Pronunciamento do episcopado mexicano e renúncia do fundador da Zenit: a casa legionária continua a cair.

Por Patrícia Medina

Maio de 2006. A Igreja condena o padre abusador Marcial Maciel a uma vida de oração e penitência. Morto o fundador, a cúpula legionária rapidamente emite nota louvando suas virtudes e seu seguimento de Cristo.

Janeiro de 2008. O padre Álvaro Corcuera escreve aos membros do movimento Regnum Christi e aos Legionários de Cristo uma carta contando sobre a morte do padre Maciel:

“E o Verbo se fez carne”. Estas foram as últimas palavras que Nuestro Padre escreveu. (…) Como sabemos, desde a sua infância e adolescência, Nosso Senhor deu a ele a graça de claramente perceber o valor relativo do tempo frente à eternidade. (…) Apesar do grande pesar e tristeza que esta notícia nos dá , tenho também a alegria de vos contar que Nuestro Padre chegou ao final de sua peregrinação terrena. Com a paz que sempre preencheu sua alma, ele partiu para o seu destino eterno no dia 30 de janeiro, nos Estados Unidos. 

Setembro de 2011. A televisão mexicana faz um especial sobre o padre Maciel e seus últimos dias de vida. Já circulava a notícia de que o padre abusador havia morrido impenitente, recusando os sacramentos e com uma das esposas e uma das filhas a seu lado. Soube-se, por este especial de TV, que a impenitência final foi muito mais grotesca e que teve o conhecimento da cúpula dos Legionários de Cristo. No vídeo, aparecem fotos do padre abusador passeando pelo mundo, divertindo-se, comendo em bons restaurantes, sempre acompanhado da esposa, filha e legionários de Cristo. Estes passeios aconteceram quando o padre, supostamente, deveria estar “em oração e penitência” conforme ordenado pela santa Igreja. Somente pelas fotos das férias desse padre, podemos ter a certeza da identidade do legionário Marcelino de Andrés. Mas o fato é que o padre abusador cercou-se de legionários nas férias em Capri, na Polônia, etc.

Eis um trecho do programa da TV mexicana Milenio:

Tal especial de TV fez com que a Conferência Episcopal Mexicana, através de seu encarregado de relações inter-institucionais, Padre Manuel Corral, se pronunciasse dizendo que “as fotografias reveladoras apresentadas pelo programa são uma enganação [burla] à autoridade da Igreja Católica, porque ele deveria ter permanecido em oração… vemos como mentiu e foi acobertado por seus próximos”.

Podemos ver tais fotos a partir do minuto 20:00 do vídeo, mas sugiro que, quem tiver estômago, assista o programa todo, disponível aqui [procurar por “Programa especial sobre los últimos dias del reino de Marcial Maciel”].

A cúpula legionária — lamentavelmente até hoje no comando da congregação — já sabia da vida dupla do padre abusador desde muito antes, porém. As seguintes fotos são de 2005 e nelas podemos ver padres legionários, “consagradas” do Regnum Christi e o padre abusador com uma das esposas e filha: veja aqui e aqui.

O Padre Álvaro Corcuera, Diretor Geral da Legião de Cristo, e o padre Luis Garza Medina, antigo vigário-geral, além de superiores das consagradas e dos leigos dos Regnum Christi, estavam ao lado de Maciel na hora da morte. Detalhes que vazaram dos momentos finais do infeliz sacerdote dão conta de que o Padre Corcuera não conseguia fazer o Padre Maciel se confessar. Padre Corcuera pediu ajuda para a esposa do Maciel, Norma, na tentativa de convencê-lo. De qualquer forma, Maciel morreu impenitente. [fonte: Exlcblog]

Nunca é demais reiterar que o superior geral dos Legionários de Cristo, Padre Corcuera, não foi destituído pela Santa Sé e que o padre Luis Garza Medina foi recentemente designado como superior geral para toda a América do Norte.

