Um momento no Espírito do Concílio em Nova Iguaçu, RJ: Missa Coco.

Participação ativa da comunidade, com direito a um copinho de água de coco para celebrar a vida! Digno de nota é o ‘ars celebrandi’ do presidente da assembléia e do diácono (que aos 4:03 quase acerta uma companheira da comunidade celebrante…!). E ao fim, é claro, lá está ela, a obsessão de todo modernista: A Palavra… dentro de um coco!

Anúncios
Tags:

62 Comentários to “Um momento no Espírito do Concílio em Nova Iguaçu, RJ: Missa Coco.”

  1. como diz os protestantes: TÁ AMARRADO!

  2. “Ritus Coquensis”. Tem logica. Assim, a agua do coco fica benta. E o coco passa a ser o mais novo fruto do “Novus Ordo Missae”.

  3. É o rito próprio e exclusivo da diocese?

  4. Grande ira eu senti ao ver essa cena de falta de piedade com Jesus no calvário. Confesso que imaginei Cristo rangendo os dentes e derrubando toda essa mesa ao chão; e o mais interessante disso, é que a Santa Sede vem a nos dizer que estão me “plena comunhão”, enquanto a coitada da FSSPX, só preserva aquilo que é e sempre foi, a Missa Católica. Engraçado, não? Às vezes penso em fazer um vídeo-montagem com a Missa dos “católicos” acima, e os “cismáticos” da FSSPX. Quem sabe assim a realidade não acorda a gigante Ecclesiam Catholicam?

    Quem quiser montar as duas realidades e postar por aí, sinta-se à vontade. Por hora, que Deus tenha misericórdia. Miserere Deus!

  5. O bispo de Nova Iguaçu é Dom Luciano Bergamim.
    Dom Luciano é capaz de cometer idéias como esta, a favor do desarmamento dos cidadãos honestos, uma agenda das ONGs bilionárias e do…PT:
    http://www.cnbb.org.br/site/eventos/assembleia-geral/6535-49o-ag-bispos-de-marajo-e-de-nova-iguacu-preocupados-com-o-trafico-de-seres-humanos-e-a-violencia
    .
    “O bispo apresentou três fatores, que em sua visão, são essenciais para a criação da cultura da paz. “Primeiro, na família que se começa a não violência [isto não é católico, mas doutrina pagã de Gandhi]. Segundo, as escolas. Eu acho que as escolas têm um papel muito importante na valorização da vida. E dentro da escola, o ensino religioso deveria formar cidadãos, ou seja, gente que se ama E QUE AMA A TERRA [cuma??? Esta é a “versão D Luciano” do 1.o Mandamento: amar a Terra???]. Terceiro, as religiões. As religiões [???] NÃO DEVEM SER PAUTADAS NA CONQUISTA DE FIÉIS, mas sim no propósito do amor de cristo [está em minúsculo no site da CNBB], que morreu na cruz para nos salvar”, explicou.

    Dom Luciano reiterou a proposta enviada ao Congresso Nacional de desarmamento. “O Brasil é um país sem guerras, mas é o que mais morre pessoas no mundo vítimas da violência [Não, seu mentiroso: os 50mil assassinados são vítimas do banditismo associado ao tráfico de drogas, cujos chefões últimos são as FARCs, que tês assento com o PT no Foro de São Paulo!!!] . Os números giram em torno de 50 mil ao ano. Não basta apenas declarações de repúdio, de marchas e caminhadas contra a violência, precisamos de ações mais concretas, pois, a violência é implacável. Por isso precisamos de uma educação para a paz. O desarmamento social deve ser uma ação concreta [e o desarmamento dos bandidos, seu vigarista???]. E o maior desarmamento deve vir do coração”, disse.”
    .
    [Como se vê o homem é um herege e já perdeu a fé, se um dia a teve. Quem tem a ‘ortodoxia’ que se vê acima, não vê nenhum problema em deixar acontecer ‘missas-coco’, não é? Quando é que ele será obrigado a assinar um Preâmbulo Doutrinal?]

