O homossexualismo segundo o Padre Luis Corrêa de Lima, SJ: “É preciso combater a homofobia”.

Luis Corrêa Lima, padre Jesuíta, com formação em filosofia e teologia, doutor em História e professor do departamento de Teologia da PUC-Rio, em entrevista à jornalista Yasmine Saboya no programa “Sala de Convidados” (partes 1 e 2):

Para a nossa reflexão e perplexidade, citamos algumas frases do referido padre jesuíta:

“Compreender outras sexualidades não heterossexuais ainda é um desafio grande, mas que precisa ser enfrentado”.

 “As sexualidades são várias”.

“Há sexualidades e homossexualidades.”

“O que nós chamamos homossexualidade já existe no mundo animal. Mais de 450 espécies já são conhecidas que têm indivíduos homossexuais, entre os mamíferos, 71 espécies já estão identificadas, nos primatas existe, nos chimpanzés, nos macacos bononos e no seres humanos também. Isso já vem do mundo animal”.

“É preciso combater a homofobia.”

Diálogo surreal:

 Entrevistadora: “- Você consegue imaginar a Igreja aceitando o casamento gay?”

Padre Luis Corrêa Lima: “- Consigo. Na verdade, a Igreja acompanha a evolução da sociedade. A Igreja é um microcosmo dentro de um universo maior que é a sociedade. O casamento, principalmente, o casamento religioso ainda está ligado a essa heterossexualidade. Ele é símbolo da união entre Cristo e a Igreja, Deus e o seu povo eleito. Ele ainda está ligado a uma heterossexualidade”.

  … “Na Igreja católica na Holanda isso também acontece. A pesquisa da Universidade de … mostrou que 80% dos sacerdotes católicos realizam bênçãos para casais do mesmo sexo e 50% dos padres católicos realizam essas bênçãos dentro do templo católico. Isso no Brasil é impensável, mas lá isso acontece e ninguém rasga as vestes porque é uma coisa que já entrou na sociedade e as pessoas já assimilaram. Essas mudanças podem acontecer sim, mas elas são imprevisíveis.”

 Algumas opiniões do jesuíta:

  • O livro do Gênesis foi escrito enquanto o povo de Israel estava no exílio da Babilônia. Era preciso multiplicar a espécie a fim de que os israelitas pudessem sobreviver como povo, como cultura e religião. E essa heterossexualidade universal passou para a religião judaica e em seguida para o cristianismo.
  • Se não houver um reconhecimento das uniões homossexuais e nenhuma aceitação social, os gays acabarão casando com pares heterossexuais e sendo muito infelizes.
  • Não há nada demais nos kits gays que seriam distribuídos pelo governo. É necessário que [os kits] sejam lançados e a homofobia seja discutida nas escolas.
  • Cristo veio para trazer o jugo leve e o fardo suave

* * *

Muitas explicações históricas, liberais e humanistas, mas absolutamente nada sobre o que a Igreja realmente ensina sobre a prática homossexual, muito menos sobre a castidade, que vincula tanto hetero como homossexuais.

Perguntamo-nos: Até quando as autoridades eclesiásticas do Rio de Janeiro e os jesuítas se calarão em face a tal descalabro e permitirão que essa abordagem anti-católica seja fomentada em uma instituição católica? Salientamos que o padre Luis Corrêa já vem atuando como propagador da “diversidade sexual” há anos, sendo convidado para dar palestras em várias universidades católicas do Brasil com pleno reconhecimento dos ordinários locais.

* * *

Leitor, não deixe de expressar sua perplexidade:

ARQUIDIOCESE DE SÃO SEBASTIÃO DO RIO DE JANEIRO – DOM ORANI JOÃO TEMPESTA

Rua Benjamin Constant 23, 6º andar Glória – Rio de Janeiro, RJ – CEP: 20241-150
Telefone: (21) 2292-3132 R: 300/301/302
twitter: @domoranijoao
Email: domorani@arquidiocese.org.br

[Atualização – 16 de setembro de 2011, às 15:10: use também o e-mail gabinetearcebispo@arquidiocese.org.br; aos que já enviaram sua mensagem, encaminhem-na para este endereço]

JESUÍTAS BRASIL CENTRO-LESTE

Rua Bambina, 115 – Botafogo, Rio de Janeiro, RJ – CEP: 22251-050
Telefone:  (21) 2286-8692
Email: contato@jesuitas.com.br

NUNCIATURA APOSTÓLICA – DOM LORENZO BALDISSERI

Av. das Nações, Quadra 801 Lt. 01/ CEP 70401-900 Brasília – DF
Cx. Postal 0153 Cep 70359-916 Brasília – DF
Fones: (61) 3223 – 0794 ou 3223-0916
Fax: (61) 3224 – 9365
E-mail: nunapost@solar.com.br

SECRETARIA DE ESTADO DA SANTA SÉ:

Eminência Reverendíssima Dom Tarcisio Cardeal Bertone
Palazzo Apostolico Vaticano
00120 Città Del Vaticano – ROMA
Tel. 06.6988-3438 Fax: 06.6988-5088
1ª Seção Tel. 06.6988-3014
2ª Seção Tel. 06.6988-5364
e-mail: vati026@relstat-segstat.va; vati023@genaff-segstat.va ; vati032@relstat-segstat.va

