Cartaz de Parada Gay traz foto de catedral de Maringá. A “indignação” melindrosa de Dom Anuar Battisti.

Ao confrontar a parada do orgulho gay, Arcebispo parece não se orgulhar de ser católico. Tímido, o Arcebispo de Maringá, que outrora quase pediu perdão pelo Brasil ser um país católico, agora reafirma seu “respeito pela diversidade” e convida organizador de parada gay para um cafézinho. A firmeza do senhor Arcebispo é tamanha que o ofensor se sente à vontade para exigir “bons argumentos”.

Folha de São Paulo | Um cartaz de divulgação da Parada Gay de Maringá (436 km de Curitiba) provocou indignação na Igreja Católica por estampar a foto da Basílica Nossa Senhora da Glória refletindo a explosão de um facho de luz com as cores do arco-íris. A Igreja quer a retirada do cartaz das redes sociais e de sites que defendem a causa gay.

O editor do site “Maringay”, Luiz Modesto, 31, disse que o cartaz é extraoficial e foi desenvolvido pela artista plástica Elisa Riemer, inspirado na capa do álbum “The Dark Side of the Moon”, da banda britânica Pink Floyd.

“Foi um cartaz simpático, com o símbolo de Maringá. Em qualquer lugar usa-se o símbolo da cidade para vender o peixe”, afirma.

Ele diz que outras leituras podem ser feitas, como o facho de luz que aponta de baixo para cima e depois explode no alto, representando a diversidade de Maringá.

O arcebispo dom Anuar Battisti disse à Folha que a catedral não é apenas um símbolo de Maringá, mas também da fé da maioria dos moradores da cidade. “Respeitamos a diversidade, mesmo às vezes não concordando com o modelo de comportamento“, afirma o religioso.

Luiz Modesto, que diz ter recebido um convite para tomar café com o arcebispo nesta terça-feira (17), afirma que a Igreja terá que apresentar bons argumentos para a retirada do cartaz. “Se ele me convencer que eu ofendi a Igreja, eu retiro“, afirma.

Em nota, a Arquidiocese de Maringá disse que “a Igreja Católica não tem a pretensão de domesticar a sociedade, impondo-lhe seus princípios e valores“, mas que o cartaz “confrontou opinião religiosa da parcela maior da comunidade maringaense“.

A Parada Gay de Maringá está marcada para o dia 20 de maio.

* * *

Verborréia politicamente correta: “O que pode escandalizar não é um cartaz, mas a violência contra o ser humano”. Dom Anuar: “Abrimos uma porta em defesa da vida” (?); “Não queremos ser uma igreja preconceituosa, queremos ser uma igreja do amor”.

Jornal de Londrina | A comunidade de Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transexuais (LGBT) e a Igreja Católica se reuniram na manhã desta terça-feira (17) pela primeira vez após a polêmica que envolveu o cartaz da Parada LGBT, que mostra a Catedral Basílica Menor de Nossa Senhora da Glória sendo atingida por um raio de luz, dando origem a um arco-íris, um dos símbolos do movimento. O evento ocorrerá em 20 de maio em Maringá.

No que seria um grande constrangimento [ o encontro entre as duas partes], conseguimos encontrar um espaço de diálogo”, comentou um dos integrantes do movimento LGBT de Maringá e editor do site Maringay, Luiz Modesto. “Juntos, entendemos que o que pode escandalizar não é um cartaz, mas a violência contra o ser humano.”

Modesto confirmou que sugeriu durante a reunião com o arcebispo de Maringá, Dom Anuar Battisti, a criação de uma pastoral da diversidade no Município. “Ele acolheu a ideia e disse que vai levar a proposta para outros bispos”, confirmou.

Segundo o arcebispo, o mais importante foi o canal de comunicação aberto após a polêmica. “Foi um bom diálogo. Abrimos uma porta em busca da defesa da vida”, comentou. “Não queremos ser uma igreja preconceituosa, queremos ser uma igreja do amor.”

Cartaz

O arcebispo da Arquidiocese de Maringá pediu que a montagem fosse retirada da internet, o que não é mais possível, porque a imagem foi compartilhada por vários internautas. “Foi uma imagem que mexeu com o sentimento dos católicos, mas que não é mais possível retirar da internet”, disse.

[…] Segundo Modesto, a designer fez a imagem para criar um diálogo entre a comunidade LGBT e a igreja, não a polêmica. Apesar das críticas, Modesto elogiou a atitude de Elisa e apontou que o objetivo dela foi concretizado. “Está de parabéns.

44 Responses to “Cartaz de Parada Gay traz foto de catedral de Maringá. A “indignação” melindrosa de Dom Anuar Battisti.”

