Padre contraria CNBB e elogia Supremo por legalizar união de casais gays no Brasil.

O Globo – RIO – A primeira reação do frei Gilvander Moreira, padre mineiro da Ordem dos Carmelitas, ao ser convidado a analisar a decisão do Supremo Tribunal Federal sobre a união civil entre pessoas do mesmo sexo foi de temor: “Vou ser reconhecido por quem é de mente mais aberta, mas vou apanhar muito dos dogmáticos e conservadores”. Porém, mesmo desconfiado de que pagaria caro pela entrevista, resolveu falar porque “a causa é justa e vale a pena”. Mestre em Exegese Bíblica, professor de Teologia e assessor da Comissão Pastoral da Terra, Frei Gilvander disse que o Supremo está de parabéns por tornar visíveis as milhares de uniões homoafetivas do país.

Como o senhor recebeu a decisão do Supremo?

GILVANDER MOREIRA: Com alegria, pois é uma vitória dos movimentos e dos grupos que historicamente vêm lutando pelo direito à liberdade sexual homossexual. Nesse caso, o STF posicionou-se com justiça e equidade. A sociedade está em constante transformação, e esse grupo em questão existe e está no dia a dia vivendo e construindo suas relações à margem da sociedade. Devido a isso, o Direito não podia mais se esconder ou continuar negando esse direito a relações homoafetivas. Foi um exemplo de coragem e cidadania. Tornou-se visível o invisível. Declara-se assim o início do fim da hegemonia da moral heterossexual. Abre caminho para a afirmação, à luz do dia, das mais de 60 mil uniões estáveis entre homossexuais no Brasil, que até aqui pagavam um altíssimo preço pela sua orientação sexual.

Como o senhor vê hoje a situação dos homossexuais no Brasil?

GILVANDER: Segundo o pesquisador Luiz Mott, da UFBA, o mais preocupante é que o registro de violência contra a população LGBT vem aumentando ao longo dos anos. De janeiro a novembro de 2010, Mott contabilizou 205 assassinatos. Estima-se que o número de casos de discriminação da população LGBT atinge entre 10 mil e 12 mil por ano no país.

O senhor considera a sociedade brasileira preconceituosa?

GILVANDER: Infelizmente estamos numa sociedade preconceituosa, intolerante, hipócrita e cínica. Ainda há muito moralismo, fundamentalismos e sectarismos em segmentos conservadores de igrejas e da sociedade, que ficaram irritados e questionam o acerto da decisão. No último Censo, foi declarado que há mais de 60 mil uniões estáveis homoafetivas no Brasil. O movimento que defende os direitos dos homossexuais está crescendo, o que é muito bom. Na decisão do STF , não se pode deixar de destacar e parabenizar a luta deste movimento, que vem marchando pelas ruas e erguendo suas bandeiras.

Já ouviu confissões de pessoas que se declararam homossexuais? Que conselhos costuma dar?

GILVANDER: Já ouvi. Uma, por exemplo, perguntou: “Gostei muito da sua homilia de ontem. Por isso, resolvi me confessar. Frei Gilvander, ser homossexual é pecado?”. Disse ainda que tinha lido um livro da Renovação Carismática que dizia que não era pecado ser homossexual, desde que não colocasse em prática o sentimento. Mas a pessoa disse que não tinha como não colocar em prática. Diante disto, preferia até se suicidar. Respondi que, se o elo mais forte de uma corrente é justamente o elo mais fraco, só poderá ser mais justo e aplaudido por Deus o elo enfraquecido e discriminado. Feliz do povo que ouve os clamores dos que fazem outra opção sexual senão a hegemônica. Deus ouve os clamores de todas as pessoas oprimidas. Deus é amor e não discrimina e nem pune ninguém por opção ou orientação sexual. Deus acolhe a todos sem distinção. Eu disse ainda que devemos respeitar todos, mas não podemos respeitar todos da mesma forma. Sentindo-se compreendida e acolhida, a pessoa desistiu do suicídio. Ergueu a cabeça, levantou-se e foi embora.

A união civil entre pessoas do mesmo sexo ameaça a família?

GILVANDER: Penso que não, por vários motivos. São minorias e há uma grande pluralidade de famílias hoje. Há famílias tradicionais; famílias só com mãe e filhos (monoparental); 80 mil famílias sobrevivendo debaixo da lona preta em acampamentos clamando por reforma agrária; milhares de famílias que sobrevivem apertadas em um único quarto de cortiço; milhões de famílias arrochadas em barracos nas favelas; famílias só “marido e mulher”, sem filhos. Por que não pode haver também famílias homossexuais?

Há referências diretas ou indiretas na Bíblia sobre o tema?

GILVANDER: Na Bíblia, o primeiro relato da Criação (Gênesis 1,1-2,4a) mostra o ser humano profundamente ligado a todas as criaturas do universo. De uma forma poética, o relato bíblico insiste na fraternidade de fundo que existe entre todos os seres vivos, que são uma beleza. Nas ondas da evolução, Deus, ao criar, sempre se extasia diante de todas as criaturas e exclama: “Que beleza! Bom! Muito bom!” O livro de Atos dos Apóstolos resgata, nas primeiras comunidades cristãs, essa mística ao dizer que não há nada impuro. Tudo é puro, é sagrado.

O que o senhor tem a dizer sobre o uso da camisinha?

GILVANDER: Devemos preservar a nossa vida, a do próximo e a de toda a biodiversidade. Para isso, são necessárias várias coisas, entre as quais o uso da camisinha nas relações sexuais. Por questão de saúde pública e respeito à sacralidade de cada um. Não podemos correr risco de contrair HIV e/ou doenças sexuais que matarão o outro aos poucos. Isso não tem o apoio do Deus da vida. Mas camisinha não é panaceia para todos os males. Enquanto houver sexismo, imoralidades e erotismo trombeteados aos quatro ventos por novelas e filmes, reduzindo a mulher a objeto, infelizmente só usar camisinha será paliativo. É preciso educação de qualidade e elevar o nível cultural do povo.

Sua posição a respeito de tais temas é solitária na Igreja?

GILVANDER: Não. Há muitos teólogos e teólogas, cristãos e cristãs, que partilham conosco essas posições. Todo o povo da Teologia da Libertação. Na Igreja, há membros que comungam conosco dessa visão mais compreensiva com os direitos das minorias. Há igrejas e não apenas uma igreja. Quando membros da Igreja instituição se posicionam de forma moralista, proselitista e autoritária, afugentam muitas pessoas. Mas quando membros da igreja ouvem, dialogam e, inspirados no evangelho de Jesus Cristo, testemunham o grande sonho do Deus, o da vida em liberdade e abundância, cativam muitas pessoas para se engajar em projetos humanizadores.

