Foto da semana.

Com informações de Folha de São Paulo e Corriere della Sera.

Roma, 15 de outubro de 2011: Manifestantes italianos colocaram fogo em um anexo do ministério da Defesa, destruíram vitrines de lojas e incendiaram dois carros durante protestos dos “indignados”, que terminaram em violência em pleno centro de Roma. Os incidentes ocorreram perto do Coliseu, onde estima-se que ao menos 100 mil pessoas protestaram em meio ao dia mundial das manifestações contra a precariedade e o poder das finanças, em um contexto de crise global. O movimento dos “indignados” — nascido em Madri em maio e imitado por outros grupos, como “Ocupe Wall Street”, nos Estados Unidos — quer converter o 15 de outubro em um dia simbólico, com protestos em locais emblemáticos, como a Wall Street, em Nova York, a City de Londres e o BCE em Frankfurt.

Nem uma imagem da Santíssima Virgem e um pequeno Crucifixo ficaram ilesos.

Um grupo de jovens encapuzados, portando bastões, arrombaram o salão paroquial da Igreja dos Santos Marcelino e Pedro, próxima à Basílica de São João de Latrão, e tomaram uma pequena estátua de Nossa Senhora de Lourdes e um Crucifixo para, então, quebrá-los na rua, diante de todos. Na calçada, com o rosto desfigurado, restou apenas a estátua em mil pedaços.

O Vigário de Roma, Cardeal Agostino Vallini, condenou a “blasfêmia e profanação”. Rezemos em reparação, desagravando assim os tão ultrajados Sagrados Corações de Jesus e Maria.

Foto: Corriere della Sera

Tags:

12 Comentários to “Foto da semana.”

  1. Desse jeito até quando a humanidade será poupada do justo castigo de Deus???

    Quanta maldade, quanto ódio à Deus, à Nossa Senhora!!!

  2. Na realidade são cinco notícias ruins:
    1ª o peacado contra Nosso Senhor e Nossa Senhora
    2ª aaaaanos de purgatório para quem pecou
    3ª Roma está menos católica
    4ª prejuízo para a Igreja
    5ª a mídia aprovietou-se da situação

    Misererenobis

  3. Trecho do livro “A Subida do Calvário”:
    “….A partir do momento em que deixa o tribunal de Caifás, Jesus entra cada vez mais no
    silêncio.
    É, contudo, o momento em que pela primeira vez Ele toma contato com a multidão.
    Acompanhemos esse grande silêncio no meio daquela multidão volúvel, cheia de ódio.
    E por que cheia de ódio? Em verdade, Ele não fez mal algum àqueles que O envolvem
    de todas as partes.
    Ainda ontem eram gritos de alegria, eram os caminhos juncados de palmas cortadas e de
    vestes lançadas, era o Homem em todo o percurso das estradas, a porta Dourada
    transporta como que sob um arco vivo de braços estendidos e de ramos triunfais
    entrelaçados por sobre a Sua cabeça… A multidão é ondulante e vária sem outra alma
    que aquela que Lhe sopram de fora. Havia muitos sopros que agitavam aquele mar e
    Lhe propeliam as vagas furiosas. O ódio dos sacerdotes, a inveja dos anciãos, o medo
    dos Sinhedritas; um sopro mais baixo: o de Satã; um sopro mais alto: a cólera de Deus.
    É singular que os homens percam do seu bom-senso e da sua razão na proporção do
    número. Aquela multidão, composta de seres inteligentes, não passa agora de uma
    massa irracional e insensata. A razão individual parece perder-se, e perde-se
    efetivamente, na razão coletiva. Há pouco tínhamos homens, agora temos apenas uma
    imensa criança, trêfega, volúvel, irritável, passando do riso ao choro, gritando ao
    mesmo tempo o Hosana e o tolle, caprichosa no seu ódio e na sua compaixão.
    E Jesus atravessa a multidão. Esta multidão será um dos agentes principais e dolorosos
    da Paixão. Ignora-se isto comumente: todavia, é o fundo do quadro….”

  4. Foto da semana? Essa poderia ser a foto da década!

    Ela mostra perfeitamente o estado atual da sociedade. Ao rejeitar a Verdade e pisar nos seus valores mais caros, o resultado só pode ser desordem, caos, e revolução.

