Morre Dom Clemente Isnard, ex-vice-presidente da CNBB.

CNBBMorreu hoje, por volta das 18h, em Recife (PE), o bispo emérito de Nova Friburgo (RJ), e ex-vice-presidente da CNBB, dom Clemente José Carlos Isnard, de 94 anos, uma das grandes referências de liturgia da Igreja no Brasil. Dom Clemente teve uma parada respiratória, pouco depois de ter feito  fisioterapia. O sepultamente de seu corpo será amanhã, 25, no final da tarde, no Mosteiro de São Bento de Olinda. O horário ainda não foi divulgado.

Dom Clemente nasceu no Rio de Janeiro em 8 de julho de 1917 e pertencia à Ordem de São Bento (beneditino). Recebeu a ordenação presbiteral em dezembro de 1942. Em 25 de julho de 1960, foi ordenado bispo para a diocese de Nova Friburgo, onde esteve até ficar emérito em 1992. A partir desta data, tornou-se vigário geral da diocese de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro até o ano de 2004.

Dom Clemente tinha como lema episcopal “Seguindo a Ti como pastor”. Exerceu inúmeras atividades, tendo destacada atuação no Concílio Ecumênico Vaticano II em relação à liturgia. Foi membro do Conselho Federal de Cultura (1961), do Conselho Estadual de Educação (1961-1964) e do Conselho para Execução da Constituição de Liturgia (1964-1969).

Foi, ainda, Secretário Nacional de Liturgia (1964); Membro da Comissão Episcopal Pastoral da CNBB; Vice-presidente da CNBB (1979-1982); presidente do Departamento de Liturgia do CELAM (1979-1982); 2º Vice-presidente do CELAM (1983-1987); membro da Congregação para o Culto Divino; membro do 1º Sínodo dos Bispos em 1967.

Dom Clemente participou também das Conferências do Episcopado Latino-americano de Puebla (1979) e Santo Domingo (1992).

* * *

Conheça o papel desempenhado por D. Isnard na criação do “rito brasileiro” aqui.

24 Comentários to “Morre Dom Clemente Isnard, ex-vice-presidente da CNBB.”

  1. Deus queira que antes da morte tenha se arrependido de tudo que fez e disse…rezemos por sua alma.

  2. Que Deus tenha piedade desta alma, e que tenha se arrependido de seus erros a tempo.

  3. O juiz supremo na “certa” lhe perguntou: o que fizestes do teu episcopado?

  4. Uma inteligência posta a serviço de destruir a Igreja no Brasil. Pena, ele é o joio e deixou sementes espalhadas. Lamentável

  5. Que Deus em sua infinita misericórdia tenha piedade de sua alma e dos males que fez. Da morte súbita, livrai-nos Senhor!

  6. Foi o responsável pela inserção da expressão “ele está no meio de nós” na tradução brasileira do Missal, bem como de outras adaptações que só existem no Novus Ordus Brasilicus.

    Aproveitando-se da “emeritude” e da avançada idade, veio aproveitando os últimos anos para desbocar contra o atual Papado conservador. Publicou um livro tão repleto de opiniões pessoais que a própria CNBB e a Nunciatura desaconselharam, mais em preocupação de dom Isnard que com a defesa da Fé, evidentemente.

    Incomodou-se com a abertura à Missa tradicional, dizendo que não concordava com este “retorno”. Penso que foi uma atitude decente esta, já que seus irmãos no episcopado fogem deste assunto mas barram a Tradição a ferro e fogo.

    Declarava-se a favor do sacerdócio feminino, e contrário ao celibato clerical. Admitiu que permitiu sacerdotes amaziados durante seu pastoreio em Nova Friburgo. Em suma: até os velhos estão mudados hoje em dia.

    Estou certo de que o Senhor Deus dará a esse Sucessor dos Apóstolos o mesmo que dará a cada um de nós: O QUE ELE MERECE.