Numa outra notícia relevante sobre esta triste saga legionária, nesta última semana o jornalista Jesus Colina, (ex?) membro do Regnum Christi e fundador da Agência ZENIT, foi demitido da própria agência que fundou há 14 anos e citou “problemas de confiança e transparência” por parte dos Legionários de Cristo, que desejam ter o controle absoluto sobre o que se noticia e sobre as finanças da agência. O jornalista explica que era desejo dele que as contas da Zenit e dos Legionários fossem distintas para assegurar maior probidade financeira à agência, mas aconteceu exatamente o contrário. O jornalista deu entrevista em que conta que 30 dias após a morte do Maciel, os superiores legionários fizeram uma homilia para centenas de religiosos colocando o padre abusador como modelo a ser seguido [fonte: Catholic News Agency]

Creio que os leitores do Fratres já estejam acostumados a receber notícias católicas de meios bem mais confiáveis do que a Zenit, mas isso serve de alerta para aqueles que ainda doam dinheiro para esta organização.

26 Comentários to “Pronunciamento do episcopado mexicano e renúncia do fundador da Zenit: a casa legionária continua a cair.”

  1. Lamaçal, sujeira, o esgoto é sem fim! Uma máquina de fazer dinheiro, de mentiras, de acobertamentos, de luxúria, de maquinações. A Legião é um cadáver putrefado!

  2. Em Isaías 14, 12 a palavra hebraica (lleäyhe) “Helel” foi traduzida pela Vulgata como Lúcifer. Assim todas as traduções feitas da Vulgata ficaram com a tradução Lúcifer.

    Pelas outras traduções a palavra hebraica (lleäyhe)“Helel” foi traduzida como “astro brilhante”, “luzeiro da aurora”, “estrela da manha” ou “estrela d´alva” entendendo o planeta Vênus que brilha muito forte a noite inteira, mais que as outras estrelas e persiste de manha cedo enquanto as outras estrelas somem com a aurora, ele continua brilhando mas depois também some rápidamente..

    O Profeta Isaias comparou a queda do rei Nabucodonosor, realmente um rei poderoso, famoso, e grande conquistador à Estrela da manha (Lúcifer). Assim como a Estrela da manha brilha mais que todas as outras estrelas, assim foi Nabucodonosor. Mas sua queda foi rápida, assim como some rápido esta estrela da manhã (planeta Vênus no céu).

    Santo Afonso de Ligório dizia que assim como Lúcifer caiu por NÃO TER REZADO, por ter confiado demasiadamente em si , todos seguem na queda pela mesma razão. Dizia o Santo Doutor da Oração que Salomão, TErtuliano, Origenes e o Próprio São Pedro cairam “por se acharem de pé” e não implorado em oração a graça de Deus em auxílio de nossa fraqueza .

    Que história triste a desse fundador do Legionários era melhor que ele não tivesse nascido ou então feito como disse Nosso Senhor :
    “Mas, se alguém fizer cair em pecado um destes pequenos que crêem em mim, melhor fora que lhe atassem ao pescoço a mó de um moinho e o lançassem no fundo do mar.
    Ai do mundo por causa dos escândalos! Eles são inevitáveis, mas ai do homem que os causa!”
    (Mt 18, 6s)
    “Aquele, pois, que pensa estar em pé veja que não caia (1 Corintios 10:12)”.

  3. Amigos,

    Tenho grande amigos Legionários aqui em Recife.Imagino e vejo a dor e a estranhesa deles em lidar com todas essas noticias, ainda continua sendo um baque.

    Espero que seja feita justiça.A omissão, a covardia e os erros do superiores foi latente.

    Em Cristo,

  4. Que vergonha, acho que a Igreja deveria ter sido mais rígida com esse padre e com os outros que o acobertaram … que vergonha ….

  5. Excelente trabalho jornalístico.
    Apreciei bastante. o apontamento da televisão mexicana é elucidativo.
    Bem hajam pelo vosso trabalho.
    Obrigado

  6. Espero que os legionários de Cristo continuem firmes em sua missão, não obstante os malefícios perpetrados pelo seu fundador. Força, coragem! Contem sempre com minha oração!