  1. Agora peça pra ele celebrar uma misssa tridentina e logo ele vai engrossar a voz…

  2. Ferreti, leia isto http://www.jornaldelondrina.com.br/cidades/conteudo.phtml?tl=1&id=1245111&tit=Apos-polemica-comunidade-LGBT-e-Igreja-Catolica-buscam-dialogo

    Olhem o que o bispo aprontou agora! Disse que a Igreja não quer ser preconceituosa, mas amorosa.

  3. Dom Anuar ” morno DEUS vomita” !!!! E como fica o direito de imagem??? Pois a Catedral é de propriedade da Mitra Arquidiocesana, sua imagem não poderia ser vinculada sem autorização!

  4. “a Igreja Católica não tem a pretensão de domesticar a sociedade, impondo-lhe seus princípios e valores“.
    Ora os princípios e valores da Igreja Católica são os de Jesus Cristo.

    Então o que significa isso aqui para esse bispo :
    E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura.
    Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado.
    (Marcos 16:15-16)

    Quer dizer que para esse bispo Jesus era pretensioso por ordenar a seus discipulos que espalhassem seus princípios e valores evangélicos por todo o mundo ?? Ora, a Igreja Católica tem o dever de fazer justamente isso que esse bispo está afirmando ser “errado”.

    Realmente a fumaça de satanás entrou na mente de muitos bispos.

    São Pio X rogai por nós !!
    Santíssima Virgem apressai a vitória de seu Imaculado Coração !!

  5. Esse aí com certeza não precisará assinar nenhum preambulo….

  6. Experimente fazer isso numa mesquita…

  7. Caro Ferretti:

    No link abaixo segue um Vídeo que mostra o encontro do Bispo com o movimento Gay. Veja que absurdo o que eles dizem:

    http://g1.globo.com/videos/parana/t/todos-os-videos/v/cartaz-gera-polemica-entre-gays-e-igreja/1907625/

    Passou hoje no Jornal Local.

  8. No vídeo o Bispo consideram inclusive levar para a 50º Assembléia a “sugestão” do movimento gay de criar uma “pastoral” (sic) da diversidade….

  9. Assisti uma reportagem sobre o assunto, e o arcebispo disse, ” nós não queremos ser uma igreja preconceituosa”, (???)…, e aceitou o cartaz na internet, vejam o video com a reportagem:
    http://globotv.globo.com/rede-globo/jornal-hoje/v/imagem-de-catedral-na-divulgacao-de-parada-gay-provoca-reacoes-na-igreja-catolica/1907695/

  10. – Ide, portanto, e fazei que todas as nações se tornem discípulos, batizando-as em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo e ensinando-as a observar tudo quanto vos ordenei!
    – Não, obrigado…

  11. Eles fazem isso porque já prepararam a opinião católica para ser homossexual. Pecado contra a natureza hoje nos meios católicos é quando não se pratica a ecologia. Mas que homossexualismo será pelos séculos dos séculos pecado que brada aos céus e a Deus por vingança, isso é imutável. O pior são os fiéis que aceitam isso com passividade. Estes bispos e padres se deixaram ser seduzidos pelas falsas doutrinas espalhadas pela revolução francesa, ou em outras palavras, aderiram a maçonaria.

  12. ““Respeitamos a diversidade, mesmo às vezes não concordando com o modelo de comportamento“

    O tímido Príncipe da Igreja de Maringá só não respeita a Lei de Cristo que certamente ele reprova.
    Nessa igreja primaveril e modernosa, questões espinhosas se resolvem com cafezinhos e sorrisos, muitos sorrisos.

  13. O Ordinário local rasgou não somente a Bíblia, mas aquilo que crê e ensina o Magistério da Igreja, o próprio Catecismo, PASTORAL DA DIVERSIDADE ? que palhaçada é essa? esse Bispo perdeu a noção da realidade?

  14. O Apóstolo Paulo disse : “Prega a palavra, insta, quer seja oportuno, quer não, corrige, repreende, exorta com toda a longanimidade e doutrina”
    Parece que Paulo quis impor os princípios e valores cristãos a uma sociedade depravada e imoral ..

    Mas para o tímido Dom Anuar Battisti , tudo se resolve com um cafézinho e muito respeito as diversidades .. esse respeito chega ao limite da covardia !!!

    O Sr. sendo um Principe da Igreja deveria ser o primeiro a ser testemunha do evangelho de Jesus que é absolutamente contra o Homosexualismo, aquele “grande pecado” que fez o Deus dos Exércitos destruir Sodoma e Gomorra .

