Chefe do Parlamento alemão quer forçar Papa a se reconciliar com a comunidade gay.

Kreuz.net – Alemanha. O Vice-Presidente do Parlamento alemão, Wolfgang Thierse, exige do Papa Bento XVI uma “reconciliação” com os sodomitas em Berlim, informou a agência alemã ‘dapd’. Berlim seria a capital dos gomorristas, que têm uma relação bastante conflituosa com a Igreja – disse Thierse. O Papa precisaria se ajustar e reagir de acordo com essa reivindicação em sua visita. Os ideólogos homossexuais contam que a mídia lhes dê a mesma atenção que dedica ao Papa.

Tags:

6 Comentários to “Chefe do Parlamento alemão quer forçar Papa a se reconciliar com a comunidade gay.”

  1. Pela moleza dos que dizem bons, os maus, os pecadores avançam.

  2. O Vice-Presidente do Parlamento alemão deveria pedir reconciliação primeiro com os MUÇULMANOS, que tratam os sodomitas e gomorristas a ferro e fogo. Estes (sodomitas e gomorristas) por acaso já fizeram protesto na Alemanha, em frente de alguma MESQUITA, como fazem em frente de alguma Igreja Católica?

  3. Reconciliar-se por quê? O Papa não fez mal algum a eles!

  4. Como reconciliar, se não houve rompimento. A Igreja nem o papa tomou qualquer atitude contra os “homos”.
    A Igreja ama os pecadores mas condena os pecados. Por que só a Igreja Católica. Por que não cobra das
    outras confissões religiosas e seitas essa pseudo reconciliação? Vai ver que o míster nem católico é. Tal
    vez nem religião tenha. Vai ver o cretino é comunista.

  5. Osires, gol de placa! Falou tudo!

  6. reconciliação?! NUNCA! Vossa Santidade Bento XVI não proferiu ofensa alguma a eles.