  7. Tenho tabém amigos legionários, todos de longe bons homens e santos sacerdotes que estam sofrendo com tudo isso. E certamente estão oferecendo toda essa dor em sacrifício ao Senhor.
    Mas se tiverem de condenar os “cúmplices”, justiça se faça mas, em todos os níveis da Igreja e não só na Legião.
    Lembro de um caso de um padre da arquidiocese de Florianópolis, conhecido por todos por seu gosto homossexual e vida dupla imoral. Era de conhecimento do arcebispo Dom Murilo Kruguer pois, até padres lhe denunciavam, além de paroquianos e o Dom Murilo não fez nada. Esse padre acabou sendo assassinado brutalmente a facadas por um rapaz, seu suposto affair. Com isso, quero dizer que se autoridade sabia e não fez nada, encobriu, também é CULPADO por cumplicidade e este o atual PRIMAZ deve ser punido com todo o rigor. (ah seria bom se isso realmente acontecesse mas, infelizmente sabemos que não, mesmo porque a “otoridade arquidiocesana” agora é “suprema otoridade primaz” e muito afilhado do Cardeal Eusébio Scheid)

  8. De um pai podre como esse padre abusador não pode vir nada de bom. Quando é que as pessoas irão entender isso? Tem que ser muito iludido mesmo para achar que pode-se fazer parte de um grupo desses e estar tudo bem.

    Excelente trabalho jornalístico! Parabéns Patrícia, parabéns Fratres!

  9. Deus que me perdoe, mas tenho a impressão que se o padre Maciel tivesse morrido antes de João Paulo II, o papa faria tudo para beatificá-lo.

  10. Creio que fica bastante claro que os malefícios não foram somente “perpetrados pelo fundador”. Mas concordo: devemos rezar.

  11. Pe. Maciel é um canalha, um criminoso. E os do seu círculo próximo também são responsáveis pelo acobertamento dos crimes. Devem reponder à Igreja e à Justiça. De Deus, não escaparão. Espero que aproveitem o tempo de vida que lhes resta e não imitem o fundador na impenitência; busquem a verdade e reparação pelos seus atos de cumplicidade, omissão, conivência, mentiras etc.

    Não sei se os Legionários e leigos consagrados conseguirão sobreviver como família espiritual apesar dessa “herança maldita”… Não estranho, por isso, que tantos saiam da congregação e sacerdotes peçam incardinação nas dioceses. Talvez seja o melhor caminho. Só Deus saberá. Rezemos pelos pobres “filhos” espirituais de Maciel e pelas autoridades romanas.

    É preciso lembrar que essa história de crimes e podridão só veio à tona por causa da imprensa/mídia livre e da coragem das vítimas, pois honestidade e transparência não faziam parte do currículo de “Nuestro Padre”. Se dependesse da cúpula dos legionários, o nome de Maciel estaria hoje em um processo de canonização em Roma…

    Parabéns a Patricia Medina e ao Fratres pela cobertura.

  12. O mal de gente como Padre Corcuera é insistir na defesa de cidadãos do inferno. Por isso um amigo costuma dizer, com ironia, que hoje não falta fé em Deus – falta fé no diabo, ninguém mais acredita nesse sujeito!

    Perfeitamente ciente do exemplo de “santidade” do amigo, insiste em pintá-lo como um Padre Pio de Pietrelcina. A troco de quê? Ainda quer enganar a Igreja, ou pensa que vai enganar o próprio Deus?

    Podiam ser muito amigos (ou mais que amigos, conforme corre à boca miúda), mas eu jamais defenderia meu melhor amigo acima da verdade, e tampouco espero ser defendido dessa forma.

    “Maldito o homem que confia no homem”, vocifera o profeta. Sacrificam a verdade e a Fé pelo bom coleguismo ou por favores obscuros. Em menor escala, é parecido com o caso do dehoniano da TV que num debate quis sair em defesa do amigo, confrade e “irmão” à revelia da Doutrina católica e da verdade divina sobre o Dogma Eucarístico, e ambos foram reduzidos ao ridículo pelo acurado conhecimento de Doutrina e pela mordácia do finado professor Orlando Fedeli.

    Que sentimento espúrio e pecaminoso de amizade: salvar a cara do amigo a qualquer custo, e dane-se todo o resto, inclusive Deus!

    Canta o salmista: “Se o justo me espanca é um favor, porém jamais os perfumes dos ímpios sejam usados na minha cabeça”. Padre Corcuera descreve hagiograficamente um homem que recusou a penitência antes de morrer; quer conferir ares de pureza de um São Luiz Gonzaga a um infame corruptor da juventude, que por décadas enganou a Igreja e desafiou a Deus. “Ai dos que chamam luz às trevas e trevas à luz”.