  6. Mas depois eles tomam a agua de coco como se fosse “um passe espirita”. Eu ein, desta água não beberei. Aborto e casamento homossexual sendo aprovado e estes tipos fazendo dancinha dentro da igreja. Isso daí é palhaçada, os padres fazem estes sujeitos de idiotas e eles aceitam. O diabo deve ter dado umas boas gargalhadas. Pois é, cloacas de impureza é pouco como foi dito nas aparições de La Salete. No dia do juizo final caros amigos,estaremos todo lá e veremos o quanto esta missa do coco ofendeu a Deus. Pergunte para esses carismáticos o que são os sacramentos e os mandamentos.

  7. Meu Deus, o que é isso??? bom aqui na minha diocese o que mais tem é tirar bíblia de dentro de pão grande e agora mais essa…

  8. Missa do Coco? Que tal a Missa da caixa d’água com direito a dancinha da água Batismal?

    https://www.facebook.com/nsconceicao

  9. Houuuuuuu!, dessa vez sim conseguiram se superar, isso foi sério?

  10. Isso não é missa.
    Aliás, no título do post faltou um acento circunflexo…no segundo “O”, evidentemente.

  11. Depois o povo vai para uma igrejinha protestante e ninguém entende o motivo… afinal, se é pra desacralizar, faz direito, tire logo a estola, o altar.

    Isso NÃO é Concílio Vaticano II, perdoe-me. Esse celebração apresenta dezenas de abusos litúrgicos, de todos os gostos e tamanhos, sob a ótica de QUALQUER texto conciliar.

    Digo mais, mesmo aos olhos de um carismático fervoroso acostumado a abusos litúrgicos e dessacralidades escandalosas, essa celebração causaria indignação.

    Cabe ao Bispo acabar com isso. E Bispo omisso, caso for, não é ivenção do CVII.

  12. É algum tipo de ritual de macumba? Até agora, to tentando entender o que o cara ta cantando. Ai entra, uma pessoa muita louca que nem boates a gente ver isso. E a nova função do diácono? Hahahaha

  13. Eu fico com muita pena daquelas pessoas que não têm para onde ir… Elas não querem ser protestantes, não querem ser espiritas, não querem ser outra coisa, se não, serem católicas. Elas não querem ir para outra “igreja” e acabam por terem que participar de um ritual pagão e miserável como este. Sinceramente eu estou triste e emocionado ao ver algo assim. No vídeo da pra ver pessoas que não entendem bem o que está acontecendo. É triste ver a figura idiota deste padre com um coco nas mãos em vez do Calis Santo. . Qual foi a formação que este homem recebeu? Quem foram os cafajestes que o ensinaram assim? Se não tinha mestres cafajestes o que lhe aconteceu? Foi a nova “igreja” do malévolo concílio que prostituiu a Fé que ele recebera de mestres que não eram cafajestes, como é hoje a maioria dos que ensinam aos novos padres? Quanto ao diácono eu sei quem são os ordinários e os cafajestes que o ensinam. Todos sabemos! Eles são os professores da TL e do modernismo que empesteiam os seminários. Quem foi o imbecil que “compôs” esse “ponto de macumba” e essa “coreografia” safada pra essa gente tola dançar? Existe um ordinário, bispo ou um bispo ordinário que presida sobre essa paróquia? Por que esse pastor deixa seu rebanho se perder na escuridão? Todas essas “raposas” mitradas modernistas, esses padrecos profanos e essa seita do cvII; pelo desprezo que eles têm pela Fé Católica, me dão nojo.

  14. Não é à-toa que o pessoal de N. Iguaçu reclama !
    Mais um local para troca urgente de bispo (padre também).
    “Isto” não é Missa !

    Pena dos católicos de lá. A título de luta/combate ,montava um
    dvd e enviava para muitos ! Quem sabe, abreviaria o sofrimento.

  15. Deus me livre! Tem horas que dá vontade de comprar um chicote, viu. Eis algo que eu não me arrependeria de fazer numa ocasião dessas: expulsar os vendilhões do templo.

  16. No blog pe-ubirajara.blogspot.com.br vemos a transcrição do refrão:
    “Ô coco duro de se quebrar, àgua gostosa de se tomar!”
    Pelo que vi, segue a mesma linha do texto “O que você deve saber para ler a Bíblia com proveito”, de Carlos Mesters, disponível no link http://pt.scribd.com/doc/24035985/Para-ler-a-Biblia-com-proveito.
    No texto, lemos:
    “A Bíblia é como coco de casca dura. Esconde e protege uma água que mata a sede do romeiro cansado. Romeiros e peregrinos somos todos! Cansados também! Vamos procurar o facão que nos quebre a casca deste coco!”
    Mas, como diz o Pe. Ubirajara, “Eu dispenso, e penso que vou ficar com sede mesmo é da Santa Missa.”