    1 Coríntios 6:9 “Ou não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos enganeis: nem impuros, nem idólatras, nem adúlteros, nem EFEMINADOS, nem SODOMITAS.

  15. Vai retirar a imagem somente se o Arcebispo demonstrar que ele ofendeu a Igreja??? A Catedral é privada e também o é sua imagem!

  16. Isso que dá construir igrejas com arquitetura moderna. Se fosse gótica ela não seria usada como ‘prisma’.

    Nossa Senhora da Glória, rogai por nós!

  17. Faltou respeito com o maior simbólo de Maringá e dos Católicos, essa Catedral faz parte da Igreja
    Católica, então para usar sua imagem deveriam pedir autorização, pois foi construida com o dinheiro
    dos Católicos, eu contribui vária vezes indo em quermesses para arrecadação de fundos, portanto
    sua imagem é um bem da Igreja, cabe a Curia Diocesana acionar judicialmente os responssáveis
    pelo uso indevido da imagem, o seu direito termina onde começa o meu, quem respeita merece
    reseito.

  18. Com base no que foi apresentado no post, a conduta do Arcebispo está correta. Em nenhum momento ele deixou de defender o que é a moral da Igreja. Deixou bem claro: “mesmo às vezes não concordando com o modelo de comportamento”.

    Temos de entender que o confronto nem sempre é a melhor opção… é um caminho que possível, mas não necessariamente o correto. Neste caso, ele preferiu dialogar em vez de confrontar e é possível que obtenha sucesso. Se ele confrontasse, é bem possível que os gays divulgassem ainda mais o cartaz, só de birra.

    Sobre a nova pastoral, nos EUA há diversas pastorais voltados aos homosseuxais, claro que pensando na moral cristã. Não é impossível fazê-las no Brasil.

  19. Enquanto isso, na cartilha sobre a Missa elaborada pelos Cursilhos desta mesma diocese, escrevem os modernistas acerca da Missa Tridentina e da prática imemorial do Terço:

    “…

    22. Por que alguns lugares tocam a campainha na hora da elevação?

    Certamente porque não entenderam para que serviam as campainhas. No tempo em que a missa era em latim, serviam para avisar o povo que havia chegado o momento da consagração, e era preciso concentrar-se (parar a reza do terço, em certos lugares). Quando o padre impunha as mãos sobre as ofertas, tocava-se o sininho pela primeira vez. Tocava-se ainda na elevação e na genuflexão do sacerdote. Hoje, se alguém precisa ouvir campainhas para saber que chegou o momento da consagração, significa que conhece bem pouco daquilo que se celebra.

    23. Está certo rezar o terço durante a missa?

    Não. Esse era um costume anterior ao concílio Vaticano II. Nessa época, a missa era em latim, o povo não entendia nada, e só participava rezando o terço. As coisas mudaram, graças a Deus. Hoje participamos cantando, escutando, respondendo, comungando… Continuar rezando o terço durante a missa é recusar o ótimo para ficar com o menos bom.
    …”

    http://www.cursilhomaringa.com.br/missa.htm

  20. Perdao pelo meu frances, mas que bispeco fd$%^&*!!. E perda de tempo argumentar com gente assim, esse povo nao e catolico. Enquanto isso, a SSPX tem assinar um preambulo! E Bispo Williamson e execrado por comentarios que em nada tem a ver com a Fe. Realmente, ‘sinal dos tempos’.

    “A Igreja Católica não tem a pretensão de domesticar a sociedade, impondo-lhe seus princípios e valores.” Nossa…a que ponto. Muito triste isso.

  21. Domingues,

    Por favor, me diga exatamente onde ‘pastorais’ voltados para homossexuais nos EUA funcionam (sabe-se la como) ‘pensando na moral crista’. Sao Francisco? Nova Iorque? Los Angeles? Boston? Como saiu cara a conta pelos abusos dos pederastas do clero…eu moro aqui…acompanho a situacao.

    Por sinal, comentario do tipo: ‘mesmo às vezes não concordando com o modelo de comportamento”, e coisa de frouxo fazendo campanha eleitoral. Homossexualismo nao e ‘modelo de comportamento’ e uma abominacao, compreendeu?

    • Lopes, se funciona ou não de fato não sei, mas que é possível fazer algo nesse sentido, sim, é possível. Mas vc acha que os homossexuais devem mesmo ser “abominados”, simplesmente deixados de lado, ignorados? Não creio que seja esse o ensinamento de nossa Igreja. Algo precisa ser feito para acolher essas pessoas, desde que elas também estejam dispostas a acolher a Jesus Cristo e à Igreja. Confrontá-las simplesmente não ajudará a convertê-las.

