundo!
    Só ele é Senhor e Mestre!
    A nova vida começa por cada um de nós!
    O Reino de Deus está dentro de nós!
    Questões politico-religiosas e estruturas humanas caducas nos afastam da verdade!
    Não ao farisaísmo!
    Sim a Cristo!

  10. Wagner, que sabor de protestantismo…

  11. Realmente concordo,que encontrosintereligiosos,são,encontros,interesseiros! Lembremos, quando o Papa Bento XVI, se manifestou,dizendo ser a Igreja católica, a única verdadeira. O mundo desabou, as pessoas, inclusive os próprios sacerdotes,bispos, foram para a TV, para tentar redimensionar o que o Papa, quis dizer. Os protestantes, então, nem se precisa comentar: chamam a noss igreja de ” a prostituta” do Apocalipse,mas, não podem escutar os porques de ser, realmente a Igreja Verdadeira! Acredito, eu, uma leiga, ignorante, que os ouvidos do Papa, ficaram, completamente obstruídos, de tantos comentários contra à Sua real declaração. Enfim, irmãos, vamos ver como vai ficar o encontro ou o desencontro de Assis! rezemos muito pelo Papa Bento,para que seja firme e enérgico,com a verdade.

  12. Se não foi o idealizador deste encontro, então é mais um motivo para o cancelamento.

    Esse “evento” só servirá para fortalecer o relativismo religioso.

  13. Thiago, n há linha alguma, somente curvas: curva em sinagoga, curva em assis, curvas no livro entrevista… e vem aí a curva tamburello domingo!

    ***********

    4:52: Sim, sim a Cristo e NÃO a papolatria..

  14. Queridos irmãos e irmãs, essa visão teológica, fortemente “cristocêntrica”, abre-nos à contemplação, à admiração e à gratidão: Cristo é o centro da história e do cosmos, é Aquele que dá sentido, dignidade e valor à nossa vida! Como fez em Manila o Papa Paulo VI, também eu desejo gritar ao mundo: “[Cristo] é o revelador do Deus invisível, o primogênito de toda criatura, é o fundamento de tudo; Ele é o Mestre da humanidade, é o Redentor; Ele nasceu, morreu, ressuscitou por nós; Ele é o centro da história e do mundo; Ele é Aquele que nos conhece e nos ama; Ele é o companheiro e amigo de nossa vida […] Eu nunca terminarei de falar sobre Ele” (Homilia, 29 de novembro de 1970).
    Da Catequese de Bento XVI sobre Duns Scotus. Que é que ele grita ao mundo?

  15. Thiago,

    Linha de pensamento que não muda? Concordo! Mas não no sentido que o Sr. pensa, jamais no sentido da tradição.

    O Sr. se lembra da homilia de Bento XVI na vigília pascal de 2006?

    “Que significado [a Ressurreição de Cristo] tem para nós? Para o mundo e a história no seu todo? Uma vez, um teólogo alemão afirmou ironicamente que o milagre dum cadáver reanimado – se é que isso verdadeiramente se verificou, fato em que ele, porém, não acreditava – seria, tudo somado, irrelevante precisamente porque não nos diria respeito. Com efeito, se tivesse sido reanimado uma vez apenas um tal, e nada mais… de que modo isso teria a ver conosco? Mas, a ressurreição de Cristo é exatamente algo mais, é uma realidade diversa. É – se nos é permitido por uma vez usar a linguagem da teoria da evolução – a maior «mutação», em absoluto o salto mais decisivo para uma dimensão totalmente nova, como nunca se tinha verificado na longa história da vida e dos seus avanços: um salto para uma ordem completamente nova, que tem a ver connosco e diz respeito a toda a história”. (Bento XVI, Homilia do Santo Padre Bento XVI na Vigília Pascal de 2006).

    Quando se lê esta homilia de 2006, os textos atuais e até mesmo seus escritos anteriores a elevação a cátedra de Pedro, uma conclusão fácil é esta: ele segue uma linha que não muda…

  16. Ana Maria como sempre, metendo a boca nos sacerdotes e nos Papas.. se Padre Pio de Pietrelcina estivesse vivo, lhe meteria um tapa na boca por ousar falar mal dos sacerdotes, como fez ainda vivo com um senhor que quis falar mal de seu arcebispo, que tinha fama de “mulherengo”. Toma rumo, mulher!

  17. “Wagner, que sabor de protestantismo…”[2]

    Quanto ao derradeiro encontro nos resta rezar e aguardar.