CONGREGAÇÃO PARA A DOUTRINA DA FÉ

Eminência Reverendíssima Dom William J. Levada
Palazzo del Sant’Uffizio, 00120 Città del Vaticano
E-mail: cdf@cfaith.va – Tel. 06.6988-3438 Fax: 06.6988-5088

CONGREGAÇÃO PARA O CLERO

Eminência Reverendíssima Dom Mauro Cardeal Piacenza:
Piazza Pio XII, 3 00193 – Città del Vaticano – ROMA
Tel: (003906) 69884151, fax: (003906) 69884845
Email: clero@cclergy.va (Secretário)

CONGREGAÇÃO PARA OS INSTITUTOS DE VIDA CONSAGRADA E SOCIEDADES DE VIDA APOSTÓLICA.

Excelência Reverendíssima Dom João Braz de Aviz:
Piazza Pio XII, 3 00193 – Città del Vaticano – ROMA
Tel. 06.6988-3438 Fax: 06.6988-5088
Senhor Prefeito: +39. 06. 69884121
Senhor Arcebispo Secretário Joseph William Tobin, C.SS.R.: +39. 06. 69884584
E-mail: civcsva.pref@ccscrlife.va (Prefeito)
civcsva.segr@ccscrlife.va (Secretário)
vati059@ccscrlife.va (informação)

CONGREGAÇÃO PARA A EDUCAÇÃO CATÓLICA – DOS SEMINÁRIOS E DOS INSTITUTOS DE ESTUDO:

Eminência Reverendíssima Dom Zenon Cardeal Grocholewski:
Piazza Pio XII, 3 00193 – Città del Vaticano – ROMA
Tel. 06.6988-3438 Fax: 06.6988-5088

SUPREMO TRIBUNAL DA ASSINATURA APOSTÓLICA

Eminência Reverendíssima Dom Raymond Cardeal Leo Burke.
Piazza della Cancelleria, 1 – 00186 ROMA
Tel. 06.6988-7520 Fax: 06.6988-7553

Anúncios

47 Comentários to “O homossexualismo segundo o Padre Luis Corrêa de Lima, SJ: “É preciso combater a homofobia”.”

  1. Salve Maria

    Cruz credo, Sodoma e Gomorra foi destruído por muito menos, esse senhor pode ser sacerdote mas quem ele serve tenho lá minha duvidas, rezemos para que Deus nos conceda santos sacerdotes

  2. Um franciscano e um JESUÍTA caminhavam por uma estrada num vale, num lugar afastado. O jesuíta quis troçar o capuchinho e gritou:
    – Quare franciscanorum regula? E o eco da mata respondeu: “Gula, gula, gula…”
    O franciscano em retribuição perguntou ao mesmo eco:
    – Fuit JUDAS jesuita?
    E o eco:
    – Ita… ita… ita…

    =====

    O jesuíta chegou e avistou um frade franciscano com uma longa barba, e disse-lhe com rispidez:
    – Que barba horrorosa a sua, parece Judas!
    O frade humildemente respondeu:
    – Padre, se Judas tinha barba eu não sei, mas que ele era companhia de Jesus, tenho certeza!

    =====

    Um franciscano, um dominicano e um jesuíta estavam na cozinha de um monastério, ao pé de um fogão de lenha, preparando o almoço de um encontro entre as ordens. Ao fazer uma bandeja de salada, sobrou um ovo cozido. Decidiram que quem dissesse a mais bela frase da Escritura ou da liturgia, comeria o ovo. O franciscano pegou o ovo cozido e colocou numa cestinha, dizendo: “As aves do céu têm seus ninhos e as raposas têm suas tocas, mas o Filho do Homem não tem onde repousar a cabeça”. “Muito bem” disseram os outros. O dominicano pegou ovo cozido, derramou nele um pouco de cinza do fogão de lenha e disse: “Lembra-te que és pó, e ao pó hás de retornar”. “Muito bem”, disseram os outros dois. O jesuíta limpou as cinzas do ovo e enfiando-o na boca foi dizendo: “Servo bom e fiel, entra para o regozijo do teu senhor”…

  3. sem medo de fazer juízo temerário. como sempre digo nesses casos, advogado advogando em causa própria.
    chamar essas declarações de lamentáveis é pouco face a sua real gravidade.

  4. Mais uma vez quero deixar aqui meu agradecimento por vocês deste site existirem!

    Vocês são realmente uma “torre de vigia” , que diáriamente ficam averiguando e encontrando ações dos inimigos da Igreja, que também não cessam de fazerem todo mal que conseguirem fazer.

    E nos sentimos tão impotentes diante do “tamanho” do inimigo que avança contra a Igreja! de todos os lados e de muitas maneiras eles se apresentam;

    Foi ótimo nos indicarem endereços de autoridades, devemos enviar estes fatos para que, pelo menos DIANTE DE DEUS fique demonstrado nossa indignação diante de todos estes horrores!

  5. Até a Dilma, aquela aloprada que se tornou presidente recriminou os Kits e o tal padre apóia…
    Link da entrevista:
    (http://noticias.uol.com.br/educacao/2011/05/26/nao-aceito-propaganda-de-opcoes-sexuais-afirma-dilma-sobre-kit-anti-homofobia.jhtm)

    E depois são os Padres da FSSPX que não estão em plena comunhão…. E este Padre? Está em plena comunhão com quem???