  17. Como se expulsa esse tal de “espírito do Concílio”?? Pense uma alma penada para dar trabalho!

  18. Isso é uma Missa ou terreiro de macumba?

  19. Frutos conciliares. Mais um detalhe: posso ter me passado, mas não vi o Santíssimo…

  20. Bizarro. Vergonha alheia total. Fico pensando como que alguém com um mínimo de racionalidade se submete a isso.

  21. A plena comunhão…gerando criatividade desde 1969

  22. Perderam totalmente o senso do ridículo, quanta infantilidade!

  23. Senti muito medo quando vi o “cara” com um facão na mão!

  24. Irmãos,
    Eu diria que este é um fruto conciliar. Se analisarmos a Constituição Sacrossanctum Concilium, não encontraremos respaldo alguma para tais abusos. Ao contrário, muitas recomendações desse texto sobre o latim, sobre o rito romano infelizmente foram ignorados. O Concílio virou um espírito coletivo em que tudo é feito em nome dele. Esses hereges nem sequer conhecem a Sacrossanctum Concilium. Dos textos conciliares, eu diria que é o mais ortodoxo.

  25. Parece uma pajelança!

  26. O coco é humilde, vive de maneira simplória e com outros iguais. Eles literalmente vivem e dividem uma única fonte de vida e sobrivência, o pé do coco. Nenhum coco se sobrepôem a outro, mesmo alguns sendo superiores, maior ou mais alto no coqueiro. Todos são tratados iguais.

    Eles são comunistas no mais perfeito grau.

    A elite burguesa facista nazista liberal imperialista (faltou mais alguma coisa?) explora o coqueiro, são arrancados de maneira brutal, tomam literalmente na cabeça (do coco), é pilhado seu maior bem, sua água, sua vida, água = vida do coco = alma do coco, pois é sua essência, seu interior.

    E depois descartado de qualquer maneira.

    Ahhhhhh!!!!!!!! Agora entendi o motivo dessa missa, tem muitos significados. E temos muito a aprender com o coco. O coco “somo nozes” e Jesus é o coqueiro.

    Salve o coco! Campanha da Fraternidade já.

  27. Seus tradicionalista cruéis, radicais, fundamentalistas, machistas, homofóbicos, etnocentristas, racistas, facistas, nazistas, ditadores.
    Todos eles estão em plena comunhão!!!!!

  28. Correção: onde se lê “tradicionalista”, leia-se “tradicionalistas”.
    Esqueci também de “xingar-vos” de conservadores. Vocês só veem chifre em cabeça de cavalo.
    Repito: “Eles estão em plena comunhão”. Deixem de ser “enjoados”.

  29. Perguntar não ofende: será que algum padre da Administração Apostólica concelebrou em sinal de plena comunhão eclesial?
    João

  30. Isto não é espirito do concílio coisa alguma!
    Isto é abuso liturgico mesmo.
    O Concílio Vaticano II não ensinou ninguem a celebrar desse modo.
    Isso é imitação barata dos petencostais protestantes, e ponto final.
    Nova reforma liturgica Já

  31. Isto é algum ritual sincretista, de espiritismo, macumba e saravá?


  32. Muito em moda agora são as pastorais da DANÇA LITURGICA
    TL agora é coisa do passado o negócio é rebolar.
    Show 10
    Doutrina da Igreja 0

  33. Estes pobres leigos são ovelhas…
    É de responsabilidade do sr. Bispo proibir estas coisas…
    Ademais, isto não é “espírito” do CV II, afirmar isso é ser tão omisso e ignornate, me perdoem, quanto aos que celebram uma missa como essa, sem seguir o que está escrito. Me digam onde o CV II diz que a missa deve ser cebrada assim…
    E não me digam que isso é fruto e consequência, isto é ABUSO do CV II.
    M. Nascimento


  34. cade o padre cade a missa??
    O negocio agora é sacudir galera!