* * *

Ayres Britto elogia padre Gilvander por sua defesa da união homoafetiva

O Globo – BRASÍLIA – Relator do processo que reconheceu a união estável de casais gays, o ministro Ayres Britto, do Supremo Tribunal Federal (STF), elogiou a coragem do padre mineiro Gilvander Moreira, da Ordem dos Carmelitas, em falar sobre o tema polêmico. O padre enalteceu a decisão do STF , defendeu a constituição de famílias homossexuais e afirmou que parte da sociedade é preconceituosa, intolerante, hipócrita e cínica. Ayres Britto considerou a postura de Gilvander atual e moderna:

VOTE: A posição da Igreja sobre a união estável de casais gays vai contra os próprios ensinamentos dela?

– Quanto ao conteúdo humano, contemporâneo e mentalmente arejado da opinião do padre, só tenho que me congratular com ele e parabenizá-lo pela coragem e lucidez.

Entre os ministros do STF, há uma preocupação em tirar da decisão do tribunal qualquer conotação religiosa e até humanística, classificando-a como técnica e constitucional. A decisão, segundo Ayres Britto, seguiu preceitos técnicos:

– O Supremo fugiu de uma interpretação meramente literal. E o fez pela unanimidade de seus membros. Até porque a interpretação meramente literal é muitas vezes o modo mais eficaz de tornar a Constituição ineficaz.

O ministro Marco Aurélio reconheceu que a manifestação do padre pode ampliar ainda mais a discussão sobre o tema:

– É uma voz que parte do segmento religioso. Portanto, não deixa de ter uma ressonância muito grande.

Há receio de que carmelita sofra sanções da Igreja

O posicionamento do padre da Ordem dos Carmelitas foi festejado por representantes da comunidade gay e até por setores ligados ao catolicismo no país. Para todos, Gilvander teve coragem ao enfrentar a Igreja, mostrando coerência com o que pregam as doutrinas cristãs. Ao mesmo tempo, a avaliação é que, infelizmente, Gilvander deverá sofrer sanções que podem inibir outros religiosos progressistas de se manifestar publicamente sobre questões polêmicas.

O ativista Beto de Jesus, do Instituto Edson Neris, que trata de assuntos ligados aos homossexuais, disse que aplaude de pé as declarações:

– Tiro o chapéu e aplaudo de pé porque ele teve compromisso não apenas com as estruturas hierárquicas da Igreja, mas com o Evangelho.

Segundo Jesus, são muitos os padres, freiras, pastores e outros envolvidos com a Igreja, católica ou não, a favor do movimento gay. Ele lamentou as sanções que provavelmente Gilvander receberá da Igreja.

– Existem milhões de exemplos de quanto a igreja errou em diversos assuntos, com represálias e perseguições contra pessoas que se manifestaram contra a hierarquia. Ele (Gilvander) deve sofrer sanções, mas mostrou a gays e lésbicas católicos que há vozes dissonantes na igreja.

Para uma das coordenadoras do Grupo de Católicas pelo Direito de Decidir, Valéria Melki Busin, a posição do padre mostra que há posicionamentos individuais que confrontam a “ditadura religiosa”.

– Ser católico não é ser como o Papa, porque há várias doutrinas católicas. O catolicismo não é essa coisa monolítica como muitos pensam – diz ela, para quem a manifestação pública do padre Gilvander é também excepcional. Assim como Jesus, Valéria também acredita que sanções deverão ser aplicadas a ele.

O presidente da ONG Casarão Brasil, Douglas Drumond, também considerou inaceitáveis alguns dogmas impostos pela Igreja, os quais, diz ele, ferem princípios do Evangelho: – A Igreja precisa abrir espaço para todos os tipos de pensamento, é isso que ajuda a fazer uma sociedade mais justa e democrática.

* * *

Belo Horizonte de novo!

Frei Gilvander é Professor de Exegese e Teologia do Evangelho de Lucas e Atos dos Apóstolos no Instituto Santo Tomás de Aquino (ISTA) em Belo Horizonte e no Seminário Maior de Mariana. Apresenta o programa Palavra Ética uma vez por semana, veiculado em TV a cabo, via NET, no canal 6, e via OI, no canal 13.

Lamentavelmente, Belo Horizonte vem ganhando infeliz notoriedade por conta dos escândalos contra a Fé e a Moral Católicas perpetrados sob o olhar complacente do senhor arcebispo Dom Walmor Oliveira de Azevedo, a quem nossos leitores podem se dirigir clicando aqui. Membro da Comissão Episcopal de Doutrina da CNBB e da Congregação para a Doutrina da Fé, Dom Walmor tem mostrado sua completa inaptidão para ocupar os cargos que lhe foram confiados.

Outros endereços úteis:

SEGRETERIA DI STATO DELLA SANTA SEDE

Eminência Reverendíssima Dom Tarcisio Cardeal Bertone
Palazzo Apostolico Vaticano
00120 Città Del Vaticano – ROMA
Tel. 06.6988-3438 Fax: 06.6988-5088
1ª Seção Tel. 06.6988-3014
2ª Seção Tel. 06.6988-5364
e-mail: vati026@relstat-segstat.va; vati023@genaff-segstat.va ; vati032@relstat-segstat.va

CONGREGAZIONE PER LA DOTTRINA DELLA FEDE
Eminência Reverendíssima Dom William J. Levada, Prefeito desta egrégia Congregação,
Palazzo del Sant’Uffizio, 00120 Città del Vaticano
E-mail: cdf@cfaith.va – Tel. 06.6988-3438 Fax: 06.6988-5088

CONGREGAZIONE PER IL CULTO DIVINO E LA DISCIPLINA DEI SACRAMENTI
Eminência Reverendíssima Dom Antonio Cardeal Cañizares Llovera, Prefeito desta egrégia Congregação,
Palazzo delle Congregazioni
Piazza Pio XII, 10
00120 CITTÀ DEL VATICANO – Santa Sede – Tel. 06-6988-4316 Fax: 06-6969-3499
e-mail: cultidiv@ccdds.va; vpr-sacramenti@ccdds.va

CONGREGAÇÃO PARA O CLERO

Palazzo delle Congregazioni, 00193 ROMA, Piazza Pio XII, 3 – tel: (003906) 69884151, fax: (003906) 69884845, Email: clero@cclergy.va