  13. A Patrícia Medina poderia escrever mais vezes no Fratres!

  14. Ricardo 3:51, tb acho. E mais, se Bento XVI n desse uma bicuda neles (que foi leve) los hijos entrariam com pedido de beatificação…. cruz credo!

  15. Esse é um dos vídeos mais tristes que já vi, bem produzido na matéria mas dolorosíssimo no conteúdo e nos nossos corações…é uma arma poderosa na mão dos hereges, cismáticos e anti-cristãos.
    E não acredito que um católico de verdade fique feliz em ver alguem (em qualquer estado) sofismando a Santa Igreja.
    É mais um sacrifício a oferecer a Nosso Senhor…mas, ao contrário de outro comentário, vamos somente jogar fora da bacia a água suja e não o bebê.
    O finado padre tem pecados públicos e que Deus já o julga, mas dos Legionários e seus terciários, só a Santa Sé decidirá.

    Assim seja.

    E.M. RVGarcia

  16. Agora que consegui ver o vídeo, cruz credo!

  17. Esse é um dos vídeos mais tristes que já vi, bem produzido na matéria mas dolorosíssimo no conteúdo e nos nossos corações…é uma arma poderosa na mão dos hereges, cismáticos e anti-cristãos.(2)

    Jaqueline e Patricia,vocês que conhecem bem esse assunto,pergunto-lhes: É possivel que a Igreja feche as portas destas instituições? Me pergunto: Como mantê-las,apenas “reformado-as”,com o fundador tendo sido quem foi?

    Fiquem com Deus.

    Flavio

  18. Infelizmente alguns padres não seguem a Cristo, mas a si mesmo. Penso que nesse caso, os “cúmplices” devem ser afastados pela igreja, mas não podemos pegar o bebê e jogá-lo fora junto com a água suja. Sim, existe água suja nesse meio, mas não podemos jogar a água e o bebê junto… tenho muitos amigos legionários (padres e irmãos) que são fiéis a Cristo e não podem ser acusados pelo crime de um fundador desonesto. Misericórdia a eles que também sofrem!
    http://www.catolicosconservadores.wordpress.com

  19. O argumento do bebê e da água da banheira é uma constante. No entanto, NSJC não falou de banheiras, bebês e água. Ele falou que uma árvore má não pode dar bons frutos.
    Sei, por experiência, que há gente muito boa tanto no movimento quanto entre os padres. Mas a formação por eles recebida é macielista na raíz: são normas e mais normas, regras, urbanidades, tradições e minúcias inventadas por um psicopata (o padre LG Medina o chamou de psicopata ainda nessa semana). Ele formou fileiras de pessoas (ainda que bem intecionadas) com uma noção invertida de caridade, de serviço, de obediência. Ele torceu o sentido de tudo o que é católico.
    A questão é a seguinte: a cúpula continua a mesma. A formação continua a mesma. Ainda se colocam os críticos como inimigos. Quem municia os protestantes, os ateus, os hereges não é a verdade. É a mentira. A verdade, por dolorosa que seja, é o único caminho, ainda que sofrido, que pode nos levar a Deus.
    Quem acobertou o padre Maciel ainda dita as regras de todo uma congregação. Ainda escreve cartas semanais aos membros do RC. Mentiram e não assumem. Mas não me espanta: quem defendeu o padre Maciel, em geral, tem dificuldade em assumir que errou. É mais fácil assumir que está “triste”, “envergonhado”, etc.
    Finalmente, creio que o fato do jornalista Jesus Colina dar a entrevista que deu é muito relevante. Ele aponta que nada mudou, sobretudo a desonestidade. Ou seja, certos hábitos são difíceis de abandonar.

    A congregação está fadada ao desaparecimento? Não sei. Sei que vão fazer um gala de arrecadação de fundos para os LC. O gala tem como tema uma homenagem a um casal riquíssimo, Stephen e Evelyn Auth, um importante “Chief Investment Officer of Global Equity and Asset Allocation and Executive Vice President at Federated Investors, Inc. ”

    http://friendsofthelegion.org/

    A mesa platinium sai por 36.000 dólares. Mas, pelo menos, quem vai ao gala, ganha um retiro de graça.

    http://friendsofthelegion.eventbrite.com/?ref=ebtn

    Se os LC/RC vão desaparecer, eu não sei. Mas que os LC não deixam de arrecadar fundos, isso é certo.
    Sei que já centenas de membros sairam. Bem mais do que apontam os números oficiais. Em um ou dois anos, saberemos os números reais. Como saiu Jesus Molina, espero que mais membros acordem.
    Mas, quem sabe?, talvez haja alguma reforma…… tudo é possível…ou não.

    abs,
    em Cristo,
    Patricia Medina

  20. Patrícia, seu último comentário foi fulminante. O pai da mentira é o demônio. Os católicos não devem temer a verdade! Que tudo seja dito em voz alta, de cima dos telhados!