  35. Rebola baby oié!!!
    Cade o padre? cade a Missa?
    Que nada galera a onda agora é a dança Liturgica!!!

    Amigos do Frates estes videos nos mostram a situação da Liturgia atual!!
    Pouca oração é muito oba oba.
    Por isso Bento XVI vai fazer a reforma da reforma!
    A culpa disso não é do concílio,mas do exesso de liberdade destas inumeras pastorais.
    Se esses parocos estudassem o concílio e seus documentos para valer,essas dancinhas dentro da Igreja não existiriam.

  36. Parabéns Fábio!!! Vc esclareceu tudo! Meus olhos se abriram e eu vi o sentido do coco!
    shshshshshshhs!


  37. isto é musica católica de verdade!
    Sentiu a diferença!!!!!!

  38. Perdi 6 minutos da minha vida vendo este “espetáculo, que seria cômico se não fosse trágico. Esta inculturação está prevista, sim, na Instituição do Novus Ordo. Em documentos posteriores, como, por exemplo, Catechesi tradendae e Redemptoris missio, do Santo Padre Beato João Paulo II ela é prevista e incentivada como elemento necessário à tradição viva (olha ela aqui!).

    Com a palavra os “hermeneutica da continuidade”.


  39. Nada como o Gregoriano!

  40. Pelos cocos da Bahia !!!
    Quando a gente pensa que já apareceu de tudo vemos uma palhaçada dessa !
    O que mais falta inventar?

  41. Os plenas com a palavra. Eles tem o direito de se defenderem. Dê espaço ao contraditório. kkkkkkkkkkkkkk

  42. O pior é ler comentários de gente teimando em dizer que o CVII não tem nada a ver com isso, que isso é um abuso do concílio ou lorotas do gênero. Isso não é abuso do concílio, é o cumprimento fiel daquilo que diz o concílio, aliás, essas aberrações não é nem metade daquilo que os padres conciliares queriam, o que freiou a decadência total no concílio foi a intervenção enérgica de prelados decentes como Dom Ottaviani, Dom Sigaud, e também da coragem dos grandes Dom Mayer e Dom Marcel Lefebvre. Leia o livro “O Reno deságua no Tibre” e vejam como os Padres conciliares intentavam transformações que muitos hoje ainda sonham na possibilidade de um Concílio Vaticano III (Deus nos livre).
    Não adiante teimar, o CVII pode não ser a causa, mais foi instrumento de grande eficiência para a atual e trágica queda, a intenção dos padres conciliares não foi outra senão a situação atual, aliás, como dito, ainda há muito o que avançar. O que se faz hoje não é abuso do CVII, o concílio em sua essência foi um abuso e no mínimo uma grave omissão e irresponsabilidade do Beato João XXIII e do Papa Paulo VI. Aquele abriu as janelas da Igreja para a entrada de ar fresco, este constatou a entrada da fumaça de Satanás pelas mesmas janelas que seu antecessor abrira. Esta janela aberta é justamente o afastamento da doutrina católica pelo clero é a aceitação dos princípios mundados que são causa da crise do mundo. Ora que esses princípios poderiam causar na Igreja senão crise? Que “moral” tem o mundo em crise para dizer que a Igreja deve se abrir para o mundo?

  43. Fábio, não dá a ideia não, senão a CNBB na falta de tema para a CF, resolve lançar uma CF do coco.

  44. M. Nasc. Santos
    abril 17, 2012 às 11:15 am

    Até onde eu sei o Concílio Vaticano II abriu espaço para as “criatividades liturgicas” dos sacerdotes, daí aparecerem esses tipos de invencionices mirabolantes… aqui no fratres tem pessoas que podem explicar isso bem melhor que eu .
    mas o que é fato é o seguinte: essas missas ridículas que sequer observam o que a Sacrossanctum Concilium diz sobre a liturgia não são perseguidas pelos Bispos, que fazem é vista grossa.. mas celebrar a Missa dita de São Pio V causa escândalo, e quem a celebra é perseguido e tido como o pior padre da façe da terra etc etc !! Isso é vergonhoso e revoltante.. Um dia chegará a justiça divina para esses péssimos bispos do diabo .