  7. Não só a Tua Misericórdia Senhor, mas também a Tua Justiça prevaleça!!!

  8. Não só a Tua Misericórdia Senhor, mas também a Tua Justiça prevaleça!!!
    (2)

  9. A morte de D. Isnard serve para que lembremos que não só os bons, mas também os maus comparecerão diante do tribunal divino.
    Aos olhos humanos, foi muito tarde, junto com Comblin, que também ainda não esfriou na sepultura… Mas espero que, do alto de tão avançada idade, tenha encontrado a amizade com Deus, pois, se olhares as nossas iniquidades, Senhor, quem subsistirá?

  10. Quantas almas desviadas e perdidas por conta das falcatruas litúrgicas e disciplinares desse senhor!
    Deus lhe dê a justa recompensa por suas obras!

  11. Ele fez mal. De fato. Mas esperemos que Deus tenha misericórdia de sua alma. pois é, Bruno, também os maus comparecerão diante do divino tribunal e isto, creio eu, me inclui. Rezemos todos pela alma de Dom Isnard. De faot, suas atitudes foram deletérias… que Deus conceda á esta alma o repouso eterno.

  12. O atual e marqueteiro arcebispo daqui, pensou em chamá-lo para ser seu assistente quando foi nomeado para arcebispado.

  13. No Texto do Oblatvs está escrito bem claro: “Fiz e não me arrependo”. Rezemos para que essa não tenha sido sua última decisão.

  14. Estive com D. Clemente algumas vezes e em duas ocasiões o acompanhei até a sua cela no mosteiro onde este vivia na época. D. Clemente era um homem afável, meigo. Sempre foi muito gentil comigo e sinto muita tristeza pelo seu falecimento. Sei que muitas pessoas estão tristes hoje especialmente a Diocese de Nova Friburgo RJ. Posso compreender os comentários dos senhores e é com tristeza que sou “forçado” a concordar com eles no que tange ao mau que este Bispo causou a Igreja. A tradição Católica em Nova Friburgo sofreu muito com as atitudes de D. Clemente quando Bispo daquela diocese. Rezo para que Deus na Sua infinita misericórdia tenha piedade de sua alma. Peço a Nossa Senhora Mãe Querida de todos nós (Como a vida seria insuportável sem Maria) Que pelo Seu Amor incondicional a seus filhos interceda ao Senhor Nosso Deus por ele. Sei que temos as nossas mágoas e nossas frustrações, porem peçamos a Deus que nos perdoe a todos nós. Para aqueles que Deus chamou a Sua presença só nos resta perdoar e rezar. “Réquiem aetérnam dona eis, Dómine: et lux perpétua lúceat eis.”

  15. Foi um grande heresiarca ; Deus tenha piedade dele !

  16. No dia 27 de agosto vam fazer 5 anos do falecimento de D Luciano Mendes de Almeida e 12 anos do falecimento de D Helder Câmara.
    Esse final de agosto hein !!!

  17. Creio que tinha reta intenção sem reta doutrina.
    Rezemos pelo seu descanso eterno e para que não seja beatificado…

  18. Dom Clemente Isnard, OSB, declara voto em Dilma: http://www.molon1313.com.br/dom-clemente-isnard-osb-declara-vota-em-dilma/

    Coisa nunca vista na história política do Brasil, Bispos manifestando-se contra e a favor de candidatos à Presidência da República
    A Igreja Católica sempre falou a favor dos postulados da Igreja. Lembro-me das eleições para a Constituinte de 1934, para a qual o grande Cardeal Dom Sebastião Leme preparou uma Liga Eleitoral Católica para responder aos postulados da Igreja, mas que não condenou nem mandou aos católicos que não votassem em alguns candidatos sabidamente contrários aos princípios católicos.
    Esses princípios foram reafirmados como orientação da Santa Sé, que hoje proíbe votar em candidatos que se declarem a favor da descriminalização do aborto e do casamento civil gay. Agora há apenas dois candidatos para a presidência da República que, diante desses dois pontos polêmicos, debateram opiniões sem assumir nenhuma posição afirmativa a favor.
    Os debates e questionamentos suscitados, no entanto, levaram alguns Bispos a exortar e até a proibir votar numa candidata e seu partido, o PT. Essas ordens dos Bispos não obrigam em consciência os católicos.
    EU, BISPO, VOU VOTAR EM DILMA ROUSSEFF e exorto a todos os católicos que se IDENTIFICAM com o programa do PT a fazer o mesmo.
    + Clemente Isnard OSB

