Departamento das Celebrações Litúrgicas do Sumo Pontífice: “uma igreja sem genuflexórios não é uma igreja católica”.

Ainda em relação ao post Cadeiras plásticas dobráveis no lugar de bancos com genuflexórios, o leitor Emmanuel P. Cardozo, a quem agradecemos, nos traz o seguinte texto:

Sexta-feira Santa: sem genuflexórios, fiéis imitam prostração do sacerdote.

Sexta-feira Santa: sem genuflexórios, fiéis imitam prostração do sacerdote.

Portanto, a liturgia é bênção de Deus, palavra e dom, e adoração humana, ou seja, ação de graças (eucaristia) e oferecimento. Não está toda a Santa Missa nesta definição? Ninguém pode deixar de definir assim a sagrada liturgia, ou seja, sacramento. A adoração não é outra coisa que a mesma liturgia. Qualquer tentativa de separar as duas coisas vai contra a fé e a verdade católica.

Não se sustenta hoje que o homem adora a Deus com todo o seu ser? Quer dizer com a alma e com o corpo. Por isso, na Bíblia toda “obra de Deus é bênção” (cf. CIC, 1079-1081) é a dimensão cósmica que inerva a Sagrada Escritura, do Gênesis ao Apocalipse, e também a liturgia. Se abençoar quer dizer adorar, a bênção ou adoração na Escritura está documentada pela prostração e pelo dobrar os joelhos fisicamente e metafisicamente o coração. Só o diabo não se ajoelha, porque – dizem os Padres do deserto – não tem os joelhos. Assim, São Paulo vê diante de Jesus a consonância entre história sagrada e o cosmos: todo joelho se dobre, no céu, na terra e debaixo da terra. Conseqüência concreta: o gesto do ajoelhar-se deve voltar a ter a primariedade no rito da Missa, no desenvolvimento, inspiração e sabor da música sacra, nos objetos sagrados: uma igreja sem genuflexórios não é uma igreja católica.

Do estudo A liturgia, obra da Trindade, do Departamento das Celebrações Litúrgicas do Sumo Pontífice, de autoria do Pe. Nicola Bux, fevereiro de 2012.

* * *

E em sua diocese, caro leitor: há igrejas não católicas?

20 Responses to “Departamento das Celebrações Litúrgicas do Sumo Pontífice: “uma igreja sem genuflexórios não é uma igreja católica”.”

  1. Como eram lindos os genuflexórios da igreja da época dos apóstolos e das igrejas dos primeiros séculos, que nem bancos possuíam…

  2. Também acho que toda igreja deveria sim ter os genuflexórios, e na sua falta, as pessoas ajoelharem-se direto no chão mesmo, por exemplo quando a igreja está cheia. Agora colocar cadeiras de “praia” ou de “botequim” para suprir a falta de bancos realmente descaracteriza o lugar. Ah como são belas as igrejas antigas, com suas naves, muito diferentes das igrejas esquisitas que andam fazendo por aí .. quem passa em frente e não conhece, custa a acreditar que seja mesmo uma igreja, ou vai pensar que é um templo protestante.

  3. “Como eram lindos os genuflexórios da igreja da época dos apóstolos e das igrejas dos primeiros séculos, que nem bancos possuíam…”

    Arqueologismo litúrgico, você vê por aqui.

    “(…) quando se trata da sagrada liturgia, não estaria animado de zelo reto e inteligente aquele que quisesse voltar aos antigos ritos e usos, recusando as recentes normas introduzidas por disposição da divina Providência e por mudança de circunstâncias.

    Este modo de pensar e de proceder, com efeito, faz reviver o excessivo e insano arqueologismo suscitado pelo ilegítimo concílio de Pistóia, e se esforça em revigorar os múltiplos erros que foram as bases daquele conciliábulo e os que se lhe seguiram com grande dano das almas, e que a Igreja – guarda vigilante do “depósito da fé” confïado pelo seu divino Fundador – condenou com todo o direito. De fato, deploráveis propósitos e iniciativas tendem a paralisar a ação santificadora com a qual a sagrada liturgia orienta salutarmente ao Pai celeste os filhos de adoção.”

    Pio XII, Mediator Dei.

  4. Janio, não sei se a sua ironia foi para dizer “não há problema em não ter genuflexório nem banco, as pessoas ajoelham no chão e assistem à missa em pé mesmo” ou se foi para dizer “ajoelhar é uma invenção medieval”. Imagino que não seja esta última, até porque o próprio texto deixa claro que não.