    Que Maria Santíssima nos Guarde e nos ampare nas tribulações.

  6. Olha estas afirmações sobre o Sexualismo, o referido Padre foi infeliz nas suas colocações. São sérias e em partes não comungam com a idéias da Santa Madre Igreja.

  7. “Com isto já chegamos aos artifícios com que os modernistas passam as suas mercadorias. Que recursos deixam eles de empregar para angariar sectários? Procuram conseguir cátedras nos seminários e nas Universidades, para tornarem-se insensivelmente cadeiras de pestilência. Inculcam as suas doutrinas, talvez disfarçadamente, pregando nas igrejas; expõem-nas mais claramente nos congressos; introduzem e exaltam-nas nos institutos sociais sob o próprio nome ou sob o de outrem; publicam livros, jornais, periódicos.”

    “Em vista tanto destas Nossas disposições como da do Nosso Antecessor, convém prestar muita atenção toda vez que se tratar da escolha dos diretores e professores tanto dos seminários quanto das Universidades católicas. Todo aquele que tiver tendências modernistas, seja ele quem for, deve ser afastado quer dos cargos quer do magistério; e se já tiver de posse, cumpre ser removido.”

    CARTA ENCÍCLICA
    DO SUMO PONTÍFICE
    PIO X
    PASCENDI DOMINICI GREGIS
    SOBRE
    AS DOUTRINAS MODERNISTAS

  8. E seria prudente continuar maltratando os homossexuais, sei bem, que a maior parcela de homossexuais tem repúdio a Igreja Católica, mas não seria louvável, tentar, sem preconceito, ódio ou violência física ou moral, chamar estes homossexuais a Igreja de Cristo do que ficar repreendendo e os chamando de tudo o que há de mais baixo? A homofobia precisa ser combatida, não é correto ferir alguém com um palavrão ou palavra ofensiva(viado, baitola, bixa) ou com murros e pontapés.
    É correto afirmar que esse sacerdote, corre em erro gravíssimo principalmente aos olhos de Deus, uma vez que el burla e passa por cima de todas as razões doutrinárias apresentadas pela Sagrada Escritura, magistério dos papas e a Santa Tradição Católica. Matrimônio homossexual é impensável, uma vez que a Sagrada Escritura e a Igreja reza sobre a ação do Espirito de Deus que Matrimônio é entre homem e mulher.
    Infelizmente ou felizmente, temos de aceitar, no mundo atual os direitos de um homem, se ele é feliz sendo ateu ou não, sendo homossexual ou não, basta a nós, tentar trazê0lo para o seio da Santa Madre Igreja respeitando até a sua conversão total e filial para a verdadeira fé. Mesmo que essa conversão seja voltada para a castidade, para a pureza, assim como fez São José para com a Beata virgem Maria.
    Rezemos para que os homossexuais sejam iluminados pelo Espirito Santo, pela intercessão da Santíssima virgem Maria para que sejam puros como ela, e se esforcem para manter a castidade do corpo e da mente, para que sejam santos como o nosso Pai que está no céu é Santo.

    Sejamos confiantes na oração, não destilemos ódio contra o próximo mas amor, e denunciemos, sendo nosso direito, os sacerdotes que pisoteiam o Direito Canônico e a vontade irrevogavelmente santa de Deus Uno e Trino.

    In corde, Iesu semper

  9. É o esteriótipo perfeito dos professores e padres da PuC do B

  10. Elton,

    Não se deixe enganar, a homofobia não existe!

    É óbvio que existe o preconceito, que pode gerar a violência contra o outro, porém homofobia, que seria uma espécie de patologia, não existe!

    E assim sendo não temos o que combater.

    O que temos que combater é o vício, o pecado, toda essa desgraça que vem se tranformando em lei e arrastando almas para o inferno e “católicos” para a apostasia.

    Concordo plenamente com vc que temos que tratar a pessoa homossexual com todo respeito e caridade, e nós como servos de Cristo, ainda que pecadores, temos o dever de traze-los todos a luz da verdade, para a luz da Igreja.

    Mas em hipotese nenhuma, devemos aceitar seus erros! Isso não seria caridoso.

    O ódio, se assim podemos dizer, que sentimos em relação a homossexualidade em si, não é contra essa tendência e nem com a pessoa que a sofre, e sim com os argumentos daqueles que querem defendê-la e promovê-la enfrentando de forma vil a santidade da Igreja, querendo que nós católicos os engulamos e os aceitemos de qualquer jeito nem que seja na marra!

    Não suportamos é a afronta que eles nos fazem, suas irreverências e provocações, isso não, isso nunca!

    Porém aceitamos sim, com coração misericordioso, pois nosso Pai é misericordioso, o homossexual arrependido que luta contra suas más inclinações, que não tenta a promover, assim como Deus aceita a prostituta arrependida : ” Vá e não peques mais!”

    Inclusive em nossa sociedade, existem muitos homossexuias que mantendo sua vida sexual em privado, conserva algo de católico em sua alma, pois ainda possui a fé herdada de seus pais, e esses sabedores de que os que estão em erro são eles, não saem por aí julgando e dizendo que quem está errado é a Igreja, esses sim, devem ser respeitados e apoiados para que em diálogos francos e caridosos sejam ajudados a abandonarem seus vícios.