  22. Seus tradicionalistas homofóbicos, machistas e patriarcalistas conservadores.
    O Bispo está em plena comunhão.

  23. Se eles querem os direitos deles, ok, são protegidos pela Constituição Federal, mas também está protegida pela Constituição as religiões e suas doutrinas, e isso é uma forma de mostrar intolerância religiosa. Fazer descer guela abaixo eles querem, mas nós não podemos ser contra? Direito igual a todos. Falam de respeito mas não respeitam,

  24. meus amigos isso não é bispo é um protestante disfarçado!

  25. Dominguez, confronta-los com a Verdade e o modo de agir. Homossexualismo e uma abominacao. Acorbertar o pecado nao e caridade. Lembre-se que muitos escolhem o erro, mas e por isso que a Igreja deve simplesmente buscar acomodar-se aos tempos. Ora, esse pessoal tem ORGULHO do pecado deles.

  26. Encerro minha participação neste post citando os números 2358 e 2359 do Catecismo, sobre castidade e homossexualidade:

    “(Os homossexuais) Devem ser acolhidos com respeito, compaixão e delicadeza. Evitar-se-á para com eles todo sinal de discriminação injusta. Estas pessoas são chamadas a realizar a vontade de Deus em sua vida e , se forem cristãs, a unir ao sacrifício da cruz do Senhor as dificuldades que podem encontrar por causa de sua condição.

    A pessoas homossexuais são chamadas à castidade. Pelas virtudes do autodomínio, educadoras da liberdade interior, às vezes pelo apoio de uma amizade desinteressada, pela oração e pela graça sacramental, podem e devem se aproximar, gradual e resolutamente, da perfeição cristã.”

  27. Domingues, criticar o vilipendio da imagem da catedral em um cartaz fazendo propaganda de um evento que contradiz a doutrina representada por esse templo, é uma descriminação justa, portanto, permitida pela Igreja.

  28. Segundo Gerard Aardweg, homossexualismo pode ser uma condição psicológica tratável.

  29. As pessoas homossexuais “devem ser acolhidos com respeito, compaixão e delicadeza. Evitar-se-á para com eles todo sinal de discriminação injusta.” A discriminacao injusta certamente envolve toda sorte de agressao pessoal e e’ essa que o catecismo da Igreja catolica manda evitar. Porem, a ausencia de discriminacao injusta nao quer dizer que se deva calar a verdade. A Igreja, buscando a salvacao das almas, nao lhes oculta a verdade que esta’ muito bem escrita na Biblia Sagrada e no Catecismo (ver Catecismo Romano e de Sao Pio X): a sodomia e o lesbianismo sao pecados abominaveis diante de Deus.
    Sim, sim. Nao, nao. So’ isso.
    O clero catolico de hoje, em sua maioria, e’ que se cala, numa covardia vergonhosa!
    E’ triste constatar que os Ministros de Cristo deixam de lado a linguagem clara e se preocupam com o politicamente correto. Nao querem ser taxados de preconceituosos. So’ causam confusao no povo catolico.
    E, entao, vem uma pergunta: a tal “pastoral” da diversidade (outro absurdo) buscara’ conscientizar os homossexuais de que, se forem cristaos, terao de ser castos para entrar no ceu?
    “As pessoas homossexuais são chamadas à castidade.” E e’ exatamente isso que o movimento gay nao quer. As pessoas homossexuais “podem e devem se aproximar, gradual e resolutamente, da perfeição cristã.” Sim, evidente, e isso acontece – mais uma vez – pela pratica da castidade.
    Ora, o movimento gay quer la saber disso? Quer la saber de castidade? Quer la saber de ceu? Pelo contrario! Quer celebrar a carne e fazer propaganda do seu modo de vida. E, como se isso nao bastasse, usa, com tremenda ousadia e impiedade, a imagem de uma catedral catolica (que para os gays desse tal movimento nao tem valor sagrado nenhum; antes, representa o ensinamento que se opoe ‘a pratica deles) para colocar nela o simbolo homossexual e fazer propaganda do pecado da sodomia. Isso tem nome: afronta ‘a religiao. E nao e’ a primeira vez que acontece.

  30. Domingues ,

    Esses homossexuais não são cristãos e odeiam a moral cristã eu digo porque faço faculdade com muitos e eles odeiam a Igreja católica . Os que aderem a mentalidade homossexual não quer de forma nenhuma viver a castidade meu caro. Acho que alisar a cabeça deles não funciona não tem é que ser sincero e dizer como a Igreja fez no começo , na antiga Roma Pagã.. é falar abertamente e as claras : O HOMOSSEXUALISMO É NOJENTO E ABOMINÁVEL AOS OLHOS DE DEUS E O HOMEM OU A MULHER QUE VIVE ASSIM NÃO HERDARÃO O CÉU .