Cardeal Serafim Fernandes de Araújo – ARCEBISPO EMÉRITO DE BELO HORIZONTE
domserafim@fjfa.org.br

NUNCIATURA APOSTÓLICA – DOM LORENZO BALDISSERI
Av. das Nações, Quadra 801 Lt. 01/ Cep 70401-900 Brasília – DF
Cx. Postal 0153 Cep 70359-916 Brasília – DF
Fones: (61) 3223 – 0794 ou 3223-0916
Fax: (61) 3224 – 9365
E-mail: nunapost@solar.com.br

57 Comentários to “Padre contraria CNBB e elogia Supremo por legalizar união de casais gays no Brasil.”

  1. E ainda tem gente q acha na época de Torquemada a situação era obscura…

  2. E ainda tem gente que acha que vivemos uma primavera na Santa Igreja!

  3. ÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊ Mais festa no Inferno!!!! Mais um sacerdote defendendo o pecado!!!!! Com o apoio imediato da gaystapo e das “Católicas fãs de Herodes: Pelo direito de matar inocentes”.

    Que tempos são esses meu Senhor? E tem gente dizendo que o juízo final tá marcado pra sábado agora (vários outdoors nas cidades http://www.ebiblefellowship.com/pt/may21_pt.html)… Se não é o Fim do Mundo, ao menos é o Fim da Picada.

  4. Há que se ter em mente que esse Frei Gilvander já há muito escandaliza com artigos postados no sítio da Província de Santo Elias, a qual pertence. Lembremos que os freis dessa Província são praticamente farinha do mesmo saco. No passado imploramos para que tomassem uma atitude em relação ao aluguel (dizem que até venderam) de um andar inteiro para as Católicas pelo Direito de Decidir. Sim, foram esses mesmos freis carmelitas calçados (não confundir com o ramo descalço iniciado por Santa Teresa de Ávila e São João da Cruz)que deram guarita às CDDs.

    E para finalizar façam uma pesquisa do youtube e veja os vídeos em que ele aparece denfendendo o MST e todas as causas da TL.

    Ele agora só expressou mais abertamente o que pensava, mas não mudou sua linha.

    Cabe agora uma atitude séria do bispo local, pois de seus superiores não se pode esperar muita coisa. Como, disse, no passado até os superiores carmelitas internacionais foram alertados do vergonhoso conluio com as CDDs. Entrou por um ouvido e saiu pelo outro.

    Alguém sabe quem é o bispo responsáve? O núncio não pode se calar diante disso.

  5. Penso que talvez seria interessante conseguir também o contato dos superiores do Carmelitas da Antiga Observância, ordem da qual o frei faz parte.

  6. Conheci o Frei Gilvander numa época em que, lastimavelmente, eu era ecumênico e freqüentava reuniões do CONIC em Belo Horizonte. Numa destas reuniões ele estava presente como fazer uma palestra. Antes da fala deste frei houve a apresentação de algumas pessoas presentes, entre elas uma “presbítera” metodista. Após esta apresentação do frei disse: “Vocês evangélicos estão sempre a nossa frente… a quanto tempo vocês já tem presbíteras!”

  7. A fumaça de Satanás não somente entrou na Igreja, mas parece estar se dissipando com a velocidade da luz. Um horror!!!!!!!!!!! O que mais me entristesse, contudo, é a inércia dos bispos que nada fazem contra religiosos como esses. Uma desonra para o Carmelo que honrou a humanindade com Santos como Teresa de Ávila e São João da Cruz. Cristo tenhaj piedade de nós!!!!!!! Se não fosse a promessa de Cristo de que as portas do inferno não prevaleceriam sobre ela, já estaria com medo………..

  8. É mais um grito desesperado e fulminante da legião de gays que invadiu os Seminários e casas de “formação”, melhor seria, de DEPRAVAÇÃO nas últimas décadas…
    Enquanto esse pus não for totalmente expurgado da Santa Igreja, o que demorará décadas ainda, casos como esse acontecerão aos montes…
    Digo sem medo de errar, visitar algumas casas religiosas ou seminários hoje em dia é preciso ter estômago pela depravação e efeminidade dos seus membros, DEUS NOS SALVE!!!!!!!!!!! Dá asco!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Os superiores? Os “formadores”? Tapam os olhos com a peneira…
    Não sei qual seria pior, se certas casas de “formação” e seminários hodiernos, ou a corte de Alexandre VI e companhia…
    Dupliquemos nossas orações, sobretudo nossos Rosários, contra essa lama repugnante na Igreja e, como dizia D. Castro Mayer: IPSA CONTERET!
    Senhora e Rainha de Fátima, rogai por nós!

  9. É claro que esse sacerdote deve ser denunciado a seus superiores e punido mas admito que sinto mais compaixão do que raiva dele pois está completamente desorientado por um misticismo humanista com uma boa dose das maluquices da “nova-era”. Só assim ele pôde varrer para deixo do tapete a primeira carta de São Paulo aos Coríntios. Rezemos a façamos penitência pelo clero. Dom Mayer dormia sobre tábuas suplicando a Deus que seu claro não desse escânda-los. Receio que a maioria dos bispos não façam mais penitência pelo clero, então façamos nós na medida da prudência.

    Senhor dai-nos santos sacerdotes!

  10. Denunciemos, mais uma vez, peço a todos por AÇÃO, não é hora de vita contemplativa, mas de vita activa. No caso de mandar textos para autoridades Vaticanas, não seria ideal mandar em italiano? Se estiverem dispostos, podemos escrever uma carta assinada em conjunto, em italiano. Só precisamos de pessoas dispostas a agir. Lembrem-se que, se a geração dos anos 60/70 tivesse agido como Lefebvre, o Vaticano II teria ido para o saco, teria sido revisto com alguma ”lei interpretativa”.

  11. Viva o Concílio Vaticano II!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Viva a primavera do Concílio!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Ehhhhhhhhhhhhhhhhhhh!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  12. Seminários e casas religiosas deveriam ter, em sua maioria, uma placa na porta com os dizeres: “casa de tolerância”. Que diferença há entre eles e o meretrício?
    Esse fradezinho envergonha o Carmelo, mas vai continuar com suas diabolices, pois não tem homem no episcopado para derrubá-lo (com pouquíssimas exceções). Nós é que estamos indo contra a corrente.