    Quanto ao sacerdote (de quem?) em questão, só posso utilizar essas palavras :

    “Porque virá tempo em que os homens já não suportarão a sã doutrina da salvação. Levados pelas próprias paixões e pelo prurido de escutar novidades, ajustarão mestres para si. Apartarão os ouvidos da verdade e se atirarão às fábulas.” (2 Tim 4, 3-4)

    Em Jesus e Maria.

  11. Cruz credo Deus nos livre de idéias com estas, e como decaíram os jesuitas!

  12. “Olha estas afirmações sobre o Sexualismo, o referido Padre foi infeliz nas suas colocações. São sérias e em partes não comungam com a idéias da Santa Madre Igreja.”

    Vanderlei, Teólogo, me diga:

    QUAIS SÃO AS PARTES DITAS POR ESSE SATANISTA QUE ESTÁ DE ACORDO COM AS “IDÉIAS DA SANTA MADRE IGREJA”?

  13. Este indivíduo devia ser imediatamente afastado. Que pobre alma que faz, certamente, perder outras tantas… Que tristeza…

  14. sem medo de fazer juízo temerário. como sempre digo nesses casos, advogado advogando em causa própria.
    chamar essas declarações de lamentáveis é pouco face a sua real gravidade.(2)

  15. Como disse antes; Jesus, agora está em MÁ- COMPANHIA (companhia de Jesus). fazendo trocadilho.

  16. Isto ai que é plena comunhão?

  17. E seria prudente continuar maltratando os homossexuais?

    Elton, você está cometendo a falácia do plurium interrogationum. Não importa como respondermos essa pergunta, vai pegar mal para nós. Porque se respondermos “não”, admitimos que até agora maltratamos os homossexuais. Mas se respondermos “sim”, parece que queremos o mal deles. O problema é que a pergunta tem uma premissa oculta que é totalmente falsa: a de que nós estamos maltratando os homossexuais.

    A homofobia é um direito. Todo ser humano tem o direito de querer distância de pervertidos sexuais. Nos EUA por exemplo há um registro de transgressores sexuais (i.e. pedófilos, estupradores, etc.). Ser homofóbico não é maltratar os homossexuais. Pelo contrário, uma pessoa de bem não poderia ter outra atitude, pois o homossexual precisa sofrer as consequências das suas imoralidades libidinosas para dar-se conta do erro que está trilhando.

  18. Isto ai que é plena comunhão?(II)

  19. Esse é mais um retrato da crise pós-conciliar. Não basta ter idéias anti-católicas, é preciso propagá-las nas universidades católicas, dar voz a essas pessoas.

    Creio que o melhor que os bispos podem fazer é fazer um convite formal para que o grupo Courage (fundado por um sacerdote verdadeiramente preocupado com os homossexuais) chegue ao Brasil e ajude aos homossexuais a viverem castamente e FELIZES por serem católicos e fiéis a Jesus.

    Que o Bom Deus tenha misericórida dessa alma e de todas as demais que ele pode ter ajudado a se desviar da santidade.

  20. Si cum Iesu itis nom cum Iesuitis…

  21. Jucken,

    Concordo com vc em sua contestação ao Elton, porém continuo afirmando que homofobia não existe!

    Esse termo é um engodo, uma inversão da ordem!

    Homofobia viria das patologias pisicológicas referentes ao medo, pavor, pânico!

    Logo, como os conselhos de psicologia ao redor do mundo retiraram a homosseualidade do rol das patologias, agora eles colocam que a patologia é a aversão ao homossexualismo, então os doentes somos nós e não eles. É algo bem nonsense tipo o alienista do Machado de Assis…

    Agora pergunto, alguém aí tem pavor de homossexuais? Tem pânico?

    Isso é que é fôbia.

    Em muitos casos a fôbia é tratada com tratamentos pisicoterápicos ou até em certos casos com o uso de pisicotrópicos!

    Acredito que o que tem sim, que ser combatido é a violência que algumas pessoas,cometem contra grupos de homossexuais, assim como comentem da mesma forma contra negros, nordestinos, judeus, palmeirenses , conrinthianos e etc…

    Em tempo,

    Vai, reclamem agora do Pe. Marcelo Rossi .
    Rsrsrsrs…. bricadeirinha.

    A Paz e Cristo.

  22. Professor do departamento de teologia da Puc-Rio, que curso é esse? Misericordia!

  23. Incrível é ver que nenhum padre argumenta sobre a ilogicidade do homosexualismo.
    E muitos, ao contrário, acham “justificativas” e desculpas para aceitar ou tolerar tal aberração.
    Pois se o vício da Gula e da Ira, por exemplo (assim como os 5 outros), podem se aproximar da Virtude que se lhes opõe, no correto equilíbrio, isso já é impossível no homosexualismo (que é, por sinal, das maiores aberrações ligadas à Luxúria.
    E isso pela simples razão de que o homosexualismo, nada tem relacionado ao sexualismo. É somente perversão (e sempre com alta conotação de satanismo, diga-se de passagem).
    Se há sexualismo nas plantas, nos animais e no Homem, isto é, há um sistema feito por Deus e que atinge o seu fim, já na perversão da pederastia e do lesbianismo (termos que exprimem melhor a coisa, sem a terminação sexualismo), o que há é apenas é ilogicidade, transgreção, aberração, causando aniquilações de toda ordem aos homens.
    É, claramente, um tipo de pecado que clama a ira de Deus. Mais do que outros. Deus tenha piedade!
    Um abraço, alfredo.