    Entenderam alguma coisa?
    Ele elogia o Cardeal Leme, demonstra ter conhecimento da posição da Igreja mas declara que vai agir em contrário e até conclama os católicos a lhe imitar? Perdemos o Schönborn brasileiro, sem dúvida!
    Acredito que numa parada respiratória pode haver conversão, mas acho difícil ter acontecido uma ontem…

  19. Creio que tinha reta intenção sem reta doutrina, diz Pe Gabert.

    Está eu não entendi. De boas intenções e ecumênicos o inferno está cheio.

  20. A mudança de Dom Antônio de Castro Mayer para Dom Clemente Isnard em algumas paróquias da atual diocese de Nova Friburgo e que faziam parte de Campos já mostra quanto se tornou dificil a vivência da Tradição da Igreja nessa diocese. Isso bem no ínicio do Concílio, não deve ter sido mera coincidência.

    Vivi por muito tempo na ignorância da Fé e quantos pecados cometi devido a falha catequese espiritual e especialmente litúrgica causada pela presença de bispos como Ele. Como Nosso Senhor foi e tem sido ofendido nas terras fluminenses… e vimos bem a Sua ira no começo do ano, tendo devastado a cidade de Nova Friburgo! [quem ligar os fatos, entenderá]

    Mas que Deus tenha misericórdia junto a Sua justiça, infinitas! E que o senhor bispo tenha se arrependido do mal que fez a Igreja – como um todo, não só no Brasil, pois somos O Corpo Místico de Cristo – no seu momento de partida para o Altíssimo. Amém.

  21. * de bispos como ele, perdão. minúsculo.

  22. Espero de todo o coração que ele tenha se arrependido de tudo o que fez. Mesmo assim, a Igreja ensina sobre as consequências que o pecado acarreta mesmo após um arrependimento perfeito. Em relação aos pecados referentes à liturgia, está mais do que evidente. O Brasil sofre e continuará sofrendo se nada for feito.
    Reitero com pesar que o dito “jeitinho brasileiro” tenha invadido até mesmo altos setores de nossa conferência episcopal através de prelados como Dom Clemente.
    Lendo tal reportagem fiquei pensando com que suposta “autoridade litúrgica” tem certas pessoas de proibir com asco diabólico os antigos costumes e a santa missa na forma extraordinária enriquecida através dos séculos pelos santos padres?
    Não o conheci pessoalmente mas espero que Deus tenha misericórdia de sua alma!
    “Réquiem aetérnam dona eis, Dómine: et lux perpétua lúceat eis.”

  23. Um pouquinho mais sobre D Clemente Isnard

    http://extra.globo.com/noticias/brasil/bispo-aposentado-defende-mudancas-polemicas-na-igreja-535516.html

    Sugiro que publiquem essa entrevista, se possível, aqui no Fratres apesar dessa entrevista ser abominável, mas ela deixa evidente coisas escabrosas sobre o senhor bispo.

  24. Com mt tristeza li alguns comentarios maliciosos sobre D Clemente, fundador da Diocese de Nova Friburgo e primeiro Bispo da mesma.Quero lembrar a tds, que ele nao foi joio, como estao dizendo e sim trigo que ceifado e o pao que mata a fome de muitos. Eu espero que as sementes por ele deixadas germinem cada vez mais no meio de nos, para que a nossa igreja seja verdadeiramente una e santa. Que os ensinamentos por ele deixado sejam lembrados por tds .Com ele aprendi que ser crista e ver Cristo no outro, principalmente nos menos favorecido, realidade de mts povos da America. Lembrando do seu empenho neste Concilio. Descanse em paz D clemente.