  45. Mais parece um terreiro!

  46. Aos caros leitores Larsen, Expedito Carneiro, Mauro Ricardo e outros que estudam os textos do CV II. Peço licença para discordar de vocês. Eu também já estudei todos os documentos do CVII (ainda falta aquele sobre as vocações sacerdotais). A Constituição Sacrosanctum Concilium permite sim, dentro de uma leitura “liberal” estabelecer estas aberrações. Como exemplo, lê-se no número 38:
    “Mantendo-se substancialmente a unidade do rito romano, dê-se possibilidade às legítimas diversidades e adaptações aos vários grupos étnicos, regiões e povos, sobretudo nas Missões, de se afirmarem, até na revisão dos livros litúrgicos; tenha-se isto oportunamente diante dos olhos ao estruturar os ritos e ao preparar as rubricas.”
    Este e outros documentos do Concílio foram redigidos em linguagem ambígua. Isto já foi reconhecido por eminentes especialistas em Liturgia como Mons. Bruno Gherardini, Klaus Gamber e, como se não bastasse, até mesmo pela própria Santa Sé. Em Nota Oficial ao abrir espaço para conversações com a FSSP X, Ela admitiu a possibilidade de discutir algumas formulações e termos controversos dos textos do Concílio. Portanto, os abusos só foram possíveis porque os textos permitiram esta leitura.
    A própria onda de apostasia mundial e de anarquia litúrgica, por si mesma, já mostra que os textos do Concílio Vaticano II são confusos e imprecisos. Se tivessem sido objetivos, claros, contundentes, Kiko Arguello jamais teria espaço para promover a consagração de uma “pizza” numa távola redonda e tudo ficar por isso mesmo…

  47. Eu sou de Nova Iguaçu , fui eu que espalhei o vídeo na internet.Eu e mais um amigo desde 2006 resolvermos enfrentar esta situação na diocese , escrevendo e protestando ao Bispo em 2006 contra os abusos litúrgicos e heresias ensinadas dentro do seminário diocesano e nas pastorais e formações nas paróquias.Nada foi feito e em 2007 escrevemos a Roma.O Núncio chamou a atenção do Bispo mas ele não se emendou ficou pior passando a ele mesmo fazer nas missas que celebra pela diocese e na catedral os piores abusos.O Bispo é evidentemente herético.Hoje me afastei do estabilishment da Diocese da qual fazia parte pois trabalhava como agente pastoral na Catedral…nessa ocasião [em 2007] eu e este amigo fomos expulsos da Catedral pelo pároco por nossas posições doutrinais ferrenhas.Encontramos abrigo na missa tradicional em uma paróquia ligada a AASJMV que nos acolheu e de onde hoje montamos uma resistência a tudo isso incluindo um curso de teologia que se destina a formar na doutrina da fé para fazer frente aos erros ensinados nos cursos na diocese

  48. Christiano, este coco é de Nova Iguaçu/RJ, não é da Bahia, embora aqui já tenhamos a famigerada “Missa Afro” na Igreja do Rosário dos Pretos, no Pelourinho, com muito atabaque, pipoca, acarajé, abará, caruru e vatapá para dar e vender… Sem contar as dancinhas de candomblé realizadas por senhores e senhoras vestidos de branco a la candomblé e que fazem seus estragos ritmadas pelos pertinentes instrumentos, cada toque sendo de um orixá, seja ele xangô, oxóssi, oxalá, iemanjá et caterva! Onde fomos parar? Miserere Nobis, Domine!