  13. Interessante dizer que só Dom Lefebvre foi excomungado por defender a Igreja de sempre. E este péssimo sacerdote o que faz na Igreja, ainda? Alguém pode me responder? Com a palavra alguém que sempre me dirijo:O padre Paulo Ricardo.

  14. Que vergonha para uma ordem tão santa…aqui no Brasil já conseguiram manchar o nome dos Jesuítas, Dominicanos, Franciscanos e agora dos Carmelitas…aonde vamos parar?

  15. Apenas duas perguntas:

    Será que Ele é Cristão?

    Qual será a atitude do Senhor Bispo?

  16. Comentar o quê?

    Todos nós temos culpa nisso no fim das contas.

    Nós também, não em questão moral, mas em questão de fé (o que pode até ser pior), não nós decidimos o que queremos defender o deixamos de repudiar aquilo que é odioso a Deus…

    Entre os tradicionalistas há muitas, mas muitas pessoas que defendem coisas que são contrárias à Tradição da Igreja, coisas que são também invenções do Vaticano II…por que vamos ficar “impressionados” somente com essas defesas deste padre em relação ao homossexualismo se nós defendemos a Missa Nova e muitas coisas turvas diante da fé que aparecerão no Vaticano II?

    Posicionar-se contra o ataque à constituição feito pelo STF e etc, é ótimo. Mas para ficar nisso, temos os protestantes que têm uma bancada no congresso enorme, muito maior que a católica e que já está fazendo muito contra estas coisas (aborto e etc). Claro, é bom que façamos eco juntamente nesta empreitada.

    Mas nossa verdadeira missão, muito antes, é a de protegermos a nossa própria fé. E infelizmente nós erguemos a bandeira da Missa Tridentina muitas vezes, sem abaixar a bandeira da Missa Nova, e fora isso, muitas outras bandeiras confeccionadas pelo Vaticano II.

    Como teremos a verdadeira moral se não nos preocupamos com a verdadeira fé? Como ter a verdadeira Fé, se nos preocupamos em obedecer FALSAS DETERMINAÇÕES de pessoas da Igreja…

  17. Só lembrando também do excelentíssimo senhor deputado federal e Padre Luiz Couto que hoje mesmo estava no VIII congresso LGBT na Câmara Federal…. Padre, Gayzista e Petista.
    Luiz Couto é um escárnio ao Clero, é um absurdo que ainda não tenha sido excomungado de vez… Aonde estás, Dom Aldo, aonde estais…

  18. É o lobo em pele de cordeiro.

  19. Tenhoi 82 anos bem vividos. Sou ex-aluno Salesiano com muito orgulho. Desde jovem debato comigo mesmo sobre este problema e nunca coloquei a religiosidade e muito menos o Vaticano como centro dessa questão. Nas minhas análises, simplóriamente, talvez, acho apenas, e basta isso, que Deus criou o homem e a mulher com a santa missão que é a procriação. Quem apoia tal aberração contraria a ordem de Deus e apoia o que é anti-natural. Quando esses “modernos” pensadores” chegarem a ser maioria e me parece que caminhamos para esse fim, a humanidade irá, sem a procriação, simplismente se auto destruir. Esse freizinho, acredita mesmo que Deus criou também aquilo que ele declara como ORIENTAÇÃO SEXUAL ? – Absurdo ! Ele não passa de uma “bicha” teóloga – Tem muitos por ai

  20. O que eu acho engraçado que tudo é culpa do CVII.. se um padre dá escândalo: culpa do Concilio.. se um padre larga a batina: culpa do Concilio.. alguém já parou pra pensar que Nossa Senhora de la Salette já havia aparecido no ano de 1846 à vidente Melanie dizendo:

    “Os sacerdotes, por sua má vida, por suas irreverências e sua impiedade em celebrar os santos mistérios, por amor do dinheiro, das honras e dos prazeres, tornaram-se cloacas de impureza. ”

    Isso em 1846!!! Viram?? Já havia IMPIEDADE em celebrar os santos mistérios, já estavam naquela situação.. mas antes havia certo encobrimento do clero.. agora que a coisa aparece com maior clareza, mas não porque começou a aconteceu por causa do Concilio Vaticano II..

    Agora eu seria doido de culpar os concíclios anteriores por causa disso? Claro que não.. Pessoal, parem de ser bitolados.

  21. Yago, dom aldo recuou na punição a este padre que vc citou.

  22. Ricardo,

    Ninguém é bitolado.

    O senhor mesmo dá a explicação que deveria receber. Mas o senhor não para para analisar com calma. Como disse o Luis, é justamente querer se afastar desta “bitolação” é que gera tantos problemas aos católicos atuais. Querer achar que tudo que ocorre na Igreja hoje é um mero resultado de um fluxo natural, quase que um acidente, e que o Vaticano II foi tão acidental quanto o que ocorre.

    Veja a explicação que o senhor mesmo dá:
    agora que a coisa aparece com maior clareza, mas não porque começou a aconteceu por causa do Concilio Vaticano II..

    Ninguém diz que a culpa dos problemas de hoje é integralmente vinda do Vaticano II, como se todo o mal do mundo tivesse se iniciado somente após este desastroso Concílio.

    O senhor explica bem: O mal começou a ocorrer antes do concílio. Alias, desde Adão e Eva.

    O senhor explica melhor ainda: “agora que a coisa aparece com maior clareza”.
    O Vaticano II tornou os erros da humanidade mais claros, mas não como um médico que identifica a doença mais claramente a combate. Ele a deixou mais clara, dando incentivo aos erros. Ninguém diz que todos os problemas no mundo nasceram no Vaticano II. Eles ganharam força COMO NUNCA ANTES no Vaticano II.

    E este é o problema apontado pelo Sr Luis:

    Hoje todos ficam abismados, boquiabertos com os problemas morais da sociedade, enquanto não compreendem os problemas de Fé da própria Igreja de Cristo, da sociedade de Cristo. Tradicionalistas contra tradicionalistas! Por que será? Por quê não possuem a mesma clareza na percepção da crise. Uns dizem que a Missa Nova, por ser válida, é a mesma coisa que a Missa Antiga. Outros, sem nenhum cuidado de distinção, dizem que tem o mesmo valor que a MIssa Tridentina. Outros, dizem que o Vaticano II não é protagonista nos problemas da Igreja, e quem diz o contrário é bitolados. Ainda outros, acreditam na continuidade da Tradição por meio de uma modernização da Igreja….a Igreja precisa se modernizar…

    Por que todos os tradicionais não ficam abismados com algumas coisas que vêm de Roma que são ao mesmo tempo ditatoriais e “democráticas”.