    Posso estar meio emotivo, mas consigo ver a tristeza nos olhos de Nossa Senhora…

    Pobres almas desse século.

  5. Rezemos! Ler a notícia e analisar a imagem me deu uma grande dor no coração.

  6. Uma notícia que a mídia nunca vai publicar:

    http://infocatolica.com/?t=noticia&cod=10285

    Seria bom vocês publicarem.

  7. E a Igreja continua dialogando com o mundo. Eita, diálogo sem fim.

  8. Assisti o video deste ato terrivel na gloriatv.

    Fiquem com Deus.

    Flavio.

  9. O pior é que nem os acontecimentos desta monta são capazes de altear a fala simpática de sonolenta formalidade das autoridades vaticanas. O interminável sorriso do Vaticano deve esconder um terrível e silencioso desespero. O último Papa capaz de dar brados angustiantes no rádio e na TV (por ocasião da guerra) foi Pio XII.

    Sacrilégio iconoclasta isto o que fizeram, mas a título de curiosidade, a blasfêmia verbal (“bestemmia”) é uma triste tradição e um horrível vício do povo italiano, um costume familiar assustadoramente comum na Itália e nas colônias de descendentes. Apesar de muito católicos, quando enraivecidos costumam blasfemar contra Deus e a Virgem, embora os mesmos italianos aleguem que dizer “porco d_o” não se trata de ofender a Deus ou odiá-Lo, mas de uma maneira de desestressar.

  10. Malditos anarquistas!

  11. Um crucifixo tbm foi alvo de tal sacrilégio. Fiquem com Deus.

    http://www.gloria.tv/?media=205942

    Flavio.

  12. Não se diz mais que a “unanimidade é burra” e sim que a humanidade é burra, ou quase toda ela. Essa “massa bruta” coloca os corruptos no poder e depois vai para as ruas “chorar o leite derramado”. Essas manifestações tiveram início em Madri, Espanha onde colocaram no poder um socialistazinho ordinário que segue agindo contra a moral e a Fé Católica, em tudo que faz no governo daquele pais. Na França não é diferente pois elegeram um fornicador que se manteve casado só para ganhar as eleições. Foi só se eleger e “apareceu de repente” a modelo bonita e bem mais velha do que o “Dom Juan” deslumbrado. Nesses casamentos de pessoas jovens e bonitas com pessoas velhas e feias, as pessoas velhas e feias são sempre as ricas e ou, mais importantes. Por que será?… “O “amor” é lindo o que mata é a falsidade”. Voltando “a vaca fria” vejamos aqui no Brasil o que fez a “massa bruta”, colocando no poder um governozinho corrupto e desclassificado, que rouba a nação da forma mais descarada e escancarada como só esse governo sabe fazer. Nos Estados Unidos manifestações desse tipo viraram moda ultimamente. Eles la tem razão pra se manifestarem pois seu poderoso país está sofrendo as consequências, por terem posto no poder (Mesmo que “indiretamente”) um governo “frouxo” que tem arrasado com a economia daquela grande nação. Já na Itália foi para o poder um tipo escandaloso e acusado de crimes sexuais com menores de idade. É o caso de se perguntar: O que quer a “massa bruta” indignada? O problema não está nos políticos e sim na sociedade, na massa. Os políticos não vêm de outo planeta eles saem da sociedade, e não se tornam “milagrosamente” honestos só porque são eleitos. A sociedade atual faz pose de “vítima indignada” mas é essa mesma sociedade que produz estas “bestas” horrorosas para lhe governar. Uma sociedade que oficializa “casamento entre pessoas do mesmo sexo, pratica o crime do aborto, da eutanásia, propaga sensualidade em tudo e odeia a Igreja, pode esperar algo de honesto e decente de seus membros que ascendem ao poder para governa-la? Antes da “massa bruta” culpar a sua “parte” podre que está no poder, deveria sim olhar para si mesma. A humanidade caminha para um tipo de autodestruição que só a Fé, a única e verdadeira Fé poderá salva-la. Et unam sanctam cathólicam et apostólicam Ecclésiam!