  49. Na minha paróquia tirei teatro, coreografia, bateria, momento do louvor, momento do perdão, canto da paz, apresentação do Santíssimo à frente do altar após a Consagração, ministra da comunhão casada só no civil e outras coisas das quais não me lembro agora ou que o povo provavelmente tenha tido o bom senso de nem tocar no assunto comigo. O povo que se preparava para a Missa atualizando as últimas “notícias” da cidade nas conversas colaterais agora reza o terço antes de todas as Missas. Dizem que acabei com o “trabalho” de meu antecessor! Outrossim, dizem que meu antecessor acabou com o “trabalho” dos antecessores dele! E se alguém vier à minha paróquia certamente ficará abismado com a quantidade de coisas não tão pouco erradas na Liturgia, que ainda não consegui levar ao jeito certo.
    O diácono do vídeo que se cuide, pois se não quiser abrir coco na Missa pode ficar de molho por meio ano ou mais. Se fosse seminarista, nem se fale! Devemos rezar muito não só por esse padre do vídeo, mas principalmente por seu sucessor, o qual, pelo sorriso dos inadvertidos cocólatras, percebe-se que terá dificuldade de fazer entender que a Missa é a renovação do Sacrifício do Calvário e não a celebração da vida humana mantida num organismo bem hidratado.
    Muitos padres estrangeiros fazem tudo o que geralmente não fariam em suas paróquias europeias. Olham os brasileiros de cima para baixo, achando que somos incapazes de entender a Liturgia. Não sabem senão dizer “amém” ao laicato marxista e “fazer-se um” com todo mundo. Um desejo desordenado de não desagradar a ninguém e uma errônea aplicação do “deixai o joio crescer com o trigo” e do “fiz-me tudo para todos”.
    Creio que o padre aí tenha a sincera intenção de fazer o maior bem possível, mas faz um mal enorme, mimando seus paroquianos e tentando ter uma cultura que, notadamente pela rigidez de seu andar na procissão do coco, digo, procissão de entrada, não tem nem terá. Claro que ele é bem mais santo do que eu, embora eu não use água-de-coco na Missa.

  50. Nossa Senhora !!!
    Em minha paróquia, no dia de Pentecostes, caíram balões do teto da igreja, e… claro, dentro de cada um, uma frase, ou palavra. Quem pegasse um balão, estourava e ia na frente do altar, lia e comentava o que leu. Essa foi a “homilia”. Como são criativos esses padres modernistas. O padre disse que é para tornar a missa” divertida “.
    Rezemos pela Santa Igreja !

  51. Peço a caridade de todos que rezem por este padre e por este diácono. COm piedade, amor e humildade, implorando a Deus perdão e conversão (retorno à Igreja), e que São José interceda.

    E que, principalmente, confiem à Virgem Santíssima todo este povo, privados de uma santa e católica liturgia, no VERDADEIRO espírito do Concíio Vaticano II.

    Por fim, ofereçamos sacrifícios em desagravo às ofensas ao Santíssimo Sacramento.Ofereçamo-nos por eles, povo e clero, envolvidos nisso.

    Nós devemos amar este padre, este diácono e esse povo, e por amor a eles, e angustiados, querer que voltem logo para casa, para a Santa Igreja de sempre.

  52. Claro que isso não é culpa do Concílio Vaticano II gente… Isso é culpa da Xuxa, que em mil novecentos e bolinha, já profetizava sobre o coco na liturgia!!!!

    “O coco é uma nova dança
    Que traz amor e esperança
    Eu sei que todo mundo vai gostar
    A gente fica bem juntinho
    Separa e volta agarradinho
    É nesse coco que eu vou te amar”

    “Coco, a dança que sacode
    Coco, a dança que remexe
    Coco, eu quero ver você dançar
    Coco, a dança que balança
    Coco, a dança da alegria
    Coco, eu quero ver se requebrar”

  53. Os modernistas são tão criativos que em breve irão substituir o vinho (teor etílico) pala água de coco na hora consagração.

  54. Aqui está a instrução do S. Padre Bento XVI de como devem ser celebradas as santas Missas, para o devido aproveitamento espiritual e não se transformarem jamais em shows emotivos e animados:
    “A liturgia não é um show, um espetáculo que necessite de diretores geniais e de atores de talento. A liturgia não vive de surpresas simpáticas, de invenções cativantes, mas de repetições solenes. Não deve exprimir a atualidade e o seu efêmero, mas o mistério do Sagrado. Muitos pensaram e disseram que a liturgia deve ser feita por toda comunidade para ser realmente sua. É um modo de ver que levou a avaliar o seu sucesso em termos de eficácia espetacular, de entretenimento. Desse modo, porém , terminou por dispersar o propium litúrgico que não deriva daquilo que nós fazemos, mas, do fato que acontece. Algo que nós todos juntos não podemos, de modo algum, fazer. Na liturgia age uma força, um poder que nem mesmo a Igreja inteira pode atribuir-se : o que nela se manifesta e o absolutamente Outro que, através da comunidade chega até nós. Isto é, surgiu a impressão de que só haveria uma participação ativa onde houvesse uma atividade externa verificável : discursos, palavras, cantos, homilias, leituras, apertos de mão… Mas ficou no esquecimento que o Concílio inclui na actuosa participatio também o silêncio, que permite uma participação realmente profunda, pessoal, possibilitando a escuta interior da Palavra do Senhor. Ora desse silêncio, em certos ritos, não sobrou nenhum vestígio.