    Qual a diferença entre defender atitudes de Roma que vão contra a Fé de Cristo e defender um padre que defende coisas contrárias à Moral?

    Por que fazer um e não fazer o outro?

  23. Você pode se confessar com o Frei. Ele orienta o fiel adequadamente (como fez com aquele homossexual). Ele está em “plena comunhão”.
    Legalismos, legalismos…
    Afinal, o estado de necessidade acabou?

  24. Meu caro Ricardo,

    A diferença é que após este concílio a porta ficou escancarada. Perdeu-se a noção do que é certo e o que é errado, por isso ninguém é mais excomungado. Quase todos são tolerantes.

  25. mais uma vez um advogado advogando em causa própria.

  26. Penso que por meio desse posicionamento, busca ele se justificar e aparecer.
    Rasgou o catecismo, a escritura sagrada e a história da vida dos santos e martíres na frente de todo mundo.
    Corajoso como o capeta.

  27. Não é culpa do Vaticano II o padre defender tal idéia para si mesmo, é culpa do Vaticano II o clero ter uma percepção de que há ”progresso” na Igreja, ou seja, eles passam a pensar que ”um dia ela vai aceitar”, ”um dia será mais democrática”, etc.

    Portanto, no discurso deste padre essa percepção, fruto do malfadado concílio, é evidente.
    Antes, um padre saberia que nunca isso seria aceito e que seria punido ou mandado para uma paróquia no interior do Acre e nunca mais daria entrevista.

  28. Isso acontece bem debaixo do nariz do Arcebispo de Belo Horizonte .
    (membro da Comissão da Doutrina da Fé !!).
    E ele ?? Não vai fazer nada ??

    Vamos aguardar as providências…..

    Situação precárias as “ordens religiosas” no Brasil, (quase) todas contaminadas.

  29. Antes de comentar, uno meu grito ao do Yago, meu amigo e irmão:
    Onde está sua Excelência reverendíssima D. Aldo!? ONDE ESTÁ DOM ALDO!?
    FALOU BRAVAMENTE CONTRA DILMA, POR QUÊ AGORA TE CALAS!?
    ONDE ESTÁ NOSSO ARCEBISPO!!!!? NÃO VIRÁ PARA SALVAGUARDAR SEU REBANHO TÃO SUFOCADO POR CEBS, TL e RCC!? NÃO VIRÁ EM NOSSO SOCORRO!?

    E ao prezado Sr. Ricardo, decerto que o haviam, os escândalos, outrora, todavia, não eram “encobertos”, encobertos foram os da segunda metade do século XX, pela ideologia do Deus e da Igreja que “sabe é amar, que é capaz de perdoar”…
    Veja bem, meu caro, aqui na Paraíba, num seminário, haviam 200 seminaristas – palavras de um Monsenhor da cidade onde fica(-va ?) este seminário -, após o Concílio Vaticano II, diga-me, quantos você acha que sobrou!?
    Nenhum!
    Veja, a questão não é bem essa, ao menos antes alguns padres largavam a batina para casar e não continuavam no “celibato”(?) aprontando por aí, e o pior, agora não são mais mulheres, são homens, às vezes até crianças, e, mais ainda, às claras, na “cara-de-pau”! Sem escrúpulo!
    E não, nós não culpamos nenhum Concílio anterior, apenas o Vaticano II, que, no Direito da Igreja, é o “atual”, o que, por assim dizer, “vigora, voga”.
    A questão não é o que já acontecia, a questão é que se mexeu na Fé da Igreja, na liturgia da Igreja, tanto na Lex Credenti como na Lex Orandi; a questão era de como se tratavam os casos, e de quais eram os casos que ocorriam. Mais ainda, com o afrouxamento da Fé, da Doutrina e da Moral, como já reclamava nosso Santo Padre enquanto Cardeal Ratzinger – vide a situação de Maciel no pontificado anterior -, deu-se maior “liberdade” a essas libertinagens, mais do que no âmbito moral, cívil, político, “extra Ecclesiae”, mas sim no âmbito religioso, nas questões internas, e sopratutto no que diz respeito ao respeito para com Nosso Senhor!
    Sempre se teve o sacerdócio como indelével, e hoje, o que se diz dos padres!? “…é apenas uma carreira a mais a ser seguida…”

    Bom – meu comentário -, como sempre digo: “já me bastam meus pecados…”
    Precisamos rezar e fazer penitência, rezar por ele, e não ataca-lo pessoalmente – não falo, aqui, claro, de omitir-se, mas de, antes, corrigi-lo tomando as providências cabíveis (Cúria, Nunciatura, Vaticano) -, mas sim de denunciar os erros! Não se condenam as pessoas, mas os erros.

    E contra os hereges: “INCREPA ILLOS DURE”, repreende-os duramente!
    In Misericordia D. N. I. C.,
    Higor R. da Costa, P.

  30. Ana Maria,

    Retirei com resposta do link que vc me indicou.

    A crise do sacerdócio é uma crise da fé na Presença Real de Jesus na Hóstia consagrada. É porque já não acreditam mais no sublime sacramento da Eucaristia que os padres querem abandonar a santidade de seu estado de vida. Dom Lourenço Fleichman

  31. irmãos: façamos uma campanha contra esse pervertido dirigindo correspondências ao vaticano e vamos mostrar que o catolicismo está vivo!

  32. EXCOMUNGA! EXCOMUNGA! EXCOMUNGA!

  33. Caros amigos, moro aqui em BH, e lamentavelmente vivo este nado contra a maré cotidianamente. De fato D.Walmor é inerte, é inseguro, e seguramente não tomará nehuma providência para que o Padre seja punido, ele fará como faz um bom mineiro ( sic) embora ele seja baiano, esperará apoeira abaixar e nos esquecermos do fato, alías, é o que faz sempre. Os carmelitas aqui já foram motivo de escandalo para Igreja, aproximadamente dois anos anos, D. Walmor quis retirar daqui outro Frei, pois este se posicionava a favor do aborto, porém, pressão dos fiéis venceu, e ele continua na Igreja. A Igreja do Carmo é frequentada pelos moradores do entorno, gente de classe média alta, e a igreja presta serviços sociais a comunidade, por isso a pressão. Mais um vez o politicamente correto em detrimento do que disse Cristo. Por isso , embora eu mesma tenha escrito e-mail para D. Walmor, o melhor mesmo é escreve para o Vaticano, para o núncio. Quanto ao Ricardo, concordo com o Vladimir, não se trata de culpar o CVII, mas que ele , autorizou o que vem acontecendo ultimamente e que nos escandaliza, autorizou. E, reflitam o que disse Bento XVI, em 1984 quendo perguntado sobre o que se referia o 3º segredo de Fátima. ” Leiam o cap. 24 de Isaías, lá está o 3° segredo”, é de arrepiar… não foi em La Sallete que sabiamos o que aconteceria, foi muito antes, 1000 anos antes de Cristo, Isaías já nos alertava… ” A terra será profanada so os pés de seus habitantes; com efeito, eles transgrediram as leis, mudaram o decreto e romperam a aliança eterna” ( 5)” Os traidores traíram; sim, os traidores cometeram uma traição”(16)

