À espera de um milagre, o Brasil Católico reza o Santo Rosário.

Está prevista para às 14 horas de hoje a retomada, pelo STF (Supremo Tribunal Federal), do julgamento sobre o aborto de bebês anencéfalos. A sessão de ontem foi suspensa com 5 votos favoráveis e apenas um contrário ao infanticídio judicialmente oficializado. O único ministro a defender a vida foi Ricardo Lewandowski, que declarou: “Uma decisão favorável ao aborto de fetos anencéfalos teria, em tese, o condão de tornar lícita a interrupção da gestação de qualquer embrião que ostente pouca ou nenhuma expectativa de vida extrauterina.”

O saudoso bispo emérito de Anápolis, Dom Manoel Pestana Filho, bradava pouco antes de falecer em janeiro de 2011: “O Senhor nos pede não a vitória, mas a luta”. Ele, que nas décadas de 80 e 90, solitário, incomodava autoridades seculares e até eclesiásticas pelo seu vigor na defesa das crianças inocentes. Muitas vezes indo a Brasília…

Na foto acima, o sucessor de Dom Pestana nesta desolada batalha, reza, só, o seu Santo Rosário diante do STF. Dom Luiz Gonzaga Bergonzini, bispo emérito de Guarulhos, foi o único bispo Católico brasileiro presente ontem em Brasília. Rezando pela vida e pelo respeito à Lei de Deus, pedindo que a Terra da Santa Cruz seja livrada maldição do aborto.  Nesta hora grave, não se ouviu falar do presidente (Cardeal Raymundo Damasceno) e do Secretário-Geral (Dom Leonardo Steiner) da CNBB, cuja sede fica na mesmíssima capital federal…

Dom Bergonzini não está sozinho. Com ele está a Alma Católica do Brasil. Estão os portugueses que nos trouxeram a Fé e os mártires que a regaram com seu sangue; estão os tantos missionários, tantos padres seculares e religiosos que por 5 séculos lutaram para que Cristo reine em nosso chão. Eles, do céu, rezam com (e por) Dom Bergonzini. E com eles, Nobis quoque peccatoribus

Se o momento nesta terra é desolador, ao menos nos reconforta saber que cada um receberá do Divino Juiz o quinhão que lhe corresponde. O Senhor há de recompensar a todos conforme suas obras e mostrará o peso de seu braço àqueles cujo dever não foi cumprido.

Abaixo, o quadro da Folha de São Paulo:

Créditos da foto de Dom Bergonzini: Márcia Marques de Oliveira.

18 Comentários to “À espera de um milagre, o Brasil Católico reza o Santo Rosário.”

  1. E.mo Rev.mo Sr. Bispo Dom Bergonzini,

    Vossa Eminência é o único Bispo presente dentre os inúmeros bispo da CNBB.
    Sai dessa seita, Eminência, sai dela!!!!!

  2. Dom Luiz, muitíssimo obrigado por seu exemplo de Fé, amor à Vida e à Santa Madre Igreja! Sua solidão é de um significado tão forte, tão místico, tão profundo que contrariamente ao que sua imagem solitária representa fisicamente, sentimos a presença imaterial de Deus e de todos os santos mártires junto com o senhor neste miserável metro quadrado em frente ao STF! Veremos a ação de Deus e de Maria brevemente, tenho certeza! E será um espetáculo para todos os cristãos!
    Salve Maria!

  3. Reverendíssimo Dom Bergozini,

    que Deus lhe retribua todo o esforço e toda a luta. O que temos nesta vida é muito passageiro, em especial se comparado à felicidade e ao gozo que Deus reserva aos que ingressam em seu Reino. Continue firme e perseverante. Muitas almas serão salvas por vossa causa.

    Nós, por nossa vez, devemos continuar rezando para que N. S. Aparecida livre o Brasil do aborto. Para que a CNBB se converta onde deve ser convertida. Para que a Igreja resplandeça na Terra de Santa Cruz.

  4. A imagem de Dom Bergonzini é comovente. A grande verdade é que ele é um dos únicos bispos a verdadeiramente comprar a briga contra o aborto. Até temos um artiguinho, uma entrevista ou declaração aqui e ali por parte de alguns bispos, mas, em geral, nada muito consistente e viril. Balas de açúcar não resolvem neste caso. Estamos numa guerra espiritual e cultural. Só a Igreja tem poder de fogo para fazer face ao aborto institucionalizado. Quantos bispos usaram a palavra “excomunhão” ou “pecado mortal” para se referirem aos políticos, juristas, legisladores abortistas? Quantos têm tomado alguma ação mais contundente e concreta em atos e palavras contra essa agenda terrível? Provavelmente, poucos.

  5. “Não se trata de vida em potencial, mas de morte segura”, Min. Marco Aurélio. Seria interessante indagar de Sua Excelência (o Ministro, o Ministro…) se, acaso, segura também não é a sua morte.

  6. Embora não seja a minha paróquia, eu frequento normalmente a Paróquia Nossa Senhora da Piedade em Novo Hamburgo/RS. Com as missas rezadas sempre na Forma Ordinária do Rito Romano, é comovente ver o esforço do pároco, Mons. Inácio Schuster para a observância da beleza e sacralidade do Rito. E neste fim de semana foi mais comovente ainda ver que os “avisos” ao final das Santas Missas ficaram centralizadas na convocação da comunidade para uma vigília na última terça-feira. Na Missa do Domindo de Páscoa, o revmo. padre chegou a se emocionar ao citar que católicos não tem o direito de admitir que “uma lei porca como essa” (utilizando suas palavras) passe a vigorar no país. E mais, lembrou que todos os juízes que votarem a favor desta lei estão automaticamente excomungados e que os católicos que não se pronunciarem firme e publicamente contra ela não deveriam ser dignos de ser chamados “cristãos”, pois não honram o nome que herdaram. A Igreja ainda tem esperança!