    Se for a primeira hipótese, de fato não é necessário banco nem genuflexório, porém, uma vez que estes foram introduzidos, uma vez que somem, há uma mensagem implícita de que algo mudou. Se é intencional ou não da parte de quem tomou a decisão, não sei, mas o fiel vê a mudança e é natural que ele imagine: (1) se o genuflexório desapareceu, não querem que eu me ajoelhe / não é necessário ajoelhar; (2) se no lugar dos bancos colocaram cadeiras comuns, querem que eu veja a igreja como um local como qualquer outro.

  5. Zona leste em São José dos Campos : igreja Sagrado Coração Eucaristico de Jesus no bairro Novo Horizonte retirados os genuflexórios e a Capela São Paulo Apóstolo no bairrro Nova Michigan, desde a inauguração nunca teve o genuflexório. Ah, os bancos são bem próximos para n se ajoelhar.
    Quando ia na missa nova, me ajoelhava no corredor kkkkk SE cara feia de padre matasse…

  6. Quem tem ciência de que deve ajoelhar não precisa de genuflexório. Ainda mais que hoje em dia tem bastante genuflexório com espuminha, tem gente ajoelhando mais para descansar do que para se humilhar.

  7. Vejam esta paróquia no Complexo das favelas da Maré: http://www.facebook.com/media/set/?set=a.2091567448761.2105930.1232502095&type=1&l=a79b8a3554

    Se uma paróquia do Complexo da Maré, onde o dízimo chega com muito esforça aos mil reais mensais (que é equivalente a UM ofertório de uma paróquia da Zona Sul do RJ), o que não pode ser feito numa paróquia fora da favela?

    Ajudem esta paróquia!

    A VIDA SACERDOTAL

  8. E essa paróquia também em S. José dos campos que parece mais um teatro…
    IMG_4374

  9. Quando leio as notícias no fratres, vejo que a cada as coisas estão melhorando. “EU SOU UM OTIMISTA INVETERADO”.

  10. Complemntando: vejo a cada dia.

  11. Quis dizer apenas que voltamos à era das catacumbas, nossos genuflexorios serão o chão, pois até nossas igrejas serão tiradas se continuarem com essas invencionices… Desculpem-me pela ambiguidade… fui arrebatado pela indignação! Decerto não haviam genuflexorios qdo nem sequer haviam igrejas,mas não duvido que se ajoelhassem diante de Sua Majestade, nosso Senhor sacramentado.

  12. bela resposta do Vaticano a estes profanadores!

  13. Bruno Lima, eu estive em S. José dos Campos ano passado visitando familiares de minha esposa e fiquei estupefato com a paróquia cujas fotos vc mostrou… Cara, o telão só não era mais estranho que o padre e os fiéis com as piruetas carismáticas! Era abuso litúrgico em cima de abuso litúrgico! Não tive estômago para ficar! O telão criou um novo tipo de missa: missa drive in… Não me pergunte como a prima de minha esposa vai neste lugar, pois é preciso ter sangue de barata!

  14. Bruno Lima: Olhando a foto de primeira eu poderia jurar que era uma igrejola protestante, daquelas bem “show de milagres”…

  15. Concordo, Janio. Às vezes parece que a destruição nunca tem fim, às vezes parece que uma restauração está a caminho. Acho que, no fundo, as duas coisas estão acontecendo ao mesmo tempo, só espero que a restauração não demore muito.

  16. Dionísio também estive de passagem por ter uma tia que mora lá.
    Mas fiquei também assustado ao saber que o que se espalha por aí é que essa é paróquia modelo para todo o Brasil, ouvi isso dos fiéis de lá.
    Que Deus nos livre de uma coisa horrível dessa.

    Muito estranho e chega a ser assustador é aquele ferro contorcido em cima do “altar” que dizem ser uma escultura do espirito santo.
    Absurda!

  17. Eu estou na Itália e aqui muitos não fazem a genuflexão, mas abaixam a cabeça durante a consagração da óstia. Sinceramente, ficar discutindo a presença ou não de bancos com o genuflexor é algo secundário. O próprio Cristo dizia que não devemos ser hipócritas e orar em voz alta no tempo. Disse que deveríamos procurar a intimidade do quarto para orar. Por fim: culto externo não salva ninguém, no máximo agrada a quem olhar.

  18. A Igreja está em convulsão, provocada pelo choque entre os movimentos restauradores e os modernistas, por isso vemos esse cabo-de-guerra, em que a cada momento ela parece ir para um lado diferente.

    Oremos!

  19. Mateus, pq vc n foi orar ao invés de fazer um comentário secundário como este? Aproveita e procure na Bíblia QUEM foi que disse que todo joelho se dobrará para Ele.

Trackbacks