    Se dependessemos dos temerosos de ouvidos sensíveis, que tanto mal causam à Igreja, o caso Maciel nunca teria vindo à tona. Afinal, quem tornou possível o conhecimento que hoje temos desse psicopata foi a imprensa. Os católicos estavam tentando, com suas frescuras, evitar o escândalo. Muito possivelmente esse infeliz teria seu processo de canonização financiado pelos poupudos bolsos do LC/RC.

  21. “A questão é a seguinte: a cúpula continua a mesma. A formação continua a mesma”.

    Mas se como diz a Patricia,tudo continua a mesma coisa,isso é um absurdo sem tamanho.Agora,isso não tem nada a ver com os católicos sinceros que fazem parte do movimento e que não tem nenhuma responsabilidade sobre os crimes perpetrados pelo fundador.Mas eu,sinceramente,não entendo como pode continuar uma instituição com o fundador que teve.

    Acho que faz uns 2 anos,mais ou menos,que num programa TO,o Olavo de Carvalho dedicou um bom espaço falando do assunto.Disse ele ser impossivel,por tudo o que ele tomou conhecimento sobre o assunto,que as pessoas que cercavam o fundador não soubessem de nada,e que portanto estavam acobertando-o.

    E ai,como diz a Patricia,estas pessoas estão todas lá,comandando,como sempre estiveram,como se nada houvesse acontecido?Que loucura!Muito bom seu comentário,Patricia!

    Fiquem com Deus.

    Flavio.

  22. Fiquei horrorizado com o vídeo.

  23. Não tenho muito a dizer! Mas dói o coração ver uma coisa dessas! Na alma não me vem outra vontade a não ser a de reparar!!!! E é a proposta que eu faço aos amigos! Que além de nossa postura combativa contra o erro e denunciando as falácias como bem fez a Patrícia, que também rezemos e ofereçamos ao Senhor atos de reparação por coisas tão horrendas e pecados tão medonhos que o próprio diabo deve sentir vergonha!
    Há muitos tempo não assisto algo que me faz ter muita vontade de chorar! E essa história é daquelas que nos deixam impressionados e angustiados.

  24. O argumento do bebê e da água da banheira é uma constante. No entanto, NSJC não falou de banheiras, bebês e água. Ele falou que uma árvore má não pode dar bons frutos.
    Fuzilou.

    Éeeee, los hijos del padrecito pedófilo n contavam o fator Patrícia Medina na net!

  25. Mesmo demostrando que a elite dos tais Legionários de Cristo sabiam sim das patifarias desse monstro, ainda assim tem aqueles, que juravam de pés junto que os líderes dos Legionários não sabiam de nada das safadeza do monstro Marcial Maciel, defendem essa organização que para mim já é criminosa.

    Se quiser não coloque meu comentário Ferreti, e podem reclamar e chorar seguidores do “Nuestro Padre”.

  26. Um leigo do Regnum Christi, com muitos artigos na internet, inclusive com várias citações de Marcial Maciel, não admitia por muito tempo o erro dos Legionários… Acreditava na canonização!!!! Espanta-me como se pode enganar por tanto tempo em um assunto tão grave uma pessoa tão culta! Da mesma forma querem defender os cúmplices… É difícil acreditar que essa congregação e movimento sejam de Deus: manipulação de consciências, opção preferencial pelos ricos, pirataria vocacional. “Uma árvore má não pode dar bons frutos” Existem pessoas boas e virtuosas no ateísmo, agnosticismo, protestantes, judeus e isso não significa que não devam sair das instituições a que pertencem.
    Fiquei assustado quando escreveram sobre a possibilidade do Papa João Paulo querer beatificá-lo!