  24. E por essas e outras é que eu penso e digo que não se deve temer um “retorno” da FSSSPX ao seio da Igreja…
    O temor deve ser por quem esta já na barca.
    E pensar que os jesuítas já foram linha de frente na Igreja.
    Por que o clero se esforça tanto em querer agradar e ser simpáticos aos gays, abortistas, petistas….
    Por que?
    Olegario.

    Em tempo: Quando leio de um sacerdote suas qualificações pedagógicas, “dr. disso, dr daquilo”, sinto até receio de ler o texto.

  25. Vanderley (não-teólogo) diz:

    Esse padre deve estar em comunhão com o capeta.
    Que horror !!
    Suas posições são mais que conhecidas e seus superiores não fazem nada !?!?
    “É preciso combater os “filoboiolas” ou “filogayzistas”.
    Internem rápidinho.

  26. Eu só fico imaginando, e me dá arrepios, como esse presbítero vive o seu sacerdócio. Que Deus nos proteja e nos conceda pastores santos!

  27. “Em vista tanto destas Nossas disposições como da do Nosso Antecessor, convém prestar muita atenção toda vez que se tratar da escolha dos diretores e professores tanto dos seminários quanto das Universidades católicas. Todo aquele que tiver tendências modernistas, seja ele quem for, deve ser afastado quer dos cargos quer do magistério; e se já tiver de posse, cumpre ser removido.

    CARTA ENCÍCLICA
    DO SUMO PONTÍFICE
    PIO X
    PASCENDI DOMINICI GREGIS
    SOBRE
    AS DOUTRINAS MODERNISTAS” (2)

    E o Padre ainda usa o falacioso exemplo do mundo animal para justificar os atos homossexuais… ora, ente quase todas as espécies animais há coito forçado, será que ele também é a favor da legalização do estupro?! Algumas espécies se alimentam dos seus semelhantes, será que ele é a favor do canibalismo?!

    Bom… tem outros exemplos, que é melhor nem comentar… vou evitar a piadinha. Embora seja uma piada que um sujeito desse ainda não esteja excomungado e que dê aulas numa Pontifícia Universidade Católica.

  28. Lúcio, você está certo, nós dois concordamos. O que eu disse foi justamente que homofobia não é desordem, nem doença, nem fobia. É algo completamente natural e correto.

    Sobre a violência, é evidente que ela é incorreta. Mas a violência contra homossexuais não é tão grave quanto a violência contra negros, nordestinos, judeus, palmeirenses e corintianos. Isso porque o homossexualismo é um risco à sociedade e é natural que as pessoas sintam-se ameaçadas. Isso serve de atenuante. É injusto que uma pessoa que atacou um homossexual devido à homossexualidade seja punida da mesma forma de quem praticou violência completamente gratuita (gratuita pois não há nada de errado em ser negro, nordestino, judeu, palmeirense ou corintiano).

    Não estou dizendo que a violência contra homossexuais não deve ser punida, só estou dizendo que não tão gravemente pois há fatores mitigantes.

  29. Virtudes Sacerdotais

    Filha querida, disse tais coisas para que melhor compreendas a dignidade dos meus ministros e chores com mais amargor os seus pecados. Se os ministros meditassem sobre a própria dignidade, não viveriam em pecado mortal, não manchariam sua alma. Se eles não me ofendessem, se não pecassem contra a própria dignidade, se entregassem até o corpo para ser queimado, mesmo assim não me agradeceriam suficientemente pelo dom que receberam. Neste mundo é impossível uma dignidade maior. São ungidos meus, meus cristos, (Salmo 105,15) postos por Mim na função de ministros, flores perfumadas na hierarquia da Santa Igreja. Nem os anjos possuem dignidade igual a esta concedida aos homens, na pessoa dos sacerdotes. Coloquei-os como anjos na terra, e como tais devem viver. De todos os homens exijo pureza e amor; todos devem amar-me e amar o próximo; todos devem socorrer o irmão naquilo que lhes for possível com orações e obras de caridade, assim como já disse em outro lugar, ao tratar desse assunto. Mas dos meus ministros peço pureza maior, maior amor por mim e pelos homens. Que distribuam o corpo e o sangue do Meu Filho com grande desejo da salvação da humanidade, para glória do Meu nome. Da mesma forma como eles querem limpo o cálice usado no sacrifício eucarístico, também eu quero que sejam puros os seus corações, suas almas, seus pensamentos. Igualmente seus corpos – instrumentos da alma – hão de ser possúídos em perfeita pureza. Não quero que se envolvam na lama da luxúria, nem que se mostrem inflados de orgulho na procura de cargos prelatícios ou cheios de rancor por si mesmos e pelos outros. A insatisfação pessoal costuma manifestar-se sobre os outros; quando impacientes, os ministros terminarão dando maus exemplos, não se preocuparão em livrar os homens das mãos do demônio, não se dedicarão com esforço ao ministério do corpo e sangue do meu Filho, não distribuirão a luz da eucaristia na forma explicada .

