Cadeiras plásticas dobráveis no lugar de bancos com genuflexórios.

Uma nova tendência que também se espalha pelo Brasil.

Pius.info | Tradução: Fratres in Unum.com — Warendorf, Alemanha — os fiéis que vão à Missa na igreja de Santa Maria, em Warendorf, estão enxergando vermelho: os antigos bancos de carvalho desapareceram e foram substituídos por assentos dobráveis de plástico.

Uma coleção variegada e colorida no lugar dos assentos: os bancos azuis procedem da diocese, os vermelhos da cidade e os de madeira das salas de aula do ginásio diocesano.

Muitos fiéis expressam o seu descontentamento. Especialmente porque agora eles não podem mais se ajoelhar durante a oração.

A razão dos assentos: a igreja deve se tornar um espaço para experiências [como apresentações, debates e concertos].

O pároco, Peter Lenfers, enxerga um caminho para conservar a igreja de Santa Maria após a fusão de uma comunidade grande com três igrejas.

Tags:

12 Responses to “Cadeiras plásticas dobráveis no lugar de bancos com genuflexórios.”

  1. Mais confortável para a ceia entre amigos. Um absurdo aquelas duas cadeiras azuis na fileira das abóboras, quebrou a ‘harmonia’ , assim n dá!

  2. A igreja deve se tornar um espaço para experiências (apresentações, debates e consertos ) menos o SANTO SACRIFÍCIO.
    Fora modernistas malditos esta Igreja não vos pertence.

  3. “Perigosíssimos” membros deste nosso FRATRES;
    Não me espanta nada, desde que vindo dessa gente da igreja conciliar.
    Se eles já retiraram Cristo, nosso Senhor, do centro da Fé, substituindo-O pelo ser humano, pelas preocupações do dia-a-dia e por um socialismo/marxista/populista (campanhas da fraternidades; grito dos excluídos; entre otras cositas más da CNB do B), vocês pensam que fariam o quê?
    Eles, seguindo o seu “mega evento” destruíram tudo à sua volta, sepultaram a Fé das pessoas, e como já anteviu o Grande Papa S. Pio X, são os piores inimigos da Igreja, uma vez que a destroem desde seu interior… Realmente, o modernismo, como disse São Pio X, “é a pior das heresias!”
    Essa gente é como um tumor cancerígeno: vai se alimentando de células saudáveis, espalhando-se e lançando suas metástases por todo o corpo, até levar o indivíduo à morte.
    Assim está essa desgraçada – sem a Graça de Deus – igreja conciliar.
    Não há quem a leve a sério, uma vez que não é séria… Basta se ver o que nela acontece, a cada dia… cada vez pior…
    Às vezes penso como será daqui alguns anos? Não mais existirão resquícios da Igreja Católica, aquela Igreja fundada por Cristo, edificada pelos Santos Apóstolos e solidificada com o sangue e o testemunho dos Mártires… Ficará tudo eclipsado pelas sombras dos péssimos exemplos dessa desgraça conciliar…
    Haverá apenas esse pérfido arremedo mambembe de igreja, esse simulacro nefando, que nem Lutero, com todo o seu ódio anti-católico imaginaria… Do inferno ele deve estar rindo de toda essa triste realidade, desta “igreja santa e pecadora”… Que nem tem mais uma fumaça de satanás, mas que a fumaça sufocou de tal forma as consciências, cegou de tal forma os olhos, que todos parecem nada ver…
    Cardeais e seus escândalos, protegendo à sua parentela, buscando mais postos e mais influências numa igreja decrépita, imoral e decadente, tal como a Babilônia do passado…
    Ah, e os “liturgos diocesanos”, os bispos e sua preguiça e despreocupação com a perda de fiéis…
    Da inércia diante de tantos problemas que eles deveriam se levantar, ao, ao menos, levantar a voz, como no caso da difamação a um bom sacerdote conciliarista (ele não é tradicionalista, mas sim, neo conservador, que justifica o concílio das maravilhas)…
    Ah, os bispos …
    Isso sem falar nas histórias de “Vera Fischer” que vão surgindo por aí…
    Claro, há algumas poucas e raras exceções…
    Poucos que se levantam e sabem se portar como Pastores de Almas, que realmente são Sucessores dos Santos Apóstolos, que demonstram uma Fé forte e inabalável, ainda que isso não tenha uma boa “imagem na mídia”…
    Ainda há alguns, poucos, mas ainda há…
    Como na história de Sodoma e Gomorra…
    Ainda há alguns justos…
    E o clero?
    Creio que chamá-los de cloacas de impureza, seria até um elogio…
    Não acha?
    Basta você se lembrar das arapiracas da vida, dos abaixo-assinados para os bispos, difamando um clérigo sério (ainda que conciliarista) e os “padres” cantores, fashion’s e metrossexuais por todo esse nosso país…
    Há também as poucas e raras exceções…
    Até mesmo entre os seguidores da desgraça conciliar…
    Se alguém, ainda que “seduzido pelo mega evento” levar alguma coisa a sério, é esculhambado, destruído, aniquilado…
    E nenhum bispo, nenhuma rede “católica” de televisão para dar-lhe uma “forcinha”…
    É, se isso não for a “abominação da desolação” que Nosso Senhor nos fala no Evangelho, não sei o que será…
    Por muito menos, Deus castigou Israel…
    O que esperar de bom dessa gente?
    Se eles baniram Deus de sua igreja do “concílio das maravilhas”…
    Daí, ficar “escandalizado” por que retiraram os bancos de carvalho?
    Já fizeram muito pior: retiraram a Divindade de Cristo, nosso Senhor!
    Retiraram o caráter divino e espiritual da Igreja!
    Retiraram a devoção filial a Maria Santíssima!
    Retiraram o valor da intercessão dos Santos!
    E há alguém que ainda se iluda que não há crise na igreja conciliar?
    Isso é ser pior que cego, pior que morto! É ser cínico! É ser sádico: ver o sofrimento e ter prazer em contemplar o sofrimento alheio…
    Nós, sofremos porque amamos a Igreja Católica.
    Não queremos que essa falsa igreja faça obscurecida a Luz de Cristo na Igreja fundada por Ele!
    Rezemos e resistamos a essa turba de malfeitores!
    Quanto àqueles que querem “guardar a Fé”, como nos admoestou S. Paulo (odiado pelos modernistas), temos que ter a consciência clara de que iremos voltar às catacumbas, teremos uma Fé às escondidas!
    Essa ópera bufa, a qual chamam de igreja, nada mais é que um grupo de pessoas que busca apenas sua satisfação pessoal e seu bem estar, pouco importando com a Salvação das almas…
    FRATRES, felizmente isso tudo não é, nunca foi, e muito menos será a Igreja Católica, fundada por Cristo, nosso Senhor!
    Essa é a igreja do diabo, pior até que aquela dos contos do Machado de Assis…
    E, seria à essa gente, a isso que eles chamam de “igreja” que D. Fellay quer se unir?
    Libera nos Domini!