  34. Prezada Mônica,

    Espero que já saiba da Santa Missa celebrada em BH no rito latino-gregoriano. Se não, as informações sobre ela estão aqui: http://missabh.wordpress.com/

    Fique com Deus!

  35. Ok, vamos “não ser bitolados”.

    Senhor Ricardo, esclarecendo-o de outra forma: o CVII apenas quebrou a espinha dorsal da Santa Madre Igreja. Só isso.

    http://stdominic3order.blogspot.com/2007/01/concilio-vaticano-ii-numeros-pos-e-pre.html

    Creio que agora tenha ficado mais clara a falsa impressão de “bitolagem”.

    Isso porém não parece ser um fato isolado contra a Igreja, somos atacados por todos os lados e a Igreja mais do que todos por ser o principal pilar do que resta de bom na sociedade. É como pingar veneno gradativamente na rede de abastecimento d´água.

    Até, aproveitando o gancho do senhor Vladimir, digo que na verdade começou com o orgulho de Lúcifer.

    Quanto à situação atual, não vou me espantar se o rev padre começar a casar gays ou apoiar algum movimento a respeito disso. Talvez um pouco. Entretanto é o que logo vão pleitear no Congresso. E o que faremos nós? Mal temos padres e se as leis que querem forem aprovadas, teremos menos ainda pois quem não aceitar casá-los será acusado de preconceito e irá para a cadeia imediatamente. Fará o Vaticano alguma coisa para impedir isso? Até onde eu saiba muitos cristão continuam sofrendo perseguições piores antes da morte até hoje, talvez nesse exato momento.

    E o que faremos nós? Muita penitência e orações, enquanto esperamos? Conscientização das autoridades que podem minimizar os desastres, enquanto esperamos? Abstração da realidade macro e omissão? Indiferença talvez? Afinal já vem acontecendo desde o início, não é? Francamente…

    Senhor José Pedro, bem observado. Realmente o rev. padre parece ignorar os princípios elementares da biologia. Como a maior parte das novas gerações. Nos preparemos pois a coisa ainda irá piorar.

    Higor, bela frase, mas lembrei-me de outra “AOS INIMIGOS PESSOAIS A OUTRA FACE AOS INIMIGOS DA FÉ A ESPADA”. Mas e agora? Ele deve ser considerado apenas uma maçã que caiu da macieira II ou um inimigo ativo por tudo o que defende e pela consequência pública direta disso?

    Sim, devemos amar o pecador e odiar o pecado. Mas num caso como esse onde acaba um e começa o outro? Inimigo pessoal ou inimigo da Fé?

    Seríamos responsáveis por nossos atos ou nossa responsabilidade se isenta ou diminui por erros que nos antecedem? E os que respondem por nós que parcela têm nisso?

    E sim, Osires, é no mínimo curioso a Igreja conciliar ser tão ecumênica com todos, menos com Monsenhor. O que isso nos diz da Igreja conciliar? E o que isso nos diz de Monsenhor?.

    Resumindo: Piores cegos os que não querem ver. Piores paralíticos os que não querem andar. Piores surdos os que não querem ouvir. Piores indignados os que reclamam e não querem atuar. E piores católicos os que se contentam em justificar o por que de serem mornos e continuarem na Igreja conciliar.

    Ou ainda os tradicionais que percebem, e por medo de perder a Missa se calam e ignoram os perigos que falsos tradicionalistas difundem dentro da própria Tradição.

    Perigos difundidos inclusive sob a pele, ou melhor, sob hábitos que deveriam honrar, jogando padres contra padres, fiéis contra padres e fiéis contra fiéis. Não é a toa que na cidade em que tenho a oportunidade de assistir a Santa Missa, depois de mais de 13 anos de Tradição, ao contrário do que dizem por aí afora e da imagem montada que estão se esforçando para passar, os frutos são frustrados e a Tradição não cresce. Quem vê de perto sabe. Quem visita de vez em quando se deixa enganar.

    Isso é para nos lembrarmos que não é porque estamos dentro da Tradição é que estamos ilesos. O DEMÔNIO NÃO DÁ TRÉGUAS.

  36. Sr. Daniel Zamora,

    Considerando o volume atual de fatos e pessoas a serem denunciadas, o que acha de algo mais solidamente organizado? Até mesmo para criar um mecanismo facilitador de denúncias aos órgãos e autoridades competentes.

    O frates têm feito um buoníssimo trabalho de divulgar, porém não é seu foco mobilizar os católicos de plantão.

    Meu e-mail é joaofrancisco.martinez@gmail.com , se tiver interesse vamos conversar mais sobre isso. O convite fica aberto a todos que tiverem interesse.

    Quanto ao idioma dos textos, será possível que não haja ninguém que fale português lá?

    In Cor Iesu

  37. Renato, muito obrigada pela informação, pode deixar que agora já tenho como fazer esta comparação, e que bom que as celebrações são todos os domingos em um horáro acessível, pois havia tido informações, de Missas em domingos determinados.

    Fique Deus também,

    Mônica

  38. Sei Deus quisesse homem com homem não teria feito Adão e Eva mas sim Adao e IVO.. sei que a piada é antiga mas é bem atual ..

    Que Deus não permita que essa ofensa ao Evangelho de Jesus seja aprovada no Congresso.

  39. Olha, concordo plenamento que vemos hoje em dia muito abuso por parte do clero, dentro da liturgia e tudo mais. Não discordo de ninguém de todas as notícias catastróficas e a grande crise que a Igreja enfrenta. O que discordo, minha gente, é o que muitos aqui fazem. Falam do CVII como o causador de todos os males. O mal veio lá de trás, a crise veio caminhando lenta e progressivamente aos poucos muito antes do Concílio Vaticano II. Querer por a culpa nele, justificandio nele todos os males dentro da Igreja, isso não é nada lógico. Eu sempre ficarei com o Papa, e se ele diz que devemos olhar para o Concílio Vaticano II à luz da Tradição de 2000 anos, eu fico com ele. Podem meter a boca em mim, prefiro ser obediente e ficar com a Igreja.