  55. Alguns pontos a tocar:

    1 – O CVII foi escrito de maneira ambígua para que quaisquer conclusões pudessem ser tiradas de suas letras, criando o “espírito do CVII”, funesto, maligno, fumo de satanás.

    2 – Ao ser apresentado no Sínodo dos Bispos, o próprio rito foi rejeitado e, mesmo assim, imposto à toda Igreja.

    3 – Situações como esta não se sustentariam sem a colegialidade. Como alguém falou por aqui, alguns padres pensam que são papas. Alguns bispos tem certeza que são. Como um padre obedecerá o Papa ou seu bispo se vê seu bispo desobedecendo o Papa (Vide caso dos Rebeldes da Áustria)

    4 – O plano do inimigo está sendo executado com maestria: Substituir a Igreja Católica por algo parecido, para quebrar as resistências… Os frutos estão aí, desde aprovação de aborto, casamento gay, legalização da prostituição, etc…

    O que me pergunto é: Deus tem permitido tais castigos por causa de nossa tibieza? Maus padres são flagelos.

    Senhor, fazei com que o clero se santifique cada vez mais unindo-se à sua dolorosa paixão, conduzindo o povo pela Via Crucis para que possamos, pelos méritos da Paixão na Santa Cruz, alcançar a Glória da Ressurreição

    Ora pro nobis Sancta Dei Gentrix. Ut digni efficiamur promissionibus Christi

  56. Alguns pontos a tocar:

    1 – O CVII foi escrito de maneira ambígua para que quaisquer conclusões pudessem ser tiradas de suas letras, criando o “espírito do CVII”, funesto, maligno, fumo de satanás.

    2 – Ao ser apresentado no Sínodo dos Bispos, o próprio rito foi rejeitado e, mesmo assim, imposto à toda Igreja.

    3 – Situações como esta não se sustentariam sem a colegialidade. Como alguém falou por aqui, alguns padres pensam que são papas. Alguns bispos tem certeza que são. Como um padre obedecerá o Papa ou seu bispo se vê seu bispo desobedecendo o Papa (Vide caso dos Rebeldes da Áustria)

    4 – O plano do inimigo está sendo executado com maestria: Substituir a Igreja Católica por algo parecido, para quebrar as resistências… Os frutos estão aí, desde aprovação de aborto, casamento gay, legalização da prostituição, etc…

    O que me pergunto é: Deus tem permitido tais castigos por causa de nossa tibieza? Maus padres são flagelos.

    Senhor, fazei com que o clero se santifique cada vez mais unindo-se à sua dolorosa paixão, conduzindo o povo pela Via Crucis para que possamos, pelos méritos da Paixão na Santa Cruz, alcançar a Glória da Ressurreição

    Ora pro nobis Sancta Dei Gentrix. Ut digni efficiamur promissionibus Christi

    Repetindo o comentário que fiz a este vídeo no Blog Portanto Entretanto Todavia, que fez postagem semelhante um dia antes que aqui. (http://portantoentretantotodavia.wordpress.com/2012/04/15/estao-em-plena-comunhao-com-roma/)

    Dá até um poema… No meio do coco tinha uma bíblia. Tinha uma bíblia no meio do coco. Nunca me esquecerei da mão herege que brincou com isso, e no meio do coco colocou uma bíblia….

    Dá-lhe Plena Comunhão!!!!

  57. KKKKKKK! A “Dança do Côco” da Turma da Xuxa (1991): i-gual-zi-nho! “No meio do coco tinha uma bíblia. Tinha uma bíblia no meio do coco. Nunca me esquecerei da mão herege que brincou com isso, e no meio do coco colocou uma bíblia”. Se Drummond tivesse visto aquela missa(?), essa seria a sua inspiração: um côco, e não uma pedra. […]”Quando vier o Filho do Homem, acaso achará ele fé sobre a terra?” (Lc18.8b).

  58. colocaram como privado, não da pra ver mais :(
    Alguem ai tem o update?????