FSSPX-Polônia emite errata.

O site da FSSPX na Polônia emitiu uma errata. Nela se confirma a declaração do porta-voz da Santa Sé, Pe. Federico Lombardi: a única carta existente foi assinada por Mons. Ladaria, e não pelo Cardeal Levada; nela, não há nenhuma aceitação da abjuração e qualquer referência à FSSPX; da mesma forma, não há concessão do título de prelado doméstico de Sua Santidade, o Papa. Por fim, o site, muito dignamente, reconhece o erro e pede desculpas.

11 Comentários to “FSSPX-Polônia emite errata.”

  1. Salve Maria.

    É por essas e outras que não se deve argumentar pelas exceções, mas pela regra.

  2. Vamos resfrescar a memória dos Brasileiros: tinha um certo site aí, que quando errava saia uma coisa no site e nas comus do orkut outra.

  3. Uma coisa que não entendi: foi apenas um erro?
    A história toda foi construída em torno – praticamente – do nada. E publicada como notícia? Difícil entender tal ‘erro’.

  4. Acompanhei todo o debate que surgiu com essa notícia. Bem que eu estava desconfiando.
    O tal site polonês tinha que ter apresentado a suposta carta do Cardeal Levada.
    Para se dar uma notícia tem que se ter fundamento, documentação.

  5. Como no triste caso de Guadalajara, onde até retiraram do ar as ofensas feitas a FSSP.

    É uma pena que caminhe assim.

  6. Então, a errata é sobre a assinatura que não é do Card. Levada. Mas… e a noticia di hoje?

    “Kardynał Wilhelm Levada, prefekt Kongregacji Nauki Wiary, listem z 25 listopada 2011 r. uznał wyrzeczenie się schizmy (abiuratio) dokonane przez archimandrytę Atenagorasa Bogoridi-Livena. ” Eu não sei plones… o que diz? http://news.fsspx.pl/?p=304

  7. Perdão… tinha errata lá. Mas pelo que consegui traduzir. A errata foi só quanto ao título cedido ao arquimandrita, e quanto ao signatário da Carta dirigida à ele. Para todos os efeitos a notícia ofcial do site polonês segue sendo que o Arquimandrita fez a abjuração diante e dom Fellay.

  8. O mais importante já está feito: um sacerdote que deixa o cisma ortodoxo, enquanto o câncer pós-concilar assina acordos de “não conversão dos ortodoxos” como o de Balamand. E ainda querem que a FPSSX esteja debaixo das autoridades que pensam exatamente como pessavam as que assinaram esse acordo tão medonho. São Josafá dedicou a vida inteira e esgotou-se tentando converter o máximo de ortodoxos possível a Igreja Católica, mas agora ele é ultrapassado, pois não sentiu a brisa revificadora da teologia modernista. Se estivesse vivo hoje e fizesse o que fez seria considerado “fora da plena comunhão” e infringido o direito canônico ou mesmo excomungado.