    Vladimir, você disse que “ninguém acredita que integralmente os males vieram do CVII”.. olha, para um momento pra ler com calma os comentários dos leitores do site.. certeza que não têm a mesma opinião que você! Aqui vale tudo, xingar padres, duvidar das beatificações e canonizações, dar a condenação eterna das pessoas..

    Não sou contra a Tradição, nem contra a missa tridentina.. amaria que na minha cidade existisse algum lugar que voltasse a celebrar a missa em latim, versus Deum, com o devido respeito à liturgia, mas sou contra falar mal de concílios, xingar os sacerdotes e coisas do tipo. Devemos rezar pelos sacerdotes, ao invés de falar mal, e esperar pela sabedoria do Santo Padre, que sabiamente, tem se mostrado favorável a corrigir muiita coisa que precisa de fato ser melhorada.

    Bom, essa é minha opinião. :)

  40. Este frei é protestante de pai, mãe e parteira, como se diz aqui em minha terra! Filho de Sem Terra e protestante… no que ia dar? Ele foi amamentado no leite de Lutero… Vai ver que a “conversão” foi de mentira, para se infiltrar na Igreja e implodi-la! Mas para isso – infiltrar – teria que ser comunista tb… ops! E não é que a familia é?????

    A Igreja tem que olhar com muito cuidado essa onda de “conversões” de protestantes ao Catolicismo (fenômeno que tem aumentado muito ultimamente…) sobretudo qdo o ex-protestante – já adulto – quer ser religioso ou religiosa… Quantas almas se perderam com essa “brincadeira”?

  41. Acho muito simplista dizer todos os males da Igreja se devem ao CV II.
    As raízes dos erros que constatamos/criticamos são mais profundas e complexas.

    Apostaria no “Modernismo” que foi se infiltrando na Igreja e dominando “corações e mentes”,
    além da influência do “mundo”.
    Mas creio que outros participantes deste blog tenham um melhor conhecimento/formação
    sobre o assunto e possam fazer uma avaliação mais precisa.

  42. Julia
    Este frei é protestante de pai, mãe e parteira, como se diz aqui em minha terra!
    Estranho o “em” minha terra, pq esse é um ditado usado em Minas Gerais, onde o herege nasceu. Vc n sabia?

    Filho de Sem Terra e protestante… no que ia dar?
    Ele n é filho de sem terra e ainda que fosse n há crime algum nisso. O problema do meu país com os sem terra é a doutrinação comunista católica dos freis e NÃO dos protestantes!
    O herege nasceu em um sítio no município de Rio Paranaíba no Estado de Minas Gerais. Tb n é filho de protestante, protestante n manda filho para seminário. O tal frei se tornou comunista no seminário.

  43. O ponto de vista do Ricardo está correto. Não devemos mesmo ir contra os Concílios, pois a mesma autorida que promulgou um , promulgou outro. Concordo com a visão dele, desde que creia em uma hermeneutica de continuidade. Ricardo, o que muitos aqui tentam dizer é que, existem sim muitos padres, bispos e até leigos que acreditam que se criou um Igreja Nova pós conciliar, desprezam a tradição e tudo o que ela é. Desta Igreja eu, e creio que muitos aqui não fazem parte. Pois se assim fosse, estaríamos admitindo um cisma, e um cisma é passível de excomunhão. Acusaram injustamente aqueles que se mantiveram com a tradição de cismáticos, e foram até excomungados, mas não usaram do mesmo “remédio” para aqueles que decladaramente afirmaram uma hermeneutica de ruptura, que agora, Bento XVI tenta reformular.
    Um exemplo claro do que estamos vendo agora; estamos aqui indignados com a aprovação do STF , com as declarações deste frei, mas o maior perigo mesmo é a aprovação da PL 122. Sim, pois o STF apenas tornou lei aquilo que já acontecia na prática, até aí, casamento civil não interfere no sacramento do matrimônio, agora, o PL 122 não, se um casal for a um padre, pastor, ou outro líder e quiser o SACRAMENTO, e este o negar, padre, pastor, ou outros poderam pegar pena de prisão de até 6 anos por homofobia. Viu como funciona? Nós já sabíamos que na prática, muito antes do concílio estes abusos já ocorriam, mas não eram ratificados pelo Vaticano, a partir do momento que o Concílio os tornou praticáveis , como uma lei, a coisa se institucionalizou e levou a prática muito mais abusivas, é o que acontece agora.

  44. Mônica seu comentário é uma loucura!
    Vc diz que tem que obedecer o concilio, cita a nova igreja e diz n fazer parte dela, em seguida diz que o Vaticano ratifica abusos depois do CVII.
    ??????????????????????????????????

  45. Nada de novo sobre a face da terra… Inclusive as heresias….

    Aos que defendem todos os concílios, defendem também “Éfeso II” presidido por São Flaviano? Defendem o Concílio de Tiro? Defendem o Conciliarismo?

    Quem vai dizer oficialmente que o Vaticano II está errado ou não é o Soberano Pontífice. Entretanto Jesus Cristo nos ensinou “pelos frutos conhecereis a árvore”. A raiz é o Modernismo, condenado pelo Vaticano I. A árvore nascida do Modernismo é o Vaticano II. Os frutos todos vêem: Colegialidade, Ecumenismo sem Conversão, Assis I II e III…

    Esse cidadão que defende a união homoafetiva é fruto de uma má formação recebida, cheia de marxismo, relativismo, modernismo… Todas heresias antigas!!! Heresias que já existiam no longo dos Séculos. E que tem ganhado força, desde o Vaticano II.