    Desejo que os ministros sejam generosos, sem ganância. Não quero que vendam a graça do Espírito Santo por amor ao dinheiro. Gratuitamente e com liberalidade receberam de Mim; por Meu amor e para a salvação dos homens devem distribuir, com atitude semelhante, a todo aquele que na humildade os procurar. Nada podem vender, porque nada compraram. Receberam grátis para repartir. Como retribuição apenas podem e devem aceitar ofertas; compete ao súdito fazer os donativos de acordo com suas posses. Nas suas necessidades temporais, os ministros serão sustentados por vós, da mesma forma como sois alimentados por eles com a graça e os dons do Espírito, que deixei na Santa Igreja a fim de que fossem distribuídos para vossa salvação. Lembro-vos, são os ministros que dão incomparavelmente mais; impossível comparar os bens finitos e materiais, mediante os quais vós os sustentais, com o Deus infinito que eles, por providência minha e divino amor, vos oferecem. Não somente quanto ao mistério eucarístico, mas em qualquer outro valor espiritual, a comparação inexiste. Vossos donativos materiais não superam, nem mesmo podem equiparar-se ao que recebeis espiritualmente através das graças, orações e qualquer outro ato desse gênero. Quanto aos bens materiais recebidos de vós, os ministros estão obrigados a usá-los para três finalidades, dividindo-os em três partes; uma, para sustentar-se; outra, para os pobres, e a terceira, para a Igreja naquilo que for necessário. Outros gastos não poderão fazer, sem pecar. Foi assim que agiram os gloriosos ministros do passado, tão cheios de dignidade, e que denominei de “Meus cristos”. Eles viveram sua grande dignidade, iluminados interiormente por aquele sol que lhes dera para ministrar. Considera Gregório, Silvestre, seus antecessores e sucessores que vieram depois de Pedro, o primeiro Papa, a quem meu Filho entregou as chaves do reino dos céus, dizendo: “Pedro, eu te dou as chaves do reino dos céus; o que desligares na terra será desligado no céu; o que ligares na terra será ligado no céu” (Mt 16,19).

    SENA, Santa Catarina – Extratos da Obra: O Diálogo – Paulus

    Será que o Pe. leu algum dia isto?

  30. As idéias do PAdre não combinam sequer com o que diz o Novo Catecismo da Igreja Católica:
    2357 A homossexualidade designa as relações entre homens ou mulheres, que experimentam uma atracção sexual exclusiva ou predominante para pessoas do mesmo sexo. Tem-se revestido de formas muito variadas, através dos séculos e das culturas. A sua génese psíquica continua em grande parte por explicar. Apoiando-se na Sagrada Escritura, que os apresenta como depravações graves (103) a Tradição sempre declarou que «os actos de homossexualidade são intrinsecamente desordenados» (104). São contrários à lei natural, fecham o acto sexual ao dom da vida, não procedem duma verdadeira complementaridade afectiva sexual, não podem, em caso algum, ser aprovados.

    2358. Um número considerável de homens e de mulheres apresenta tendências homossexuais profundamente radicadas. Esta propensão, objectivamente desordenada, constitui, para a maior parte deles, uma provação. Devem ser acolhidos com respeito, compaixão e delicadeza. Evitar-se-á, em relação a eles, qualquer sinal de discriminação injusta. Estas pessoas são chamadas a realizar na sua vida a vontade de Deus e, se forem cristãs, a unir ao sacrifício da cruz do Senhor as dificuldades que podem encontrar devido à sua condição.

    2359. As pessoas homossexuais são chamadas à castidade. Pelas virtudes do autodomínio, educadoras da liberdade interior, e, às vezes, pelo apoio duma amizade desinteressada, pela oração e pela graça sacramental, podem e devem aproximar-se, gradual e resolutamente, da perfeição cristã.
    http://www.vatican.va/archive/cathechism_po/index_new/p3s2cap2_2196-2557_po.html

  31. Lucio Clayton,

    Vc esta corretissimo. Homofobia e invencao. Ainda aparecem aqui para falar em tolerancia, caridade, e tal. Verdadeira caridade e combater o erro, o resto e conversa mole.

    E para todos aqueles aqui preocupados com os ‘direitos’ do homem, so um lembrete: em primeiro lugar vem os direitos de Deus.

  32. Jucken meu caro,

    Eu não vou sair dando porrada em homossexuais, de jeito nenhum, a não ser que algum se meta a besta de vir com alguma insinuação a minha pessoa ou com um filho meu, fora isso não.

    Não podemos agir assim, e que fique bem claro não estou sendo pacifista.

    Em meu trabalho existem uns quatro homossexuais assumidos, com três deles eu tenho um bom relacionamento de coleguismo, apesar de me sentir incomodado quando eles estrapolam em seus trejeitos. Eu inclusive, como catequista, já tive um crismando homossexual não assumido, mas com todos os trejeitos, então eu fui falar com ele em particular, fui direto ao assunto, coloquei os pingos nos is, o rapaz me odiou por um bom tempo, em nossa conversa ví que ele estava lutando… resultado o rapaz crismou.