  18. Deus o abençoe santo Padre, e o faça confirmar vossos irmãos na fé, mesmo que venha, desgraçadamente, a confirmar-se Assis III, e que lá, também lá, vossa santidade repita o que foi dito sabiamente em vossa homilia na missa “In Coena Domini” de 2011:

    “…Portanto, esta unidade não é algo somente interior, místico. Deve tornar-se visível; tão visível que constitua para o mundo a prova do envio de Jesus pelo Pai. (…) Por isso, fazem necessariamente parte da Oração Eucarística da Igreja as palavras: «una cum Papa nostro et cum Episcopo nostro». Isto não é um mero acréscimo exterior àquilo que acontece interiormente, mas expressão necessária da própria realidade eucarística. E mencionamos o Papa e o Bispo pelo nome: a unidade é totalmente concreta, tem nome. Assim, a unidade torna-se visível, torna-se sinal para o mundo, e estabelece para nós mesmos um critério concreto.”

    Fazendo assim, um corajoso chamado claro e explícito aos não católicos para que se convertam à santa Igreja de Cristo, para serem interior e exteriormente unidos à Ela.

    Rezemos pelo santo Padre e pela santa Igreja!

    Ainda que cambaleantemente, viva o Papa!

    Viva Cristo Rei!

    Viva Maria Santíssima!

  19. Gustavo, não me lembro da homilia, porque em 2006 eu ainda não era católico de fato! LoL

    Mas aparentemente não há nada assustador nas palavras de Bento XVI!

  20. Por que tem de ser tudo “aparentemente”…, por diplomacia…, a contragosto…?

    Me faz lembrar a autorização do Papa Paulo VI para distribuir a comunhão na mão, onde o Papa revelava que era a contragosto que tomava aquela decisão e pedia que nos lugares onde se distribuia a Comunhão na lingua que permanecesse.

  21. Vem cá: Tem gente que acredita mesmo que nessa aberração do encontro de Assis o Papa Bento XVI vai pedir para que os seguidores das falsas religiões aceitem e se converta a Cristo Jesus e a Sua Única e Verdadeira Santa Igreja Católica Apostólica Romana?

    É, tem católico que vive em um mundo de fantasias!

    Bento XVI já demonstrou que vai continuar seguindo as loucuras do Vaticano II e todas as suas distorções doutrinais. Por que esses católicos que vivem em um mundo carismático ainda insistem em tentar colocar panos quentes?

    Bento XVI NÃO É O PAPA DA RESTAURAÇÃO QUE NOSSA SENHORA NOS DISSE QUE VIRIA. SE ACOSTUMEM COM ISSO E REZEM PARA QUE NOSSA MÃE MARIA SANTÍSSIMA INTERCEDA DIANTE DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO PELO PAPA DA RESTAURAÇÃO.

  22. A estrutura protestante idólatra está falida!
    Coitado deles, escravizados pela letra!
    Começar agora a lutar sem violência, no caminho de Cristo, mortificando o orgulho e a ambição!
    Lutar no caminho do Senhor, no caminho da liberdade!
    É simples: fazer ao próximo aquilo que queremos que ele nos faça e amar a Deus acima de tudo!
    O resto é idolatria, vaidade e ambição.
    O caminho já foi trilhado e não há como retornar! A vida é agora e nesse mundo! A verdadeira tradição encontra-se em Cristo Nosso Senhor! Olhem a vida de alguns santos e o exemplo de entrega completa, de compromisso com a verdade, de renúncia.
    Então, cantemos ao Senhor um cântico novo! Um cântico para que o mundo se transforme, não num mundo do passado, mas num mundo verdadeiramente livre e comprometido com a verdade.
    “Porque procuram entre os mortos aquele que está vivo’?
    Compromisso com o evangelho já !
    Mãos a obra! Pelo menos no nosso quintal.

  23. Malditos tempos em que até os Papas causam desuniões…

  24. RIcardo
    abril 26, 2011 às 11:35 pm

    Ana Maria como sempre, metendo a boca nos sacerdotes e nos Papas..
    Quem cala consente! Do que falo há provas. Obrigada por observar meus comentários, ao menos pra isso vc tem bom gosto.
    se Padre Pio de Pietrelcina estivesse vivo, lhe meteria um tapa na boca por ousar falar mal dos sacerdotes, como fez ainda vivo com um senhor que quis falar mal de seu arcebispo, que tinha fama de “mulherengo”.
    Ele fez bem em meter a mão nesse homem, afinal de contas ele n tinha prova EU TENHO PROVA! analisa criatura, um péssimo sacerdote ser poupado do seu erro, é destruir almas de inocentes que segue os erros do mesmo.
    Além do mais:está para nascer um homem(seja ele quem for) que meta a mão na minha cara e n vá parar ao menos na UTI.

    Toma rumo, mulher!
    Que rumo? O do ecumenismo e da tua opinião? O rumo dos gritinhos histéricos de viva o papa ou os gritinhos de “gostoso” pra fábio de melo? Senhor RI RI RI cardo (faz me rir), jamais serei do seu rumo.