    “Ou não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos enganeis: nem impuros, nem idólatras, nem adúlteros, nem EFEMINADOS, nem SODOMITAS.

  31. Deixem de ser hipócritas! A ”Catedral” de Maringá foi projetada nos moldes modernistas, como infelizmente é o destino da nova ”Catedral” de Belo Horizonte. Não se vê que ela ostente a simbologia cristã típica da sua consagrada arte sacra, aliás, ela foi concebida e aceita por este catolicismo moribundo justamente para isso: nivelar – e purificar de toda tradição e verdade – a cultura cristã ao nível das outras. E ponto final.

  32. Domingues,

    Vc nao cre que estes que participam de ‘Parada Gay’ sao castos, cre? E ridiculo um bispo sentar de perninhas cruzadas para bater papo com um organizado de algo deste tipo. O bispo desconhece a Fe, mostra isso quando nao tem coragem de defende-la em publico.

  33. Besteira. O bispo mais uma vez se desculpou por ser católico, além de fazer politicagem com os marginais. Uma lástima que esta diocese esteja tão mal pastoreada.

  34. É lamentável perceber que o templo sagrado como estrutura que deveria nos aproximar do Sagrado,está sendo difamado por bispos que brincam de serem sucessores dos Apóstolos. Acharia o fim em ver a casa da minha mãe usada como bandeira de um movimento moralmente destruído, mas parece que a mentalidade pagã está cada vez mais na consciência de alguns bispos da Igreja que a cada dia ridicularizam mais e mais a história e a Tradição de dois mil anos.
    Tende compaixão Ó Senhor de vossos instrumentos insuficientes, e concedei a Vossa Misericordia.

  35. Sei que é um comentário muito inoportuno, mas que igreja feia… dá até medo.
    Mas voltando ao assunto, sabe porque eles fazem isso? Porque eles sabem justamente que a atitude dos bispos será como essa. Vergonhosamente tímida. Eles nem ousam fazer isso com os maometanos, porque eles sim tem convicção no que crêm e não iam deixar passar. É triste viu… Não sei pra que esse tipo de pessoa se candidata ao apostolado. Não faria nenhuma falta, pelo contrário, sua retirada seria comemorada.

  36. A pusilanimidade dos bons faz aumentar a audácia dos maus.

  37. É muito triste ver que os gays estão na militância, determinados a combater a Santa Igreja. Muitos de nós católicos estão determinados a deixar isso acontecer, são omissos e caem nas graças dos modernistas. O senhor bispo ensina a amar as pessoas e trilhar o caminho do perdão, mas porque ele faz isso com os homossexuais e não com os tradicionalistas, verdadeiros cristãos católicos. Vai alguém rezar a Missa Tridentina para ver o que acontece…

  38. Ser homossexual não é problema algum que impeça de salvação. São considerados como qualquer pessoa diante de Deus, desde que sejam castos, diz a Igreja. Porém, em Rm 1.27 lê-se: … homens, deixando a relação natural com a mulher, arderam de desejo uns para com os outros, praticando torpezas homens com homens e … Em 1 Cor 6.9…nem os sodomitas…herdarão o Reino de Deus. Veja ainda: Ap 21.8 e 22.15. Destina-se também às pretensas igrejas quer evangélicas ou outras recém fundadas, no intuito. As práticas sodômicas são duramente condenadas por Deus, desde o AT, idem NT. Bem, se mantiverem sem conversão e na prática recorrente do homossexualismo sob alegação de proteção bíblica para tal procedimento como têem alardeado por aí, inclusive que o inferno não existe, certamente o diabo vai agradecer oportunamente ao recebê-los após a morte, por poder desde já se ocupar com outros: esse já é de casa!
    Quanto à imagem da Catedral, eles odeiam a nós católicos, a Igreja; meus amigos e eu iniciamos um boicote total aos gays: não colaboraremos doravante jamais como os mesmos em salões de beleza ou qualquer atividade onde possamos gerar-lhes recursos financeiros; eles merecem. Se gostaram, levem à frente.

  39. Houve um comentário aqui no Fratres sobre um trabalho católico com homossexuais visando fortalecer a castidade e ajudando estas pessoas a saírem deste vício.

    O atual problema do homossexualismo consiste em: Antes era proibido. Passou a ser tolerado (tolerância é uma prática tão ….. comum para alguns). Hoje é visto como permitido. Deus que me livre de estar por aqui quando for obrigatório!

Trackbacks