    Hoje ele participa de grupos na Igreja e em recente conversa que tivemos ele me agradeceu pela conversa que tivemos antes, hoje ele mudou bastante o comportamento, continua lutando e até está tentando namorar normalmente com uma menina… também sempre o vejo se confessando e comungando.

    Bom isso não é nada 100% mas é melhor que nada, é um passo ou o início de vários…

    Se eu tivesse agido com violência, rigorismo e agressividade com ele ou então o que seria pior, não tivesse feito nada, hoje muito provavelmente ele estaria fora da comunidade paroquial e em alguma das fileiras dos movimentos gays…

    Quanto a violência, talvez seja nescessária em casos em que a militância gay, ou um gay militante, nos provoque algum ato violento que requera o uso da mesma força contrária.

    Quanto ao seu último páragrafo, não é bem assim,
    ninguém pode bater, humilhar, espancar (ou coisa pior) uma pessoa só pelo fato de ela ser homossexual,
    violência, agressão, calunia, assassinto são crimes de qualquer jeito, seja contra para qualquer tipo de pessoa que o ato violento for cometido. Nisso eu discordo de ti!

    A homossexualidade é um mal, pode ser um mal espiritual, psicológico ou até patológico, e assim sendo a pessoa que sofre desse mal deve ter sua integridade física sempre resguardada, como qualquer pessoa doente ou sã deve ter.

    A paz de Cristo.

  33. Salve Maria, carus frater,

    Que se pode sugerir para a redação desse alerta entristecido? Por exemplo, talvez:

    Excelentíssima Reverendíssima Dom Orani, para, catolicamente, não considerar como canalha vosso obsequioso silêncio frente à barbárie que corre solta dentro de vossa diocese há anos …

  34. Eu não vou sair dando porrada em homossexuais, de jeito nenhum

    Nem eu.

    Quanto ao seu último páragrafo, não é bem assim, ninguém pode bater, humilhar, espancar (ou coisa pior) uma pessoa só pelo fato de ela ser homossexual

    Você deve ter problemas de interpretação textual porque eu nunca disse isso.

    violência, agressão, calunia, assassinto são crimes de qualquer jeito, seja contra para qualquer tipo de pessoa que o ato violento for cometido.

    Isso não é verdade e o Direito discorda de você. Existe uma coisa chamada circunstâncias atenuantes, e eu acho que você deveria procurar saber o que são e estudar mais a respeito. Você vai descobrir que quando uma pessoa comete um crime por motivo de relevante valor social ou moral a pena dela deve ser atenuada.

  35. Temos que encher a caixa postal deste programa “Sala de Convidados”, por convidar um ‘padre católico’ que ensina justamente ao contrário do que a Igreja ensina! Eles tem que se retratar tambem.

  36. Sto. Inacio de Loyola nao tá feliz com a ordem q ele fundou, tenho certeza, falando nisso eles ainda professam aquele 4 º voto(obdencia ao PAPA)? pq se professam quase todos estao descumprindo

  37. Amigos,

    Hoje à tarde, esse “padre” estará na UNICAP ( Isso mesmo, universidade Católica de PE) proferindo uma palestra sobre o direito homoafetivo.Já foram feitas denúncias ao Bispo ( vejam o blog do Jorge Ferraz), mas, ele afirmou que não poderia fazer nada também porque a Universidade não é responsabilidade dele.O reitor da Universidade Católica, disse que foi pressionado pelos alunos do Diretório Acadêmico do Curso de Direito para que seja feito o evento no auditório, que se ele proibisse, eles fariam no meio da rua.Para evitar maiores polêmicas gratuitas, foi feito dentro da universidade no auditório principal.

    É preciso citar aqui que já está sendo feito uma resistência dos Católicos consciêntes aqui em Recife e inclusive sacerdotes corajosos (como o Pe.Rodrigo Maria da Arca de Maria) estiveram sexta no evento e fizeram o seu protesto com sabedoria e coragem.

    Também é preciso citar aqui que alguns sacerdotes da Universidade, também protestaram por conta do evento.Nem todos os Jesuítas são apóstatas e traidores.

    Vamos tomar cuidado pessoal, para não aumentar muito a bola desse ponto.Vamos denúnciar e pronto!Não dêem muitos ouvidos aos homossexuais histéricos, é inútil.

    Em Cristo,

  38. E infelizmente, nada de contundente irá acontecer… é triste.

    Parece que há tempos esse padre fala esse tipo de coisas… então dever-se-ia puní-lo, ao menos com a pena de silêncio, proibindo-o de lecionar em instituições Católicas e de pregar publicamente. Isso sendo bonzinho, pois ele merece mesmo é a excomunhão, a mentalidade dele é tão avessa à Sã Doutrina que ele não pode ser apontado como alguém “em comunhão”. Imagine o mal que ele promoveu em pessoas predispostas (com tendências homossexuais, ou parentes de homossexuais, ou tendentes ao relativismo) com essa entrevista, apresentado como Padre e professor de uma Pontíficia Universidade Católica?!

    Deveria ser punido ele, seu superior e o Bispo que lhe permite lecionar, uma vez comprovado que sabiam das posições desse Padre.