  7. Estou com o Senhor neste rosario Dom Bergonzini porque se não hoje serão condenados a morte os anencéfalos, amanhã a tarde serão os com sindrome de Down, na segunda feira vamos poder matar os com mal formação e com certeza na terça serà aberta a caça aos fetos femininos… em quinze dias poderemos abreviar agestação assim que der na telha!!!

  8. É sempre bom fazer reinvidicações, mas ja está na ora de admitirmos que o STF age como Deus e evidentemente liberaria o infanticídio, caso eles não liberassem foi porquê não quis e não por ouvir os apelos da população, ja está na hora de acordar e ver que ja estamos vivendo em uma ditadura PTista, a democracia já não existe, a máquina administrativa serve aos subversivos do PT, a única forma de deter isso é a longo prazo tendo muitos filhos e educando no rigor da teologia católica, o brasileiro médio ja ficou idiotizado, medíocre e ja tiveram sua mentes lavadas pelo marxismo cultural, é um povo que se entregou à fornicação, ao adultério e a meta é gozar a vida, só uma nova geração de católicos bem formado pelos pais para reverter isso, no mais só resta assumir uma frase de video game: GAME OVER.!!!!!!!

    OBS: desculpem se pareci pessimista, mas essa geração q estamos é a geração da morte e vão desaparecer pela propria ignonimia que defendem, tudo isso só foi possivel depois da corrupção do clero. Divirtam-se com a noticia abaixo.

    http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,deputados-baianos-vao-celebrar-missa-em-salvador-pela-saude-de-lula,859810,0.htm

  9. A clássica imagem do Bispo solitário… Solitário também foi dom Lefebvre, dom Castro Mayer, dom José Sobrinho (pelo mesmo motivo em questão), dom Pestana. Grande solidão foi a de Santo Atanásio, enquanto seus iludidos irmãos de episcopado apoiavam uma doutrina pseudo-ortodoxa.

    Saibamos amar a solidão, pois Solitário esteve também o Cristo, no seu maior momento de agonia!

    Experimente as Casas de Brasília propor algum artigo que desagrade, por exemplo, o MST. O episcopado tupiniquim comparecerá em peso para defender os “direitos” dos “oprimidos”! Valentini, Morelli vão acampar na frente do Congresso… Mas a vida humana pra esses senhores é coisa secundária.

  10. D. Bergonzini, não sei se o senhor irá ler esses relatos aqui do Fratres, mas espero que um Anjo lhe sopre nos ouvidos que nossos corações estão irmanados.
    Compartilhamos suas orações; juntamos a nossa dor a sua dor.
    Estamos unidos nessa luta pela vida e pela Justiça.
    Mesmo que a lei humana diga o contrário não esmoreceremos diante do inimigo que é muito mais numeroso, mas não é mais poderoso.
    Sabemos que a inclemência do fogo da iniquidade é aplacada pelo refrigério da Esperança – que é a mais implacável e teimosa das virtudes!
    Só o Amor irá nos consolar.
    Peço, pois, que, juntos aos corações de Jesus, de Maria e de José, na Sagrada Família, unamo-nos em orações de pesar e reparação.

  11. “Morte segura”??! Senhor ministro acaso não morreremos todos?

  12. Na vigília que teve na diocese de SJCampos, o bispo n apareceu!!!!!

  13. “Perigosíssimos” FRATRES;
    Grande exemplo desse grande Bispo.
    Lutou e ainda luta pela vida.
    Espero que outros possam seguir seu Exemplo e lutar pela Fé, a vida de nossas almas.
    Infelizmente, está só.
    Como bem lembrou nosso FRATER Pedro Pelogia, a quem envio minhas fraternais saudações, caso fosse algo relacionado às questões sociais, nossa, estaria a cúpula da CNB do B.
    Porém, trata-se de vidas humanas, e eles se esqueceram da “dignidade da pessoa humana”, tão querida por essa gente…
    Rezemos para que Deus nos dê Bispos fortes, sérios, santos e CATÓLICOS!
    Ao menos peçamos Bispos prudentes e zelosos.
    Especialmente os Católicos de São Carlos!

  14. O Durval tem toda a razão. Hoje, GAME OVER. Para daqui a 30-40 anos SE, e somente SE, hoje os católicos tiverem famílias grandes e bom auxílio doutrinal dos padres para reverter o atual estado de coisas. Mas, antes dessa atual geração desaparecer, ela vai estragar e perverter muita coisa, por ex.: o aborto SERÁ aprovado em breve, via STF, provavelmente. Depois virá a legalização da PEDOFILIA, é claro que não dirão com esse termo, mas descriminalizando o sexo a partir dos 6 ou 8 anos. Mais alguns anos, a POLIGAMIA (extensão de benefícios previdenciários às esposas do falecido, etc)…

  15. Alguém sabe por qual motivo o ministro Dias Toffoli se declarou impedido? Ele não tem um irmão padre?

  16. Não tenho muito a dizer, meus irmãos… Apenas sinto um nó na garganta e uma vontade inquieta de chorar…

  17. Sr.Pedro Pologia,

    Obrigado por essas sábias palavras, pois é assim que eu me sinto: solitário, mas amando a solidão, pois, a sociedade está apodrecida e óleo e água não se misturam.

  18. Carlos Ayres Britto é uma vergonha para Sergipe.