Espanha: Marcha Anti-Papa e beijo gay.

Por Católicos Conservadores

Ante os insultos, oração. Essa foi a resposta de dezenas de peregrinos de todo o mundo que na quarta-feira 17 se encontraram nas ruas de Madrid com os manifestantes da furiosa marcha anti-Papa convocada por grupos radicais laicistas e de ativistas homossexuais para protestar pela visita do Papa Bento XVI.

Diante da grande publicidade que recebeu a marcha, vários meios de imprensa calculam em dois mil os participantes dela. Entretanto, fontes da polícia de Madrid consideram que a cifra poderia alcançar as cinco mil pessoas, números muito longínquos dos 20 mil que ostentam os mais de cem grupos organizadores do protesto.

Os “anti-Papa” percorreram várias ruas de Madrid sob o lema de “Meus impostos, ao Papa: zero” em uma marcha autorizada pela Delegação do Governo para a véspera da chegada de Bento XVI.

Embora os organizadores tenham defendido seu protesto como “não-confessional e econômico”, os manifestantes acompanharam um falso papa-móvel com um sujeito disfarçado de Pontífice e um demônio como chofer, levavam pôsteres com insultos e vociferavam lemas ofensivos contra o Papa e a Igreja Católica.

Segundo a plataforma cidadã espanhola HazteOir.org, “a tensão começou junto à estação de Cercanias del Sol onde a Polícia Nacional optou por desalojar jovens que defendiam a JMJ para permitir que a marcha seguisse seu curso. Deste modo, com todo a distancia da Porta do Sol ao seu dispor, os manifestantes puderam circular. Entretanto, parte da marcha ficou detida na praça e seguiu repreendendo aos jovens católicos”.

A marcha terminou com violentos enfrentamentos entre os manifestantes anti-Papa e a polícia anti-motins de Madrid que os desalojou à força da praça da Porta do Sol. Ao menos seis manifestantes foram presos.

O jornal El País oferece em sua edição digital uma galeria de fotos em que se apreciam várias imagens de peregrinos resistindo aos insultos de furiosos manifestantes com suas orações.

Entretanto, para a maioria de peregrinos da JMJ Madrid 2011 os fatos de ontem são intrascendentes.

Já hoje, enquanto o Papa passava pelas ruas de Madri um grupo gay da Espanha quis exibir o tal chamado beijo gay. É ou não é uma provocação? Querem respeito, mas não querem respeitar!

Tags:

9 Comentários to “Espanha: Marcha Anti-Papa e beijo gay.”

  1. Por que os comunistas/baderneiros devem ser execrados?

    Lição número 1: Eles não sabem fazer contas.

    Jovens (viajantes e gastões) na Espanha: 1,5 milhão.
    Gasto do governo com o evento: 25 milhões de Euros.
    Se cada jovem gastar 100 euros na Espanha (sem contar gastos de viagens com empresas espanholas), ganho do comércio: 150 milhões (mas, jovens gastam muito mais de 100 euros numa viagem internacional com amigos!).
    Sem contar os impostos advindos daí que retornarão ao governo, principalmente num país socialista como a Espanha, cheio de cargas tributárias, como o Brasil também o é.

    O mesmo princípio que leva a cidade de São Paulo a fechar a Marginal Tietê e investir milhões para receber a Fórmula Indy.

    Num país em crise econômica como a Espanha: eventos do Papa já!

  2. Interessante ver os cartazes com o dizer “ESTADO LAICO!”. Sem a Igreja Católica a Espanha não teria oportunidade alguma de ser isso. Seria mais um país muçulmano. E se muçulmano, ao menos com punição severa para os homossexuais. “Beijaço” gay nem pensar… O custo da visita do Papa é bem baixo em comparação com os benefícios morais dessa visita. E se tem benefícios morais, tem também os econômicos. A Igreja paga, enquanto instituição visível, pela falta de audácia de seus pastores no discurso sobre a catolicidade da salvação pela mesma Igreja. Paga também pela falta de audácia em dizer que o poder civil deve submeter-se, com bom senso e quando necessário, ao eclesiástico, não obstante a distinção entre ambos.

  3. Essa gente protesta. critica, amaldiçoa e odeia a Igreja Católica Romana, Quando um desses “ativistas” morre, a família e ou amigos marcam logo uma missa, e la está a igreja cheia de “ativistas” de todo tipo usando seus óculos de sol mesmo a noite. Sinceramente alguem pode me responder a seguinte pergunta: Vale a pena gastar vela com defunto ruim?

  4. Estão confundindo liberdade e democracia com libertinagem e agressão aos direitos dos outros.
    Se não querem respeitar, também não os respeitarei, não entenderiam outra resposta!

  5. Eis aí uma eloquente demonstração do que significa ‘AS PORTAS DO INFERNO’.
    Mas não prevalecerão!

  6. Amigo… a tal passeata anti-Papa foi um fracasso total e vergonhoso! A JMJ nem começou de verdade e as lições e graças já se multiplicam… a Espanha Católica (desde o berço) renasce e esperemos que os frutos sejam aproveitados.. Louvem-se as estratégias da Igreja espanhola com inúmeras atividades desde antes do início da JMJ e extendendo-se por todas as paróquias do país, principalmente no acolhimento dos peregrinos. Perfeito! Que Deus guarde o Arcebispo D. Rouco.

  7. “É ou não é uma provocação? Querem respeito, mas não querem respeitar!”

    E desde quando satã maldito deixou de enfrentar Nosso Senhor e sua Igreja???
    Deixe os sodomitas depravados e asquerosos cavarem sua própria condenação…
    Deixe que eles se beijem, ao menos já antecipam o gosto do beijo de satã maldito que receberão um dia…
    O Santo Padre continuará sua missão até quando Deus quiser…
    Enquanto isso nós dizemos: NÓS TE AMAMOS SANTO PADRE, NÓS SOMOS VOSSOS FILHOS E QUEREMOS OUVIR E PROCURAR SEGUIR O QUE NOS ENSINAIS…
    São Miguel Arcanjo, esmagai a cabeça envenenada do demônio e seus sequazes…
    Nossa Senhora de Fátima, rogai por nós!

  8. Noticia no Jornal do Brasil anuncia que o governador do Rio (Sérgio Cabral) irá fazer da JMJ 2013 (Rio) uma festa ecumênica com a participação de todas as religiões….
    Não é possível que se permita essa absurdo!!!!

  9. Na Espanha há tantas mesquitas. Por que não fazem baderna em frente de uma. Essa baderna é direcionada e eles são usados como bucha de canhão.