  46. Ana, acho que não fui clara em minha reflexão. O que eu quis dizer é: A mesma autoridade conferida aos Papas de outros Concílios, é também a de PauloVI, quando promulgou o CVII, Bento XVI afirma sempre que temos que entender o CVII à luz da tradição. Quando digo, que estamos vivendo uma NOVA IGREJA, é porque é nova mesmo. Houve uma ruptura com uma tradição de 1950 anos! Já ouvi Padres desprezarem a Missa Tridentina, e dizerem que vivem uma NOVA Igreja, ora , se é uma NOVA Igreja, então, houve uma ruptura. É desta IGREJA NOVA, que digo que não faço parte, faço parte da Igreja fundada por Jesus , em Pedro , com todos seus erros, acertos, evoluções, Concílios… Não concordo que temos que ter OUTRA mentalidade depois do CVII, como Bento XVI sempre diz , “Não existe uma Igreja pré, ou pós Conciliar, existe uma Igreja que caminha continuamente desde os apostolos em direção a Cristo…” Quanto aos abusos, pude verificar aqui mesmo neste precioso site um post sobre um livro intitulado ‘A Missa do Futuro’, creio até que vc comentou, portantanto abusos sempre existiram , o que aconteceu com o CVII, é que abriu uma brecha para que estes abusos se tornassem legais. Espero ter esclarecido.
    A Paz de Cristo Ressucitado para vc e familia.

  47. Mônica a paz pra vc e sua família tb.

    Mas se houve a ruptura então n há hemenêutica da continuidade.

  48. Também desconfio disto Ana, por isso me senti muito grata ao Renato de me fornecer o endereço de onde tem Missa de Rito Tridenino aqui em BH. Pois meu novo paroco , é destes que jogou fora toda a tradição e crê piamente que existe uma outra Igreja depois do CVII, então imagina amiga, sou coord. de Catequese, estou em uma situação muito dificil aqui. Não concordo com muita coisa que ele quer implantar aqui, e sempre fala em nome do CVII, mas por outro lado, também não posso desmotivar minhas companheiras, e simplesmente sair, estou tentando equilibrar a situação, mas está dificil. Reze por mim. Abraço.

  49. Mônica conte com minhas orações. Se puder leia o livro A Candeia Debaixo do Alqueire do padre Calderón. abraço

  50. Esse frei sofreu lavagem cerebral no seminário. Depois a CPT completou o serviço. Tornaram-no um inimigo público e da Igreja. Mas tem em quem se amparar como frei Betto, o comunista, e alguns bispos omissos e “progressistas”. A Dilma vai indicá-lo para ministro do STF, ele merece.

  51. Quanta hipocrisia e quanta heresia neste homem que se diz padre e cinico este frei, tudo isso deve ah essa tal teologia da libertação, pois fazem coisas erradas e levam o outros a seguirem seus exemplos.
    Estão contra a lei de Deus e apoiando esta lei diabólica, pois Deus deixou Homem e Mulher para crescer e se multiplicar, Deus não disse homem deita com outro homem ou mulher com outra mulher.
    Por tanto são dois heréticos e esses bispos moderninhos nada fazem para reparar este erro. fim dos tempos, por isso tudo vem acontecendo a mando da besta.
    Aposto que esses dois vão estar na parada gay, no qual é chamdo (orgulho gay).
    Ainda bem que Jesus esta voltando pois este mundo esta ficando cada vez mais podre pelos pecados cometidos.
    Deus ama o pecador e não o pecado até onde sei a pratica deles são sim abominável aos olhos de Deus.
    Podem me chamar de consevadora, de antiquada do que quizerem mas não me conformo com estes dois que se dizem católicos, estão se saindo pior que encomenda.
    Que Deus tenha piedade deles e que eles se arrependam de tamanha heresia,pois eu não deixarai meus filhos frequentar onde esses dois pregam.
    Senão meu filhos poderiam sair contaminados do lugar onde eles pregam.
    Deus que me perdoe dizer isso, mas é a verdade, Padres e bispos que procuram agradar os homens do que agradar a Deus, é o fim dos tempos mesmo.
    E isso Jesus ja tinha dito que iamos ver a proximidade dos fim dos tempos quando chegasse a apostasia , e a apostasia ja esta sendo ah muito tempo.
    Só nos resta pregar os joelhos no chão e rezar por nós mesmo, por nossos filhos e também pelos padres.
    Que nossa senhora nos cubra com vosso manto sagrado e nos de força para a grande tribulação que se aproxima.
    Amém!

  52. La Salette,Os sacerdotes ,ministros de meu filho, por causa de sua má vida, pelas suas irreverencias e pela sua impiedade ao celebrar os santos mistérios,pelo amor ao dinheiro , amor as honras e prazeres, converteram-se em ” cloacas da impureza” , sim os sacerdotes provocam a vingança e a vingança pende sobre suas cabeças. Que foram as crianças Maximino e Melaine, senão profetas dos nosso tempo?
    Acaso a aparição em La salette não foi aprovada pela igeja?
    porque não dão ouvidos ao que a Mãezinha disse para aquelas ?Porque são palavras duras de se ouvir? Tenho certeza de que a vara da justiça será bem mais dura ! Jà faz mais de 150 anos que isso foi dito e quem ouve? Quantas almas perdem o céu por causa deles.
    A cnbb tb com esta campanha ecologica , de certo ta indo atraz de salvar ratos, sapos etc.. e não ver esses frei e o padre que aplaudiu esta lei diabólica, pois estão mais interesados nos bichos do que salvar almas.
    Se eles lessem Mateus 24, eles iriam ver como estão indo para o caminho errado, ou então o apocalipse de João, mas que nada não tem tempo negocios deles é proteger gays e bichos.
    Rezemos por eles.
    E que Deus tenha piedade de nós.

  53. Esse homem fala como protestante,Jesus disse vida em abundancia no céu e nao neste mundo que não nos pertence, Jesus muita vezes disse não construa tesouro na terra onde as traças destroi, e sim contrua tesouro no céu onde não a traças e nao se acaba nunca, que são esses tesouros que Jesus disse? acaso não seria nossa alma, uma alma limpa cheia de cuidado e cuidando sempre para não cair em tentação, pois a casa de Deus é limpa e só entra quem estiver com a alma bem alva… MAS to vendo que este homem que se diz Frei, to vendo que de Frei não tem nada, e sim um herege, mas Jesus está voltando para acabar com este mundo que esta pior que sodoma e gomorra, ai dos pastores maus que não cuidou de seu rebanho? Terás que da conta delas quando nosso Senhor voltar.
    Ai dos hereges,ai dos aceitam leis diabólicas,achando que esta fazendo a coisa certa, sabendo que o ato dos gays são abominavél aos olhoss de Deus.
    A taça da ira de Deus ja transborda.. e ele vem aguardem ,ele vem mais cedo do que imaginas!
    Ao invéz de alertar o povo e dizer para se arrependerem de seus pecados pois ja vivemos o apocalipse,mas não ficam preocupados em defender afemindados.
    Que Deus tenha piedade de todo nós.