    É melhor que o cisma silencioso ou acabe ou se explicite, pois o que importa é A Verdade. Que brilhe nessa época tenebrosa Aquele que É A Verdade. Para que O Bem prevaleça nas ações humanas é preciso o reconhecimento dA Verdade. Não se pode temer anunciar a Verdade, mas sim o contrário. Parece que na cúria, têm medo de dizer a verdade, pois percebem que muitos não suportam a verdade.

    Muito Triste

  39. Enviei mensagens e recebi até agora a confirmação de recebimento do email de Dom Orani.

    Fiquem com Deus.

    Flavio.

  40. Ah Heitor…

    Não é questão de colocar panos quentes…. se eles querem o enfrentamentamento, vamos que vamos.

    Isso não é mero detalhe a ser tolerado é grave erro a ser combatido… é questão de excomunhão e apanhar no meio da praça. Larga de bom mocismo… seja bom cristão.

  41. Também já enviei mensagens cobrando explicações e estou aguardando resposta.
    Peço a todos que se manifestem contra esse absurdo.

  42. Prezado Heitor Souza de Carvalho, acerca do evento na UNICAP, Dom Fernando prevaricou, porque ele tem responsabilidade sim sobre a Universidade Católica de sua região. Basta ler a Constituição Apostólica ex Corde Ecclesiae sobre as Universidades Católicas (veja em http://www.vatican.va/holy_father/john_paul_ii/apost_constitutions/documents/hf_jp-ii_apc_15081990_ex-corde-ecclesiae_po.html).

  43. 28. Os Bispos têm a responsabilidade particular de promover as Universidades Católicas e, especialmente, de segui-las e assisti-las na sustentação e na consolidação da sua identidade católica também no confronto com as autoridades civis. Isto será obtido mais adequadamente, criando e mantendo relações estreitas, pessoais e pastorais, entre a Universidade e as Autoridades eclesiásticas, relações caracterizadas por confiança recíproca, colaboração leal e diálogo contínuo. Embora não entrem directamente no governo interno da Universidade, os Bispos « não devem ser considerados agentes externos, mas sim participantes da vida da Universidade Católica »

    Quando for necessário, a Universidade Católica deverá ter a coragem de proclamar verdades incómodas, verdades que não lisonjeiam a opinião pública, mas que no entanto são necessárias para salvaguardar o autêntico bem da sociedade.

    Constituição Apostólica ex Corde Ecclesiae

  44. Amigos,

    Obrigado pelo conselho, mas não sou eu que estou agindo com bom mocismo.É preciso entender que não estamos lidando com pessoas sérias e sim com ideólogos, mentirosos e anti-Católicos.Sendo assim, todas estratégia e inteligência é bem vida.Para que vocês tenham uma idéia, eu soube que os estudantes chantagearam o Reitor da UNICAP para que o evento fosse feito no auditório.Caso não fosse, eles iriam para as ruas fazer o evento, chamar a imprensa e taxar a universidade de “homofóbica”.Fizeram parte do evento a ONG “Leões do Norte”, aqueles mesmos que queimaram um boneco do ex arcebispo fiel Dom José Cardoso Sobrinho….

    Que tipo de pessoas são essas? A mentalidade da sociedade é “pós-Cristã”, no campo cultural já perdemos a guerra e a mídia é toda contra nós.Isto posto, a reação será ir de peito aberto discutir com pessoas com esse nível de adoecimento mental? É inútil e na prática, é isso que eles querem.Eles são capazes de agirem assim, quando o enfrentarmos e vencermos, eles gritarão que são vítimas da homofobia.Toda e qualquer ideologia deve antes ser desmascarada, denúnciada e não é possivel fazer isso sem preparo.

    O evento já aconteceu e houveram Católicos sóbrios que lidaram bem com a situação, entre eles o Pe.Rodrigo Maria da Arca de Maria.Ele esteve os dois dias e falou a verdade sem meias palavras.Infelizmente também teve no evento Católico “doido” querendo se aparecer e agindo na emoção cega.O resultado foi péssimo e atrapalhou os Católicos inteligêntes.

    Em Cristo,

  45. A Ordem dos Jesuítas trabalha de forma contumaz contra a Igreja. Este padre só disse absurdos e mentiras. Não vai adiantar muita coisa denunciá-lo. Assim como os ladrões de Brasília, ele parte do pressuposto de que jamais será punido. Uma lástima. O melhor que podemos fazer é não dar ouvidos à esses caras e rezar pelos padres que se mantém fiéis à doutrina da Igreja.

  46. Mt 19, 4. Respondeu-lhes Jesus: Não lestes que o Criador, no começo, fez o homem e a mulher e disse:
    5. Por isso, o homem deixará seu pai e sua mãe e se unirá à sua mulher; e os dois formarão uma só carne?
    6. Assim, já não são dois, mas uma só carne. Portanto, não separe o homem o que Deus uniu.

    1 Jo 2, 18. Filhinhos, esta é a última hora. Vós ouvistes dizer que o Anticristo vem. Eis que já há muitos anticristos, por isto conhecemos que é a última hora.
    19. Eles saíram dentre nós, mas não eram dos nossos. Se tivessem sido dos nossos, ficariam certamente conosco. Mas isto se dá para que se conheça que nem todos são dos nossos.

    1 Jo 15, 4. Permanecei em mim e eu permanecerei em vós.

    Acorda Católico.
    Pax.