  4. O culto a feiúra! Mas o culto a feiúra completo seria essas cadeiras na nova catedral de BH a la Niemayer e numa das paredes aquele quadro em homenagem ao CV II,se não me engano,em que parecia a imagem dum fantasma se desprendendo do quadro.Saiu aqui no fratres ano passado essa “obra prima”.

    Fiquem com Deus.

    Flavio Dornelles.

  5. Lamentável quando se diz: “a igreja deve se tornar um espaço para experiências [como apresentações, debates e concertos].”. Aonde vamos parar, tira toda a “característica” de uma verdadeira paróquia!

  6. Meu ex-pároco fez o mesmo, inaugurou a nova Igreja de São João Calábria com bancos de plástico branco, o Altar fez como uma passarela, e na missa de festa do santo, com a presença do Bispo, um gurpo de Fank dançar…

  7. Que horror! Pelo menos aqui onde eu moro, cadeiras de plástico eu só vi em capelas. Nunca vi em igrejas grandes… quer dizer, já vi sim, e na Catedral! A nossa catedral (de Brasília) tem bem poucos bancos de madeira. Sempre que tem qualquer coisa que enche a catedral, lá vai aquelas cadeiras de plástico brancas. Aquilo é tão feio, parece o Show da Fé! :@
    Já vi algumas que usam as brancas porque é mais barato, mas se pudessem usavam bancos de madeira mesmo. Agora, trocar os de madeira pelos de plástico, tem que ser muito trouxa mesmo. –‘

  8. A ideia das cadeiras também foi adotada por várias catedrais da Europa, é claro que é um mero detalhe, mas ainda considero um tremendo absurdo; não só pelo fato da ausência do genuflexório, (que reflete uma forma de ausentar a adoração, fazendo que o Cristo Eucarístico fique a parecer um simples simbólico à frente) mas também pelo fato do desperdício, até porque tenho CERTEZA que os bancos estavam muito bem, obrigado.

  9. Oráculo:
    Tremei oh Bispos do mundo inteiro que querem fazer da casa do senhor um prostíbulo ,porque o senhor irá visitá-los com seu chicote!

    Já estamos na hora extra da misericórdia e paciência de Deus quando acordarão e se converterão?

  10. Muito interessante o estudo dos textos que todos os anos se produzem para aprofundamento litúrgico. Neste, deste ano: http://www.vatican.va/news_services/liturgy/details/ns_lit_doc_20120208_opera-trinita_po.html lê-se o seguinte: “uma igreja sem genuflexórios não é uma igreja católica”. E aí? Realmente uma pena.

  11. Horrível! Nunca vi semelhante!

    Saudações de Portugal

Trackbacks